Ajudar quem precisa

Agora que já chove e nada mais há para arder, há que pensar no dia seguinte. Há munícipes que sofreram prejuízos, perderam o que tinham ou parte do que tinham. Todos estamos solidários com quem sofre neste momento. Mas solidariedade é melhor quando isso se traduz em ajuda. Pouco podemos fazer, mas parece-nos que poderemos…

Veja mais

Reagir

Hoje foi, é e vai continuar a ser um dia profundamente triste. A nossa terra está a arder. Culpas há-as. Iremos diligenciar no sentido de obtermos apoio de quem nos possa ajudar a responsabilizar os que, pela inércia, pela incompetência, não facilitaram a vida aos que, de forma voluntária, combatem os incêndios. Iremos tentar, se…

Veja mais

Não há palavras

O inferno abateu-se sobre nós. Não há palavras para o que se assiste. Agora é tarde para se correr atrás do mal que está feito, mas é o momento para se pedirem responsabilidades àqueles que têm por função cuidar das matas. Anos e anos de incompetência que hoje tem que começar a não ser um…

Veja mais

Coisas estranhas

Todos se presumem inocentes até estarem condenados. Este é o principio sobre o qual nos regemos no país e no qual acreditamos. Temos, ainda assim, em relação a todos os assuntos uma opinião ainda mais quando os factos dão evidências que são difíceis de ignorar. Já conseguimos ler parte da acusação que está a dar…

Veja mais

Sem contactos

Amanhã vai poder ler-se que a Cidália admite distribuir pelouros pela oposição e que ela, o Curto e o Pedrosa estão encarregues de fazer os contactos. Pelo que conseguimos saber, até hoje nenhum contacto foi ainda estabelecido com os eleitos que irão estar na oposição. Ainda que possa ser feito algum contacto, até ao momento…

Veja mais

O trauma dos oitocentos

Desde o 25 de Abril de 1974, que na Marinha Grande, por razões diversas, o PS e o PCP sempre andaram de costas voltadas. Ora por isto, ora por aquilo, sempre se foram assumindo como “inimigos” de estimação, salvo breves entendimentos, esporádicos, pontuais e minados pela desconfiança. Agora que houve nova consulta popular, fomos dar…

Veja mais

Acusado

“O Ministério Público, do Departamento Central de Investigação e Ação Penal, deduziu acusação contra 28 arguidos, 19 pessoas singulares e 9 pessoas coletivas, no âmbito da designada Operação Marquês. Assim, foram acusados: JOSÉ SÓCRATES CARVALHO PINTO DE SOUSA, pela prática de crimes de corrupção passiva de titular de cargo político (3), branqueamento de capitais (16),…

Veja mais

A espera

Os munícipes votaram e escolheram quem querem para os governar. Partir-se-ia do principio que os eleitos iriam decidir o que irá acontecer no futuro. Não está a ser assim! Como se sabe, neste momento há a dúvida sobre o que irá acontecer em termos de distribuição de pelouros. Irá o PS fazer como fez neste…

Veja mais

Diferenças

Há muito que os resultados das eleições estão divulgados no site institucional do Ministério da Administração Interna. Há, no entanto, diferenças entre o que são os resultados que estão publicitados e os reais. Nada que implique uma alteração da posição que cada uma das forças tem ou mesmo o número de mandatos. Isso levou-nos a…

Veja mais

Que solução?

Com a tomada de posse dos novos eleitos a dever ter lugar até ao final do mês, não há ainda informações sobre o que poderá vir a acontecer. Está nas mãos da Cidália oferecer pelouros, mas dependerá sempre da disponibilidade dos eleitos da CDU e MpM aceitarem o que lhes possa vir a ser oferecido,…

Veja mais

Desvirtuação

Está a votação o orçamento participativo deste ano. São apenas cinco propostas. Das cinco apenas uma se pode dizer que seja a que integra o espírito do que são orçamentos participativos, as tais coisas supérfluas que a câmara não tem que pensar fazer, mas que são necessidades que os munícipes têm. A câmara continua a…

Veja mais

O barco afunda

Quando há uns meses se soube das eleições para a cooperativa e a intenção do PCP controlar aquela instituição, foi estanha a pressa que houve quando se sabia que não tinham exacto conhecimento de qual era o buraco. O tempo tem passado e, face à adopção de medidas que poderiam salvá-la, o buraco não diminuiu.…

Veja mais

O recado

Não se sabe ainda o que irá acontecer depois da tomada de posse do novo executivo. A Cidália falou que apenas com uma maioria se pode governar e sabe-se que parte da responsabilidade de o actual executivo ter tido durante anos tudo concentrado nela e no Vicente se deve à forma de ser deste. Já…

Veja mais

Sem decisões

As eleições já la vão e a última vez que o executivo reuniu foi na semana anterior à escolha do novo executivo. Até à tomada de posse o executivo mantém-se em funções e há assuntos que não podem ficar parados à espera que o novo tome posse. Estranhamente temos informação de que o executivo não…

