Lido por aí CIX

«Espetáculo degradante que se assistiu hoje de manhã num café ao pé do Parque da Cerca. Ratos que vinham do referido parque a tentarem entrar no café. Ora, estes estabelecimentos comerciais são altamente cumpridores das normas de higiene como podem atestar os seus clientes. Foram realizados vários telefonemas para a Câmara, mas ao que sabemos…

Veja mais

Brincar

Há pouco lemos uma publicação da CPCJ que colocava a questão: “As crianças hoje sabem tudo, inglês, francês, música, dominam as tecnologias mas será que sabem brincar?”. É, sem dúvida, uma questão pertinente, mas parece-nos que deveria ser reformulada. Mais do que saber se as crianças sabem ou não brincar, a questão que nos parece…

Veja mais

Para-quedas

Estamos em período pré-eleitoral e começam a ver-se as acções de campanha de alguns candidatos. Como não podia deixar de ser, parte das suas acções passam por se mostrarem junto de instituições e colectividades para irem ‘beber’ informações e entrarem em contacto com a realidade local. À primeira vista isto não teria nada de mal,…

Veja mais

O que se diz por aí

Nesta fase em que apenas os cabeça de lista são conhecidos, muitos têm sido os nomes que têm sido falados para serem o número dois. Se no MpM é mais ou menos seguro que venha a ser a Ana, nos demais ‘concorrentes’ não há assim tanta certeza. No PS foi adiantado o nome do Santos,…

Veja mais

De contente…

“De contente te dói um dente” é uma expressão popular que reflecte o que às vezes lemos por aí. Ontem lemos uma publicação no Facebook que tinha por título “ser da terra é tramado…”. Mais à frente, nos comentários, surge um que diz que “Às Peixeiras da Vieira foi prometida uma actuação nas festas da…

Veja mais

Saída

Quando ontem a reunião começou e havia lugares vazios, pensámos que tinha a ver com atrasos de alguns deputados. Esperámos e esperámos, mas os lugares continuaram vazios. A bancada do PCP contou com a ausência de três deputados que, pelo que foi possível perceber, não deram justificação para a ausência. Essa ausência deverá ter sido…

Veja mais

Surpresa!

Realizou-se ontem mais uma Assembleia Municipal. Um dos pontos importantes da discussão era a votação da revisão do orçamento. Não houve surpresas! Cada um dos deputados votou no mesmo sentido que o vereadores tinham votado e a revisão passou. Há, no entanto, a surpresa do que foi a votação da revisão por comparação com o…

Veja mais

Sem placas

Quem vem ao concelho, a menos que tenha GPS, não sabe quando aqui entrou. Não há uma única placa de sinalização que indique que entrámos no concelho. Já não é a primeira vez que o assunto é abordado em reunião de câmara, mas a resposta de quem manda tem sido sempre a mesma. Como já…

Veja mais

Lido por aí CVIII

«A Junta de Freguesia da Marinha Grande fez esta nota sobre o aniversário da Coletividades das Trutas. E bem! Mas se a intenção é fazer reporte dos acontecimentos, e não mera campanha eleitoral de promoção da Presidente em exercício e candidata a novo mandato, teria sido de bom tom referir a presença no mesmo evento…

Veja mais

Carta por escrever

este fim-de-semana podia ler que as “competências que até agora a maioria das câmaras municipais só detinham a nível do pré-escolar e do 1.º ciclo – como a propriedade física das escolas, a tutela do pessoal não docente e a responsabilidade pela Ação Social Escolar, refeições, pequenas e grandes obras nos estabelecimentos, segurança e até…

Veja mais

Mau estado

Não temos fotos por isso decidimos usar uma que se assemelha ao que existe. Referimos ao estado em que se encontram as cadeiras do autocarro da TUMG que é usado para transportes ocasionais das colectividades. O estado em que se encontram é lastimável. Além de estarem grande parte delas rasgadas, os encostos de cabeça têm…

Veja mais

Abandono

Quando ontem vimos o estado em que o cemitério do Casal Galego se encontra, lembrámos do jazigo que está à anos para ser resolvido. É provável que estejam à espera que o assunto caia no esquecimento para que depois nada tenha que ser feito, não sejam pedidas responsabilidades a quem permitiu que aquilo acontecesse. Quando…

Veja mais

Ingovernável

As eleições estão ainda a alguns meses, mas é possível já prever o que irá acontecer depois das eleições. A câmara irá continuar ingovernável. Muito à semelhança do que tem acontecido nestes quatro anos, não se vislumbra um futuro risonho. A condução da autarquia irá continuar sem que seja possível que se avance com grandes…

Veja mais

Desmazelo

Fomos ontem chamados à atenção para o estado em que se encontra o cemitério do Casal Galego. Hoje passámos lá. O que nos tinha sido contado ficou aquém do que se vê! O exterior descuidado, com ervas nos passeios. No interior a ‘capela’ dá sinal de desprezo, com paredes sem tinta. Parte do terreno ainda…

Veja mais

Perguntámos!

