“Um dia”

Temos por principio duvidar de cada palavra que sai da boca de um político. Chamem-lhe cepticismo ou auto-preservação, a verdade é que fomos aprendendo com o tempo a por sempre tudo em causa. Neste caso temos que dar o braço a torcer porque o Álvaro surpreendeu-nos, fazendo-nos acreditar de novo no que dizem os políticos…

Veja mais

Nem dado!

Diz-se muitas vezes que há presentes envenenados mas há quem sinta que receber alguma coisa de alguém é sinal de inferioridade ou fraqueza. Há quem diga que é por estupidez! Quem hoje passar por S. Pedro e passar pela Praia das Paredes vai encontrar uma diferença abismal. Num lado nada foi feito, no outro tudo…

Veja mais

Herói da corrida

Como andamos entretidos com as questões da política, às vezes esquecemo-nos de dar atenção àqueles que, por mérito, deveriam ser destacados. Aqui na terra nada acontece. É como se estivessemos em ponto-morto. A sensação que fica é mesmo a de que os que mandam não gostam muito de se mexer para fazer a terra andar.…

Veja mais

Interesse público!?

Já está decidido que a Angolana, antiga fábrica de vidros e hoje local em ruínas, é “monumento de interesse público“. A classificação já é pública. Pelo que se pode ler, a câmara foi ouvida sobre esta classificação e sobre ela ter-se-á pronunciado. Isto significa que toda a zona envolvente passa a estar protegida e as…

Veja mais

Lixo

Desta vez não vamos colocar o debate entre os dois candidatos a primeiro-ministro por parte do PS porque não queremos baixar a qualidade do que aqui aparece ao ponto de poder ser classificado como lixo. O que por ambos foi dito é tão mau que não merece que seja reproduzido novamente. 00 Seguir ( 0…

Veja mais

Um pé de fora

A semana passada saiu a noticia de que o Amândio estaria com um pé fora da câmara. Não podemos dizer que fosse algo que nos apanhasse de surpresa. O que foi surpresa foi o facto do Álvaro se mostrar desconhecedor dos motivos que levavam a que ele estivesse de baixa médica ou mesmo se iria…

Veja mais

São as férias!

Já muitas vezes pensámos que o melhor para o país seria mesmo fechar durante um mês para que todos pudessem gozar férias. Evitavam-se aborrecimentos e chatices desnecessárias. Quem ocupa cargos num qualquer órgão do Estado tem direito a gozar as férias. Isso é inegável. O que não tem direito é de por a terra em…

Veja mais

Desistir? Não!

700.000 é um número como qualquer outro. Não é muito nem pouco, é o que é. Ele corresponde, no entanto, ao número de visitas que já tivemos. É um número simpático! Temos percorrido uma estrada longa durante a qual sentimos muitas vezes, muitas mesmo, que de nada adianta o que se vai escrevendo. Vamos tendo,…

Veja mais

Parados no tempo

Já se sabe há muito que a câmara é péssima a dar a conhecer o que acontece. A situação agravou-se! Desde o final do mês passado que parece que a câmara fechou as portas. O único local que ainda é usado para dar a conhecer alguma coisa, o Facebook, deixou de ser actualizado a desde…

Veja mais

Caça às bruxas

As eleições da passada sexta-feira no PS não deixam de surpreender. Pelo que tivemos conhecimento, a forma como decorreram aqui na terra foi tudo menos pacífica! O facto de terem aparecido na sede do partido alguns dos apoiantes do Medeiros levou a que o ambiente se tivesse tornado num quase campo de batalha. A presença…

Veja mais

Ervas e mais ervas

Há pouco fomos dar uma volta pela terra. Não porque tivessemos conhecimento de alguma coisa que estivesse a acontecer mas para isso mesmo, ver se alguma coisa estava a ter lugar. Nada, como seria de prever. Numa das avenidas que passámos, numa das que foi alvo de intervenção recente e onde deverão surgir umas árvores…

Veja mais

O último abraço

Quando andamos a tentar saber o que se passa na vida polítcas, deparamo-nos com textos como o que transcrevemos, de quem sabe escrever bem, e que mostram a pequenês daqueles que fazem da sua suposta vida pública um campo de batalha que não é nada comparado com os verdadeiros problemas dos que travam as verdadeiras…

Veja mais

Balde gelado

A estupidez do desafio do balde de água pela cabeça abaixo continua. Não há bicho careta que não faça figura de idiota a por um video no Facebook à conta dos jantares que não quer pagar ou quer comer à borla. Ainda entendemos aqueles que o fazem por uma causa justa, como tem acontecido com…

Veja mais

Fim de ciclo

Com os resultados já divulgados, a Federação do PS mudou de mãos! Este resultado não pode deixar de ser entendido como uma derrota para o Pedrosa e aqueles que têm sido os seus apoiantes. Por cá, esta mudança irá trazer consequências. Todos aqueles que ocupam lugares na concelhia deram o seu apoio expresso ao candidato…

Veja mais

O verde está a mais

Quando olhamos para o que tínhamos e vemos o que agora temos, há que reconhecer que estamos melhor! Tinha algum jeito estarmos num dos passeios e não conseguirmos ver os prédios ou mesmo o céu? Os que criticaram, nos quais nos incluímos, não conseguiram ter a percepção exacta do que estava a acontecer. Há também…

Veja mais

As penas

Já são conhecidas as penas num dos casos mediáticos que envolvem um dos que foi braço direito do Sócrates e pessoa importante no PS. Se foi feita justiça ou não, não fazemos ideia e nem é isso que nos leva a escrever. O facto de estar a ser falado um dos homens fortes do tempo…

Veja mais

Dia de ditado

A reunião de ontem não ficou marcada apenas pela presença da “prima”. Previa-se que o Álvaro fosse levantar o problema da Ana poder ter gravado a reunião e ter querido que o que disse ficasse a constar na acta mas optou pela solução mais fácil de dar instruções (ele ou alguém) para que tal texto…

Veja mais

Reunião gravada?

