12 anos

Não é preciso recuar muito no tempo para que se encontrem diferenças substanciais entre o que eram as iluminações de Natal e o que são hoje. Há 12 anos era diferente não apenas no que diz respeito ao que eram as iluminações mas também no que diz respeito a estarem ou não acesas. Mas entende-se que…

Veja mais

Sem palavras

Neste momento de dor, sem possibilidade de o fazermos de outro modo e apesar da posição actualmente não ser uma que nos leve a que escrevamos, apresentamos publicamente os sentidos sentimentos. 00 Seguir ( 0 Seguidores ) X Seguir E-mail : * Seguir Deixar de seguir

Veja mais

Perdemos a conta!

Podemos dizer que perdemos a conta à quantidade de vezes que o PSD local fica sem queira nele mandar. Desta vez o motivo é o desentendimento entre a estrutura local e quem está acima deles. Não deixa de ser irónico a concelhia demitir-se porque não quer acatar as instruções que vêm de cima mas ter…

Veja mais

Demissões

A comissão política do PSD demitiu-se por o partido não aceitar a intenção de apoiarem o Aurélio. «No seguimento de reunião com o Carlos Carreiras na passada 3ºF que vetou a nossa deliberação de apoio a candidatura do Aurélio, impondo a obrigação da uma candidatura do partido as próximas eleições autárquicas, informo que a comissão…

Veja mais

FAG… até quando?

Acreditamos que pôr a FAG em funcionamento seja tão complicado como montar um puzzle. Desde há muito que achamos que deveria ser um evento com patrocínio da câmara, fora do que é tradicional ser feito em termos de apoios, tentando que aquele evento se tornasse num dos cartões de vista do concelho e não apenas…

Veja mais

A história do Bairro

Sobre o Bairro do Camarnal, parece-nos interessante poder ler-se parte da história que envolve aquela construção: «Tendo em vista  a  erradicação de  barracas e  o  realojamento de  famílias, a Câmara  Municipal  da  Marinha  Grande  (doravante  CMMG)  propunha-se adquirir 53 fogos a serem construídos em loteamento propriedade do município, “no lugar do Camarnal”, o que seria…

Veja mais

Pagar dívidas

Foi decidido pagar a dívida do bairro do Camarnal. Não é motivo para que se deitem foguetes mas antes que se diga ‘até que enfim’. Desde há sete anos que a preocupação dos que estão à frente da câmara tem sido a de mostrar que a câmara está numa situação financeira boa mas o que…

Veja mais

De novo!

Uma vez mais não se podem fazer reclamações no site da câmara. Não é nada novo mas faz questionar que tipo de acordo a câmara tem com quem dá assistência ao site. Há dias, quando da torneira de um de nós, saia água quase castanha aproveitámos para usar o formulário de reclamação, que naquela altura…

Veja mais

Trabalhar cansa

Somos muita vezes injustos quando criticamos os que são eleitos e os que, não o sendo, têm funções que permitem que se façam horários de trabalho que são diferentes dos que têm que picar o cartão ou lhes permitem fazer publicações no Facebook a qualquer hora. Quando vemos as fotos que são publicadas dos que…

Veja mais

Dedo na ferida V

«Na última reunião disse que a CDU ia retirar a sua proposta para a revisão ao orçamento, e a comunicação social não disse nada, foi zero a informação, foi como se os eleitos da CDU não existissem. O Editorial do Jornal da Marinha Grande de hoje até diz que não são partidários, mas as empresas…

Veja mais

Lá… e cá

No JN é este o título da notícia. Por cá é mais do género ‘há luzes? não sabia!‘. Bom, lá quem é mesmo o presidente? Começamos a ser adeptos dos orçamentos que têm que se cumpridos por ideias que vêm dos munícipes e não dos que são eleitos que, como se tem vindo a demonstrar…

Veja mais

Respostas

Às vezes não conseguimos entender os eleitos. Esta semana o Vítor vem queixar-se do facto de o executivo permanente não dar respostas quer aos munícipes quer aos demais elementos da vereação. Vem até invocar o direito que a oposição tem a obter respostas. Não entendemos o Vítor! Ele, que anda há alguns anos nestas andanças…

Veja mais

Nada de novo

Começa este fim-de-semana mais um congresso do PCP. Será mais uma reunião magna onde já tudo mais ou menos está decidido, muito à semelhança do que acontece nos congressos anteriores. Naturalmente que o que se vai lá passar é um assunto do partido que apenas aos militantes diz respeito, mas há algo nesse assunto que…

Veja mais

A condizer

Nem sempre andar na moda significa andar a condizer. Há até uma marca que prima por ser ‘desigual’! Aqui a preocupação parece mesmo ser a de que não haja diferenças entre o estado dos prédios abandonados no centro tradicional e as obras novas. A porta que surge na imagem é exemplo da preocupação que existe…

Veja mais

Fotos? Isso não!