Há uma hora o PS escreveu o seguinte: “Qual a diferença das Festas da Cidade dos anos anteriores para este ano? Perguntem às Associações e Coletividades que vão ter os seus espaços e poder angariar fundos para as suas atividades habituais e as suas infraestruturas!”. Foi o que fomos fazer, perguntámos! Eis o que muda: os…

Veja mais

1250

A câmara parece ter fixado a bitola dos patrocínios nos 1250 euros! Foi esse o valor há dois anos, foi esse o valor o ano passado e será esse o valor este ano! Pelo que a Cidália deu a conhecer na última reunião, os patrocinadores foram ‘convidados’ pela câmara e, tal como no ano passado,…

Veja mais

Equilíbrio

Pelo que se podia ler ontem na inauguração da sede do MpM, entendem que aquele movimento “é como andar de bicicleta, só o movimento consegue o equilíbrio“. Nunca vimos o candidato andar de bicicleta e desconhecemos se tem jeito para isso ou não, mas parece ser claro que se esqueceram que há muitos que, mesmo…

Veja mais

Vizinhos

Ontem foi inaugurada a sede do MpM. Daqui a uns dias deverá ser inaugurada a sede de campanha do PS. Ao contrário do que tem acontecido noutros anos, a sede vai ser noutro local. Desta vez a opção leva a que as duas candidaturas fiquem com as sedes separadas por poucos metros. Se há dias…

Veja mais

Copy – Paste

Estamos a uma semana de terem início das Festas da Cidade. Fomos dar uma vista de olhos ao que é o programa deste ano, ao do ano passado, ao de há dois anos e ao do primeiro ano das Festas. Ficámos com dificuldade em encontrar diferenças. Quando se comparam os programas a maior diferença que…

Veja mais

Vicente e os três Fs

Domingo felicitámos o ACM pela subida de divisão e errámos por não termos feito o mesmo quando outros clubes e outras modalidades tiveram bons resultados e quando subiram de divisão. Falha nossa, indesculpável. Apercebemos deste nosso erro quando ontem o Vicente e a Cidália receberam no salão obre o ACM pela subida de divisão. Naturalmente…

Veja mais

Fechar a porta

Pelo que conseguimos saber junto de pessoas próximas do vereador, depois do encontro de ontem e da foto que foi publicada pelo Pedrosa – que levou, ao que sabemos, a muitas questões dos seus apoiantes e amigos -, o Santos terá já dado a conhecer a alguns elementos da Distrital do PS que não está…

Veja mais

Lido por aí CVII

«Além de todas as ações que já constam do Orçamento, esta proposta de Revisão contempla (aditando ou reforçando) os seguintes e principais investimentos: Aquisição das instalações da antiga Fábrica Mortensen; Requalificações várias em 10 fogos de habitação social na Marinha Grande e requalificação das varandas dos blocos 1, 3 e 5 da Rua Júlio Braga…

Veja mais

Congeminação

Quando hoje vimos o Santos encontrar-se com o Curto não pensámos que o destino fosse a Vieira, para irem ter com o Pedrosa. Há pouco este publicou uma foto dos três sob o pretexto do que nele é conhecido, o futebol. Naturalmente que o encontro dos três nada teve a ver com futebol, mas vem…

Veja mais

Os números

Estão quase aí as Festas da Cidade. Como tem acontecido nos outros anos, a produção é entregue a uma empresa especializada (que tem sido sempre a mesma, ou melhor, do mesmo). É normal que assim seja até para que não se corra o risco de algo correr mal. O custo este ano é superior ao…

Veja mais

Ajustes

Em tempo de eleições quase todos os candidatos falam que se devem acabar os ajustes directos. O motivo é mais ou menos conhecido por todos: os ajustes não permitem dar a sensação de transparência que os concursos públicos dão. Claro que há quem diga que também nos concursos pode haver marosca, mas isso deixamos para…

Veja mais

Um

Enquanto a Cidália se decide sobre quem levar consigo na campanha para a disputa da câmara, fomos dar uma vista de olhos ao que foi a acção do deputado, com quem ela se comprometeu, na Assembleia Municipal. Quando soubemos que havia esse compromisso ficámos com a ideia de que a escolha tivesse a ver com…

Veja mais

Não nasce!

