Assim se ajuda!

Quando pensamos nos partidos, e até nos movimentos independentes, vem-nos sempre à ideia o facto de acharmos que eles não devem nunca estar de costas para os interesses de quem aqui vive. Uma vez mais ficámos desapontados! No Sábado houve um jantar de gala de uma colectividade. Há muitas semanas que se sabe da sua…

Veja mais

Declarações de voto

Quem assiste às reuniões de câmara pode aperceber-se que há eleitos que têm uma maior participação do que outros. Sempre que há alguma decisão e a posição não é unânime, os eleitos têm por hábito fazer as respectivas declarações de voto. Se algumas são compreensíveis, outras têm posições que são mais difíceis de entender. Seja…

Veja mais

Lebre e a tartaruga

A alguns meses das autárquicas pode já ver-se algumas diferenças entre os que querem concorrer ao lugar de chefe da câmara. Se por um lado há quem esteja já adiantado e a fazer o caminho, por outro há os que parecem ter adormecido. Alguns poderão até dizer que poderemos vir a estar perante a história…

Veja mais

Aula

Hoje recebemos uma lição do que é o respeito pelo que cada cidadão pensa. Não vamos falar dos que nos criticam por ser um grupo de anónimos, já que desses, por muito que queiram ser protagonistas de tudo e mais alguma coisa, não reza a história. Vamos apenas comparar o que se passa por aqui,…

Veja mais

Afinal, havia outro!

Já antes escrevemos sobre a necessidade que se sente de dar a conhecer que esteve com pessoas importantes. No seu perfil do Facebook está a imagem com o ex-embaixador dos EUA e com o Marcelo. É um daqueles exemplos do provincianismo bacoco que existe em muitos dos nossos autarcas que gostam de mostrar que até…

Veja mais

A resposta

Quando, há umas semanas, se iniciou o movimento tendente a chamar a atenção do que se passava no Centro de Saúde, dos vários contactos que estabelecemos, um foi dirigido ao Presidente da República. Escrevemos o seguinte: “Excelentíssimo Senhor Presidente da República, Por certo não será do conhecimento de V. Exa o estado em que o Centro de…

Veja mais

As máscaras

Estamos naquela fase em que alguns namoros surgem. Referimos, naturalmente, à preparação das eleições. Do lado do PSD/CDS o namoro com o MTP; do lado do PS o namoro a alguns potenciais candidatos e, ultimamente, o que parece ser o surgimento do namoro entre o BE e o, que resta, do + Concelho. É conhecido que…

Veja mais

Tudo na mesma

Uma das coisas que a internet trouxe foi a possibilidade de termos o mundo bem pertinho de nós. O acesso a informação tornou-se algo essencial, mas ao mesmo tempo disponível para qualquer um. Claro que nos regimes onde gostam de ter controlo sobre a informação, nem sempre se consegue ter acesso a ela. Um povo…

Veja mais

Trabalhos suspensos

Quando se pensa nas obras que a câmara põe em execução parte-se sempre do princípio que tudo está feito e que há apenas que esperar que os contratados cumpram os prazos. Há aquelas obras em que os prazos são essenciais e em relação ás quais não pode haver descuidos. As obras que estão em curso…

Veja mais

La La Marinha

Com o MpM e PSD a tomarem a dianteira na corrida à câmara, é inevitável que se pense no que os demais partidos e movimentos podem fazer e o que irá acontecer. Se do lado do PCP é mais ou menos claro o que pretendem e para onde as ‘espingardas’ apontam, do lado do PS…

Veja mais

AD Marinha!

Há dias, numa conversa numa rede social, o actual líder da concelhia do PSD, e cabeça de lista à câmara, disse que a “Marinha tem futuro só com a coligação da AD – Marinha Grande”. Esta afirmação pressupõe que, além do CDS, contam com mais algum partido para integrar a coligação. Quando há uns anos…

Veja mais

Quem são?

O Aurélio anunciou há uns dias que vai ser o candidato pelo MpM para a câmara e hoje soube-se quem serão os cabeças de lista que o irão acompanhar. Com o Aurélio irá o Wilson para a Assembleia (empresário), o Esmeraldo para a junta da Marinha (ex-bancário), o Armando para a Junta da Vieira (reformado)…

Veja mais

As confusões

O dia de ontem. aniversário da elevação a cidade, passou sem que os munícipes se apercebessem. Nada de espantar tendo em conta que nada foi feito para celebrar dia. Bom, nada foi feito não é bem assim! Foi feito um espectáculo que quem lá foi pagou bilhete (tirando os eleitos) para ouvir a Cidália discursar!…

Veja mais

Não é com vinagre…

Sempre ouvimos a expressão de que ‘não é com vinagre que se apanham moscas’. Ontem lembrámos dessa expressão quando o Logrado, em plena reunião, se atirou a uma funcionária da câmara alegando que ela é técnica e que não tem que dar opiniões políticas ao que a funcionária respondeu à letra que ‘já sabia’ e…

Veja mais

Lido por aí C

«Apesar de dar mais atenção ao que se vai passando no País e no mundo, naturalmente que estou atento e sempre que acho oportuno, intervenho no que se passa na terra que me viu nascer e certamente me verá morrer. Na ausência de discussões e debates onde cada um dá a cara e se sujeita ao…

Veja mais

Lido por aí XCIX

«Ao abrimos a Constituição da República Portuguesa no n.º 1 do seu Artigo 64.º lemos que “Todos têm direito à proteção da saúde e o dever de a defender e promover.” Mas na verdade podemos fechar o livro da Constituição da República Portuguesa, porque “nada disso interessa”. Hoje em dia, o Direito à Saúde é…

Veja mais

Lido por aí XCVIII

«Uma Marinha Grande menos desigual e mais justa, com um modelo económico assente em relações comerciais alternativas e hábitos de consumo mais equilibrados e acessíveis. Nessa Marinha Grande, de práticas comerciais mais justas, ganharíamos todos: produtores e consumidores! Às nossas casas chegariam alimentos de cultivo tradicional, mais saborosos e de melhor qualidade, mais saudáveis, a preços justos para ambas…

Veja mais