Os vistos

Agora só se fala nos vistos dourados como se não fosse algo que se previsse há muito que era algo que poderia acontecer. É provável que a surpresa seja mais por, pelo que se lê, ter sido descoberto o que parece que se fazia do que pelo facto de acontecer. Só um ingénuo acreditaria que…

Veja mais

Taxa turística

Temos lido o que se tem escrito sobre a polémica taxa de turismo que o Costa quer fazer aprovar em Lisboa e, depois do muito se tem falado, ficámos curiosos para saber se por cá, sendo a câmara maioritariamente da mesma cor partidária, iria ser implementada uma taxa semelhante. Lemos o orçamento do princípio ao…

Veja mais

Patrocínios

Temos estado à espera para saber quais são as contas que irão ser apresentadas em relação ao evento do design. Estranhamente, as semanas vão passando e não se sabe ainda quanto custou. Também não será amanhã! Os benefícios já se sabem quais foram e são fáceis de contabilizar. Entre nada e coisa nenhuma, as contas…

Veja mais

Reunião atrasada!

Uma das maiores reclamações que se tem ouvido da parte de alguns vereadores tem a ver com o facto de a documentação ser-lhes enviada sempre em cima da hora. Apesar do argumento de que sempre foi assim, consegue-se entender que aqueles que não estão permanentemente na câmara, e são três, possam querer receber, com algum…

Veja mais

Estranho! (II)

Há uns dias escrevemos sobre o que tínhamos assistido quando necessitámos de uma ajuda dos bombeiros. Apesar da explicação que foi dada, fomos tentar saber mais sobre o que se passava. O que nos tinha sido contado não era exactamente o que tinha resultado da explicação. Fomos junto de outros membros da corporação tentar saber…

Veja mais

Defender o indefensável

Hoje ouvimos, como é hábito, a crónica humorística que passa na TSF. O que foi dito fez-nos ir ler o editorial do jornal oficial do PCP, “O Avante”. Nesse editorial as expressões “forças da reacção”, “potências imperialistas”, “imperialismo”, entre outras, faz-nos retornar a um passado que pensávamos que estava ultrapassado. De uma forma quase surrealista,…

Veja mais

Esticar o tempo

Depois de pensarmos nas faltas do Logrado às reuniões, fomos dar uma vista de olhos às reuniões deste ano e foi interessante ver a forma como, de artificio em artificio, foi sendo encontrada forma de tentar contornar a exigência de, sempre que há faltas superiores a 30 dias, ser suspenso o mandato de um vereador…

Veja mais

As faltas

Quem tem assistido às reuniões de câmara tem notado que, como era previsível, o Logrado nunca mais lá pôs os pés. Com pedidos de suspensão uns a seguir aos outros, tem sido a João quem tem assegurado a representação do movimento independente que prometia mudar o concelho. Não tem sido isso que se tem visto.…

Veja mais

On / Off

Ontem vimos parte do programa que discutiu o direito a morrer com dignidade. Já há uns dias tínhamos lido sobre uma doente que quis por termo à vida de forma digna e a hipocrisia que existe naqueles que por cá mandam e se dizem contra esse direito. Vivemos num estado onde a eutanásia não é permitida…

Veja mais

E decisão?

Ainda às voltas com o orçamento e o que foi aprovado, houve algo que nos chamou a atenção. sabe-se qual foi o resultado que foi publicado. Sabe-se que as obras que são feitas pela câmara têm que ser aprovadas em reunião onde o assunto seja debatido e aprovado. Pelo que se sabe, o assunto das…

Veja mais

O estado das tendas

Acabámos de chegar do mercado. Não porque tivéssemos que ir lá fazer compras mas fomos dar uma vista de olhos ao estado em que o mercado se encontra. Para uma “obra” temporária, não está mal. Recordamos as criticas que à data foram feitas à decisão do Barros mas a verdade é que não foi ainda…

Veja mais

Transparência ou opacidade

Hoje pode ler-se que a câmara ficou classificada no sétimo lugar no índice de transparência. Quem fez essa classificação foi uma organização não governamental que baseou a análise na “informação disponibilizada aos cidadãos nos seus web sites“. É sempre bom quando estas notícias surgem. Há que reconhecer que a informação que tem vindo a público…

Veja mais

De novo o Mercado

Depois de lermos o orçamento para o ano que vem e de se saber que a possibilidade de vir a ser construído um mercado até ao final do mandato é muito remota, pareceu-nos, juntamente com outras pessoas preocupadas com o assunto, que seria o momento de trazer o assunto de novo para discussão. Criou-se uma…

Veja mais

Estranho!

