Lágrimas de…

Pode até ser que sejam lágrimas sentidas aquelas que hoje a Cidália deitou no Parlamento enquanto era ouvida. Temos, no entanto, alguma dificuldade em acreditar que o sejam. É natural que ali elas dessem jeito não apenas para evitar que pudesse haver uma segunda ronda de questões como para que pudesse obter a simpatia dos…

Veja mais

Carimbado

Hoje ficou claro o que há muito se sente no concelho. Desde há muito que se ouvem os comentários de que quem não tem cartão de militante é relegado para um segundo plano, que as oportunidades não são as mesmas e muito mais. É quase como se quem não tem um carimbo na testa que…

Veja mais

Séquito

Hoje o gabinete da presidente mudou-se para Lisboa. Na audição da Cidália estavam na bancada o chefe de gabinete e o adjunto. Muito possivelmente foram para ver se ela estava a ler em condições o discurso que lhe prepararam naqueles quase vinte minutos em que esteve a ler, quiçá para ajudar os deputados a adormecer.…

Veja mais

A audição

Afinal está tudo bem! Tirando a dramatização final com o choro, como não podia deixar de ser, o que a Cidália foi fazer à AR traduz-se em nada. Não respondeu ao que lhe foi perguntado. Não se conseguiu ficar a perceber qual tem sido o papel do Observatório e qual o seu papel enquanto coordenadora…

Veja mais

Só amanhã

Só amanhã vai a reunião de câmara, extraordinária, a aprovação do procedimento para a confecção e fornecimento de refeições para os lanches dos três agrupamentos do concelho. Com os três meses que demora a adjudicação num qualquer concurso público, fica por perceber como é que vai ser garantido que em Setembro as refeições estejam asseguradas…

Veja mais

Já lá está!

O Pedrosa já está com assento na Assembleia da República. Entrou como substituto de uma deputada que foi para o Parlamento Europeu. Hoje está com assento numa comissão parlamentar e nada como aproveitar o momento para roer as peles dos dedos! É, sem dúvida, uma forma diferente de se estar no local onde os eleitos representam a população.

Veja mais

Começar por cima

Os exemplos deveriam começar por cima. Em todas as situações deveria ser o Estado a dar o exemplo. Ontem, quando se passava à noite em frente ao IEFP, o que se podia ver era todas as luzes acesas e todos os computadores ligados com os respectivos monitores ligados. Será este o exemplo que querem dar…

Veja mais

Lapso

Na câmara parece que agora a incompetência passou a ter o nome de “lapso”. É o lapso que obriga a uma continuação da assembleia municipal e deverá ser o lapso que leva a que na agenda da reunião extraordinária de quinta esteja muito mais do que apenas a ordem de trabalhos. Pensamos que é a…

Veja mais

Saiu donde?

Como é evidente todos os que aqui escrevemos gostam de política. Saber ser-se politico é essencial e estar na politica para a manutenção da democracia tal como a conhecemos. Naturalmente que o ‘parlamento’ local não é sitio onde se ouvem grande intervenções nem mesmo onde os eleitos mostram ser as pessoas mais eloquentes. Muitos dos…

Veja mais

Extraordinário!

Há muito que se sabe que as reuniões extraordinárias são usadas para tudo e mais alguma coisa. A semana passada foi a última. Quando se olha para as ordens de trabalho dessas reuniões fica-se com a sensação de que não são assuntos que motivem uma reunião extraordinária. Ontem a Célia deu um contributo grande para…

Veja mais

A senhora, a Célia, e outras histórias!

Como é do conhecimento geral e mais concretamente daquelas que estão à frente das coletividades, clubes e associações, para se candidatarem aos apoios da câmara, têm de impreterivelmente de entregar o pedido devidamente fundamentado e acompanhado de um rol de documentos (dos quais falta sempre… um!), até ao mês de setembro, para a câmara incluir…

Veja mais

Travessia do deserto

Depois daquilo que lemos e que já aqui transcrevemos, fomos tentar saber mais do que tem sido aquilo que nos parece ser uma ‘travessia do deserto’ por parte de uma associação que tem estado com dificuldades junto da câmara. Depois de terem sido aconselhados a criarem a associação porque alegadamente desse modo poderiam obter mais…

Veja mais