O mercado e a FAE

Começa amanhã a nova aventura do mercado, desta vez no PME. A câmara vai gatar ali um monte de dinheiro para adaptar as instalações para que possam ser colocadas bancas de frescos, venda de carne e peixe. Não há qualquer informação quanto à possibilidade de o mercado voltar às tendas, sendo certo que o estado…

Veja mais

Em cima do joelho

A decisão do executivo permanente querer colocar o mercado nos estaleiros leva a que não possamos deixar de pensar que tudo é feito em cima do joelho. Normalmente quando assim é, dá asneira. A questão do mercado está há anos para ser resolvida. Como já antes escrevemos, poderiam até ter decidido nada fazer… importava é…

Veja mais

Sem tempo

Ao longo destes últimos três anos em que a Cidália assumiu a presidência da câmara, a condução das reuniões tem estado a seu cargo, salvo uma ou outra excepção pontual. Ao longo deste tempo ouvimos dezenas de vezes ela dizer que quer que o regimento seja cumprido e não foram menos as vezes que a…

Veja mais

Nem com bolinho

Nem com oferta de bolinhos a coisa vai. A Cidália hoje, uma vez mais, ficou sem saber como dar resposta a uma das questões que mais preocupou os munícipes nos últimos dois meses. Apesar de ter sido questionada quanto à segurança dos equipamentos que sexta começaram a ser distribuídos e quanto aos que já foram…

Veja mais
EU VOS IMPLORO SENHORA

E ASSIM VAI A MARINHA…

Quando não sabe o que responder, faz-se um …. intervalo! Não há memória de uma pessoa que dirige uma autarquia se recuse a fornecer toda a informação aos vereadores. Mais, e quando solicitadas o caso é ainda mais grave. A “coitada” da vereadora Ana anda a implorar por vários documento há meses e não há…

Veja mais

A opção do mercado

Como se previa, a Cidália deu o dito por não dito e agora quer que o mercado vá para os estaleiros. Não que discordemos da localização, já que achamos que ele nunca deveria ter saído de onde funcionava, mas a decisão que há pouco anunciou vem mostrar que andam ao sabor do vento. Perdeu-se tempo…

Veja mais

Intervenção dos munícipes

A pandemia foi, para o executivo permanente, uma dádiva. Primeiro com as reuniões a serem realizadas à distância, agora a serem realizadas com o devido distanciamento o executivo permanente está longe das perguntas incomodativas dos munícipes. Apesar de terem sido já definidas as regras de convivência com o devido distanciamento, a Cidália parece apostada a…

Veja mais

Reunião

Apesar de a câmara não ter dado a conhecer qual a ordem de trabalhos para a reunião de câmara ordinária, temos informação de que nada foi alterado e hoje haverá reunião. Devem ter achado que os munícipes não têm nada que saber aquilo que vai ser tratado.

Veja mais

Dia da criança… aqui não!

A Cidália hoje deverá estar feliz. É mais um Dia da Criança que não tem comemoração. Quando ela era vereadora fez questão de não celebrar este dia, hoje que não há nada a acontecer aqui no concelho para as crianças poderá dizer-se que se realizou o seu desejo de nada fazer neste dia. Sabemos que…

Veja mais

Não, obrigado!

Não, não queremos andar etiquetados na cara com “Câmara Municipal da Marinha Grande”. A opção de colocar nas máscaras a inscrição relativa à câmara não só é de mau gosto como é despropositada. Em vez de colocaram uma simples referência ao concelho, como se vê nas máscaras que foram fornecidas noutros concelhos, optaram por colocar…

Veja mais

Estacionamento

Em 28 de Março a TUMG anunciava que iria suspender a cobrança de estacionamento no concelho. Uma decisão acertada, mas sem grande impacto uma vez que toda a gente estava em casa. Deram a conhecer que a medida iria estar em vigor até, pelo menos, final de Abril. Estamos a chegar a Junho e não…

Veja mais

A qualidade

Há uns dias escrevemos sobre as máscaras que foram distribuídas pela câmara a lares, centro de saúde e também bombeiros e sobre a qua fraca qualidade. A fraca qualidade é tanta que médicos e enfermeiros no hospital de Leiria desaconselham a sua utilização! Pese embora a fraca qualidade, da câmara nem uma palavra saiu sobre…

Veja mais

As esplanadazinhas

A câmara deliberou, em reunião extraordinária, autorizar o aumento das esplanadas aqui no concelho. Bom, quando se diz que deliberou aumentar é preciso depois ler quais as regras que foram impostas. Quem quiser ‘aumentar’ as esplanadas não fique com a ideia que lhe está a ser dada uma grande benesse! Quem quiser tem que respeitar…

