Zona residencial ou industrial?

Tem sido tema de debate as palavras de António Costa sobre o desenvolvimento industrial do concelho, ligando-o de algum modo à actual gestão autárquica. Gostaria de perguntar qual foi o papel do município neste desenvolvimento. É este o apoio que têm dado a que pretende instalar-se no concelho? A fotografia mostra-nos uma zona residencial ou…

Veja mais

Prova de fogo

É indiscutível que há três candidatos à câmara com possibilidade de poderem vira ter mais votos. Se por um lado o PS tem a máquina partidária a dar uma grande ajuda, do lado do PCP as coisas parecem não estar tão fáceis quanto isso. Pensamos mesmo que a Alexandra já se terá apercebido naquilo em…

Veja mais

Miopia

Ontem o Costa afirmou que “Há 20 anos, Marinha Grande era sinónimo de crise. Vinte anos passados felizmente a Marinha Grande tem hoje uma taxa de desemprego que é bastante inferior à da média nacional. É hoje dos concelhos que tem uma economia mais sólida, que mais contribui para as exportações e que mais contribui…

Veja mais

Ao colo

Hoje o Costa vem cá dar um empurrão na campanha da Cidália. Pelo que se pode ver em alguns perfis de apoiantes, terão conseguido chegar quase os mil participantes no jantar. A forma como o jantar está a ser lidado por alguns parece estar envolto em alguma histeria. O Costa vem mostrar que não se…

Veja mais

Os dois

Há uma dúvida que nos assalta sempre que vemos as acções de campanha do +C. Desta vez podem ver-se mais do que duas pessoas, mas há duas pessoas que não são vistas em lado algum, senão nos outdoors! O Constâncio e o Chanoca não aparecem nestas acções de campanha estranhas que são feitas! Que leva…

Veja mais

As mudanças

A reunião de ontem foi mais ou menos calma. Com os candidatos com pressa para poderem ir para as suas candidaturas, não se esticaram muito. Notou-se que alguns voltaram a usar o palco da reunião para fazer campanha, bem ao estilo do que já não se via há muito. Um assunto levou, no entanto, a…

Veja mais

AD com sede

Foi ontem inaugurada a sede de campanha da AD. Não se pode dizer que estivesse uma sala cheia, ainda mais se comparar-mos com a última vez que naquele local houve uma sede de campanha. A sede de poder da coligação levou a que o Galo afirmasse que quer, se ganhar, levar para a câmara o…

Veja mais

Abandono

Há quatro anos, mais ou menos por esta altura, havia quem andasse a pintar os muros para tentar ganhar votos. Hoje isso não acontece. Pelo que nos foi relatado, e também dado a conhecer à câmara, aquele espaço é hoje um local ao abandono onde, à noite e a coberto das ramagens, o consumo de…

Veja mais

Esclarecimento

Em Fevereiro deste ano criámos um site destinado exclusivamente a nele poderem ser colocadas informações referentes à campanha, o autarquicasmg2017.info. Demos conhecimento da sua criação aos diversos candidatos e candidaturas e disponibilizámos o site para que cada um pudesse ali publicitar a informação das diferentes candidaturas que entendessem para assim poder ser mais fácil aos…

Veja mais

É assim por cá

Há uns dias reproduzimos a resposta que foi dada pela veterinária da câmara relativamente à recolha de animais abandonados. Nada foi feito. Hoje foi-nos enviada a foto e relato do que aconteceu entre os animais que a veterinária disse que iriam ser recolhidos assim que possivel e cães pertencentes a membros de etnia cigana que…

Veja mais

Outlet

Na semana passada, no debate entre alguns dos candidatos, foram faladas algumas das soluções que os candidatos preconizam para o centro, em especial se se vier a concretizar a compra das antigas instalações da FEIS. A Cidália quer lá por a piscina. No debate o Aurélio falou na colocação lá de um outlet, ainda que…

Veja mais

Basta querer!

Hoje lembrámos de uma anedota. Alguém pede a um técnico de informática para lhe ir arranjar o computador. O técnico vai e em 3 minutos resolve o problema. Espantado o dono pergunta quanto é o serviço. O técnico responde que são cinco mil euros. O dono fica indignado com o preço por o serviço ter…

Veja mais

Decidam-se!

Já por aí estão espalhados os cartazes da campanha da AD e, naturalmente, não passam despercebidos. Apetece dizer: decidam-se! Se nuns cartazes aparecem descontraídos com a mensagem de que não são “políticos para a fotografia nem para trabalhar de braços cruzados”, noutros aparecem com eles bem cruzados! Em que ficamos? Os eleitores ficam sem saber…

Veja mais