Já antes nos tinha chegado informação que dava conta que poderia existir um problema na reunião em que a Ana esteve presente. Hoje percebemos que esse problema pode levar a que a desconfiança fique instalada entre todos os membros do executivo. Quem assiste às reuniões sabe que as actas são feitas por quem secretaria a…

Veja mais

Mais um prazo ultrapassado

Há dias lemos uma acta da câmara na qual o Vicente, respondendo à João, informou que a “conclusão das obras de intervenção no jardim Luís de Camões estão programadas para o final de agosto“. Como seria previsível, estamos em Setembro e, pelo que se consegue ver, ainda longe da conclusão! Como desta vez não houve…

Veja mais

As aprovadas

Das 43 propostas do OP, a comissão composta por Inês Marrazes, Susana Silva e Isabel Alves, decidiu que passam as seguintes: Execução de rede de drenagem pluvial na Rua Augusto Costa – Picassinos, Freguesia de Marinha Grande; O Regresso do Comboio de Lata a São Pedro de Moel – Freguesia de Marinha Grande;Piscina Municipal da…

Veja mais

As moscas venceram!

Tem sido notícia de abertura dos jornais o problema que parece existir com os tribunais. Já se imaginava que a confusão fosse grande e acreditamos que, dentro de pouco tempo, todos começarão a sentir os efeitos do que se tem ouvido nas notícias no que diz respeito às reclamações. Já sabíamos que havia serviços que…

Veja mais

Ainda nada!

O prazo para reclamação das propostas que não foram aceites do OP está a decorrer (pela informação que consta no site do OP está desde a meia noite) e ainda não há quem tenha recebido o que quer que seja! Assim é fácil não haver quem reclame! Curiosamente, em Leiria tudo está disponível para consulta…

Veja mais

Bronca no ACM

Desde há muito que se sabe que as coisas não andam bem no ACM mas desta vez o limite foi ultrapassado. Apesar de amanhã o assunto não dever ser discutido em reunião das quintas-feiras, soubemos que o ACM pediu ajuda à câmara. A ajuda traduz-se na concessão de um apoio que deverá ser na ordem…

Veja mais

A decisão

Amanhã, de acordo com a informação que está no site do OP, começa o período de reclamação. Pareceu-nos apropriado transcrever o texto referente à decisão que aprovou o respectivo regulamento. “73 – PROJETO DE REGULAMENTO DO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO DE 2014 Quando se entrou neste ponto, o Sr. Presidente levantou a questão legal da proposta apresentada…

Veja mais

(e)Ventos de Mudança

Numa altura em que nada se vê acontecer, temos conhecimento que hoje irá ter lugar uma reunião com os comerciantes locais que pretende dar nova dinâmica à terra. Com o nome de “(e)Ventos de Mudança“, a ACIMG parece querer dar uma machadada no marasmo que tem existido, dando início a uma série de eventos, com…

Veja mais

Nada mudou

À medida que os dias vão passando e nos vamos apercebendo do que vai acontecendo na terra, a conclusão a que se chega é que os eleitos são pessoas com sorte. Não porque consigam ter grande rendimento do lugar que ocupam ou porque daí tirem vantagens pessoais – que acreditamos que nenhum esteja lá para…

Veja mais

Não bate certo!

Ainda a propósito do OP, depois de lermos a informação que está na página criada para o efeito, há um aspecto que nos parece não fazer sentido. O regulamento prevê a possibilidade de ser apresentada reclamação do que foi decidido pela comissão técnica mas nada diz sobre quem tem por função apreciar as reclamações. Na…

Veja mais

Onde anda a lista?

Fomos dar uma vista de olhos ao que diz o regulamento que define as regras referentes ao Orçamento participativo. De acordo com a informação que é avançada no site do OP, o período de análise pela tal comissão que ninguém sabe por quem é composta, terminou no dia 29 do mês passado (sexta-feira). Diz o…

Veja mais

As propostas do OP

Acabou a fase de apreciação, pela comissão nomeada pelo Álvaro – que os munícipes não sabem como é composta -, das propostas que foram apresentadas no âmbito do Orçamento Participativo. Não somos como alguns que, não fazendo parte do executivo, sabem quais as propostas que foram apresentadas – o que só por si revela uma…

Veja mais

Cartões de visita

Numa altura em que as notícias voltam à antiga vidreira pelas más memórias que tem para muitos e pelo que ali aconteceu, recordamo-nos do que há dias foi falado na reunião de câmara sobre o perigo que aquelas instalações representam para quem ali passa. Não sendo responsabilidade directa da câmara o abandono que ali se…

Veja mais

Só um sorriso…

Ainda um pouco em choque depois de lermos a Revista Municipal, tentámos imaginar o que seria se tivéssemos um Presidente de Câmara que não aparecesse na fotografia a olhar os munícipes como se estivesse num pedestal, olhando-os para baixo. É assim que aparece na fotografia e, apesar de não se poder ver nas caras o…

Veja mais

Mudança para onde?

Estamos no final do mês e saiu agora a Revista Municipal de Agosto. Ainda pensámos que a revista pudesse fazer uma compilação do que aconteceu durante o mês aqui na terra mas, como nada aconteceu, não é de estranhar que a capa tenha coisas passadas! A revista de Agosto vem com o que aconteceu noutros…

Veja mais