Porque no te callas!

A semana passada, na reunião de câmara, um munícipe foi alertar para o facto de existir um terreno que, sendo propriedade da câmara, foi vedado por um particular que deve achar que o terreno é seu. A reacção foi a esperada: não foi dada atenção. Mania que alguns munícipes têm de ir chamar a atenção…

Veja mais

Levantar do muro

A imagem faz parte dos arquivos da nossa história, daquela que não queremos lembrar mas que nunca deveremos esquecer. A construção do muro da vergonha, aquele que separou um povo. Hoje há-os a serem construídos em Gaza. Vergonha atrás de vergonha. Estas separações mostram que não estamos minimamente ajustados a viver com a diversidade. Se…

Veja mais

Um brinde

Estamos de férias. Merecidas ou não, estamos longe do que se passa na nossa terra. Pusemo-nos a pensar no que têm sido estes anos. Discordamos do que achamos errado e, sem olhar a quem, dizemo-lo. Estamos a saborear um excelente por do sol, a comer uns biqueirões e conquilhas e a pensar que há, no…

Veja mais

A importância das receitas

Quando se vê o que é o aproveitamento que algumas câmaras fazem das potencialidades do turismo, não podemos deixar de fazer algumas comparações com o que temos na terra. Por onde andamos, as empresas que se dedicam ao desenvolvimento do turismo têm apoios das câmaras. Os próprios turistas são beneficiados em termos de impostos quando…

Veja mais

Homem bala

Quando se fala dos políticos comete-se às vezes o erro de pensar que eles são pessoas bem instruídas e com conhecimentos. Erro enorme! Talvez porque na terra está um circo – no mesmo sítio onde há meses o Álvaro achava que era impróprio para estar um em funcionamento – que tem como atracção um “homem…

Veja mais

Destino

Os Portugueses até são boas pessoas. Não reclamam; trabalham (em especial quando emigram); pagam impostos (quando não arranjam forma de fugir); elegem incompetentes para os governar; quando têm oportunidade; reelegem os mesmos ou outros da mesma laia; gostam de fado e futebol; endividam-se para passar férias e ter um carro de grande cilindrada é sinal…

Veja mais

Adivinharam!

Há uns meses lemos isto. Meses depois, quando já se sabe qual a intervenção que tem tido, a quantidade de ausências, o facto de nada mais ter surgido por sua iniciativa e do papel apagado e pouco consequente que tem tido, nas poucas vezes que aparece, temos que concluir que afinal há quem saiba adivinhar…

Veja mais

Queixa e o óbvio

Hoje o PCP saiu com uma previsão que deixou todos surpreendidos. Prevêem que o BPN nos vai custar mais dinheiro! Depois do muito que já se sabe, fazer uma previsão destas, depois do que foi o relatório do TC, é, sem dúvida, algo que nem a Alexandra Solnado conseguiria fazer. Até entendemos que possam querer…

Veja mais

Bom e mau

Com o que se passou, e está a passar, no BES, não há quem não fale no “banco bom” e “banco mau”. A ideia de mau ficou associada à parte sombria que envolveu aquela instituição. Isso levou-nos a pensar se na câmara não haverá também uma parte boa e uma parte má! Quem serão os…

Veja mais

Turista por acaso.

Hoje tentámos por-nos na pele do Vítor. Responsável como é pelo entretenimento aqui na terra, tentámos fazer o que ele faria num dia de domingo, em pleno mês de Agosto. Tal como ele, começamos a manhã a dar uma volta pelos parques. Num, ainda em obras, fomos fazer a contagem das árvores que sobreviveram ao…

Veja mais

Banco mau

Com o Espírito Santo na ordem do dia, fomos ver até que ponto isso poderia estar a afectar aqui a terra. Demos, por isso, uma volta pelos parques e apercebemo-nos que as ramificações do que está a acontecer a nível nacional tem reflexos por cá. Aqui começa, desde logo, pelo que se consegue ver nos…

Veja mais

Tristeza

Quando hoje passámos pelo centro tradicional e vimos o estado em que estão alguns dos edifícios, começamos a imaginar como seria se também o edifício da câmara estivesse à imagem do que se vê em redor. Claro que exagerámos na imaginação porque árvores seria algo que nunca ali existiria mas não deixa de continuar a…

Veja mais

Apoio a animais

Tivemos conhecimento que os animais em risco têm mais um local para os proteger. Apesar de não ter sido divulgado o seu aparecimento, desde Março que um grupo de pessoas está a encabeçar um novo projecto. Depois de se terem afastado da APAMG, pelo que soubemos por não estarem de acordo com muito do que…

Veja mais

Boas férias

Aqueles que acham que estamos de férias que se desenganem. Não estamos nem vamos estar. Hoje escrevemos para todos aqueles que connosco falam. Os outros, aqueles que que acham que queremos mais do que apenas dizer o que pensamos, que vão para o sítio onde muitas vezes nos mandam. Os idiotas que acham que queremos…

Veja mais

Boas férias

Aqueles que acham que estamos de férias que se desenganem. Não estamos nem vamos estar. Hoje escrevemos para todos aqueles que connosco falam. Os outros, aqueles que que acham que queremos mais do que apenas dizer o que pensamos, que vão para o sítio onde muitas vezes nos mandam. Os idiotas que acham que queremos…

Veja mais

Acreditem!

