Natal roubado

Estamos a uma semana do Natal e, apesar de já prevermos que iria ser uma quadra triste, tivemos esperança que pudéssemos ser surpreendidos com alguma coisa que não tivesse sido anunciada e nos nos aparecesse quase como presente. Mas não! Na terra nada existe que nos dê alguma ideia de que estamos no Natal. Sentimos quase que…

Veja mais

Estamos tão mal servidos

Todos sabemos que os Estados Unidos estão a pagar, com os ataques de tresloucados, o facto de terem uma politica que é dominada pelos lobbies das armas e armamento. Ninguém consegue, no entanto, ficar indiferente quando se tem conhecimento da morte de crianças. Poderão alguns dizer que todos os dias isso acontece em países onde…

Veja mais

Orçamento atrasado

Na politica local, com excepção do Pedrosa, todos os que ocupam a assembleia municipal fazem-no por sentimento de dever e por respeito ao que acreditam. O amadorismo que ali impera é, com todos defeitos e virtudes, o que ali impera. Sabendo-se que assim é, quer queiramos quer não, temos que respeitar as limitações próprias desse…

Veja mais

A árvore é isto?

Há uns dias ficámos contentes pelo facto de termos tido conhecimento que aqui na terra havia quem se preocupasse com a possibilidade de ser dada alguma cor à terra neste período de Natal. Ficámos expectantes para ver o que iria aparecer. Hoje, quando passamos pela rotunda, a nossa curiosidade ficou satisfeita. A árvore de Natal já…

Veja mais

Queimar dinheiro

Diz o povo que quando algo nasce torno, dificilmente se endireita. O assunto com a resinagem parece que está condenado a ser-lhe aplicado esse dito popular! Há uns meses soubemos que o tribunal condenou a câmara e que a adjudicação foi contra a lei. Pelo que lemos, essa é a decisão final, sendo inalterável. Hoje…

Veja mais

Amanhã… se verá!

Dia nove fez dois anos que abrimos o Largo. Durante dois anos fomos o incómodo para muitos e o local onde outros puderam descarregar as suas raivas. Aparecemos com a ideia de que poderíamos mudar alguma coisa, de podermos ajudar a libertar algumas mentes daquilo que tem estado cristalizado durante anos. Pensamos, dois anos depois,…

Veja mais

O sucessor de si próprio

Pelo que se sabe e como era previsível, o Álvaro vai tentar suceder a si próprio! Já se sabia que o PS nacional tinha dado a possibilidade de os actuais presidentes de câmara poderem, sem necessidade de decisão das concelhias, ser os candidatos nas próximas autárquicas. Confirma-se agora que o Álvaro irá ser o candidato que…

Veja mais

(Des)ensino

De quando em vez recebemos algumas informações sobre o que se vai passando na terra a diversos níveis. Nem sempre a política é o que mais importa e há coisas que nos preocupam demasiado. Sabemos que um país onde o ensino não presta é um país condenado ao fracasso. A nível de ensino superior não…

Veja mais

Amarrado

A semana passada houve um jantar do PSD que tinha por objectivo tentar dar um rumo ao partido. Sabemos que o Santos foi convidado e que esteve no jantar. A indecisão que tem mostrado leva a que os do partido ainda achem que o conseguem convencer a poder dar mais uma vez a cara pelo…

Veja mais

Fim do mundo

Há quem esteja a fazer planos para o fim do mundo que os Maias previam poder ocorrer em 21 de Dezembro deste ano. Apesar de nada existir que possa prever que isso vá acontecer, estamos convencidos que há cá na terra quem acredite nisso. Pelo que temos visto ser a actividade da câmara, estamos convencidos…

Veja mais

O homem invisível

Já se sabe que o comércio está sem qualquer dinamismo na terra e que nada se vê acontecer. Da parte da câmara é como se esse fosse um assunto na agenda apenas depois da conclusão da resinagem, nada se fazendo nem importando fazer até lá. Da parte da associação que representa os comerciantes, também nada…

Veja mais

Há fome na terra

Ontem soubemos já muito tarde o que estava a acontecer numa escola cá na terra e não conseguimos dar disso conta antes. A realidade é triste e vai muito além das questões políticas que nos vão entretendo no dia-a-dia. Numa escola venderam, ontem, brinquedos a preços baixos, sendo as receitas usadas para a escola poder…

Veja mais

Shhhhh!

Pelo que ficámos a saber esta semana, nem o Álvaro nem o Vicente dão qualquer informações sobre o que se está a passar com as negociações entre a câmara e a Santana, que ganhou o processo da resinagem. Nem mesmo depois de terem sido feitos requerimentos, é dada qualquer informações. Por estranho que pareça, nem…

Veja mais

Árvore de Natal

Ontem tivemos que ir a uma conhecida empresa vidreira aqui da terra. Quando estávamos à espera, vemos entrar uma carrinha da câmara. Nada de anormal! Como somos curiosos, ficámos a coca para ver o que se tratava. É quando ouvimos comentários relativos a garrafas para a o Natal. Achámos estranho e, quando o carro saiu,…

Veja mais

Caixinha de surpresas

Logo ao jantar, aqueles que ainda tentam dar um rumo ao PSD, vão estar juntos ali para os lados das Trutas. Não sabemos se o Santos foi convidado e se, caso tenha sido, irá estar ou não presente. As indefinições que existem naquele partido são tantas que até acreditamos que, se foi convidado, a vontade…

