Caça à multa

Se há coisas que detestamos é sentir que quando andamos na estrada estão lá os caçadores de multas escondidos como que se estivessem a fazer emboscada. Aqui na terra não havia policia que se visse em lado nenhum. Quando agora começou a cheirar a multas, é vê-los de livrinho na mão, prontos a apanhar os…

Veja mais

Início das aulas

Hoje começa a dor de cabeça dos nossos miúdos e dos professores. Ainda com a polémica das avaliações não resolvida, lá vão eles começar a ensinar o que sabem. Mas não será apenas dentro dos recintos escolares que as dores de cabeça começam. O custo dos livros e material será uma forte dor de cabeça para os…

Veja mais

E a luz? Já há?

Ao vasculharmos os arquivos recentes, encontrámos uma alusão a nossa terra feita por um dos mais notáveis caricaturistas. Ao vermos este cartoon recordámos-nos que ainda ninguém deu uma explicação definitiva para o que aconteceu no estádio. Também não conseguimos ver se alguma coisa está a ser feita para corrigir o problema. Uma coisa sabemos, quando o UDL jogar…

Veja mais

Tócandar para o parque

Ainda sem sede, a câmara anuncia, desta vez, com alguma antecedência um evento cultural. No próximo sábado os Tócandar vão bombar no parque. Quando foi da orquestra, foi anunciado no dia anterior. Desta vez, vem o anuncio com cinco dias de antecedência. A Câmara está a aprender com os próprios erros. Ainda não sabemos o que foi prometido ao…

Veja mais

Meia haste

Durante as guerras, os judeus eram assinalados com uma estrela. Quem a usasse era pior que a peste. A Alemanha marcou assim os indesejados. Os tempos mudaram mas as ideias nem por isso. Vem agora uma sugestão dos donos da Europa de marcar os indesejados, uma vez mais. Desta vez não é com estrela mas…

Veja mais

À sombra do arroz

O arroz de marisco, já aqui o dissemos, é uma das maravilhas. Desde sempre nos lembramos dele existir e de a Praia da Vieira ser referenciada em todo o lado pela sua existência. Os que têm conseguido manter vivo aquele prato estão, sem dúvida, de parabéns. Não temos conhecimento como foi promovida a candidatura mas sabemos…

Veja mais

Orquestra sem público

Este fim de semana não se viu quase ninguém. A orquestra da Amierinha quase não teve publico a ouvi-los. Lá encontrámos apenas uma pessoa da câmara mas, neste evento cultural, não esteve o Álvaro. Estranhámos a sua ausência mas depois recordámos que podia ter estado ocupado em Santarém e que é mais bonito e importante…

Veja mais

11-9

Faz hoje anos que milhares morreram. Foi, sem dúvida, um momento que quem viu não conseguirá mais esquecer. A imagem das torres a cair, dos que se lançaram pelas janelas é algo que nunca desaparecerá das nossas lembranças. Há, no entanto, muito ainda por explicar. A forma como as torres caíram; a forma como o edifício onde serviços…

Veja mais

O acordo da escrita

O fim do ano aproxima-se a passos largos. Nós somos dos que não concorda com o passarmos a escrever em brasileiro. Sabemos que somos menos que os “irmãos” do lado de lá do oceano mas ter que passar a escrever mal apenas para nos aproximar-mos deles é algo que temos muita dificuldade em aceitar. Muito…

Veja mais

Sempre é Maravilha

O esforço da candidatura valeu a pena. A câmara e todos os que se envolveram na candidatura estão de parabéns. O discurso do Álvaro não foi brilhante, como já esperávamos, mas a ideia foi transmitida. Isto prova que quando se quer, consegue-se. Porque não usar este empenho em tentar tornar a terra mais apetecível? Se bem que…

Veja mais

Morte lenta?