Veja mais

A mentira

Ainda em relação aos kits, fomos ao dia 18, à reunião de câmara, ouvir o que a Cidália e a Célia afirmaram. É possivel ouvir a Célia afirmar que “estamos a aguardar que cheguem as mascaras” e que a entrega “vai ocorrer ainda esta semana”. De acordo com o que é público, o contrato foi…

Veja mais

Brindes

Há umas semanas foi anunciado que iriam ser distribuídas máscaras reutilizáveis e viseiras à população. Até hoje, nada! Hoje foi publicitado que as máscaras foram hoje compradas com recurso a consulta prévia. Ou seja, mesmo em tempo de pandemia a Cidália andou a consultar empresas para fazer o fornecimento. Com dezenas de empresas já certificadas…

Veja mais

O mercado provisório

De provisório em provisório, o mercado lá vai indo. Agora vai para o PME apesar de nem todos gostarem da ideia. Será mais uma medida provisória com cheiro a definitiva. Hoje houve mais uma reunião extraordinária e foram tomadas mais medidas. Já na última reunião as vereadoras da CDU falaram na possibilidade de ser a…

Veja mais

Fundo de emergência

Há já bastantes dias foi aprovado pela câmara a criação de um fundo de emergência para acudir a situações mais graves de pessoas com carências na sequência da pandemia. Na assembleia municipal todos se pronunciaram quanto à urgência de por em funcionamento esse fundo e de permitir que os munícipes possam aceder a ele. Tendo…

Veja mais

Os kits

No dia 6 de Maio a câmara anunciou que ia distribuir um kit e protecção individual a cada munícipe. Nesse mesmo dia ficou-se a saber que tal anuncio não passava disso mesmo e até hoje ninguém recebeu o que quer que seja. A Cidália e a Célia, na reunião de segunda, faz hoje uma semana,…

Veja mais

A carta

O MpM decidiu fazer uma carta aberta à Ministra da Saúde a convidá-la a vir aqui ao concelho conhecer o mercado das barracas. Entre muitas outras coisas, dizem que a visita se poderá destinar a “certificar-se in loco, CONVIDAMOS a Sra. Ministra a VISITÁ-LO, e, se for esse o entendimento de Sua Excelência, proceder à…

Veja mais

Cobras e lagartos

Na sexta houve uma reunião da Cidália e da Célia com os vendedores do mercado. Foi o momento em que as duas eleita aproveitaram para dizer cobras e lagartos da Delegada de Saúde. A pobre da médica não saiu com uma imagem favorável depois do que as duas eleitas disseram dela. Mas mais do que…

Veja mais

Apagar o passado

Há muitos, muitos meses o executivo camarário decidiu que a construção do novo mercado seria sempre precedida de uma discussão pública. Decidiram mesmo fazer um inquérito à população que ficassem a saber aquilo que os utilizadores do mercado pensam sobre o assunto. Correcto ou incorrecto, o ‘estudo’ concluiu que a esmagadora maioria dos inquiridos entende…

Veja mais

À espera de um milagre

No dia 13 de Maio a câmara deu a conhecer que a Cidália esteve em videoconferência com o Ministro do Ambiente e APA por causa da época balnear que está quase a começar. Se não fosse algo que lemos, diríamos que era anedota! O serviço de informação da autarquia preocupou-se em mostrar a Cidália em…

Veja mais

Sem nada para dizer!

Não sendo nas alturas das eleições, é difícil perceber e a freguesia da Moita está viva. Melhor dizendo, quem faz a gestão dessa freguesia. Passam o mandato sem dar sinal de vida e sem que se perceba que fazem alguma coisa. Mas quando não há nada a dizer ou a informar aos seus fregueses, nada…

Veja mais

As compras

Um comentário de há momentos lembrou-nos do regime excepcional em vigor que permite à câmara acelerar compras sem a morosidade normal, algo que parecem ter esquecido que existe. Diz a legislação que “É aplicável o critério material de escolha do procedimento de ajuste direto plasmado na alínea c) do n.º 1 do artigo 24.º do…

Veja mais

Dar música

Há um par de horas o chefe de gabinete da Cidália, o Nelson, perdeu dez minutos para escrever uma peça musical no Facebook. Só assim pode ser entendido o que escreveu quando usou um exemplo de uma outra câmara que terá comprado máscaras para a população por ajuste directo, dizendo que se fosse cá todos…

Veja mais

Serviços externos

Quem assiste às reuniões de câmara ter-se-á já apercebido que muitos assuntos estão dependentes dos pareceres que vêm dos jurídicos. Ou porque faltam os pareceres ou porque o parecer não foi no sentido que querias, há sempre algo que faz referência a esses funcionários. Desconhecemos qual a competência desses profissionais, mas partimos do principio que…