Veja mais

A rainha do PCP local

Com o afastamento do Filipe do Comité Central, o PCP local ficou representado pela Etelvina. Desde que o Sérgio meteu os papeis para a reforma, tem sido ela quem tem mantido o sindicato dos vidreiros em funcionamento. Claro que com o fecho das vidreiras, o dia será passado sem ter nada que fazer daí que…

Veja mais

Todos de “trombas”

A semana passada estivemos nas comemorações do octogésimo aniversário da BIR, na Vieira. É sempre bom ver uma instituição que consegue manter-se durante tantos anos ao serviço dos que por lá passam. Além de ter sido um bom momento para vermos pessoas que já há muito não víamos, foi também o momento para ver como está a funcionar…

Veja mais

Acordar de um sonho

Ontem à noite passámos por uma das ruas onde ainda existe algum comércio e onde ainda se consegue passar. Quando deixámos para trás a rua que já foi a mais movimentada, antes de alguns iluminados a terem vedado ao transito, demos com uma rua bem enfeitada, com luzes, árvores de Natal grandes e, para nosso espanto, um…

Veja mais

Ser ou não ser

Sabe-se que as relações entre o Vicente e o Álvaro já foram melhores. Se antes andavam sempre um ao lado do outro, o afastamento é agora visível. Até nos eventos públicos deixaram de estar um ao lado do outro. A este mau clima não será alheio o facto de começar a haver dúvidas quanto a uma eventual…

Veja mais

Nem tudo é mau

Quem vive aqui na terra não pode deixar de ter dias de autentico desespero. Nada de bom se vê acontecer. Vivemos como se estivéssemos num buraco à espera que as obras do centro sejam a  nossa salvação. De quando em vez lá vão surgindo informações que nos voltam a dar a esperança que possamos voltar a ser…

Veja mais

Natal solidário

Com o Natal a chegar e em tempos de crise, apesar de por cá não se sentir que estamos a chegar a esse dia mágico, há aqueles que se vão preocupando com os que podem estar com mais dificuldades. Tivemos conhecimento de uma iniciativa que tem por objectivo proporcionar uma noite de Natal diferente para…

Veja mais

Receita de sucesso

A FAG aí está e já lá fomos dar uma vista de olhos. À semelhança do que tem acontecido nos outros anos, a organização está de parabéns. Vale a pena visitar e a esperança que temos é que possa haver muita gente a lá passar. Apesar de, finalmente, ter sido dado o apoio por parte…

Veja mais

Falta de ideias

Na quinta-feira, depois de ouvirmos o Álvaro, ficamos mais preocupados com o futuro da terra do que já estávamos! Desde o início das obras na resinagem que a câmara tem vindo a anunciar que ali está a salvação para o centro e que aquela obra vai ser o pólo dinamizador do que está moribundo. Apesar de um…

Veja mais

Toma lá dinheiro

Há algum tempo que tem sido usado o argumento que a câmara não tem dinheiro para que não se façam determinadas coisas. Na quinta-feira, na reunião de câmara, fizeram o que era esperado há muito e atribuíram dezassete subsídios a diferentes instituições e organizações. Desde o Clube Automóvel ao Tócandar, até aos apoios para os jantares de Natal, a câmara deu…

Veja mais

Um mãos largas

Logo não iremos estar na abertura da FAG. Sabemos que irão lá estar os políticos e todos aqueles que acham que são importantes e, como não nos enquadramos nessa categoria, vamos lá passar apenas amanhã. Quem logo lá estiver vai poder ouvir os discursos de circunstância e vai seguramente ouvir o Álvaro anunciar que a câmara…

Veja mais

Tapar buracos

Hoje acordámos de madrugada e enquanto tentávamos voltar a adormecer ficámos a pensar no que tem sido a acção da câmara nestes últimos meses, no que têm sido as suas acções e em que medida elas se baseiam numa estratégia de desenvolvimento do concelho. Ficámos definitivamente sem sono! Depois de fazermos uma retrospectiva para o que tem sido a…

Veja mais

Custava muito ajudar?

Depois de há uns dias termos tido conhecimento da iniciativa dos Rotários de distribuir medicamentos aos mais necessitados, fomos saber como estava a correr a campanha. Passámos por farmácias e não vimos nada a dar informação da campanha e demos uma volta pela terra para ver se havia alguma informação espalhada. Não encontrámos! Quando passámos…

Veja mais

FAG vai iniciar

Apesar de não ter contado com qualquer apoio por parte da câmara, a organização da FAG lá conseguiu manter aquilo a que se tinha proposto e sexta feira abre as portas. Não podemos deixar de dar, independentemente da forma como corra, os parabéns por terem conseguido manter o que é já uma tradição. Temos consciência…

Veja mais

Cartão vermelho?

Ainda no rescaldo da reunião da semana passada, fomos dar uma vista de olhos ao que se escreve nas páginas usadas pelos militantes e simpatizantes do PCP no Facebook. O que se encontra é apenas ataque às políticas do governo e apologia às ideias defendidas pelo partido. Até aqui nada de especial. De entre os…

Veja mais

Moita estagnada

No mandato do Órfão a Moita passou para o concelho. Dizem uns que para dar resposta à vontade dos que viviam na freguesia. Outros há que dizem que a passagem foi mais por vontade política e pela necessidade de conseguir obter os votos, dando assim de novo vitória ao PS. Tenham sido uns ou outros…

Veja mais

Como os tempos mudam!

Há uns meses falou-se no isolamento que a Cidália tinha na câmara e de como ela estava quase de saída. Com mais ou menos dificuldade, lá se tem conseguido manter no lugar. Apesar de pouco se ver que faça, além de dançar, é neste momento o “ai Jesus” do Álvaro. Pelo que se sabe, as…

Veja mais