Ranking

A Ordem dos Economistas elaborou um ranking para classificar os municípios e coloca-nos no 61.º lugar a nível nacional. Fazendo a comparação com outros municípios, o que leva a que estejamos à frente de muitos é somente a sustentabilidade financeira, o que não admira com a quantidade monstruosa de dinheiro que está no banco, e…

Veja mais

“Mentiu”

«Uma mentira repetida mii vezes torna-se verdade.» (loseph Goebbels, ministro do pro-pagando do reich na Alemanha Nazi)A Sra. Vereadora afirmou na reunião de Câmara de 22/04/19 e na Assembleia Municipal de 30/04/19, em relação às festas da cidade, que tinha reunido com as colectividades e só uma não tinha concordado que as festas se alargassem…

Veja mais

Pirueta

Já se sabia que a João não era mais do + Concelho. Não se conheciam as razões, mas agora sabe-se que tudo se ficou a dever ao facto de ela não querer votar a transferência de competências para a câmara como o movimento queria. Por esse motivo saiu com o rotulo de traidora. Até aqui…

Veja mais

Leslie

Em Setembro do ano passado, no dia 22, o furacão passou aqui pela terra. Fez os estragos que se conhecem. Há dias foi afirmado que um contrato público, se os serviços não perderem tempo, demora menos de 50 dias até que possa ser feita a adjudicação. Pois bem, se assim tivesse acontecido, o contrato para…

Veja mais

As festas

As festas estão quase aí e ontem ficou-se a conhecer o ‘programa das festas’. Os artistas que vão actuar não são, na nossa opinião, as melhores escolhas, mas claro que isso é uma questão de opinião e gosto. Depois de se ter conhecimento do programa ficou-se com a clara sensação do que há dias escrevemos…

Veja mais

Tapete vermelho

Desde há algum tempo que se percebeu que a Alexandra está a prazo na câmara. A sua candidatura surgiu por ausência de elementos no seio do PCP que, com credibilidade, pudessem encabeçar a lista e porque tinha feito parte do executivo anterior. Rapidamente se percebeu que a sua postura, mais pragmática, não é consonante com…

Veja mais

Vá-se-lá entender!

Estamos a poucas semanas de começarem as festas da cidade. Os quatro dias estão quase aí e com eles virão artistas locais, dizem, e de fora. Ainda não há publicidade em lado algum, mas isso também não é novidade. O que não deixa de ser estranho é que a câmara decidiu abrir as portas da…

Veja mais

Lixo e mais lixo

Em muitos locais do concelho é fácil encontrar-se lixo pelo chão. Naturalmente que muito do que se vê é também por falta de civismo dos munícipes que preferem colocar lixo no chão a esperar que os contentores sejam despejados. Mas há situações em que não têm escolha. Nem todo o lixo é passível de ser…

Veja mais

O estado da terra

Há imagens que explicam de forma magistral o estado em que o concelho se encontra. Quando se passa na principal avenida pode ver-se qual o cuidado e zelo que a câmara tem com a imagem e com segurança de quem aqui vive e circula. Um semáforo preso por ferros e fitas é o melhor que…

Veja mais

Um dia…

Quem frequenta o centro tradicional já deverá ter percebido há meses que o café ao lado da Casa da Cultura deixou de funcionar. Depois de alguns pedidos para que fosse reduzido o valor da renda, a ausência de movimento no centro levou ao encerramento. Claro que o encerramento daquele espaço não tinha que ser uma…

Veja mais

Os números

Muito se tem lido e falado sobre a revisão que foi aprovada com os votos favoráveis do PS, abstenção do PCP e voto contra do MpM, mas não foi dado ainda a conhecer aos munícipes aquilo que está em causa. Deixamos, por isso, o que são os números que estão em causa.

Veja mais

Identificação!

Tivemos conhecimento que está a ser pedido à entrada dos serviços camarários, melhor dizendo, no próprio edifício da câmara a identificação de quem quer lá entrar. Desconhecem-se as ordens que foram dadas por parte de quem coordena os serviços, mas não deixa de ser algo estranho. Em vez de facilitarem o acesso dos munícipes, parecem…

Veja mais

Duas faces

Na assembleia municipal o Curto fez afirmações que podem ser entendidas como tendo sido em defesa do executivo camarário. Quase todas as situações têm quase sempre duas versões e parece-nos útil que possamos dar a conhecer tudo.

Veja mais

A conveniência das festas

As festas da cidade têm mais um dia o que faz com que vá cair mesmo em cima da quinta-feira da ascensão. E que conveniente isso é! A Célia tem-e desdobrado em argumentos para justificar que este aumento de um dia serviu para satisfazer uma pretensão das colectividades que reclamavam por mais um dia. O…

Veja mais

Desvirtuação

A democracia faz-se com os partidos e movimentos. Tirando o Presidente da República que é escolhido de forma individual, não há eleitos que possam ser escolhidos sem que esteja integrados em listas. Neste momento vive-se uma situação que desvirtua as regras democráticas. Dois eleitos saíram dos partidos / movimentos que integravam e estão a ocupar…

Veja mais

Dia de S. Nunca

Creche na Ivima, antiga promessa do PS e da Cidália. Já vem do anterior mandato, do pelouro da Cidália, a promessa da criação da creche naquelas instalações. O problema é que não se vê nada a ser feito. Hoje pode ler-se que o motivo de estar tudo parado, apesar de dever estar já construído, é…

Veja mais

Bom exemplo!