Ontem o ‘núcleo duro’ do + Concelho esteve novamente reunido para decidirem o que fazer. É sem dúvida um parto difícil aquele a que estamos a assistir. À medida que os dias vão passando e as reuniões se vão sucedendo mais começa a ser evidente a dificuldade que estão a sentir para decidir o que…

Veja mais

Mercado nas ‘calendas’

A expressão “calendas gregas”, significa “um dia que jamais chegará”, porque os gregos não tinham calendas, ou seja, não tinham aquilo que os romanos usavam e que deu origem ao actual calendário. O mercado está assim agendado para ser construído nas ‘calendas gregas’. Hoje a revisão foi aprovada, mas nem notícias sobre a construção do…

Veja mais

Porta aberta

Como era esperado, a revisão ao orçamento passou. Não vai mais haver necessidade de outras reuniões nem haverá mais desculpas para que o trabalho que é exigido ak Vicente e à Cidália não seja feito. Têm a porta aberta para trabalharem, sem desculpas ou justificações. Nem foi necessário o Vicente desempatar porque a Alexandra e…

Veja mais

Assim é batota!

Há 45 minutos foi publicada na página de candidatura da CDU uma linha de texto e fotos. O texto diz “A CDU está na rua! Acção de contacto com trabalhadores da Crisal”. Esqueceram-se de escrever que a acção de contacto tinha sido feita a semana passada, no mesmo dia em esteve cá o Ministro da…

Veja mais

Vereador impedido

Há pouco começou a discussão da revisão do orçamento. Como a semana passada tínhamos escrito, o Vítor declarou-se impedido para discutir o assunto e saiu da sala, como é normal em situações semelhantes. Confirma-se tudo o que a semana passada se escreveu sobre o impedimento e eventual incompatibilidade de funções. A partir de agora, a…

Veja mais

Olhar para a creche

Hoje irá ser discutida a revisão ao orçamento, como já várias vezes referimos. Ao fim de oito anos, em final de mandato, a Cidália decidiu olhar para a creche que já há muito deveria estar a funcionar na antiga Ivima. Em Outubro de 2011 já se podia ouvir o então Presidente dizer que “a Câmara…

Veja mais

O compromisso

Quando pensamos que os candidatos fazem as escolhas para integrar as suas listas com base no que é melhor para a terra nem sempre é correcto. Muitas são as vezes em que os interesses politico partidários se sobrepõem. Há, no entanto, outros motivos! Sabe-se que o PS anda com dificuldade em conseguir arranjar quem possa…

Veja mais

Correu bem

A temporada futebolística correu bem. O ACM conseguiu sugir de divisão; conseguiu que o rekvado ficasse finalmente em condições de ser usado depois do péssimo acordo do ex-presidente com o UDL, depois de a câmara ter ficado desprotegida no acordo que assinaram; conseguiu aumentar o espaço destinado à prática desportiva e até já conseguiu negociar…

Veja mais

Fôlego

O Aurélio deu a conhecer que quinta-feira vão inaugurar a sede de campanha. Desta vez optaram por colocá-la longe da câmara. Não vai mais ser possível usar a varanda para ver o que se vai passar na sede e é provável que tenha sido esse um dos motivos que os levou a irem para mais…

Veja mais

Grafites

Quem passa pelos jardins da biblioteca dificilmente não repara no que são os vestígios do vandalismo que alguns idiotas fazem. Quando se vê o que vai sendo estragado quase que se entende o motivo que leva a não se fazerem reparações. Alguns dos que aqui vivem não merecem mesmo nada. É, no entanto, quando se…

Veja mais

Iniciaram

O PCP, CDU em tempo de eleições, começou a sua campanha. Não se pode dizer que tenha sido envolta numa multidão, mas teve quem, no fundo, decide a vida do partido e, caso haja eleição, irá decidir a vida do concelho. É nesta fase que as preocupações surgem, não tanto por quem têm como candidata,…

Veja mais

Sem proposta

Quem ontem leu o artigo do Aurélio pode ler que “fomos os únicos que pugnámos para que, de forma séria, se apoiassem as instituições com ofertas sociais de apoio aos idosos, às crianças e às pessoas mais frágeis socialmente; que os apoios a associações e coletividades fossem, além de justos e transparentes, também rápidos e…

Veja mais

Revisão sem discussão!

