Esqueceram-se de avisar

Pelo que vem noticiado, o Ricardo A. Pereira vai fazer espectáculos de solidariedade aqui pelo distrito para apoio às vitimas  Está anunciado que vai ser “O espetáculo, intitulado “Uma conversa sobre assuntos”, decorre de 26 de outubro a 26 de novembro e vai subir ao palco na Figueira da Foz(26 de outubro), Seia (27 de outubro), Leiria (1o de novembro), Tondela (15…

Veja mais

Só reagem

Ontem a Cidália escrevia que “Vou num carro de bombeiros querem passar e o trânsito é tanto que é difícil cumprir a sua grande missão“. O que os jornais chamam de turismo mórbido era mais do que previsível. Toda a gente ia querer ver o estado em que ficou o pinhal. Se para alguns se…

Veja mais

A carta

“Exmº Sr Ministro da Agricultura, Permita-me Vª Exª, que me dirija a vós através desta carta aberta, com o mesmo sentimento que os pais empenham na protecção dos seus filhos, assim o sinto eu na protecção dos meus Bombeiros. A eles lhes devo essa mesma protecção, cuidado e carinho. Infelizmente observo, que continuamos a ser…

Veja mais

Só faltou bofetada

Esta semana houve reunião de militantes no PCP. Só faltou bofetada! Ninguém quer assumir a responsabilidade pelo mau resultado que tiveram e os ânimos estiveram ao rubro. De um lado do Celso, pai da candidata eleita, do outro o Filipe. Dois grupos que defendem posições diferentes para o partido e que protagonizaram o que seria…

Veja mais

Peso na consciência

“O que aconteceu foi por algum desleixo nas nossas propriedades, umas do Estado, outras particulares. Assim chegámos a este desastre que aqui tivemos. Que saibamos tirar daqui ilações, para que não se cometem erros no futuro. Nesta geração já não vamos ter o pinhal como era” disse o Vicente ontem quando esteve no cordão que…

Veja mais

É difícil!

Há dias tivemos a ideia de tentar angariar algum dinheiro para fazer face às necessidades mais imediatas daqueles que perderam tudo. Depois de alguma demora, ontem recebemos a resposta da Cidália onde vem expresso que, no seu entendimento, “não haverá de momento necessidade extrema de se fazer este tipo de angariação de fundos, uma vez…

Veja mais

Meios tempos

Terça-feira os novos eleitos para a câmara deverão tomar posse. Ainda não há comunicações oficiais do que se possa estar a passar nos bastidores no que diz respeito a acordos ou distribuição de pelouros. Há, no entanto, a informação de que o PS terá ‘oferecido’ um pelouro a meio tempo para a CDU e um…

Veja mais

Alheamento

Ontem tomaram posse os eleitos para a Junta da Vieira. Não era, no entanto, previsível o que aconteceu. O Rodrigues lá ganhou mais uma presidência de uma assembleia (acreditamos que já não falte nenhuma), mas desta vez com o apoio da CDU! De uma forma estranha, a CDU absteve-se na votações, deixando assim que o…

Veja mais

Há um ano!

Um frequentador do largo ontem enviou-nos uma foto de um local onde há um cano roto desperdiça água. Pelo que nos foi transmitido, quem nos mandou a foto escorregou no paralelo molhado e, por sorte, não se magoou. Segundo essa pessoa, terá falado com quem ali estava a arranjar o jardim público que terá transmitido…

Veja mais

Bem prega Frei Tomás

Quando pensamos nos nossos autarcas, temos deles a imagem de que são os primeiros a cumprir com as obrigações que lhes são impostas, seja no âmbito do exercício de funções, seja na vida civil. A propósito da imagem que já hoje publicámos de uma reunião com os elementos da protecção civil, recebemos informação de que…

Veja mais

A resposta

Acabámos de receber resposta da Cidália, ainda na qualidade de vereadora, mas futura Presidente da Câmara, que transcrevemos e do qual demos já conhecimento à vereadora Alexandra e vereador Aurélio que se tinham disponibilizado a abrir a conta que tínhamos sugerido. «Exmos. Senhores   Como compreenderão os últimos dias têm sido de enorme preocupação e…

Veja mais

Depois de casa roubada…

Depois dos incêndios no Pedrógão, foi aprovado um voto de pesar por parte da câmara. Nessa mesma reunião a Alexandra “Perguntou se estamos a assegurar as condições de segurança nas nossas matas” tendo o Vicente respondido que “o nosso plano municipal está aprovado para a época de fogos de 2017. Tudo está planeado, tem havido reuniões uma…

