Lido por aí XXXII

«Enquanto isso, por cá, alguma Oposição entretém-se a querer discutir os lugares no Gabinete de Apoio ao Presidente… É isto que realmente preocupa o MpM e o Vereador Aurélio Ferreira… não são as más condições do Centro de Saúde da Marinha Grande, quer para os Profissionais quer para os Utentes! Porque se fosse, estaria disponível…

Veja mais

O futuro é amanhã

Pode dizer-se que o futuro é amanhã. Amanhã ficar-se-á a saber o que irá acontecer com o tão falado orçamento. Ficar-se-á a saber quem vota a favor, quem vota contra e quem se absterá. Ficar-se-á a saber como se irão comportar os eleitos. Infelizmente será tudo decidido à porta fechada já que se trata de…

Veja mais

Últimas

Sabe-se que o PS tem estado com dificuldades nestes últimos meses. Têm sido dois mandatos onde os problemas são muitos. Um presidente que sai; um que fica mas que não consegue dialogar com a oposição; um orçamento que não consegue ser rectificado; coligações que não se conseguem manter; uma ‘presidente’ que tem mandado sem que…

Veja mais

Comparar o incomparável

Temos muitas vezes o defeito de comparar o incomparável. Bem sabemos disso mas é inevitável. Depois do que ontem escrevemos, hoje recebemos fotos de quem entendeu cometer o mesmo erro que nós: comparar. Na Vieira o local usado como palco é o que se vê na imagem. Nela é possível ver, melhor do que a…

Veja mais

Lido por aí XXXI

«Fomos surpreendidos com a falta de rigor e com uma interpretação parcial e errónea da nossa proposta para a revisão orçamental, no comunicado da Comissão Política Concelhia do PS. Não divulga a proposta completa mas apenas o que lhes interessa para a intriga política e para distorcer o conteúdo sério que a mesma contém. Na passada quinta-feira o…

Veja mais

Câmara doente

Esta questão da rectificação ao orçamento vem mostrar uma coisa: a câmara está doente. Os que mandam estão politicamente moribundos e os que foram eleitos não sabem para que lado cair para poderem fazer valer os seus argumentos. O Vicente não teve a capacidade para expurgar a câmara do que estava mal e hoje é…

Veja mais

A resposta!

«1. Nota introdutória Um orçamento anual deve expressar com clareza o que se pretende realizar nos próximos anos económicos e quais os recursos financeiros necessários para o cumprimento das acções nele previsto. O orçamento assenta em três elementos fundamentais: económico, político e jurídico. O primeiro, porque apresenta uma previsão de receitas e despesas; o segundo porque…

Veja mais

Mais tendas

Há quem conheça a terra por ser das únicas no país que tem um mercado instalado em tendas. Somos também uma terra onde habitam muitas pessoas de etnia cigana que vive também em ‘tendas’. Também somos uma terra que tem praias belíssimas que deveriam ser aproveitadas. Talvez por causa das duas primeiras realidades na Vieira…

Veja mais

Lido por aí XXX

«O Partido Socialista da Marinha Grande denuncia publicamente a subversão das regras democráticas por parte da Oposição numa clara tentativa de fazer refém da sua vontade o Presidente da Câmara Municipal e o Executivo Municipal. O Partido Socialista vê-se obrigado a recordar que foi o Partido mais votado nas últimas eleições democraticamente realizadas, e que…

Veja mais

Esquecidos

As obras junto aos campos de ténis acabaram há algum tempo. Concluídas já depois do prazo, sem que pareça haver consequências para quem se atrasou, ali está o estacionamento e uma pista para peões. Mas ficou também o que parece ser a preparação de uma zona para escalada. O monte de entulho que ali ficou…

Veja mais

Filhos em mulher alheia

Hoje pode ler-se que a câmara gastou cerca de cem mil euros em arranjos junto à Igreja do Pilado. Não nos parece mal que se façam arranjos e se melhorem todos os espaços que são públicos. É obrigação da câmara fazê-lo. Pode também ler-se que “a referida intervenção integra-se num projeto mais amplo que engloba a…

Veja mais

Xadrez político

Dizem os entendidos que o xadrez é um jogo de estratégia e que envolve uma enorme capacidade de conseguir prever qual a jogada do adversário. Em política é também necessário estratégia e saber prever o que pode ser o próximo passo do adversário. Já há dias tínhamos feito referência ao facto de o Aurélio se…

Veja mais

Lido por aí XXIX

«Está nas mãos do Senhor Presidente a decisão para aprovação da revisão orçamental. Na passada semana recebemos documentos. Depois de os analisar pormenorizadamente, verificámos que não têm alterações significativas em relação àquele que já tinham sido enviados e rejeitados em reunião de Câmara. Como somos SEMPRE parte da SOLUÇÃO fizemos uma PROPOSTA OBJECTIVA e FUNDAMENTADA…

Veja mais

Navegação à vista

Uma câmara é como um barco, tem que ter um bom timoneiro sob pena de encalhar a qualquer momento. Quando não há planos em relação ao destino há que fazer uma navegação como fizeram os nossos descobridores, sempre com terra à vista. A câmara é cada vez mais um barco sem timoneiro onde os que…

Veja mais

Será?!

Tivemos informação, ainda não confirmada, de que uma das condições que foi posta por um dos vereadores passa por o adjunto não ser afastado do lugar que ocupa! Apesar de ter a língua afiada e o coração na ponta do lápis, a informação que tivemos foi a de que ele deverá ser mantido, ao contrário…

Veja mais

Moeda ao ar

Quinta deverá, se não for dada sem efeito a reunião, ser discutido e votada a rectificação ao orçamento. Neste momento pode dizer-se que a sua aprovação depende do facto da moeda ser cara ou coroa! O Vicente apresentou uma nova proposta de rectificação que pouco ou nada trouxe de novo. Apenas umas pequenas alterações e…

Veja mais

E por cá?

Num dos jornais ontem podia ler-se que um dos estacionamentos existentes em Leiria tem apenas 35 clientes por dia. Essa notícia, nada tendo a ver com a terra, fez-nos lembrar que há estacionamentos pagos aqui na terra que estão sempre vazios. Para ajudar à festa, é normal verem-se carros em cima dos passeios enquanto os…

Veja mais