Com dias contados?

Temos vindo a notar um desinteresse crescente pelo fenómeno dos grupos nas redes sociais. Nos vários locais que visitamos, nota-se que as intervenções são sempre limitadas aos mesmos. Nota-se também que existe, da parte de alguns moderadores, uma tendência a usarem um poder que não deveria ser usado de forma abusiva: o de cortar e…

Veja mais

Escandalo!

O Banco de Portugal decidiu, “no respeito pelas convenções colectivas de trabalho a que o Banco está obrigado (acordos de empresa e Acordos Colectivos de Trabalho para o sector bancário), manter o pagamento dos subsídios de férias e de Natal aos colaboradores no activo”. Cavaco poderá ser um dos que não sai penalizado. Numa altura…

Veja mais

E se chega cá?

A questão da Madeira e do corte que foi feito pela associação nacional de farmácias vem levantar um problema que dentro de pouco poderá chegar ao continente. É para todos nos bom poder ir à farmácia e comprar medicamentos com um custo reduzido graças ao que é a comparticipação do Estado. O que a maioria…

Veja mais

Vira-casaca

Quando pensamos que é apenas a nível nacional que há interesses e mudanças de farda, à medida dos interesses, enganamos-nos. Ontem fomos surpreendidos com a notícia de uma viragem de casaca, do BE para PS. Sempre tivemos muita dificuldade em entender como é que alguém hoje é de um partido e amanhã é de outro. Até entendemos…

Veja mais

Pingo de Decência

Quando pensávamos que o comentário infeliz feito há dias por um deputado que tem assento da Assembeia da República e que infelizmente está ligado aqui à terra, já apagado do seu mural, poderia ter sido feito num momento de inconsciência, eis que ele vem enterrar-se mais um pouco. Afinal, as iniciais “fdp” que ele usou…

Veja mais

Para inglês ver?

No Domingo, intervalo do jogo entre o União e o Benfica, a câmara decide fazer a homenagem ao único atleta olímpico da terra. Já lá vão uns anos desde que o Raimundo correu nos jogos olímpicos. É, sem dúvida, uma homenagem merecida e até nada temos contra que a pista passe a ter o seu…

Veja mais

Para ajudar a terra

Ontem o governo abriu um portal novo e com ele a possibilidade de cidadãos ou grupos criarem movimentos cívicos. Aqueles que forem mais expressivos terão direito a serem ouvidos pelo primeiro-ministro. Com o objectivo de ajudar a terra, criámos um movimento que poderá ser acedido aqui. Os que concordarem com o movimento poderão a ele aderir,…

Veja mais