Veja mais

“Envie um email”

Quem visita os entes queridos que já partiram não pode deixar de sentir algum desconforto com aquilo que se vê. Limpeza por fazer, torneiras a pingar e muito abandono. Tudo isto pode ser encontrado nos cemitérios aqui da freguesia. Há quem se conforme, mas há quem reclame. Foi-nos relatado que um munícipe ligou para os…

Veja mais

Suspeito

Está já na polícia a imagem do que foi encontrado nas matas com aspecto suspeito. Apesar do tempo quente que se fazia sentir, poucas dúvidas existem de que houve mais do que uma coincidência. Como já muitos disseram, é até provável que tudo tenha começado na esperança de que a chuva que estava prevista cair…

Veja mais

Esfumou-se

Somos um povo que nos momentos de aflição se une. No início da semana propusemos aos autarcas que fosse feita a abertura de uma conta no seu nome para que todos pudéssemos contribuir, com o pouco que cada um pudesse dar, e ser esse dinheiro destinado a ajudar quem perdeu tudo. Enviámos emails, falámos com…

Veja mais

Estarão à altura?

Sempre vivemos pelo lema se que mais vale decidir mal do que não decidir. O que agora afecta todos os que aqui vivem é resultado de não se decidir, ainda que mal. O pinhal ardeu. Era previsível? Óbvio que sim. Alguém fez alguma coisa para evitar? Claro que não. Os que mandam nada fizeram. Hoje,…

Veja mais

Lido por aí CXXVI

«Há muito tempo que as Matas Nacionais vivem numa relação de costas voltadas para as populações que se situam nos seus limites ou no seu próprio interior. Apenas existem as raras cedências recomendadas que a prepotência aceita, antes do romper da corda. A Mata Nacional de Leiria, o Pinhal do Rei, tem hoje gestores que sentados…

Veja mais

A Morte de um Rei…

Triste, muito triste… é como me sinto ao escrever estas breves linhas…com o coração negro como está o “nosso Pinhal”. Não  concordo no  entanto que se diga que o “nosso Pinhal”  tenha  ardido  por  falta  de  limpeza! Teria  ardido,  como  ardeu tudo… até jardins  como  se  viu! Não  havia  nada  que fizesse frente à voracidade…

Veja mais

O luto

Em S. Pedro alguém colocou uma gravata preta na estátua de D. Dinis. Quem lá consegue chegar, mesmo sem ir com os olhos lacrimejantes, sente que estamos de luto. Estaríamos de luto se assim os eleitos tivessem decido. Não iria trazer as árvores de volta, mas é estranho que não tenha sido decretado. Coisas da…

Veja mais

Rescaldo

Hoje teve lugar a última reunião do executivo. Notou-se à saída que nem tudo está bem. Os vereadores que vão deixar de o ser despediram-se, mas nem todos se despediram deles! Numa reunião destinada a aprovar as actas que estavam em falta, o assunto dos incêndios foi falado. Agora o rescaldo passa por começar a…

Veja mais

Coincidência

Há uns meses saiu a notícia de que está a ser projectado um investimento de milhões para todo o vale as paredes. Pelo que temos conhecimento, a quase totalidade dos terrenos e pinhais foram adquiridos já por uma empresa de Leiria, a mesma que quer avançar com o investimento. Sabemos que a semana passada foram…

Veja mais

Há culpados

Há culpados no que aconteceu. Não apenas quem deu início ao fogo é culpado. Outros há que não podem deixar de ser responsabilizados. Tomámos a iniciativa de enviar à Procuradora Geral uma queixa contra pessoas incertas (mas identificáveis) para que os responsáveis não fiquem impunes. Pode ser pouco, mas pensamos que é um princípio. Investigue-se…

Veja mais

Ajudar quem precisa

Agora que já chove e nada mais há para arder, há que pensar no dia seguinte. Há munícipes que sofreram prejuízos, perderam o que tinham ou parte do que tinham. Todos estamos solidários com quem sofre neste momento. Mas solidariedade é melhor quando isso se traduz em ajuda. Pouco podemos fazer, mas parece-nos que poderemos…

Veja mais

Reagir

Hoje foi, é e vai continuar a ser um dia profundamente triste. A nossa terra está a arder. Culpas há-as. Iremos diligenciar no sentido de obtermos apoio de quem nos possa ajudar a responsabilizar os que, pela inércia, pela incompetência, não facilitaram a vida aos que, de forma voluntária, combatem os incêndios. Iremos tentar, se…

