Redução de horas

Ontem lemos uma das propostas da CGTP para, segundo eles, acabar com o desemprego. Aumentar os salários e reduzir o horário de trabalho. Voltam a defender as 35 horas semanais. Percebendo nós muito pouco de economia, não conseguimos entender esta lógica. Tínhamos a ideia que para que um país cresça é necessário que haja crescimento…

Veja mais

Espelho meu…

Sem que apareça como sendo novidade, a entrevista que o Cruz hoje deu vem confirmar tudo o que já se previa. De entre os nomes que podem aparecer como candidatos, o actual presidente da concelhia descreve não a pessoa ideal para o cargo mas descreve-se a si próprio. É habitual dizer-se que o pior cego…

Veja mais

UDL, o balanço

Poucas deverão ser as pessoas que não se lembram do conhecido quadro do menino triste. Poucas deveriam ser as casas que há uns anos não tinham um destes na parede. Depois do que hoje soubemos, acreditamos que, se o quadro fosse feito hoje, utilizariam não a cara do menino mas a do Álvaro. Os que…

Veja mais

ACIMG não!

Com o passar dos dias e com cada vez menos movimento, fomos dar uma espreitadela ao que são as iniciativas da associação dos comerciantes. Não encontramos nada! Bom, não é bem assim! Encontrámos algo que não esperávamos. A ACIMG tem por fim apoiar os associados que pagam mensalmente para poderem estar inscritos. Ali encontrámos a…

Veja mais

O escolhido

Depois de ter sido lançada a ideia de que o PCP poderia avançar com um independente, soubemos que esse cenário não foi nunca equacionado. Quem neste momento está na corrida, parecendo ser o único, é mesmo o Cascalho. O apoio que o Barros lhe deu poderá ter sido determinante para que a escolha para a…

Veja mais

Cartão vermelho

Depois de tudo o que tem acontecido desde que o Cruz  terá dado a conhecer, ainda que indirectamente, a sua intenção de ser ele o candidato à câmara que as movimentações no interior do partido têm sido muitas e, pelo que soubemos, os militantes terão acordado. A intenção do Cruz não é muito bem vista…

Veja mais

Decidam-se!

Agora que está tudo ainda mais parado aqui na terra, podemos dar atenção a alguns detalhes. Aqui não escrevemos seguindo o novo acordo ortográfico. Ainda não é vinculativo e, por não concordarmos e por opção, vamos continuar a escrever em português tal como o aprendemos. Os organismos oficiais ainda não estão vinculados a adoptá-lo mas…

Veja mais

Pequenos gestos

Estamos em tempo de crise, não há dinheiro para nada, anda toda a gente triste por não poder fazer a vida que fazia… Tudo isto é já demasiado falado e, quanto mais se fala, mais tristes ficamos. Alguns de nós têm ainda a ideia que quem manda deveria fazer alguma coisa para nos dar uma…

Veja mais