Nada acontece por acaso

O que hoje aconteceu em S. Pedro poderá atribuir-se a causa naturais, à degradação das condutas por causa dos incêndios e até a castigo de Deus, para quem acredita nisso. Não pomos de lado que possam existir factores externos que possam, de algum modo, acentuar os problemas existentes, mas o problema não está aí. O…

Veja mais

A promessa

Hoje abriu-se a “crátera” que a Cidália referiu na entrevista que deu a um dos canais de televisão por causa de mais uma ruptura na adutora. Depois do incêndio no “Pinhal do Rei”, como “nós gostamos de chamar”, é agora o buraco em S. Pedro. Coincidentemente ontem estiveram reunidos a trabalhar no assunto! Ele há…

Veja mais

Dúvidas

Às vezes ficamos com a sensação de que é melhor não se saber nada para que não tenhamos que pensar que quem manda não sabe o que faz. A bilheteira da pista de gelo está a ser gerida pelas instituições que irão beneficiar dessas verbas. Não se percebe muito bem como são organizados os turnos,…

Veja mais

Conta-gotas

Cada dia que passa vai-se percebendo mais que tudo está a ser feito à medida que se vai andando, sem qualquer planeamento ou organização. Referimos, como não poderia deixar de ser, ao que se passa na Câmara em relação à celebração do Natal. Começou-se sem que nada fosse anunciado. Passou-se para a fase de conceder…

Veja mais

As luzes

Quando se fala em luzes de Natal para enfeitar as localidades pensa-se sempre em algo bonito, com efeitos, que ilumine as ruas. Por cá já se pode ver o que os que mandam decidiram colocar. Há poucas palavras para se descrever o que esta feito. Uma árvore com luzes compradas nas lojas chinesas colocada na…

Veja mais

Quem muitos burros toca…

Há um ditado português que diz que “quem muitos burros toca, algum deixa para trás”. Ou seja, quem quer fazer muita coisa, tem que deixar alguma por fazer. Lembrámos disso quando ontem nos lembraram que a Cidália é Presidente da Câmara, Presidente da CPCJ e Presidente da concelhia do PS. Três presidências, sendo que aquela…

Veja mais

Início do Natal

Amanhã começa aqui na terra o Natal! Referimos apenas ao facto de ir ser aberta a tão desejada e todos os anos falada pista de gelo. Bom, era assim que gostávamos de estar a escrever sobre algo que fosse ser inaugurado amanhã e que fosse uma coisa há muito falada e desejada. Não é o…

Veja mais

Entrevista ao Bruno

No dia 29 enviámos ao candidato à concelhia do PS um pedido de entrevista tal como enviámos ao candidato Nelson. Um respondeu-nos. O outro optou por ‘responder’ ao jornal. As questões que lhe colocámos foram: Que o levou a avançar para a candidatura à presidência da concelhia do PS? É do conhecimento geral que foi…

Veja mais

Levar ao colo

Nunca como agora um executivo teve a presença de tanto Ministro e Secretário de Estado a dar apoio. Pode-se dizer que a Cidália está a ser levada ao colo pelo actual Governo. Que leva então a que, dois meses depois de estar em funções, não tenha ainda conseguido mostrar que alguma coisa está diferente? Poderá…

Veja mais

Apoio sem decisão

A atribuição de apoios as colectividades e associações é o problema que se conhece. Há sempre problemas e são pedidos sempre documentos que tornam a tarefa de tentar obter algum apoio algo de exasperante. Não há dinheiro apoio que seja atribuído sem previamente seja objecto de decisão por parte do executivo camarário e sem que…

Veja mais

‘Manifesto’

Hoje é notícia o facto de ter sido aprovado um manifesto por causa do Pinhal do Rei. Importará que se saiba do que se trata. O texto do manifesto, que faz questão de dizer que foi “por proposta da Senhora Presidente, Cidália Ferreira” mais não é do que o somatório do conjunto de petições que…

Veja mais

Esquecidos

Os mais atentos ao que se tem passado na câmara recordar-se-ão dos problemas que o ano passado houve com a aprovação da revisão ao orçamento. Ao fim de algumas reuniões conseguiram fazer passar o documento. Estávamos em Outubro de 2016 quando isso aconteceu. À data foram aprovadas verbas para a recuperação da habitação social, para a aquisição…

Veja mais

Perdão

Há momentos em que os autarcas deviam ter a humildade de saberem pedir desculpa aos munícipes, aos que os elegeram. Quando são eleitos não é para que governem o concelho como se se tratasse dos seus quintais se tratasse. As decisões que tomam afectam as vidas de quem aqui vive e não podem ser tomadas…

Veja mais

Sem planos

Já escrevemos sobre a pista de gelo e não vamos repetir o que foi já dito. Há, no entanto, na escolha deste divertimento de Natal, se é que assim pode ser chamado, um facto que mostra que a câmara está a ser governada, uma vez mais, sem rei nem roque. Poderia pensar-se que tudo foi…

Veja mais