Tem o povo o costume de dizer que o que nasce torto… Mas nem tudo é culpa do que para ali foi projectado. Já aqui comentários foram feitos de que há quem seja visto nos centro comerciais da terra. Neste poderão ser vistos mas só com alguma sorte poderão fazer compras. A morte lenta de…

Veja mais

Empresas

A câmara promove visitas a empresas de vidro e dos moldes. Achamos uma iniciativa interessante. Numa época de crise grave, conseguir visitar empresas que ainda se conseguem manter em laboração é algo que não pudemos deixar de considerar como sendo uma iniciativa boa. Não deixa. no entanto, de haver um erro. As visitas são para…

Veja mais

Sair de cena

Tendo sido critico do que aqui se escreve, não podemos deixar de comentar. Que leva alguém a sair de cena? Terão as aspirações a alguma coisa caído por terra? Terão as águas sobre a qual os narcisos se vêem ficado turvas? Ou não saberá aceitar as criticas? Seja qual for a razão, acreditamos que o grupo ficará melhor.…

Veja mais

Mais políticos

O governo deve estar com falta de políticos. Não sabemos bem a razão desse decréscimo de políticos mas a última medida que foi tomada evidencia essa realidade. O Estado vai deixar de comparticipar algumas vacinas e as pílulas anticoncepcionais. Num claro esforço de reduzir custos, a saúde vai sair prejudicada. É evidente que essa não comparticipação vai dar origem a mais…

Veja mais

Apagão

Afinal, com o decorrer dos dias, há situações que demonstram que afinal estávamos a ser demasiadamente cépticos. Quando pensámos que a nossa terra não ia ficar a ser falada e conhecida com a vinda no União para cá e que tudo aquilo que está por explicar, desde as condições do protocolo aos custos que a adaptação do…

Veja mais

Vantagens? Onde?

Não somos de ir em futebois mas não podemos deixar de estar atentos ao que aqui se passa na nossa terra. Hoje há futebol. Vem cá o campeão. Se há jogos importantes, este será seguramente um deles. Tentando acreditar no que são as palavras dos nossos autarcas, a vinda do União aqui para a terra…

Veja mais

Mais imposto

A mania dos médicos se meterem na política nem sempre corre bem. O candidato a presidente da república e depois candidato a presidente da assembleia, está em terras distantes. Era médico. Ontem saiu a noticia de mais um candidato… desta vez a ministro das finanças. Como já estamos pouco sobrecarregados de impostos e os orçamentos…

Veja mais

Sonho

Algumas vezes somos criticados por termos uma visão pessimista e critica do que se passa aqui pela terra. Temos que dar o braço a torcer. Hoje passámos pela terra, em especial pelos lugares destinados a estacionamento pago, e foi ver os lucros da empresa de transportes a serem aumentados a cada segundo que passa. Não havia um…

Veja mais

Offshores

Há coisas que nunca conseguimos entender. Lembramos-nos da jornalista que no dia em que Sócrates perdeu as eleições lhe perguntou se ele agora tinha medo dos processo pendentes. Apesar de parecer estranha a pergunta, parece que teria alguma razão de ser. Enquanto foi primeiro ministro, os processos em que esteve envolvido não tiveram seguimento. Hoje…

Veja mais

Avante

Tal como previsto, por aqui andamos a ver o que é o maior evento cultural. Ao longo dos anos temos resistido à tentação de conhecer o que é a festa mas este ano lá fomos. O resultado é bom, muito bom. Sem que liguemos ao que são as mensagens politicas que por aqui vemos por…

Veja mais

Espelho meu…

Cada um gosta de si na medida certa. Há, no entanto, os que exageram. Hoje lemos nas redes sociais quem tenha afirmado que terá sido convidado para postar no Largo. Sabemos que há quem fique incomodado com o que aqui se escreve. Há também quem, fingindo não ligar, até por aqui passa. Outros há que,…

Veja mais

Eles andam por aí!

Em dias normais, ver um agente da autoridade nas ruas é quase como encontrar um pote de ouro no início do arco íris. A segurança, que cada vez se sente menos por estas bandas, não é suficientemente acautelada. Há quem diga que faltam agentes. Há quem fale em má organização. Há quem defenda que os policias…

Veja mais

Confidêncial

Conseguimos acesso por alguém lá dentro a documentos confidenciais da câmara que disponibilizamos no link que colocámos no lado direito. Numa terra em que o vidro foi rei, há muitos telhados feitos desse material! 00 Seguir ( 0 Seguidores ) X Seguir E-mail : * Seguir Deixar de seguir

Veja mais

Ainda o protocolo!