Já muita coisa nos foi contada, a muita assistimos mas ainda não tinha chegado ao nosso conhecimento que afinal vivemos numa terra onde nem todas as liberdades podem ser exercidas. Nem todos conhecem o Parque do Engenho e as casas que ali existem. Poucos conhecem a história daquele espaço. Quem ali vai não fica com…

Veja mais

Dormir no serviço

A questão da compra da FEIS faz chegar à conclusão que alguém anda a dormir no serviço! As negociações para a compra daquele espaço decorrem há muitos meses. Numa primeira fase tudo foi segredo, para não prejudicar as negociações, tendo o ex-presidente chegado a afirmar que “não pode adiantar mais informações porque estão em negociações…

Veja mais

Afinal, não é certo!

Quem estava a contar que a decisão de compra da antiga Stephens era assunto arrumado ou que aquele espaço era para ser destinado a uma das hipóteses para colocação do mercado, que tire o ‘cavalinho da chuva’. Ontem na reunião onde os vereadores tentaram chegar a um entendimento quanto ao orçamento o assunto foi abordado.…

Veja mais

Orçamento? Nada!

Hoje os vereadores reuniram mais uma vez para tentarem chegar a um entendimento quanto ao orçamento para 2017. Nada conseguiram fazer nem o acordo foi possível. Do lado do executivo permanente não sai palavra nem soluções. Parece estar a ser difícil conseguirem elaborar um documento que lhes permita fazer as obras que lhes irão poder…

Veja mais

Comparações

Não, não vamos fazer comparações. Nada há de semelhante para que possa ser feita comparação entre o que lá acontece e o que aqui se faz. Aqui pode ter-se acesso ao que a uma dúzia de quilómetros se faz. Imagine-se como seria aqui poder-se enviar requerimentos sobre um qualquer assunto, consultar o estado do pedido…

Veja mais

Na gaveta

Há dias lemos uma notícia sobre um autarca que vai ser julgado por ter metido um processo na gaveta, tendo deixado de cobrar uma quantia a que a câmara teria direito. A justificação do autarca para não ter andado com o assunto foi a deu que estava a tentar resolver o assunto com “equidade e…

Veja mais

Lá e cá

A morte de Fidel tem levado a que muitas reacções tenham surgido. Uns chamam de ditador, outros de herói mas a grande maioria fala do que lhes foi sendo impingido, sem saber bem o diz. É sempre estranho lerem-se algumas opiniões quando somos um povo que elegeu várias vezes o Cavaco, considerou Salazar como ‘o maior…

Veja mais

Nova estratégia

Muitas são as vezes que criticamos a câmara por não ter uma estratégia para o turismo. Bom, bem vistas as coisas, em termos de estratégia não conseguimos encontrar uma que seja. Mas agora parece que tudo mudou, pelo menos para o turismo! A câmara parece apostada em forçar quem aqui vem a conhecer cada canto…

Veja mais

Porquê?

Na sexta, na rádio, o Pereira disse que a primeira coisa que faria seria mandar a Tereza embora da câmara. O Logrado colocou isso como condição para negociar a revisão do orçamento e o Aurélio também a nomeou como sendo um dos nomes que tinha que sair. Não saiu e a revisão do orçamento passou!…

Veja mais

Alerta!

«Os Glifosatos são um poderoso químico usado para eliminar ervas daninhas e são prejudiciais à saúde podendo originar cancro, assim o diz a OMS (Organização Mundial de Saúde), mas a Câmara da Marinha Grande usa-os no tratamento dos espaços públicos em zonas abertas e facilmente acessíveis a crianças e animais! Esta situação para além de ser…

Veja mais

Dedo na ferida IV

«Questionado sobre que medida tomaria de imediato caso tivesse a possibilidade de ser presidente da Câmara por um dia, aliás, a questão “da praxe” com que encerram todos os “Pontos de Vista”, não hesitou: “demitia a dra. Tereza Coelho”, chefe de gabinete do presidente.» Autor: J. Pereira 00 Seguir ( 0 Seguidores ) X Seguir E-mail : * Seguir Deixar de…

Veja mais

Pasmaceira

Não, não apanhámos o Vítor a dormir em serviço! O que apanhámos foi o que tem sido o que parece ser um vírus que a terra contraiu e à qual o vereador hoje fez referência: pasmaceira. A terra vive, desde que há anos o PS tomou conta dos destinos da terra, um estado de pasmaceira…

Veja mais

Transparência

Quando hoje procurávamos informação sobre a CPCJ, fomos consultar as actas da câmara e das juntas de freguesia. Quanto a estas, nem sempre lá vamos e não nos tínhamos ainda apercebido de algo que hoje ficou evidente. A divulgação das actas das reuniões serve para que os munícipes e fregueses saibam o que se decide…

Veja mais

Presidente?!

