Bailarico

Ainda que possamos querer evitar fazer comparações entre o que se passa aqui na terra e o que se passa nos concelhos vizinhos, é inevitável fazê-las. Os que mandam dizem que o turismo é uma das apostas para desenvolvimento do concelho, mas quando comparamos o que fazem em prol dele e o que vemos que…

Veja mais

+ Mato

Muitos por certo já não se lembrarão do + Concelho, aquele movimento que prometeu tudo, até deu a entender que vinha para ficar, mas que nas últimas eleições levou uma valente tareia. O cariz populista que o ex-líder e ex-vereador colocou naquele movimento teve frutos nas primeiras eleições, mas não deu resultado há uns meses,…

Veja mais

Dor de cabeça

Um dos assuntos que não se compreende porque motivo está ainda resolvido tem a ver com a questão da definição clara de regras quanto à atribuição de apoios aos clube e colectividades. Ainda no mandato do ex-vereador Vítor foi afirmado que o regulamento estava pronto, mas quem lhe sucedeu, a Cidália, não deu seguimento. Agora,…

Veja mais

O silêncio

Por vezes há a sensação de que os eleitos são meros ‘verbos de encher’. De algum modo pensámos que aos eleitos eram prestadas contas daquilo que o representante da câmara na CPCJ fazia, daquilo que lá acontecia. Não nos referimos, como é óbvio, às situações confidenciais que ali são tratadas, mas sempre pensámos que, em…

Veja mais

Esconder

Na reunião de segunda voltou a repetir-se algo que não é normal. A propósito da atribuição de apoios, houve assuntos que foram retirados da ordem do dia porque vinham desacompanhados dos pareceres que, sendo ou não obrigatórios, não estavam juntos aos processos. A oposição fez finca-pé para que eles fossem retirados e a Cidália escondeu-se…

Veja mais

Refém

Na segunda assistiu-se, uma vez mais, ao que já é prática recorrente. O executivo ficar refém da ausência de técnicos para poder tomar uma decisão. No caso foi porque um técnico estaria ausente há 15 dias e, por esse motivo, não foi possivel avançar com uma decisão. O facto vem por, uma vez mais, a…

Veja mais

O espelho

De algum modo pensámos que poderia ser possível que a comunicação social desse a conhecer o que se passa na terra. Até acreditámos que caso desaparecêssemos isso fosse um motivo para que as notícias fossem mais incisivas. Mas não!  Tal como a política local, nada parece ter interesse em que se saiba o que vai…

Veja mais

QUEM APOIA O DESPORTO?

QUEM APOIA O DESPORTO? Todos sabemos que a Marinha Grande (M.G.) desde sempre que foi uma terra onde se pratica desporto. Mas, muito mais se poderia praticar. Sempre saíram da M.G. atletas para equipas dos concelhos vizinhos, em especial para equipas de futebol. Umas colectividades têm o foco em determinada modalidade e outras noutras. Por…

Veja mais

Esquecimento

Todas as iniciativas que são desenvolvidas pelas associações são de louvar. Há, no entanto, coisa que vão caindo no esquecimento daqueles que têm a cargo algumas organizações. No mês passado houve as marchas. Quem organizou não teve ainda tempo para retirar as ‘lonas’ de publicidade ao evento. A terra não está bonita e estes exemplos…

Veja mais

Fechar em copas

É público que ontem, no âmbito de uma operação à escala nacional, a PJ esteve a fazer buscas na câmara. Em causa estará um contrato que, pelo que conseguimos saber, poderá nem trazer grandes problemas uma vez que se trata de um contrato público. Há, no entanto, algo que é estranho. A operação da PJ…

Veja mais

Bronca na Câmara

“Em causa estão crimes de corrupção passiva, tráfico de influência, participação económica em negócio e financiamento proibido A Câmara da Marinha Grande, no distrito de Leiria, confirmou esta quarta-feira ter sido alvo de buscas que visaram a adjudicação por concurso público da empreitada de requalificação de um espaço de jogo e recreio num estabelecimento de…

Veja mais

O reaparecimento

Depois do que temos lido, lançamos um desafio ao Romeira para que pudesse dar resposta a algumas questões. O desafio foi aceite e eis a ‘entrevista’ possível. Domingo anunciou a sua demissão da Comissão Politica Nacional do MPT. Significa isso que irá dedicar-se mais tempo ao concelho? Deixando de possuir cargos a nível nacional, deixa-me…

Veja mais

Inacção

Enquanto uns se curvam e fazem elogios públicos e agradecimentos ao que tem vindo a acontecer com a gestão dos incêndios, colocando-se perante o poder central e o seu partido de modo a que quase faz lembrar a posição que a “Alemanha perdeu a guerra”, outros há que reclamam. A semana passada o vice-presidente da…

Veja mais

O silêncio

Há momentos em que o silêncio vale mais do que mil palavras. Sobre a reposição de areia em S. Pedro o silêncio da Cidália é esclarecedor. Temos uma autarquia que se limita a fazer aquilo que o Estado, o Governo não quer fazer. Por momentos, enquanto tentou ir buscar uma qualquer justificação que pudesse ser…

Veja mais

Cordão umbilical

A Junta inaugurou uma exposição no parque de estacionamento. A intenção é boa, mas parece-nos que o local não será o mais apropriado. Ainda assim, é uma iniciativa igual a tantas que procuram chamar a atenção para o problema do pinhal. Mas não foi a exposição que nos chamou a atenção. Foi o facto de…

Veja mais

Mais uma estrada vedada!

S. Pedro passa por horas difíceis. Sem areia, sem piscina, sem animação e agora sem acessos! Para fazer pandã com outras ruas que estão vedadas ao transito, também ali mesmo junto à praça o trânsito está bloqueado porque alguém autorizou que fossem colocados andaimes para, parece, fazer umas pinturas. Tínhamos a ideia que nesta altura,…

Veja mais

FEIS e o mercado

Ontem a revisão ao orçamento passou com a maioria dos votos, tendo em conta que houve muitas abstenções. Fica, por isso, aberto caminho a que a compra das instalações da antiga FEIS possa avançar. Quer o Filipe quer o Pedrosa parecem agora querer que a câmara renegocie a compra das instalações. Os dois chamaram o…

Veja mais

O que não se reviu

A revisão deverá ser hoje aprovada em AM e, de entre o que está previsto ser colocado em fase de projecto, não está nem o mercado nem a piscina. O assunto do mercado parece não ser um que queiram que se fale, daí que não haja qualquer mexida nessa rúbrica. Já quanto à piscina, depois…

Veja mais

Aprender

Quando pensamos nos eleitos, pensamos sempre que são pessoas com cultura, que escrevem bem, que conhecem as regras gramaticais e que até pontuam bem as frases. Quando algum eleito tem o pelouro da cultura ou da educação, essa ideia fica ainda mais acentuada. A Célia tem ganho o hábito de escrever e, quanto a isso,…

Veja mais