Quem manda

Hoje ouvimos a entrevista que a Dulce, médica, deu na semana passada. Gostámos do que ouvimos e será uma enorme pena se os políticos não a ouvirem e, mais do que ouvirem, reflectirem sobre o que ela disse. Não temos dúvidas que as reticências que ouvimos da sua boca sobre os partidos e os políticos…

Veja mais

Perdido

Não resistimos a tentar ver como funcionava o jogo que tem dado que falar nos últimos dias. Ele consiste em andar com o telemóvel pelas ruas a tentar apanhar uns bonecos que aparecem no visor e acertar-lhes com umas bolas.  A parte engraçada do jogo está no facto de ele até parecer saber onde estamos.…

Veja mais

Insegurança

Este fim-de-semana, na Vieira, pelo menos dois jovens foram esfaqueados, encontrando-se em estado grave no hospital. Depois das notícias que vão surgindo nos noticiários sobre o que vai acontecendo um pouco por todo o lado, a situação quase parece normal e já quase nem é notícia, tanto que nada lemos até ao momento sobre isso.…

Veja mais

Sem condições

Não temos piscina, não temos mercado, não temos placas a indicar os destinos, não temos centro tradicional vivo, não temos segurança mas temos parques. Se há uns anos Viseu era conhecida como a cidade das rotundas, aqui a terra deve ser a terra dos parques. Claro que uma coisa é termos parques e outra é…

Veja mais

Quase pancadaria

Há uns dias recebemos informação de que terá havido problemas entre o Vicente e alguns funcionários da câmara. Tivemos que ir apurar o que se passou e, pelo que conseguimos saber, o problema esteve centrado no facto de alguns funcionários terem enviado ao  ‘presidente’ uma carta onde expunham as suas preocupações pelo facto de só…

Veja mais

As diferenças

Coerência na política é coisa que nem sempre é fácil de encontrar. Em Novembro de 2007 podia ler-se que “aquilo que os vereadores do PS puderam presenciar hoje nas instalações do Mercado Novo é um autentico acto de vandalismo perpetrado por quem tem a responsabilidade e a guarda do património público. Constatámos que grande parte…

Veja mais

Lido por aí XIX

“O comunicado que acabo de ler no site da câmara é um brilhante texto de comédia que não fora as consequências trágicas que acarreta para o concelho, para a sua população, para a economia local e para os vendedores, seria digna de figurar no anais desta arte teatral. Vamos aos factos: 1 – Por questões que…

Veja mais

Cansados

Há alturas em que nos sentimos cansados. Não nos referimos ao facto de escrevermos ou de fazermos os bonecos. Referimos ao facto de vivermos aqui. Provavelmente em muitos concelhos quem lá vive diz o mesmo mas apenas podemos falar pelo que sentimos. Quando lemos o ‘comunicado’ que no final da semana foi dado a conhecer…

Veja mais

Vistoria está actual

Sábado andámos pelo mercado das tendas. Não fomos fazer compras mas antes ver com algum cuidado as condições que ali existem há anos. Como não somos especialistas na verificação das condições que devem existir num mercado, levamos connosco o relatório de vistoria sanitária que foi feito em 2006 às instalações do que se previa ser…

Veja mais

O jogo

O jogo que agora parece estar na moda consiste em andar por aí a tentar apanhar monstros e utilizá-los nas batalhas. Imaginámos o que seria terem criado um jogo feito à medida do que se passa aqui na terra com a diferença de que, em vez de se andar à procura de monstros, o jogo…

Veja mais

Quem manda?

Sabe-se, desde há muitos anos, quem tem mandado efectivamente aqui na terra. Apesar de os eleitos terem sido uns, quem detém o poder real não é alguém que se tenha submetido a sufrágio. O ex-presidente chegou mesmo a fazer questão de afirmar que era ele quem mandava como forma de tentar convencer o que estava…

Veja mais

PS afunda

Quando hoje lemos o comunicado do PS, que terá sido igualmente enviado por email para várias pessoas, assumimos que aquela era a posição oficial do partido. Pensámos que ontem a comissão política tinha reunido e tinham decidido fazer aqueles comunicados. Não foi assim! Os comunicados que acusam o PCP e MpM são apenas da autoria…

Veja mais

Um milhão… e tal

Já lá vai algum tempo desde que aqui alguns começaram a escrever. Apesar das criticas, ameaças e ofensas que tem sido feitas aos que aqui escrevem e àqueles que alguns acham que integram este grupo mas que nada têm a ver com este espaço, passámos já o milhão de visitas. Agradecemos a todos os que…

Veja mais

O namoro

Ontem tivemos a informação de que o Vicente estaria a preparar-se para voltar a ‘namorar’ o Logrado uma vez que é ele aquele com quem eles acham poder ser mais fácil encetar negociações. Não pensámos é que isso começasse tão cedo! Ontem apenas três vereadores votaram a favor a aprovação da rectificação. Quatro – Aurélio,…

Veja mais

Lido por aí XVII

“VEREADORES VÍTOR PEREIRA E ALEXANDRA DENGUCHO VOTAM CONTRA O PROGRAMA DA CDU Na proposta de revisão do orçamento de 2016, o Presidente da Câmara, Paulo Vicente, incluiu projectos que constavam do programa eleitoral da CDU e que representam um investimento de vários milhões de euros. Foi o caso do sistema de água em alta relativo…

Veja mais

Lido por aí XVIII

“VEREADOR AURÉLIO FERREIRA VOTA CONTRA O PROGRAMA DO MPM  Na proposta de revisão do orçamento de 2016, o Presidente da Câmara, Paulo Vicente, incluiu projectos que constavam do programa eleitoral do MPM e que representam um investimento de vários milhões de euros. Foi o caso do sistema de água em alta relativo à conduta adutora…

Veja mais

Perda de tempo

A Cidália afirmou na sua declaração de voto que «Não posso deixar de aqui referir uma frase com que o vereador Santos se expressou quando entrou nesta sala, fê-lo com ironia mas muita propriedade “se já todos publicamente disseram como iam votar, está já desde o início a decisão tomada, o assunto está resolvido, não…

Veja mais

Já à espreita

Hoje o Vicente levou o segundo grande balde de água fria desde que está à frente da câmara. Pela segunda vez não consegue à primeira que um orçamento por si apresentado passe. Não fosse o facto de ele ter que manter o PS no comando e sem que tenha liberdade para decidir por si e…

Veja mais

Lido por aí XVI

«”alocando a componente de financiamento própria a estas obras que, por vezes, condicionam investimentos prioritários (não financiados) para o concelho, como sejam o mercado”. Acabo de ler isto numa declaração de voto do vereador Aurélio Ferreira, produzida para justificar o voto CONTRA o orçamento Rectificativo. Estando, na generalidade, de acordo com a substância das razões…

Veja mais

Lido por aí XV

«Atendendo à importância desta revisão orçamental, que integra a incorporação de 7,5 M€ provenientes da conta de gerência do ano anterior, há duas considerações fundamentais: a) Domínio político: o processo conducente à apresentação desta revisão, do ponto de vista político, revela uma incapacidade, dos dois titulares de pelouros executivos, para a realização duma concertação colectiva e…

Veja mais