O futuro

Da ronda de conversas que o Álvaro está a ter com os membros da oposição, falta ainda tê-la com o Santos. Não se espera, no entanto, que daí venha a resultar alguma alteração ao que se prevê que irá acontecer. Com o pelouro da educação já entregue, os restantes mantêm-se ainda nas mãos do Álvaro.…

Veja mais

As ausências

Agora que se está a iniciar um novo ciclo no que diz respeito à gestão camarária e em que os vereadores da oposição poderão ser chamados a intervir de forma mais activa, fomos dar uma vista de olhos ao que foi a sua intervenção ao longo dos últimos dois anos. Fomos ver quantas vezes os…

Veja mais

Técnico de profundidade

Com os pelouros ainda por entregar, e ainda sem que tenha tido lugar a reunião com o Logrado, estivemos a pensar quais seriam aqueles pelouros que poderiam ser entregues aos vereadores da oposição. Há um que se destaca: o que faz a gestão do técnico de profundidade e dos cemitérios. Parece-nos  que esse pelouro poderia…

Veja mais

Segunda reunião

A primeira reunião já terminou. Foi entre o Álvaro e o Aurélio e, pelo que conseguimos saber, não houve feridos. Para o fim de semana está prevista a segunda reunião entre o Álvaro e o Logrado. Se com o Aurélio não houve sangue, também não se prevê que isso venha a acontecer com o Logrado.…

Veja mais

Limpar antes de sentar

Como tudo na vida, há um momento certo para tudo. Até com algumas coisas que usamos diariamente é assim. Não se pode usar antes! O Aurélio ontem parece ter esquecido isso! Ele está neste momento reunido com o Álvaro mas deu ontem a conhecer publicamente o que quer e o que ia dizer e quais…

Veja mais

Fora e dentro

Começou hoje a ronda de contactos entre o Álvaro e os eleitos da oposição. Não se prevê que dali saia alguma coisa, ainda mais depois de lermos a posição do Aurélio, mas há que esperar. Acreditamos que o mais certo será que o PS fique com todos os pelouros. Para a semana já se saberá.…

Veja mais

Apareceu!

Uma semana e muito depois, o Álvaro deu sinal de si. Num comunicado publicado às 14.10, o Álvaro dá a saber que irá continuar no lugar para o qual foi eleito. Sem deixar de atribuir as culpas para a queda da coligação à Alexandra, assume, no entanto, uma posição de quase mendicidade. Deixa o pedido…

Veja mais

Sem solução

Depois da queda da coligação, esta semana foi a primeira vez que o PS reuniu. Não se esperava grande desenvolvimento mas esperávamos que o Álvaro aparecesse já com uma ideia sobre o que fazer no futuro. Qual Cristo que transporta uma cruz pesada, o Álvaro apresentou-se apenas com mais do mesmo. Nem uma solução apresentou…

Veja mais

Que futuro?

Com a queda da coligação e sem que haja qualquer espécie de comunicação por parte dos que foram eleitos, desconhece-se qual será o futuro da terra. Muitos cenários são possíveis e, como é evidente, não irá ser perguntado aos eleitores o que pensam sobre isso. Os partidos e movimentos independentes irão actuar de acordo com…

Veja mais

Os gastos das campanhas

Terminou ontem o prazo para que os partidos declarassem quanto vão gastar nas próximas eleições. Pelo que ouvimos nas notícias, apenas o PCP não deu essa informação aos jornalistas mas por certo que terá sido entregue onde deveria ser. Pelo que ouvimos, o PS, que está falido, conta gastar acima de dois milhões de euros.…

Veja mais

As férias continuam

A coligação terminou e não deixa de ser estranho que da parte do Álvaro não haja uma única comunicação. A única coisa que se pode ler dele foi a de que estava em férias e, como tal, não se pronunciava. Já a Alexandra se queixa de ter sido interrompida nas férias. É como se, para…

Veja mais

Vítor e o paraíso

Já hoje nos cruzámos com o Vítor. Anda cabisbaixo a arrumar as suas coisas. Não conseguimos deixar de sentir que tudo o que aconteceu foi feito sem que isso exprimisse a sua vontade. Desde que assumiu a vereação que tivemos a ideia de que ele o que fazia, ainda que podendo fazer mais, era feito…

Veja mais

E agora?

Com a coligação morta, começam-se a fazer previsões sobre o que irá acontecer. Sabe-se que o PS não conseguirá governar sozinho ainda que possa não atribuir pelouros a mais ninguém. Ainda assim, os últimos tempos têm mostrado o que poderá acontecer. Desde há algum tempo que o Logrado se tem vindo a ajoelhar na esperança…

Veja mais

A queda

Como há muito se previa, a coligação caiu. Dirão uns que durou mais do que devia, outros que ela ainda se poderia manter. Pelo que se tem vindo a saber, a sua duração estava dependente de um dos partidos tomar a decisão. O Álvaro aguentou mas o PCP não foi capaz. Bom, o não ser…

Veja mais