Veja mais

Não há palavras

O inferno abateu-se sobre nós. Não há palavras para o que se assiste. Agora é tarde para se correr atrás do mal que está feito, mas é o momento para se pedirem responsabilidades àqueles que têm por função cuidar das matas. Anos e anos de incompetência que hoje tem que começar a não ser um…

Veja mais

Coisas estranhas

Todos se presumem inocentes até estarem condenados. Este é o principio sobre o qual nos regemos no país e no qual acreditamos. Temos, ainda assim, em relação a todos os assuntos uma opinião ainda mais quando os factos dão evidências que são difíceis de ignorar. Já conseguimos ler parte da acusação que está a dar…

Veja mais

Sem contactos

Amanhã vai poder ler-se que a Cidália admite distribuir pelouros pela oposição e que ela, o Curto e o Pedrosa estão encarregues de fazer os contactos. Pelo que conseguimos saber, até hoje nenhum contacto foi ainda estabelecido com os eleitos que irão estar na oposição. Ainda que possa ser feito algum contacto, até ao momento…

Veja mais

O trauma dos oitocentos

Desde o 25 de Abril de 1974, que na Marinha Grande, por razões diversas, o PS e o PCP sempre andaram de costas voltadas. Ora por isto, ora por aquilo, sempre se foram assumindo como “inimigos” de estimação, salvo breves entendimentos, esporádicos, pontuais e minados pela desconfiança. Agora que houve nova consulta popular, fomos dar…

Veja mais

Acusado

“O Ministério Público, do Departamento Central de Investigação e Ação Penal, deduziu acusação contra 28 arguidos, 19 pessoas singulares e 9 pessoas coletivas, no âmbito da designada Operação Marquês. Assim, foram acusados: JOSÉ SÓCRATES CARVALHO PINTO DE SOUSA, pela prática de crimes de corrupção passiva de titular de cargo político (3), branqueamento de capitais (16),…

Veja mais

A espera

Os munícipes votaram e escolheram quem querem para os governar. Partir-se-ia do principio que os eleitos iriam decidir o que irá acontecer no futuro. Não está a ser assim! Como se sabe, neste momento há a dúvida sobre o que irá acontecer em termos de distribuição de pelouros. Irá o PS fazer como fez neste…

Veja mais

Diferenças

Há muito que os resultados das eleições estão divulgados no site institucional do Ministério da Administração Interna. Há, no entanto, diferenças entre o que são os resultados que estão publicitados e os reais. Nada que implique uma alteração da posição que cada uma das forças tem ou mesmo o número de mandatos. Isso levou-nos a…

Veja mais

Que solução?

Com a tomada de posse dos novos eleitos a dever ter lugar até ao final do mês, não há ainda informações sobre o que poderá vir a acontecer. Está nas mãos da Cidália oferecer pelouros, mas dependerá sempre da disponibilidade dos eleitos da CDU e MpM aceitarem o que lhes possa vir a ser oferecido,…

Veja mais

Desvirtuação

Está a votação o orçamento participativo deste ano. São apenas cinco propostas. Das cinco apenas uma se pode dizer que seja a que integra o espírito do que são orçamentos participativos, as tais coisas supérfluas que a câmara não tem que pensar fazer, mas que são necessidades que os munícipes têm. A câmara continua a…

Veja mais

O barco afunda

Quando há uns meses se soube das eleições para a cooperativa e a intenção do PCP controlar aquela instituição, foi estanha a pressa que houve quando se sabia que não tinham exacto conhecimento de qual era o buraco. O tempo tem passado e, face à adopção de medidas que poderiam salvá-la, o buraco não diminuiu.…

Veja mais

O recado

Não se sabe ainda o que irá acontecer depois da tomada de posse do novo executivo. A Cidália falou que apenas com uma maioria se pode governar e sabe-se que parte da responsabilidade de o actual executivo ter tido durante anos tudo concentrado nela e no Vicente se deve à forma de ser deste. Já…

Veja mais

Sem decisões

As eleições já la vão e a última vez que o executivo reuniu foi na semana anterior à escolha do novo executivo. Até à tomada de posse o executivo mantém-se em funções e há assuntos que não podem ficar parados à espera que o novo tome posse. Estranhamente temos informação de que o executivo não…

Veja mais

O adeus

Com as eleições já passadas e os eleitos definidos, aqui no Largo há um dos ainda vereadores que não irá ser reconduzido e do qual iremos sentir falta. Talvez tenha sido o eleito a que mais posts deu origem pela forma peculiar como entrou e esteve na política. Aqui deste lado podemos hoje dizer que…

