É mentira!

Há uns dias atrás escrevemos sobre o que lemos relativamente ao facto do Álvaro estar disponível para se recandidatar em 2017. Hoje lemos o desmentido e, como tal, não poderíamos deixar de fazer a isso referência. Hoje o Álvaro veio dizer que afinal não é ainda candidato e, concordemos ou não com a sua forma…

Veja mais

Cultura ao colo

Sexta ouvimos a opinião do Tojeira que, como era esperado, não trouxe nada de novo em relação ao que antes se sabia. Sem que se tivesse possibilidade de ouvir o que o Vítor poderá ter a dizer sobre o assunto – e ele sim era quem importava ouvir -, ficámos como estávamos! Mas, com maior…

Veja mais

Balanço provisório

Alguns acham que ainda é cedo para se poder fazer uma avaliação do trabalho que esta a ser feito pelos membros do actual executivo. Outros, como nós, acham que nunca é cedo demais para se começar a ter uma opinião sobre o que esperar. De certo modo, tem surgido a informação de que os actuais…

Veja mais

Nada acontece

Sentimos que por cá se anda ao sabor do lançamento de dados. Raras vezes sai um número bom e o resto são apenas números que pouco nos fazem avançar. Claro que o tempo não tem ajudado e acreditamos que a maioria das pessoas tem mais vontade de estar ao borralho do que estar a pensar…

Veja mais

0-1

Como já ontem escrevemos, a reunião da câmara teve que ser suspensa porque os serviços se esqueceram de mandar toda a documentação para que os vereadores sem pelouro pudessem analisar tudo e decidir. Quando de lá saímos, ainda sem decisão tomada, pensámos que os serviços da câmara, diligentes como são (!), emitissem um qualquer parecer…

Veja mais

Sem solução

Ontem lemos que a câmara tem “algumas soluções para o edifício Cristal Atrium“. Quando fomos ler a entrevista vimos que afinal era apenas título para chamar a atenção! Pelo que o Álvaro disse, a única solução que têm é uma que está “sem desenvolvimentos” o que significa que não há qualquer solução para aquele edifício.…

Veja mais

Reunião suspensa

Passámos há pouco para ver como estava a decorrer a reunião da câmara e apenas tivemos oportunidade de assistir ao Álvaro chutar para canto a resposta que lhe foi feita sobre a questão do orçamento participativo. Se o Santos espera uma resposta, acreditamos que deverá fazê-lo sentado! Mas mais uma vez o problema que o…

Veja mais