É indiscutível que as estradas do concelho estão uma miséria. Todos o reconhecem. Sempre que vemos uma obra a ser realizada por particulares ficamos sempre à espera que surjam as habituais valas para que se façam as ligações ao saneamento, gás e tudo o mais que é necessário. Há dias passámos numa da estradas da…

Veja mais

Encostado à parede

Na reunião de segunda o Aurélio foi encostado à parede. Já se sabe que todos os assuntos que tenham a ver com atribuição de apoios não tem o voto favorável dos vereadores do MpM. A abstenção é sempre a opção que tomam. Entende-se que seja difícil votar propostas tão díspares como as que surgem nas…

Veja mais

Inúteis

Quando há munícipes que se dispõem a ser candidatos a um qualquer cargo, presume-se que eles tenham alguma coisa a dizer, que tenham opinião e que estejam disponíveis para intervir em defesa daquilo em que acreditam. Quando assistimos às reuniões da Assembleia Municipal vemos ali uma série de munícipes que integraram as listas e que…

Veja mais

Abandono

Ficou-se ontem a saber que a João abandonou o + Concelho, deixando de estar na AM em representação desse movimento, passando a fazê-lo em nome individual. Este abandono era mais ou menos previsível tendo em conta o facto do +C estar cada vez com menos pessoas a segui-lo. O que não deixa de ser estranho…

Veja mais

Estudantes

Na semana passada ficou-se a saber que é intenção da câmara comprar a antiga Albergaria Nobre, por cerca de 250 mil euros, e transformar aquele espaço numa residência de estudantes. Articulando essa intenção com o que foi dito há umas semanas pela presidente para o que pensa colocar na antiga FEIS, fica-se sem perceber afinal…

Veja mais

Ignorância

O melhor é manter os munícipes na ignorância. É impressão ou a senhora vereadora está arrogante, num misto de incompetência e incapacidade de dar resposta? A senhora vereadora não deve estar habituada a transparência, ainda que isso seja algo que dê trabalho.

Veja mais

Obras… sem data prevista

Na reunião da semana passada ficou-se a saber que há obras que não ão avançar tão depressa. Melhor do que o que possamos escrever sobre isso, há que deixar os eleitos dizerem-no eles próprios. De notar que a adutora, que era para começar em breve, segundo disse o Caetano há umas semanas, não tem projecto sequer ainda! Um dia ficamos mesmo sem águas!

Veja mais

Que fez ela?

Hoje está a tentar bater-se um recorde para o Guiness. Não sabemos bem qual o retorno que isso trará para o concelho, mas é algo que está a acontecer aqui. Alguns tiveram essa ideia e colocaram-na em prática. Como não podia deixar de ser, a presidente esteve lá. Até aí nada de mal. Estar presente…

Veja mais

Outro desaparecimento!

Há um bocado lemos um texto do PS que ‘atacava’ o comandante dos bombeiros pelas afirmações que surgiram no jornal. Houve depois alguns comentários. Agora como ver o estado da discussão e não é que não conseguimos encontrar a publicação. Quase parece que foi apagada! Será que anda alguma o da de mudança de textos…

Veja mais

Vergonhoso

Apenas há eleitos porque o 25 de Abril teve lugar. Tal como nós, eleitores, a liberdade para poderem representar os eleitores apenas existe graças ao 25 de Abril. Esperava-se que os eleitos honrassem o lugar que os munícipes lhes deram estando presentes para celebrar o dia mais importante da democracia Portuguesa. Não foi o que…

Veja mais

36 horas

Depois de ter saído a agenda municipal onde vêm publicitadas obras que nos parece ir contra o parecer da CNE, solicitámos informação àquela entidade. Na sequência disso, a Cidália foi notificada às 16:57 para, em 36 horas, dizer de sua justiça. Agora há que aguardar.

Veja mais

Ao serviço da máquina

25 de Abril é o marco a partir do qual todos passaram a ser tratados de forma igual, independente das suas convicções. Não é assim em todo o lado, apesar de alguns baterem com a mão no peito arrogando-se paladinos da liberdade. Na sessão solene que teve lugar no salão da câmara, reservado apenas a…

Veja mais

As muletas

O executivo PS não se pode queixar de não andar a ser ajudado. No mandato anterior era o vereador eleito pelo PSD quem fazia o jeito de deixar passar muita coisa com o argumento de que não pretendia obstaculizar. Este mandato as muletas da Cidália estão com o PCP. Reclamam, mas quando se trata de…

Veja mais

Sem planificação

Já lá vai o tempo em que para se saber como iria estar o tempo, passe a repetição, se tinha que adivinhar. Há muito que se consegue saber o que vai acontecer na semana que vem, se vai chover ou fazer sol. Na câmara ainda devem estar agarrados ao ‘borda d’agua’ para poder fazer a…

Veja mais

Fraco

As comemorações do 25 de Abril são sempre assinaladas com um discurso por parte de quem preside a autarquia. Este ano a Cidália fez o que deverá ter sido o discurso mais fraco de que temos memória. Notou-se que foi um discurso apenas para preencher o espaço dedicado a isso. Sem entusiasmo e sem nada…

Veja mais

Fazer óó

Ali na zona industrial da Vieira quem manda esqueceu-se que os candeeiros iluminam melhor quando estão em pé. Ali está um cá defeito há semanas a fazer óó e quem manda nada fez para reparar. Até podiam fazer como na sede do concelho em que trocam candeeiros verdes por novos em cinzento! +10 Seguir (…

Veja mais

O risco

Nos últimos anos, quando se trata de algumas comemorações do 25 de Abril, a Alexandra tem sido uma das pessoas que tem ido cantar num dos eventos que tem tido lugar. Este ano é, mais uma vez, ‘cabeça de cartaz’ juntamente com outro membro da lista. Até aqui, nada de novo. Apesar de não ser…

Veja mais