Está agendado para segunda-feira a discussão e votação da primeira revisão ao orçamento. Todos se recordarão da polémica que o ano passado a revisão trouxe, tendo sido arrastada a sua aprovação por várias semanas, depois de ter sido rejeitada. Depois do que aconteceu, estando nós em ano de eleições, seria de esperar que a votação…

Veja mais

Lido por aí CVI

“(…) Assim, afirmo que me assiste o direito de criticar o que foi, poderia, ou deveria ter sido feito. Muito do que acerca do +Concelho se escreve nas redes sociais, só é possível afirmá-lo, por total ignorância do que foi realizado e como foi conseguido. Quero também salientar que, quem o afirma, se não sabe os porquês, foi por, no uso…

Veja mais

As alterações

É já público que um dos vereadores irá integrar os quadros da câmara, passando a ter a qualidade de funcionário. É um percurso normal. Se à primeira vista isso poderá ser algo banal, há uma coisa que poderá não o ser. Fomos ler o que a CNE diz sobre quem pode ser candidato e lá…

Veja mais

Semana da Deficiência e Inclusão

Está publicitada uma peça de teatro para quarta-feira, véspera de feriado, e é referido que “espetáculo integra-se na Semana da Deficiência e Inclusão”. Já vimos notícia de que o Ministro vem cá, soubemos que o Vicente foi entregar uma peça em cristal para o Papa e até já sobre as Festas há notícia. Não encontrámos…

Veja mais

Parto difícil

Ainda não foi ontem que o + Concelho tomou a decisão de avançar ou ficar quieto. Apesar do que hoje se pode ler de um dos integrantes do movimento, o parto parece estar difícil. Compreende-se que assim seja já que são conhecidas as ‘deserções’ e o Logrado não quererá correr o risco de ir a…

Veja mais

Misturas

Há sempre alguma dificuldade em entender quando há quem assume determinadas funções em comissões, associações ou qualquer outro tipo de organizações onde o papel que têm pode ser confundido com a sua qualidade de candidato. Ainda que possam ter um desempenho mais ou menos independente, é difícil dissociar o que fazer com as ideias que têm…

Veja mais

Sempre a somar

Como já era previsível, esta semana não podia terminar sem que mais alguém do Governo viesse dar uma mãozinha à Cidália. Desta vez é o Ministro da Educação quem vem cá fazer o seu papel e, ao mesmo tempo, tentar mostrar que o concelho está nas preocupações do Governo. Será mais um exemplo de que…

Veja mais

Pescar

Desde há algum tempo que se fala na possibilidade de o Santos poder vir a fazer parte das listas do PS. Se isso se confirmar não cremos que vá abandonar o lugar de vereador, devendo apenas desligar-se formalmente do partido pelo qual foi eleito e assumindo a posição de independente que, na prática, tem tido. Naturalmente…

Veja mais

Dúvidas

Os dias vão avançando e os candidatos começam a dar sinal de si. Na generalidade ainda vão apenas mostrando que estão vivos aparecendo em tudo o que é sítio, sem que haja, no entanto, ideias a serem apresentadas. O Galo ontem contrariou o que tem vindo a acontecer e avançou, de novo, com a mensagem…

Veja mais

Mais um coração

Desde que a Cidália foi anunciada como candidata que tem tentado ser passada a imagem, por parte de alguns elementos do PS, de que é uma pessoa com “coração”. Há pouco a CDU quis ir mais longe e lançou a ideia de que também têm coração, além da razão. Poder-se-á dizer que houve um ‘quase…

Veja mais

Candidatos procuram-se

Quando um partido recorre a pessoas desconhecidas para dar a cara para uma qualquer lista de um qualquer órgão pode ter duas leituras: a de que querem renovação ou a de que não têm mais quem o queira fazer. O PS escolheu para cabeça-de-lista à Junta da Marinha uma desconhecida nas lides políticas. A ambição…

Veja mais