Obrigado!

Desde há algum tempo que temos vindo a acompanhar o que tem sido o esforço que alguns fazem para manter vivo o que aqui existia na terra. Sem desprimor para qualquer outros, há quem tem tentado manter viva a arte de trabalhar o vidro mesmo contra tudo o que tem tido contra. Sempre que visitamos…

Veja mais

Nada para fazer

Uma vez mais não se podem fazer comparações. Estivemos a ver o que fazer este fim-de-semana aqui na terra e chegámos à conclusão a que habitualmente chegamos: vamos fazer o que o Álvaro acha que “felizmente” podemos fazer e sair de cá! Não há nada que ver ou que fazer e, para batermos com o…

Veja mais

Candidata a candidata

Ainda sem que se saiba se o Vítor se vai recandidatar ou não, há algum tempo que se sabe que a Alexandra terá manifestado a sua intenção de concorrer ao lugar que foi ocupado pelo Vítor nas últimas eleições. Essa intenção agora tornou-se pública. Começa-se já a ter conhecimento de afirmações que levam à conclusão…

Veja mais

Invenção da roda

Desde há muito que se sabe que um dos problemas da terra tem a ver com o centro tradicional. Durante os já cinco anos e tal que o Álvaro está à frente da câmara que nada mudou. Aliás, mudou mas para pior. A desertificação aumentou e ninguém parece estar preocupado em fazer o que quer que seja…

Veja mais

Não incomodar

As comemorações do dia de elevação a cidade já lá vão e pode fazer-se o balanço do que aconteceu. Como era previsível, estiveram presentes aqueles que são pagos para ali estar e os que por dever de ofício não podem deixar de comparecer. Na Casa da Cultura não chegaram a estar três filas de cadeiras ocupadas.…

Veja mais

Convites

Há dias, quando foi feita a homenagem ao Jorge Martins, o Álvaro queixou-se de o convite feito não ter tido a dignidade que a pessoa merecia. Hoje comemora-se o dia de elevação a cidade e tivemos curiosidade em ver de que modo era feito o convite por parte da câmara às pessoas que eles acham…

Veja mais

Sem solução

O problema do trânsito provocado pela vidreira ficou, mais uma vez, sem solução. Os que decidem, decidiram não decidir nada! Vai ficar tudo como está até data incerta. Há que reconhecer que o problema não é fácil e que não haverá uma solução milagrosa que consiga retirar toda aquela quantidade de trânsito das mesmas vias.…

Veja mais

Dormir no serviço

Não existirá coisa pior do que perturbar quem descansa. Claro que há os incansáveis que nunca dormem em serviço! Isto vem a propósito do Álvaro se ter oferecido há dias para sair do seu descanso para ir abrir a câmara sempre que o Aurélio precisasse. É uma atitude bonita que é pena não ser um…

Veja mais