Porque se esconde?

A propósito do estudo que foi feito e que foi tornado público há dias, pode ler-se numa notícia que de todas as autarquias há “somente 97 delas a publicarem os currículos detalhados dos eleitos”. Já antes tínhamos notado que havia por cá uma falha, mas pensámos que fosse temporária. Referimos ao Caetano. Fomos dar uma…

Veja mais

Os números

Quando se perdem dois minutos a ver o que têm sido as compras da câmara, saltam à vista nomes que são conhecidos por terem pertencido a listas do PS. Não haveria questões a colocar se essas compras tivessem sido feitas por concurso público. Tivemos a curiosidade de ver, do que é público, quanto foi comprado…

Veja mais

Visão

Inveja é um dos piores defeitos que se pode ter, mas há que admitir que é difícil não se sentir isso quando olhamos para o que temos nas terras à nossa volta e o que aqui temos. Uma das características fundamentais de um bom gestor é a capacidade de ter visão. Não significa que tenham…

Veja mais

As diferenças

As luzes de Natal estão ligadas. Lembramos ainda quando a principal avenida da cidade estava toda iluminada. Há anos que isso deixou de acontecer e passaram a limitar a iluminação sempre aos mesmos locais, esquecendo as ruas onde ainda subsiste algum comércio. É quase como se fosse só para os que podem ir à varanda…

Veja mais

PME às moscas

Está a decorrer mais uma FAG e o desejo é de que seja mais um sucesso. Tem sido graças à carolice de alguns que aquele evento tem conseguido funcionar, mas ao mesmo tempo tem sido graças a eles que aquele espaço tem tido utilização. Ao longo do ano contam-se pelos dedos de uma mão as…

Veja mais

Fomos às compras

Hoje fomos às compras numa superfície comercial aqui da terra e foi aí que nos apercebemos de onde veio a inspiração para o que agora identifica o concelho. Se dúvida que deve ter dado trabalho pensar em algo que mais ninguém tinha ainda pensado, algo inovador e que não se consegue encontrar em mais lado…

Veja mais

Quanto custa?

No fim-de-semana vai ser aberta a pista de gelo e o que a câmara programou para este mês de Natal. Fomos ver os custos de tudo isso. São € 73.300,00 para o evento “viver o Natal” e € 31.749,00 para iluminação. Vão ser gastos € 105.049,00. Fomos ver também quanto se vai gastar aqui ao…

Veja mais

Catástrofe

Hoje a Cidália foi ler um texto à Sociedade de Geografia de Lisboa sobre o Pinhal do Rei, “como gostamos de chamar”. A certa altura ela referiu que “nunca antes se tinha observado dois anos consecutivos com catástrofes assim“. Mas não nos parece que ela esteja correcta. Se é verdade que houve catástrofes naturais, há…

Veja mais

O lado negro da imagem de marca!

Durante a apresentação da identidade visual do município marinhense a sr.ª Presidente proferiu algumas palavras que a seguir transcrevemos: A presidente da Câmara Municipal, Cidália Ferreira, esclareceu que “a marca que criámos reflecte a nossa identidade marinhense no amor pela nossa terra, no orgulho pelo nosso território e pela nossa gente, na nossa capacidade de,…

Veja mais

Há limites!

Alguns esperam que nos adaptemos às ideias que alguns têm e crer que está tudo bem. Mas não é assim! A mudança do brasão de uma cidade, ainda que seja em papel timbrado, não pode ocorrer assim sem mais nem menos. As mudanças só podem ser feitas por deliberação tomada na Assembleia Municipal e depois…

Veja mais

O brasão

A câmara deu a conhecer, depois da mudança de imagem, que vão usar “o brasão municipal, agora reservado para as comunicações mais decisivas”. O brasão que passa a ser usado nas comunicações “mais decisivas” passa a ter a cor bordô. Presume-se que seja nas comunicações oficiais. E nessa parte ficámos sem perceber. O brasão tem…

Veja mais