Incógnita do orçamento

Depois de ser conhecido que a comissão politica do PSD local teima em manter a posição que inicialmente defendeu, mesmo contra as indicações do partido, a incógnita sobre o que irá acontecer com o orçamento mantém-se. A distribuição de eleitos na Assembleia Municipal pode levar a que o orçamento reprove, mesmo que seja viabilizado na…

Veja mais

Não apareceram!

Há coisas que se entendem, outras nem por isso! Ontem lemos que, a propósito da Carta Estratégica, no âmbito da revisão do PDM, os vereadores foram convidados a participar em reuniões com quem está a liderar o processo de candidatura com vista poderem dar os seus contributos. É a formal normal e lógica de funcionar.…

Veja mais

Dar graxa

Quem não se lembra de, durante a campanha e mesmo já depois das eleições, a Tereza ter sido alvo das criticas por parte do Logrado. Desde ter sido afirmado que não tinha as mínimas condições para continuar na câmara, a existir falta de carácter da equipa do Álvaro, na qual ela se incluía, a ter…

Veja mais

Cinco euros!

À semelhança de muitos dos que aqui vivem, o Aurélio era um dos que queria poder nadar numa piscina nova nos próximos tempos. Poderia ter visto esse objectivo alcançado se ontem o orçamento contivesse uma verba que permitisse a sua construção. Tinha! Cinco euros! Esta foi uma das obras que, à semelhança de outras, tinham…

Veja mais

Sozinho

Como tinha já sido dado a conhecer, a posição do Santos foi contrária à que a concelhia queria que fosse e aprovou o orçamento. Com o PSD local a sofrer as ondas de choque do que se passa ao nível nacional, a posição que queriam que o Santos assumisse era uma que iria levar ao…

Veja mais

E agora?

O trambolhão que ontem o Vicente deu, com a oposição a chumbar-lhe o orçamento, é um que irá deixar marcas. Os sentidos de voto eram previsíveis e qualquer estava em condições de conseguir antecipar o que iria ser a posição que cada um dos vereadores iria tomar. Cabia, por isso, ao Vicente ter feito o…

Veja mais

Chumbou

A votação acabou já tarde e orçamento não passou. Com os votos do PS e PSD a favor e o PCP, MpM e + Concelho a votarem contra, o primeiro orçamento apresentado pelo Vicente chumbou. Fica por saber se o Vicente vai sentir este chumbo como uma “moção de censura” à sua governação e se…

Veja mais

Os decisores

A decisão pelo “sim” ou pelo “não” de um orçamento municipal é, sem dúvida, aquela que mais peso tem na vida da autarquia e de todos nós. Dessa decisão depende praticamente tudo o que irá acontecer no ano seguinte. Quem já leu o documento fica com a sensação de que aquela é uma matéria que…

Veja mais

Um olhar pelo tempo

Dependendo do que logo for decidido, o Vicente poderá ter os dias contados à frente da câmara. A partir do momento em que está em funções como presidente sem que para isso tenha sido eleito, a possibilidade de ver hoje o orçamento rejeitado equivalerá à exibição de um cartão vermelho que, necessariamente, deverá levá-lo a…

Veja mais

À espera

E agora estamos todos à espera da decisão que Cavaco vai tomar. Cabe a ele, infelizmente, a decisão sobre o que será o futuro próximo do país. Não será presidente por muito mais tempo mas ainda está nele a decisão sobre o que irá acontecer. Seja qual for a decisão que tome, ele será sempre…

Veja mais

“Vicentinas”

Há dias, enquanto tomava o café, o adjunto fez referência a uma proposta do orçamento participativo de Amarante que vai gastar quinze mil euros em bicicletas para incentivar os turistas e promover a mobilidade urbana. Sendo esta uma terra que tem na sua história o recurso diário à bicicleta, é uma que poderia ser aplicada…

Veja mais

Sem propostas

Segunda-feira, à noite, o orçamento irá ser discutido. Se da parte dos movimentos não se espera que haja desentendimentos entre o que será a posição do vereador e a dos deputados, o mesmo deverá acontecer com o PCP. Votem contra ou a favor, o voto deverá ser no mesmo sentido num e noutro local. A…

Veja mais