Veja mais

O que eles não entendem

Depois de hoje ouvirmos as explicações dos três elementos do executivo permanente, ficámos a perceber o que é que eles não percebem. A propósito da questão das máscaras, justificaram que foram encomendadas e que ainda não chegaram (apesar da Cidália ter dito uma coisa e a Célia outra) e que as viseiras só na quinta-feira…

Veja mais

O mercado e as SMSs

Ficámos a saber o modo como a Cidália tem vindo a resolver os assuntos que envolvem o mercado: com SMS! A presidente deu-se ao trabalho de enumerar os dias em que enviou SMS para que o assunto do terreno onde estão as tendas fosse desbloqueado. Esta é a primeira vez em que temos conhecimento que…

Veja mais

A bola de cristal

Há pessoas que acreditam que haja quem adivinhe o futuro, que vejam na bola de cristal o futuro. Não acreditamos nisso, mas há coisas para as quais não é preciso ter uma bola de cristal para conseguir prever o que vai acontecer. E aí a Cidália não só não tem bola de cristal, como também…

Veja mais

Lay off

Terminou já há dias o confinamento obrigatório tendo muitos serviços voltado a trabalhar dentro de alguma normalidade. Aqui na terra a câmara colocou bem cedo os funcionários a trabalhar em casa, alegadamente em teletrabalho. Sem terem que atender ninguém, seria de esperar que tivessem aproveitado o tempo para que resolvessem grande parte dos processos que…

Veja mais

Ausente

Enquanto os vendedores de manifestam em frente à câmara, contando com a presença de duas vereadoras, a Alexandra e a Lara, A Cidália não está para receber os vendedores. Segundo foi transmitido, estará reunida com a Delegada de Saúde. É uma reunião conveniente para não ter que enfrentar os vendedores do mercado, mas não deixa…

Veja mais

Não é cá!

Não, não é cá! Aqui bem ao lado há vários dias que os munícipes receberam um kit assim. Viseira, máscara reutilizável e máscaras descartáveis. Mas isso foi lá. Aqui nem vestígios de que isso vá acontecer. Já antes escrevemos sobre isso, mas nunca é demais realçar que há diferenças entre eleitos. Numa altura em que…

Veja mais

De novo, o mercado

Assunto há muito adormecido, o tema do mercado ganha novo folego no momento em que a autoridade de saúde não permite o seu funcionamento. Não é necessário ser-se especialista na matéria para conseguir perceber que o mercado das tendas não tem condições. A decisão que foi tomada sexta não espanta ninguém senão pelo atraso com…

Veja mais

A definição

Temos andado aqui às voltas com a língua Portuguesa para encontrar um termo que defina este executivo camarário. Procurámos em todo o abecedário e em centenas de palavras. A única definição que encontrámos e que melhor se ajusta a tudo aquilo a que temos assistido define-se numa única palavra. Não temos ideia de termos tido…

Veja mais

Vitimização

O executivo PS é conhecido pela grande capacidade que têm de se vitimizar. Tudo o que acontece é culpa alheia. Como se não bastasse o que aconteceu com a abertura e encerramento do mercado da Marinha, hoje vieram acentuar a vitimização. Lê-se no comunicado, desta vez não assinado pela Cidália, que “A Câmara Municipal da…

Veja mais

A guerra

Ontem e hoje tem-se assistido no Facebook a uma ‘guerra’ entre PS e MpM a propósito da decisão de apoios da câmara a empresas. O PS apresenta uma versão e o MpM apresenta outra. O PS diz que no MpM são “mentirosos” e o MpM diz que o PS não faz o que devia. Independentemente…

Veja mais

Chumbado

Um dos assuntos que ontem foi levado para discussão na reunião extraordinária foi a alteração do “estatuto remuneratório” de um funcionário da câmara. Não é a primeira vez que a Cidália tenta fazer aumentos a certos funcionários da autarquia e deste vez, à semelhança do que tem vindo a acontecer, o ‘tacho’ foi chumbado. A…

Veja mais

Quanto têm

A partir de ontem, a Cidália tem para gastar este ano mais de 41 milhões de euros. Uma quantia que, bem aplicada, daria para fazer face à maioria das necessidades do concelho. Se a isso juntarmos a capacidade de endividamento que dispõe, só mesmo por incapacidade sua e dos que a acompanham é que não…

Veja mais

Revisão

Amanhã irá ser discutida a revisão ao orçamento municipal. Como já é habito, a Cidália optou por fazer a revisão à porta fechada. Optou também por incluir na ordem de trabalhos para amanhã aumentos de salário para alguns funcionários, também assunto que não quer que seja ouvido pelos munícipes. Mas o assunto principal é sem…