Esta semana aconteceu algo de muito estranho! Não, não vimos nenhum porco andar de bicicleta nem um político cumprir as promessas eleitorais! Foi algo diferente. Tivemos que recorrer ao serviço dos bombeiros. Andar de ambulância, por mais cómoda que seja, é sempre desagradável. Fomos bem tratados por quem nos transportou e, no final, quisemos ter…

Veja mais

Enganados

Quando há anos lemos o que Rousseau dizia, achámos que era apenas mais uma teoria de um pensador. A ideia de que defendia de que os homens nascem bons e é a sociedade quem os corrompe parece ter sido agora confirmada com o que se passa em Timor. Recordamos quando há anos acordávamos a ouvir…

Veja mais

Bombeiros multados

Quando estamos aflitos, é aos bombeiros que recorremos. Com maior ou menos eficácia, é neles que depositamos a confiança e é deles que esperamos apoio. Todos sabem que os recursos que têm são sempre poucos tendo em conta o serviço que prestam. Do outro lado há aqueles que pouco fazem. Quando precisamos de ajuda e…

Veja mais

Câmara vive dos impostos

Demos uma leitura rápida ao orçamento que foi aprovado segunda-feira e a conclusão que se chega é simples de fazer: as receitas vão ser obtidas à custa do aumento de impostos. Apesar de existir uma diminuição acentuada no valor global da receita, nota-se um aumento significativo das receitas provenientes de impostos. Significa isto que para…

Veja mais

Confuso!

A propósito do espectáculo triste de ontem, de condecoração do Durão, fomos ler o que ontem foi afirmado e o que antes tinha sido dito pelo Cavaco. Ontem disse que “Posso testemunhar o quanto Portugal beneficiou da acção de Durão Barroso à frente da Comissão Europeia. Mobilizou apoios para que Portugal pudesse alcançar os objectivos…

Veja mais

Peditório

Está em curso um peditório nacional para o PCP poder adquirir um novo terreno onde possa realizar a Festa do Avante, alargando os cerca de 14 ha. que já têm. Todos reconhecem a importância daquela festa mas há, neste peditório, algo que parece não ir ao encontro das ideias que são defendidas. O partido tem…

Veja mais

Uma vez que nem todos os que poderiam querer assistir ao concerto do Zambujo não irão ter bilhete, iremos deixar aqui nos próximos dias o que foi o concerto que deu no Coliseu, onde estiveram mais dos que 234 pessoas.   00 Seguir ( 0 Seguidores ) X Seguir E-mail : * Seguir Deixar de…

Veja mais

Já está bom!

Temos que reconhecer que estávamos um pouco preocupados com o estado de saúde do Amândio. A preocupação desapareceu quando o vimos na rua, bem disposto e sem sinais de doença física. Apesar de ter sido dito que estaria com “incapacidade física para trabalhar”, ficamos contentes por sabermos que, se está em condições para fazer o…

Veja mais

Esquecimentos!

Muitas são as vezes que se ouvem os que mandam na câmara gabarem-se de que têm as contas recheadas, que a situação financeira é das melhores do país. Pelo que hoje se pode ouvir na reunião de câmara, há uma explicação lógica para que isso aconteça. Há quem esteja desde que foram as eleições à…

Veja mais

Esgotado

Aqueles que tinham ideia de poder ouvir o Zambujo e ainda não tinham bilhetes, podem esquecer. Está esgotado! A pouco menos de um mês e já não há lugares mas não admira. São 234 lugares que rapidamente se esgotam. Sorte dos que tiveram conhecimento do concerto e se apressaram a obter o bilhete. Parece-nos bem…

Veja mais