Veja mais

O adeus

Com as eleições já passadas e os eleitos definidos, aqui no Largo há um dos ainda vereadores que não irá ser reconduzido e do qual iremos sentir falta. Talvez tenha sido o eleito a que mais posts deu origem pela forma peculiar como entrou e esteve na política. Aqui deste lado podemos hoje dizer que…

Veja mais

Silêncio

Os resultados eleitorais são conhecidos desde Domingo à noite. É cedo ainda para se saber o que irá acontecer, mas há algo que é estranho. A Cidália ganhou e fez o agradecimento da praxe. Não necessita de fazer mais do que isso já que a vitória lhe sorriu. Mas se é verdade que ela ganhou,…

Veja mais

Ganhou, deve liderar

Ontem assistimos a uma ‘discussão’ num dos grupos do Facebook que nos deixou algo espantados. A certa altura do texto que deu origem à discussão pode ler-se que, referindo-se à Cidália, “Não pode dizer que ganhou as eleições quando a esmagadora maioria dos eleitores NÃO A QUER PARA PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DA MARINHA GRANDE!…

Veja mais

Política à distância

Já antes tínhamos escrito sobre isso, mas agora que as eleições passaram, não é demais voltar ao assunto até porque os resultados estão à vista. Temos uma deputada no parlamento que é aqui da terra, a Margarida. Ao longo das semanas fomos lendo, nem sempre com vontade, os artigos que foi escrevendo no jornal. Todos…

Veja mais

Vieira sem água

Quem é da Vieira e precisa de tratar de um qualquer assunto relacionado com as águas tem necessariamente que se deslocar à sede de concelho. Hoje, quando um de nós teve necessidade de tratar de um assunto relacionado com águas, teve que vir à Resinagem tratar do assunto. Isto porque, para quem não é de…

Veja mais

E os cães?

Antes da campanha ter começado, o candidato da AD afirmou ter a solução para resolver o problema com cães que deambulam pelo pinhal. A campanha iniciou e não se conseguiu perceber qual era afinal a solução milagrosa. Como não foi eleito, o que se poderia esperar era que apresentasse a solução para que a câmara…

Veja mais

Limpeza

Na semana passada ficou-se a conhecer qual a prioridade que a nova Presidente tem na agenda para os primeiros 100 dias. Já escrevemos sobre isso, mas temos esperança de que possa mesmo conseguir, ainda que nos pareça que são 100 dias que poderiam ser evitados. Ainda assim, será bom para o município que isso possa…

Veja mais

As previsões

Uma vez mais se constata que a ‘sondagem’ que a semana passada surgiu estava longe da realidade que as urnas mostraram. Eleição após eleição a empresa de sondagens usada erra de forma clamorosa. Fica-se sem perceber o motivo de saírem este tipo de sondagens ditas oficiais quando se vê que, ano após ano, os erros…

Veja mais

Já se demitiu?

Se a nível nacional o PSD levou pancada da forte, a nível local até que nem se saiu mal. Depois de uma campanha desastrosa; com um candidato que foi tudo menos isso: sem comparecer na maioria dos debates e depois de ter feito a figura que fez no único onde foi, o resultado é muito…

Veja mais

Peixeirada

Depois de uma noite eleitoral, a primeira reacção da eleita pelo PS é afirmar que o marido naquela noite vai dormir com uma vereadora! A preocupação não foi festejar pelo que pode vir a fazer pelo concelho, mas o facto de ser vereadora! Poderá dizer-se que foi uma reacção a brincar, mas um eleito não…

Veja mais

Afinal, ganhou!

Se há quem, para além da Cidália, possa sair com um sabor de vitória, ainda que com travo a azedo, é a Alexandra. Conseguiu mais votos do que há quatro anos! Ainda assim, o resultado é mau, mas parece-nos que a responsabilidade não lhe pode ser atribuída. A derrota da CDU começou há dois anos…

Veja mais

Sabor amargo

Apesar de ter quase duplicado a votação de há quatro anos, o resultado fica aquém daquilo que poderia contar. Fez uma campanha para ter a vitória e o terceiro lugar apenas pode soar a amargo. Apesar de conseguir eleger mais um vereador, o MpM não atinge os objectivos a que se tinha proposto. Estando empatado…

Veja mais

O dia seguinte…!

  E agora? É pergunta que se impõe fazer no momento. Como irá ser governado o concelho? À partida não vejo que possa haver  uma “geringonça” a governar! Não acredito que a Denguncho vá querer estar sob a alçada da Cidália! E o MpM… será difícil devido à personalidade do seu líder, também não me…

Veja mais

Quem perdeu

Em política normalmente ninguém perde, mas nestas eleições há um derrotado. Depois de se verem os resultados para os diferentes órgãos, a conclusão a que se chega é a de que o Logrado perdeu o lugar na vereação muito por culpa da equipa que escolheu para integrar a lista para a câmara. Se é verdade…

Veja mais