É por estas e por outras que vale a pena acreditar nos políticos! A “coerência” do seu discurso ao longo dos tempos faz como que não tenhamos qualquer motivo para duvidar do que eles nos dizem. Só mesmo por má vontade é que alguém pode dizer que não somos bem governados e que o que…

Veja mais

Vergonha

Até há pouco tempo a ideia que tínhamos em relação ao mel era apenas a de que era usado na alimentação. Por azar de um de nós, desde há dias que o mel teve outro significado. Devido a um problema de saúde tem sido necessário fazer todos os dias o penso no Centro de Saúde.…

Veja mais

Festas sem festa

A imagem não é muito antiga mas é seguramente de outros tempos! Os tempos eram de eleições e não havia festas nas colectividades que não estivessem repletas de gente que não se via antes e que já não se vê por lá. Temos dado uma volta pelas festas que se têm realizado nas colectividades e,…

Veja mais

O Facebook não está a funcionar bem. Estamos a imaginar o desespero daqueles que não conseguem ir à casa de banho sem postar isso antes no Face! Para muitos é o principio do fim do mundo! 00 Seguir ( 0 Seguidores ) X Seguir E-mail : * Seguir Deixar de seguir

Veja mais

O Facebook não está a funcionar bem. Estamos a imaginar o desespero daqueles que não conseguem ir à casa de banho sem postar isso antes no Face! Para muitos é o principio do fim do mundo! 00 Seguir ( 0 Seguidores ) X Seguir E-mail : * Seguir Deixar de seguir

Veja mais

Acabou a guerra!

Pronto, está resolvido o conflito no Médio Oriente. Ontem foi aprovada uma moção que apela ao fim dos conflitos. Está claro que quando chegar ao conhecimento das partes beligerantes eles vão parar de imediato de fazer o que se lê nas notícias. Nem teria lógica que continuassem a lutar depois de a câmara aqui da…

Veja mais

A Branca do MpM

Desde há muito que se falava que o movimento do Aurélio estava apenas centrado em si próprio. Apesar de terem aparecido outros nomes na lista, a ideia que existia era a de que tudo girava à sua volta. Ontem, ou porque lhe chegou aos ouvidos que essa era uma das coisas que se falava ou…

Veja mais

Nojento, outra vez!

Hoje escrevemos sobre algo diferente mas muito mais preocupante que os temas de política local. Já há uns tempos tínhamos feito a experiência, na sequência de denúncias que tínhamos recebido. O resultado foi nojento. As denúncias continuam e hoje voltámos a repetir o que antes tínhamos feito. Criámos no Facebook um perfil fictício de um…

Veja mais

Vandalismo

Esta semana uns vândalos acharam que deviam dar largas aos seus “dotes” artísticos e fizeram uns desenhos mal feitos numa das paredes da biblioteca. Há os que acham que se deve criar um espaço para que os vândalos possam fazer as suas pinturas mas a generalidade das pessoas com bom senso não pode senão censurar…

Veja mais

Imagem que conta

A Resinagem tem sido classificada, por parte de quem manda, como sendo o elemento dinamizador do centro tradicional. Nesta altura em que muitos poderiam visitar a terra e que deveria haver uma atenção redobrada – não que os que cá habitam não mereçam o mesmo tipo de atenção -, ver que existe uma falta de…

Veja mais

Parabéns

Acabámos de dar uma volta pela cidade. O que encontrámos foi um deserto. Deserto de gente, de movimento e de ideias para dar volta à terra. Encontrámos uns moços numa mota eléctrica que se nos atravessarem à frente e que podemos dizer que foi o ponto alto da noite Marinhense. Depois dizem que somos nós…

Veja mais

Regulamento para quê?

Quem teve oportunidade de ouvir os presidentes de Junta falar sobre os apoios que são dados às colectividades e associações, não pôde deixar de notar a sintonia que existe entre todos quando se fala em regulamentar a atribuição de subsídios. Todos foram unânimes em dizer que não é necessário nenhum regulamento para definir as regras…

Veja mais

Amazónia II

Pouquíssimas são as vezes que conseguimos acreditar nos políticos. De quando em vez somos surpreendidos! Há uns dias passámos pelo Centro de Saúde e vimos o estado em que estava. Demos disso conta aqui. Hoje voltámos a passar e, qual o nosso espanto, encontrámos funcionários da Junta a cortar o matagal que ali existe. Não…

Veja mais

Tempos medievais

Em Leiria vai estar patente este fim de semana uma feira medieval. Numa altura em que há muitos que estão de férias, parece-nos ser lógico que possam ser organizados eventos que possam, de algum modo, trazer animação às cidades. Não apenas permite que algumas pessoas possam querer assistir como isso trará mais gente. O comércio…

Veja mais

Amazónia

Amazónia? Não! Apenas o Centro de Saúde. Ontem terminou a greve dos enfermeiros e, por causa disso, tivemos a curiosidade de passar pelo Centro de Saúde. Já há muito que não íamos lá e, qual não é a surpresa, quando vemos o que está na imagem! Há uns tempos ainda houve quem tivesse andado lá…

Veja mais

Pedir demais

31 de Agosto foi a data limite que um empresário definiu para decidir se faz ou não um investimento de seis milhões de euros no concelho. Tudo isto porque, depois de ter tido uma reunião há três meses com o Álvaro, nada avançou. O empresário não consegue que a câmara integre a sua actividade como…

Veja mais

Shhhh…

O que aconteceu a semana passada era, mais ou menos, esperado. O Álvaro mandou calar um munícipe quando ele quis intervir apenas porque ele não se tinha inscrito com, exactamente, 24 horas de antecedência. Mais uma vez coloca-se o formalismo à frente dos interesses dos munícipes. Claro que se entende que o Álvaro se agarre…

Veja mais

Shhhh…

O que aconteceu a semana passada era, mais ou menos, esperado. O Álvaro mandou calar um munícipe quando ele quis intervir apenas porque ele não se tinha inscrito com, exactamente, 24 horas de antecedência. Mais uma vez coloca-se o formalismo à frente dos interesses dos munícipes. Claro que se entende que o Álvaro se agarre…

Veja mais