Veja mais

Homenagem

A Cidália decidiu ontem posar para a fotografia numa acção que chamaram ser de homenagem aos profissionais de saúde, envolvendo PSP e Bombeiros. Naturalmente que todos os profissionais de saúde merecem o nosso reconhecimento pelo que têm estado afazer neste período de pandemia, mas a ‘homenagem’ ontem feita pela presidente da câmara soa muito a…

Veja mais

Boas práticas

Para a semana abre mais uma actividade comercial, os restaurantes. Claro que já se sabe que da parte da câmara nada está pensado. Lemos que em Cascais a autarquia irá disponibilizar 5 mil testes de despiste rápido do virus de modo a auxiliar os comerciantes e os seus munícipes a evitar contágios. É óbvio que…

Veja mais

Propaganda

Ao longo dos últimos meses há um facto que todos se devem ter já apercebido: a propaganda. A partir de certo momento, a máquina de comunicação da câmara virou-se mais para a propaganda política, encapotada de divulgação de eventos ou de realizações. A Cidália não acha mal porque, como ela já disse, usar os meios…

Veja mais

Lapsos

Faz hoje uma semana que a Cidália deu a conhecer que a semana passada iriam começar a distribuir máscaras reutilizáveis e viseiras à população. Apesar no anúncio enganoso que colocaram na sua página e que afinal servia apenas para registar os pedidos, ficou-se a saber que as máscaras e viseiras não estavam ainda compradas. Uma…

Veja mais

Silêncio

Na reunião de segunda a Cidália informou que contava abrir os serviços da câmara na próxima semana. Partimos do principio que lá para o meio desta semana iria dar a conhecer como procederiam à reabertura, quais os serviços que iriam começar a funcionar, qual o modo de atendimento e quais os que se iriam manter…

Veja mais

As máscaras

Depois de termos recebido informação sobre a qualidade das máscaras, fomos à procura de uns exemplares do que tem sido distribuído pelo Centro de Saúde e Lares pela câmara. As máscaras que foram distribuídas são o que está na imagem. Pode-se dizer que são uns ‘trapos’ para por à frente da boca e nariz. Testámos…

Veja mais

A app

Ontem a câmara lançou uma aplicação para visitar o museu do vidro através do telemóvel. Fomos dar uma vista de olhos à aplicação. Está longe de ser aquilo que esperávamos. O conceito de visita 360º que podemos encontrar em aplicações de outros museus nesta não existe. O que há são videos de alguns segundos, de…

Veja mais

Agora?!

Na reunião de segunda, a Cidália afirmou que está a pensar abrir o mercado esta semana. 52 dias depois de terem mandado fechar o mercado e 4 dias antes da sua reabertura, a câmara cria a possibilidade de os comerciantes venderem online os seus produtos! A ideia, já posta em prática por outros municípios, vem…

Veja mais

Correr atrás do prejuízo

Na segunda a Cidália tentou justificar-se para a sua incapacidade para fornecer à população aquilo que é necessário. Na reunião de 6 de Abril, há um mês, a resposta dela foi a que se pode assistir. Depois de ter sido sugerido uma actuação por parte da autarquia, a presidente tentou arranjar desculpas para aquilo que…

Veja mais

Caiu a máscara

Pode-se dizer que caiu a máscara à Cidália! Quando ontem foi confrontada com o facto de não ter ainda adquirido máscaras para a população, não teve argumentos para explicar o atraso na sua compra. Há muitas semanas se sabia que o dia de ontem, o dia da reabertura do país, iria chegar e que a…

Veja mais

Ainda nada!

Há muitos dias a câmara anunciou que iriam entregar tablets às crianças para poderem estudar e acompanhar as aulas. As aulas já começaram, mas os tablets não existem. Não adianta escrever muito mais sobre o que é a incapacidade de dar resposta às necessidades da população. Anunciam que a câmara vai entregar, mas ainda não…

Veja mais

Finalmente, mas…

Finalmente na câmara decidiram fazer o que há muito deveria estar já em curso: distribuição de mascaras e viseira pela população. Duas máscaras reutilizáveis e uma viseira por pessoa. Quem desejar receber tem, no entanto, que se inscrever no site da câmara e indicar um email para depois poder ser contactado. Mas, e os munícipes…

Veja mais

Relógio de ponto

A frequência com que a Cidália convoca reuniões extraordinárias é francamente espantosa. Sempre que não quer que um assunto seja discutido sob os olhares dos munícipes trata de convocar uma reunião extraordinária. Nas ultimas reuniões tem-se notado que a Cidália aproveita o mesmo dia para fazer uma reunião ordinária seguida de uma extraordinária ou vice-versa…

Veja mais