Prova de vida

18 de Janeiro, dia em que revoltosos bateram o pé. Hoje, nas comemorações, ficámos sem perceber se se estava a comemorar a revolução ou se era uma acção de campanha da CGTP. Que tem o Arménio Carlos a ver com a revolução dos vidreiros? Que têm as tarjas que foram mostradas, as mesmas que são…

Veja mais

Para que não nos esqueçamos

Hoje a Cidália foi entrevistada pela TSF e houve duas coisas que nos chamaram a atenção. Quando questionada sobre a ocupação a dar às antigas instalações da FEIS a presidente disse que “temos esta democracia que nos advém de há muitos anos atrás neste sentido da liberdade“. Sem que consigamos perceber como poderia ser se…

Veja mais

Ou se têm…

“Ou se têm, ou não se têm… Li, por mero acaso, uma notícia completamente desnecessária, neste caso, por ter sido uma verdade absoluta, que se poderia ter evitado. Em resumo, uma vergonha para a democracia e para os democratas, para a Administração da TUMG e para os ‘chamados’ decisores privilegiados, vulgo o Senhor ex-Prior e…

Veja mais

18 de Janeiro

18 de Janeiro foi um momento que marcou a história do concelho. Não, não vamos dissertar sobre isso. Já houve quem o tivesse feito bem e não podemos nem queremos tentar colocar-nos ao nível desses que escrevem tão bem e tão melhor sobre este tema. Também não vamos falar sobre as comemorações. Há anos que…

Veja mais

Entendeu-se agora!

Desde há muito que há dúvidas quanto à vantagem ou desvantagem de se ter uma empresa municipal. Há quem defenda a sua extinção, há quem ache que deve existir. Quem tem tido o poder acha que deve existir e agora entende-se o motivo. Pelo que hoje se percebeu, quem gere aquela empresa não está lá…

Veja mais

Vergonhoso

Não, nem nós que somos críticos do muito que acontece na câmara pensámos que isto fosse possível. A liberdade de imprensa é um direito que está consagrado há muito, mas aqui não parece haver grande vontade de coabitar com essa realidade. Hoje pode ler-se no JL que “este mesmo jornal é informado pela empresa municipal…

Veja mais

Estranho!

É conhecido o programa das comemorações do 18 de Janeiro. A câmara há uns dias divulgou-o e pode ler-se quem organiza e quem apoia. Agora também se conhece o programa divulgado por quem organiza, o sindicato. O que não pensávamos era que a câmara podia apoiar uma manifestação! Cremos ser a primeira vez que uma…

Veja mais

Duas velocidades

Quem ouviu a Cidália na reunião de segunda-feira responder a um munícipe que foi pedir apoio por causa dos prejuízos que sofreu aquando do furacão, ficou com a ideia que nada há a fazer. Há a linha de apoio e nada mais. A visita do Ministro aqui ao concelho foi apenas para mostrar que se…

Veja mais

A passagem

Já se sabia há muito que há intenção de estender a ciclovia até à zona industrial. Pelo que ficámos a saber a semana passada, é intenção da câmara estender a ciclovia por meio de uma passagem aérea sobre a linha férrea. Trata-se de um investimento financiado em 85%. Desconhecemos ainda os custos prováveis de tal…

Veja mais

Agir

O que aconteceu na segunda-feira não foi a primeira vez. A Cidália recusou-se a responder a questões da oposição. De forma arrogante afirmou que “não respondo”. Uns poderão dizer que está no seu direito, mas sabe-se que esses são apenas os que têm cartão de militante. A recusa de responder a questões que a oposição…

Veja mais

Desleixo

Há marcas que não se apagam com o tempo. Muitos e muitos meses depois do incêndio, os vestígios estão ainda para que qualquer um possa ver. Não houve tempo para que as entidades responsáveis procedessem à simples troca de placas. Não é algo que deva espantar uma vez que é sempre assim. Já por cá…

Veja mais

Fujam

A primeira reunião do ano permitiu ver, uma vez mais, a verdadeira face da Cidália. Além de se recusar a responder a algumas questões, aproveitou o tempo que tem, aquele que está sempre a fazer questão de controlar aos vereadores, para falar para o público. Apesar de estar sempre a chamar a atenção para os…

Veja mais