Sempre vai

A Cidália sempre vai ter que ir à comissão de Agricultura responder pelo que tem sido a inércia do Estado na questão das matas. Quem fez o pedido, com carácter de urgência, foi o BE. Fica assim explicado o motivo de hoje o PS ter reagido contra o técnico que se demitiu! Agora será de…

Veja mais

A fonte de inspiração

Há pouco vimos o flyer relativo à época balnear da Vieira e no fundo vêm-se vários brasões das várias entidades envolvidas. O único que destoa é, como não poderia deixar de ser, aquela imagem estranha que criaram para alegadamente ser a que representa o concelho. Desde o primeiro dia que não gostamos dela e o…

Veja mais

As reacções

A demissão da semana passada de um técnico que integrava o Observatório já causou reacções. Hoje o PCP emitiu um comunicado onde reclama por mais condições para o pinhal. A semana passada o MpM também já tinha reagido reclamando por mais e melhores condições. Hoje foi também a vez do PS tomar posição. Também aqui…

Veja mais

Invisível

Este fim-de-semana uma das mais antigas colectividades do concelho comemorou o seu 96.º aniversário. Depois de terem sofrido com a destruição do telhado, de nunca terem recebido apoio da câmara (enquanto que outras conseguiram receber), os sócios daquela colectividade ainda conseguem quase encher a sala. A parte mais curiosa de tudo isto é o facto…

Veja mais

Comissão parlamentar

Não, ainda não é desta que a Cidália vai ser chamada ao parlamento. Por causa da demissão do técnico que integrava o Observatório, amanhã vai a votação o requerimento feito pelo CDS para que seja feita a sua audição juntamente com o Ministro da Agricultura na Comissão Parlamentar da Agricultura e Mar. O técnico, que…

Veja mais

Que escondem?

Hoje deveria ter sido analisado o ‘inquérito’ de que falámos há dias sobre o que aconteceu há um ano com a questão das águas impróprias. Deveria ter sido porque não foi! A Cidália retirou o assunto da ordem de trabalhos. Não espanta que assim fosse. Aos vereadores da oposição não foi dado a conhecer o…

Veja mais

Promessas… leva-as o vento

Quando foram compradas as instalações da antiga FEIS, a Cidália afirmou nos jornais que o destino que iria ser dado àquelas instalações deveria ser fruto de uma discussão alargada. Temos que admitir que acreditámos que isso iria acontecer. Erro nosso! Já deveríamos saber que as promessas da senhora presidente vão com o vento. Sem que…

Veja mais

Nem em casa!

Raras são as vezes em que se consegue ver o interior da câmara. Muitas são as vezes que recebemos informações do desmazelo que existe um pouco por todo o lado. Em certa medida acreditávamos que aquilo que se vê nas ruas do concelho não tinha nada a ver com o estado dos espaços que são…

Veja mais

A carta

Escrever uma carta é simples, mesmo hoje em dia que se perdeu muito esse hábito. Há, no entanto, uma carta que anda desaparecida. Da carta educativa nunca mais houve notícias. Nada se sabe sobre o que está feito, sobre o que falta fazer e sobre uma data em que possa aparecer. Desde há anos que está para ser feita e dela depende a elaboração do PDM. A Célia, hoje com o pelouro, não disse ainda nada sobre o assunto, dois anos depois de ter sido eleita.

Veja mais

Inércia

O Observatório falhou na função que tinha. A demissão de um dos especialistas é o culminar de um percurso que poderia ter sido glorioso e poderia ter trazido algo de bom para o concelho. Desde muito cedo se percebeu que o incêndio no pinhal era o palco ideal para que alguns políticos aparecessem. Aqui passaram…

Veja mais

Outra senhora

Hoje, em conversa com um amigo, chegámos à conclusão de que vivemos numa terra onde o lema que quem governa segue é o já conhecido “orgulhosamente sós”. Não nos referimos ao facto de a terra estar isolada em relação aos demais concelhos, mas à forma como a gestão é feita. Apesar do discurso que se…

Veja mais

Está tudo bem!

Já esta semana escrevemos sobre o PDM e sobre o que vai ser decidido segunda em mais uma reunião extraordinária. Achámos estranho o que tivemos conhecimento e fomos tentar saber mais. A expressão que mais se ajusta ao que apurámos é que «está tudo bem». Vamos por fases, sem querermos repetir. Em 2014 foi feito…

Veja mais

Órfãos

A ‘bomba’ estoirou quando um dos elementos do Observatório do Pinhal se demitiu. O facto teve direito a ser notícia nos principais órgãos de comunicação social nacional. O ICNF viu-se forçado a vir a terreiro dar uma justificação. Aqui na terra sentimos como se fossemos órfãos de presidente que desapareceu num assunto que até lhe…

Veja mais

As contas

“A Mata Nacional rendia 2 milhões de euros anuais ao Estado. Prevê-se um investimento 4,4 milhões até 2022, que além da floresta ainda vai ter de suportar a recuperação de estradas, etc… Se fizermos as contas ao investimento anual desde os fogos, trata-se de 0,88 milhões, menos de metade do rendimento da Mata. Para reflorestação…

Veja mais