A carapuça serviu!

Estalou o verniz e a carapuça parece ter servido! O editorial do jornal cá da terra, dirigido não sabemos a quem, teve a pior das reacções de um dos “narcisos” que anda pelas redes sociais. Mas a reacção não foi proporcional e avizinham-se novos capítulos. Andar nas redes sociais a escrever e apagar o que…

Veja mais

Santana II, O misericordioso

Há pessoas que são por natureza boas. Santana Lopes vai ser o provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa sem remuneração. Ora digam lá que não é um gesto bonito! Nós até acreditamos que ele, que sempre esteve ligado a cargos políticos, que sempre fez apenas política, que tem sobre ele suspeita de despesismo…

Veja mais

Por lá! E cá?

Inglaterra está em estado de sitio, não formal mas real. Naturalmente que não podemos ver as imagens e ficar insensíveis ao que ali acontece. Há, no entanto, uma lição que deve ser tirada de tudo o que ali está a acontecer. Todos estamos a chegar ao limite da paciência com tudo o que nos rodeia,…

Veja mais

Apoio social e futebol

A câmara decidiu atribuir subsídios a associações que operam na cidade. A ADESER, a Novo Olhar e a Associação Portuguesa de Deficientes vão receber, ao todo, 45.500 euros. Nada temos contra tal iniciativa. Não deixa, contudo, de saber a pouco. Sabe-se que estas e outras organizações que aqui funcionam procuram dar apoio a pessoas com problemas graves.…

Veja mais

Novo partido?

Já hoje escrevemos sobre as redes sociais. Eis que aparece o fruto do trabalho de alguns, com ideia de outros para poder chegar onde alguns querem. Apareceu o embrião de um movimento partidário com origem nas redes sociais. Nestes já muitos anos de vida assistimos a muita coisa. É a primeira vez que assistimos à…

Veja mais

Narcisos, ridículos

Há dias lemos no Facebook um pretenso candidato a ilustre da terra perguntar na rede social o que deveria escolher para o almoço, com foto e tudo! Fê-lo como se isso interessasse a alguém! E, por espantoso que seja, houve quem respondesse! Quando perdemos algum tempo nas diversas redes sociais, conseguimos ver o que é…

Veja mais

A ocasião faz o ladrão

A semana terminou mal para dois residentes na nossa terra quando foram surpreendidos por um sem abrigo que os esfaqueou em pleno centro da cidade. Ao passarem pela casa abandonada, de reconhecida má fama e frequência, terminou ali o seu passeio. Isto leva-nos a pensar no que poderia / deveria ser feito para evitar que…

Veja mais

Atraso

Não, não estamos desejosos que eles cheguem mas há algumas coisas que temos dificuldade em conseguir entender. De acordo com o que foi noticiado, e até passou na rádio, a partir de 1 de Agosto iríamos ter parquímetros pela cidade. A medida foi justificada como sendo algo que era necessário para a terra. Passados já uns dias,…

Veja mais

União em tribunal

Ainda envolta em polémica, a vinda do União para a Marinha vai, pensamos, continuar a dar que falar. Quem gere uma casa comercial sabe que o cliente que não paga na loja do vizinho, poderá fazer o mesmo na sua casa correndo um forte risco de ficar com um calote. Andámos a vasculhar o armário das…

Veja mais

Relvado no Atlético

Começam a ser vistas algumas movimentações no ACM. A poucos dias da data final para entrega do relvado sintético, começa a ver-se alguma coisa a ser feita, mas pouco ainda! Não conseguimos encontrar processo de licenciamento para os muros que deverão vedar o campo, mas deve existir assim como para a demolição que está em…

Veja mais

Gasolina low-cost

Sabe-se hoje da intenção do Governo em criar postos de abastecimento “low-cost” para ajudar os mais carenciados. Sabe-se também que a Galp, fornecedora de todas as outras petrolíferas, tem em Setúbal um posto desses. Conseguir poupar uma dúzia de cêntimos em cada litro ajuda qualquer orçamento familiar. Desde que houve o aumento do preço do crude, há uns anos atrás,…

Veja mais

Negócio escuro?

Um dos riscos da implementação das medidas da Troika é de terem que ser tomadas à pressa e sem grande possibilidade de controle. Sem querer ou intencionalmente, os erros podem agora surgir e a desculpa do prazo para as executar estará sempre na ponta da língua. Ainda sem que se saibam bem os contornos, o banco do regime…

Veja mais

O primeiro

Ontem estivemos no jogo. Aproveitamos o facto de os bilhetes serem à borla e fomos à bola. Possivelmente não iremos mais vez nenhuma à semelhança da generalidade dos que ali estiveram connosco apenas na primeira parte, para não falarmos na debandada que houve a meio do jogo. Além de vermos as caras de alguns dos…

Veja mais

Poupar água

Quando pela primeira vez lemos este apelo achámos bem. Tratava-se de uma atitude responsável de apelo aos Marinhenses para fazerem o que deveriam fazer sem que tivessem que ser lembrados. Só depois percebemos que convém serem os munícipes a poupar água para que a câmara a estrague. Temos feito umas caminhados à noite para tentar não pensar…

Veja mais

Há critérios!

Há muito quem critique o que se escreve no jornal cá da terra. Nós não fugimos ao direito de criticar o que se escreve e muitos dos critérios que são usados. Não entendemos que possa ser noticia de primeira página o facto de uma pessoa da terra fazer um filme cuja qualidade deixa muito a…

Veja mais