Lemos hoje na ultima página do jornal cá da terra um texto do vereador que diz o seguinte: “Vamos pressupor que a vinda do UDL está a ser um autêntico sucesso, no nosso concelho, inigualável: – Os relvados sintéticos foram atribuídos com critérios que todos os clubes locais e a população em geral nada contestaram;…

Veja mais

Avante!

Tem início um dos maiores eventos culturais que tem lugar no nosso país. Desde há 35 anos que o Partido Comunista mantém aquela que é a festa mais emblemática do país. Ali consegue-se encontrar tudo e todos, de todos os quadrantes políticos. Apesar das criticas que ao longo dos anos são feitas ao partido que…

Veja mais

Chega!

Tudo o que é demais enjoa. Desde que nos conhecemos que vemos serem efectuadas transferências avultadas de dinheiro para a Madeira. Até entendemos que os coitados não têm outra fonte de rendimento que não seja as bananas e o turismo, mas estamos cansados de ver tanto dinheiro ir para lá. Agora somos presenteados com mais…

Veja mais

Primeiro incumprimento

Quando há uns dias tivemos conhecimento do acordo que tinha sido feito para o estádio com o União, desconfiámos do que iria ser feito. Mas como não quisemos ser os “velhos do Restelo”, demos o beneficio da dúvida. Hoje é o dia em que o primeiro relvado sintético deveria ser entregue. Seria a primeira prestação…

Veja mais

Domesticados?!

De volta ao que são as redes sociais, há formas e formas de dizer as coisas. A respeito do que são as intervenções das populações quanto aos estacionamentos, eis que vem a definição que poderá marcar a diferença entre nós cá na terra e os vizinhos de Leiria. Os de lá estão “domesticados”. Tínhamos a…

Veja mais

Sem diplomas

Surgiu nas noticias que alguns candidatos a GNR apresentaram diplomas falsos e, como é lógico, foi aberto um processo pelo Procurador Geral. Até aqui está tudo certo. Ao lermos a notícia não conseguimos é encontrar razão para a diferença de tratamentos. Todos se recordam da polémica que o diploma do ex-primeiro ministro causou. Se é…

Veja mais

Injustiças

Hoje é um dos homens mais procurados. Laden já não incomoda, morto ou não, e teve que se criar um novo inimigo público. Não somos dos que defendem a sua manutenção no poder mas também não somos dos que achamos que agora se deve fazer tudo o que for necessário para o eliminar. Então quando…

Veja mais

Ricos a pagar

Até agora não conseguimos fugir à ideia de que os pobres é que pagam a crise. Tem sido sempre a classe mais baixa quem tem suportado os custos do Estado e quem tem saído mais penalizado. Com a ideia já implementada em França, Passos parece inclinado a seguir o exemplo. Não sabemos ainda se a…

Veja mais

Pedras… guardamos todas

Com os problemas do dia-a-dia, com a situação económica a agravar, com os dirigentes a não resolverem os problemas, deixamos aqui um texto, que alguns atribuem a Fernando Pessoa, para pensar: “Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar algumas vezes irritado, mas não esqueço que a minha vida é a maior empresa do mundo. E posso evitar que ela…

Veja mais

Assim não, não mesmo!

Algumas vezes temos dificuldade em perceber algumas coisas. Todos sabemos que a Santa Casa aqui da terra recebe donativos de imóveis de utentes que querem lá ficar ou ser por ela servidos. O que não sabíamos era que havia imóveis que eram colocados em nome, não da misericórdia, mas em nome particular. Um frequentador aqui…

Veja mais

O que se pede

“Advoguei sempre que se fizesse a política da verdade, dizendo-se claramente ao povo a situação do País, para o habituar à ideia dos sacrifícios que haviam um dia de ser feitos, e tanto mais pesados quanto mais tardios.  Advoguei sempre a política do simples bom senso contra a dos gran­diosos planos, tão grandiosos e tão vastos que…

Veja mais

Fim da linha

Lemos no outro dia duas coisas que nos deixaram com a pulga atrás da orelha. Por um lado, lemos o presidente da câmara afirmar que a nossa terra era importante, até porque diariamente saem 600 camiões carregados de vidro. Por outro, lemos que a linha do oeste vai fechar. Isto pôs-nos a pensar no que…

Veja mais