Há dias o Logrado fez a seguinte afirmação: “Porque é que se mantém na CPCJ, contra a lei?”. Referia-se à vereadora Cidália. Sabe-se que ela é a Presidente daquele organismo e tivemos a curiosidade de ir saber em que se baseou o vereador para afirmar o que afirmou. O que encontrámos, ou melhor, o que…

Veja mais

Ainda em falta

Em Dezembro de 2014 escrevemos sobre o que se passa com as actas quando fazem referência a certos anexos, que deveriam ser parte integrante da acta, mas que não aparecem. Depois disso, conseguimos ler duas actas das reuniões de câmara onde são juntos os anexos, mas nada mais! Dois anos depois temos a informação de…

Veja mais

É nossa

Na reunião de segunda foi tomada uma decisão com a qual dificilmente se poderá discordar: a compra da antiga Mortensen, ex-Fábrica Escola I. Stephens. Depois de muitas negociação, de ofertas que poderiam ter deitado tudo a perder, chegaram a entendimento quanto à compra daquelas instalações ao banco. Agora, com um pouco de sorte, poderá ser…

Veja mais

Ver-se ao espelho

O assunto da obra de S. Pedro que foi aprovada em violação do PDM anda há anos pendente. Sabe-se que é um assunto grave que poderá levar à perda de mandato além do apuramento de responsabilidades internas. Se no início do processo de licenciamento a Alexandra esteve nas votações, nas ultimas achou que deveria afastar-se…

Veja mais

Dedo na ferida III

«A Sr.ª [dirigindo-se à Cidália] vá para casa, porque nem foi eleita. Vir para aqui falar de nós que fomos eleitos e estamos aqui a fazer o que a população quer quando nos elegeu.» «Se o executivo permanente não concorda com as afirmações contundentes do Logrado e do Aurélio, defenda-se, não pode é dizer que…

Veja mais

Dedo na ferida II

«Reparação e manutenção do piso desportivo do Pavilhão Nery Capucho. Preço base e adjudicação: € 31.193,00 Foi feito um ajuste direto – não sou fundamentalista sobre não realizar ajustes diretos, mas já tínhamos aqui definido que os ajustes diretos eram apenas para pequenos montantes. Mais liberdade, maior responsabilidade. Porquê um ajuste direto num montante destes? Quantas…

Veja mais

Dedo na ferida I

«Se até agora achava que era a mentora do Presidente, a Dr.ª Tereza Coelho, hoje acredito que pode haver intenção de quem governa a Câmara e eventualmente responsabilidades criminais na má utilização dos dinheiros públicos. Já desbaratámos mais de 5 milhões de euros. Exemplo: o Edifício da Resinagem, que tem problemas na obra e não…

Veja mais

“Não satisfaz”

A propósito do espaço que era destinado ao mercado no Atrium, parece-nos interessante podermos citar algumas afirmações recentes. Disse o Vicente que “ao longo destes anos se constata que a utilidade para que o edifício foi construído não satisfaz as necessidades da população“. A Cidália disse que “sinto-me confortável na tomada desta decisão [do aprovar alterações…

Veja mais

Ranking dos municípios

No anuário financeiro dos municípios, relativo ao ano passado, o nosso aparece em 2º, de entre os 25 de média dimensão, na categoria de melhor eficiência financeira. Já no que diz respeito à execução orçamental, surgimos em 15º e em 23º no que diz respeito ao equilíbrio orçamental. A análise feita coloca assim o município…

Veja mais

Banho maria

Desde há uns dias que alguns vereadores andam a tentar fazer alterações ao regulamento que disciplina a atribuição de apoios e subsídios aos clubes. Pode-se dizer que tudo está em ‘banho maria’, sem que se tenha conseguido avançar muito mais. Esta discussão, ainda informal, tem sido, no entanto, o palco ideal para que se tente…

Veja mais

Lido por aí LXV

«Na reunião do executivo de hoje AURÉLIO FERREIRA questionou a vereadora CIDÁLIA FERREIRA. “Concerteza leu o Jornal de Leiria onde refere que somos o único concelho do distrito que não tem o orçamento 2017. Acha isto normal?” Acrescento ainda, “Fico perplexo que a Sra. vereadora Cidália entenda que este arrastar da apresentação do orçamento 2017…

Veja mais