Até aos ossos

Não há reunião de câmara que não tenha peripécias. A de hoje foi rápida, mas ainda assim teve algo que não pode deixar de ser entendido como uma brincadeira de miúdos. A certa altura, quando se falou dos incêndios e do que a Cidália, enquanto presidente da câmara, fez ou deixou de fazer entrou em…

Veja mais

Entra e sai

As mexidas nos quadros superiores da câmara são necessárias, mas nem sempre se conseguem perceber. Peguemos no último exemplo da alteração da chefia da DCD. A Catarina foi afastada da chefia da divisão pelo ex-presidente Álvaro e nomeado o Jerónimo. À data a câmara pagou uma avultada indemnização. Depois, em 2015, o ainda ex-presidente demite…

Veja mais

Maioria

Ontem foram as eleições para a concelhia do PSD. O resultado da votação deveria dar ao novo líder uma percentagem próxima dos 100%, mas não foi. Pouco mais de metade dos que votaram acham que o novo líder tem perfil para o ser. Foram apenas 51,7% dos que votaram que acharam que ele deve ser…

Veja mais

O Furacão Leslie

Na noite de 13 para 14 (sábado/domingo), como é do conhecimento geral e inclusivamente anunciado através de comunicado da Protecção Civil da Marinha Grande, onde se alertava a população das consequências se davam sugestões e se pedia todo cuidado com especial atenção entre as 19:00 horas de sábado (13-10-2018), atingindo-se o pico mais crítico entre…

Veja mais

Sem questões

Há alguns séculos era normal os professores falarem e não ser possível sequer questionar o que diziam. Era o tempo dos dogmas, do magister dixit! Séculos depois é possível ver os bustos que foram feitos a todos esses professores com as suas verdades insofismáveis. Hoje em dia são já poucos os que se comportam como tal,…

Veja mais

Um ano depois

Um ano depois, o ICNF anuncia que vai fechar as estradas das matas que ainda estão abertas. O motivo seria compreensível se, passados 365 dias, alguma coisa tivesse sido feita. Mas não, não foi! O motivo do encerramento do que já estava aberto tem a ver com razões de segurança das pessoas, para que os…

Veja mais

Sempre a mesma coisa

Se fosse só uma vez, ainda se entenderia, mas não, é todos os anos! Sempre que cai um pouco de chuva as piscinas instalam-se aqui no concelho e sempre nos mesmos locais. Poderá dizer-se que os responsáveis não podem prever a chuva e têm razão, mas podem fazer aquilo que se espera que façam: limpem.…

Veja mais

Todos iguais…

A Vieira tem, mais uma vez, um problema em mãos. O vento fez das suas e, como é óbvio, está a ser necessária a intervenção da Câmara e da Junta. É nestas alturas que não pode haver limitações. É bom ver que os órgãos autárquicos interveem quando a população necessita. Com tanto local onde têm…

Veja mais

Hipocrisia

O PCP é uma da muletas do PS no Governo. Ainda que não tenham feito coligação formal, são parceiros de governação. Exemplo disso tem sido o que têm sido as aprovações dos diferentes orçamentos de estado. Hoje, quase à mesma hora, houve iniciativas para ‘celebrar’ o ano após o incêndio. Uma do PS, com o…

Veja mais

Desinteresse

Quando estar a trocar SMS ou falar pela internet é mais interessante do que estar atento ao que o orador da Faculdade de Arquitectura da Universidade de Coimbra diz sobre o tema do pinhal! Ainda bem que é um dos assuntos que a presidente tem no coração e sobre o qual tem muita preocupação! Imagine-se que…

Veja mais

Vergonhoso

Hoje está a ter lugar uma iniciativa da câmara para ‘celebrar’ o que aconteceu há um ano. Hoje os portões do Parque do Engenho estão abertos para meia dúzia de pessoas acompanharem a Cidália numa iniciativa que está, até ao momento, a ser um fracasso. Mas o problema nem está na iniciativa em si. Vai…

Veja mais

Outra mexida

Sem que se perceba o porquê de se manter em segredo para os munícipes, houve já outra mexida no seio da câmara. O ex-chefe de divisão, o Jerónimo, estará de volta para o lugar que era ocupado pela Catarina que há cerca de duas semanas foi afastada. Não se pode dizer que seja uma mexida…

Veja mais

Show off

Ontem, quando veio cá o Ministro e Secretário de Estado, a sala da Resinagem estava meio cheia. Faltavam lá quase todos os eleitos. Faltava lá o povo. Foi uma ‘tertúlia’ para amigos e para aparecerem nas notícias. Fomos saber o motivo das ausências e confirmou-se o que suspeitávamos: ninguém soube de nada nem ninguém foi…

Veja mais