Será o adeus?

Ontem podia ler-se que o Logrado poderá estar a um passo de dizer adeus à política. Temos alguma dificuldade em acreditar que o faça até porque, goste-se ou não da sua forma de agir e a sua forma de estar na política, há que reconhecer que tem ideias que, aproveitadas, poderiam traduzir-se numa mais-valia para…

Veja mais

Lido por aí XII

“Pois. Chegar não chegam, mas moem. E toda a gente sabe quem é o macaco. Com tantos telhados de vidro. Tantos e alguns tão graves. E vai zurzindo diariamente contra tudo e contra todos. Insinuando, ofendendo, caluniando e continua de costa direita e cara levantada, até alguém um dia se passar e resolver as coisas,…

Veja mais

Lido por aí XI

“A PROPÓSITO DE UM “ARTIGO” PUBLICADO NO JORNAL DA MARINHA GRANDE. Caro Artur Oliveira. Ao ler o que publicou no Jornal da Marinha Grande e que aqui é replicado, confesso que, perante tanta ignorância, má fé e graves insinuações, nem sei por onde começar. Mas vou fazer uma terceira tentativa, porque já estivemos em dois…

Veja mais

Silêncio

Poderão acusar-nos de ingenuidade mas hoje pensámos que iríamos ouvir na reunião de câmara alguma coisa sobre o ‘lindo serviço’ que foi feito nas ruas do centro tradicional no passado fim-de-semana. Nem uma palavra! Todos os vereadores se remeteram ao silêncio. Se por um lado era previsível que os vereadores do PCP nada dissessem, já…

Veja mais

Andorinhas

Hoje a reunião de câmara estava repleta de andorinhas. Bom, dito assim não está correcto! A reunião teve a presença de muitos habitantes da Rua das Andorinhas que foram reclamar obras há muito prometidas. Este facto não seria muito relevante não fosse o Santos ter assumido que votaria a rectificação ao orçamento depois do Vicente…

Veja mais

Lido por aí X

“O mercado municipal é outra dor. Uma das críticas que ouço com algum desgosto é que a câmara gastou ali perto de dois milhões de euros. Não gastou. A câmara comprou aquele espaço e tinha um terreno disponível na Vieira. E quando fez o contrato ainda estava em vigor o contrato de permuta do bem presente pelo bem futuro. Fizemos concurso…

Veja mais

Esquecemos

Temos que nos penitenciar por um esquecimento que não é aceitável. Deixámos passar o prazo de apresentação das propostas para o orçamento participativo e não apresentamos a que queríamos. Na página do orçamento é dito que “o Orçamento Participativo é um processo que envolve os cidadãos na tomada de decisões sobre investimentos públicos municipais. Com este processo…

Veja mais

Como será?

Como será a sensação de estar a ser feita a apresentação de uma iniciativa virada para a indústria onde só estão jornalistas e funcionários da câmara? Uma nota de imprensa era capaz de fazer o mesmo efeito e podia permitir que as 35 horas fossem ocupadas de outro modo! Assim de repente vem-nos à mente…

Veja mais

Tiro no pé

Quando há uns meses teve início o PEM, na ânsia de não perder o protagonismo, o Vicente fez questão de afirmar publicamente, para quem quis ouvir, que aquele programa era da sua responsabilidade e que estava sob o seu controle. Entendeu-se que o tenha feito uma vez que era a única forma que tinha de…

Veja mais

O alvo

Quando agora se fala na câmara ou no presidente não conseguimos deixar de ficar com a imagem de alguém que tenta desviar-se de todas as facas que lhe vão sendo atiradas. Claro que ele não fez como os ratos e não abandonou o barco quando a câmara começou a afundar, ainda nas mãos do ex-presidente,…

Veja mais

Lido por aí IX

Ontem a deputada pelo PSD na AR veio cá visitar o centro de saúde. Hoje pode ler-se uma frase, da deputada que com ela veio, com a qual temos muita dificuldade em discordar: “falta muita iniciativa neste município onde os problemas se arrastam e se tornam crónicos, em forte contraste com municípios como Pombal e Batalha,…

Veja mais

Lido por aí VIII

“O novo Mercado Municipal da Marinha Grande está concluído há vários meses, mas continua sem funcionar, devido a um braço-de-ferro que opõe vendedores e autarquia. Os donos das bancas recusam comprar os novos espaços e já recorreram ao Tribunal. A Câmara Municipal adiou mais uma vez a realização da hasta pública para venda dos lugares, mas…

Veja mais

Lido por aí VII

“Esta é uma história que, se não fosse tão ridícula, poderia ser catalogada de tragicomédia. Mas, bem vistas as coisas, talvez seja ambas em simultâneo… e o mais triste de tudo, é que quem sai altamente lesado com tudo isto, somos nós, os marinhenses. Porque achei que também eu não deveria ficar indiferente perante esta trapalhada,…

Veja mais

Descarrilou?

Depois de vermos a ‘arte’ que está espalhada pelas ruas do centro tradicional, lembrámos que o caminho que os políticos seguem nem sempre é feito por carris, fugindo às vezes do que parecia ser o trajecto mais indicado. A este respeito lembrámos do percurso que tem sido feito pelo actual presidente. De certo modo sente-se…

Veja mais

Vandalismo

Todas as iniciativas que sejam tomadas para que possam trazer vida ao centro tradicional são bem vindas. Este fim-de-semana houve uma iniciativa levada a cabo pela Associação do Comboio de Lata que teve iniciativas durante dois dias. Não sabemos se teve muita adesão, se bem que as vezes que por lá passamos não era muito…

Veja mais

Não se entende

É habitual dizer-se que todas as questões merecem uma resposta mas nem sempre a resposta que se recebe é aquela que se espera. Recebemos um email que contém uma resposta que não esperávamos ler. Por causa do jogo que amanhã vai ser transmitido, alguém pediu para ali nas imediações poder fazer venda ambulante. A resposta…

Veja mais

Estranho!

A questão está já ultrapassada mas não deixa de ser interessante saber-se o que cada um dos eleitos pensa sobre o que deve ser feito aqui na terra. O início do mês passado, quando ainda havia ‘coligação’ entre o PS e o + Concelho, a ideia para controlar o ruído dos estabelecimentos era de fazer…

Veja mais

Lido por aí VI

“Leiria tem dezenas de milhões de passivo, mas nem por isso deixa de ter actividade/oferta cultural de qualidade… procurando proporcionar aos Munícipes momentos de lazer e convívio social. Foi assim com a transmissão dos jogos do Euro 2016… E é, pelo segundo ano consecutivo, com o Cinema Vadio (que este ano vai também à Praia…

Veja mais

Lido por aí V

“É isto que me anima. Ainda há alguém que olhe para este folhetim com olhos de ver e perceba que o que está em causa é cavalgar uma onda com um cardume de votos. Foi estratégia política do PCP, numa primeira fase quando surgiu a providência cautelar e passou a ser um objectivo da maioria…

Veja mais