Veja mais

Silêncio

Os resultados eleitorais são conhecidos desde Domingo à noite. É cedo ainda para se saber o que irá acontecer, mas há algo que é estranho. A Cidália ganhou e fez o agradecimento da praxe. Não necessita de fazer mais do que isso já que a vitória lhe sorriu. Mas se é verdade que ela ganhou,…

Veja mais

Ganhou, deve liderar

Ontem assistimos a uma ‘discussão’ num dos grupos do Facebook que nos deixou algo espantados. A certa altura do texto que deu origem à discussão pode ler-se que, referindo-se à Cidália, “Não pode dizer que ganhou as eleições quando a esmagadora maioria dos eleitores NÃO A QUER PARA PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DA MARINHA GRANDE!…

Veja mais

Política à distância

Já antes tínhamos escrito sobre isso, mas agora que as eleições passaram, não é demais voltar ao assunto até porque os resultados estão à vista. Temos uma deputada no parlamento que é aqui da terra, a Margarida. Ao longo das semanas fomos lendo, nem sempre com vontade, os artigos que foi escrevendo no jornal. Todos…

Veja mais

Vieira sem água

Quem é da Vieira e precisa de tratar de um qualquer assunto relacionado com as águas tem necessariamente que se deslocar à sede de concelho. Hoje, quando um de nós teve necessidade de tratar de um assunto relacionado com águas, teve que vir à Resinagem tratar do assunto. Isto porque, para quem não é de…

Veja mais

E os cães?

Antes da campanha ter começado, o candidato da AD afirmou ter a solução para resolver o problema com cães que deambulam pelo pinhal. A campanha iniciou e não se conseguiu perceber qual era afinal a solução milagrosa. Como não foi eleito, o que se poderia esperar era que apresentasse a solução para que a câmara…

Veja mais

Limpeza

Na semana passada ficou-se a conhecer qual a prioridade que a nova Presidente tem na agenda para os primeiros 100 dias. Já escrevemos sobre isso, mas temos esperança de que possa mesmo conseguir, ainda que nos pareça que são 100 dias que poderiam ser evitados. Ainda assim, será bom para o município que isso possa…

Veja mais

As previsões

Uma vez mais se constata que a ‘sondagem’ que a semana passada surgiu estava longe da realidade que as urnas mostraram. Eleição após eleição a empresa de sondagens usada erra de forma clamorosa. Fica-se sem perceber o motivo de saírem este tipo de sondagens ditas oficiais quando se vê que, ano após ano, os erros…

Veja mais

Já se demitiu?

Se a nível nacional o PSD levou pancada da forte, a nível local até que nem se saiu mal. Depois de uma campanha desastrosa; com um candidato que foi tudo menos isso: sem comparecer na maioria dos debates e depois de ter feito a figura que fez no único onde foi, o resultado é muito…

Veja mais

Peixeirada

Depois de uma noite eleitoral, a primeira reacção da eleita pelo PS é afirmar que o marido naquela noite vai dormir com uma vereadora! A preocupação não foi festejar pelo que pode vir a fazer pelo concelho, mas o facto de ser vereadora! Poderá dizer-se que foi uma reacção a brincar, mas um eleito não…

Veja mais

Afinal, ganhou!

Se há quem, para além da Cidália, possa sair com um sabor de vitória, ainda que com travo a azedo, é a Alexandra. Conseguiu mais votos do que há quatro anos! Ainda assim, o resultado é mau, mas parece-nos que a responsabilidade não lhe pode ser atribuída. A derrota da CDU começou há dois anos…

Veja mais

Sabor amargo

Apesar de ter quase duplicado a votação de há quatro anos, o resultado fica aquém daquilo que poderia contar. Fez uma campanha para ter a vitória e o terceiro lugar apenas pode soar a amargo. Apesar de conseguir eleger mais um vereador, o MpM não atinge os objectivos a que se tinha proposto. Estando empatado…

Veja mais

O dia seguinte…!

  E agora? É pergunta que se impõe fazer no momento. Como irá ser governado o concelho? À partida não vejo que possa haver  uma “geringonça” a governar! Não acredito que a Denguncho vá querer estar sob a alçada da Cidália! E o MpM… será difícil devido à personalidade do seu líder, também não me…

Veja mais

Quem perdeu

Em política normalmente ninguém perde, mas nestas eleições há um derrotado. Depois de se verem os resultados para os diferentes órgãos, a conclusão a que se chega é a de que o Logrado perdeu o lugar na vereação muito por culpa da equipa que escolheu para integrar a lista para a câmara. Se é verdade…

Veja mais