Ficar com as chaves

Desde que começou a pandemia que as associações e colectividades têm vivido com dificuldades. Desde o início da pandemia que as associações têm vindo a pedir ajuda à câmara. Nunca receberam resposta. Agora fizeram um ultimato à Cidália, ou ela os recebe a próxima semana ou vão-lhe entregar as chaves das associações para que fique…

Veja mais

A partilha

Quando pensamos que não pode piorar a informação que a autarquia deveria dar sobre a situação do concelho, eis que o que vemos é limitarem-se a partilhar um vídeo de uma página no Facebook! Deveriam ser essas páginas quem deveria divulgar informação da autarquia e não o oposto! Para que precisamos de uma autarquia e…

Veja mais

Dar informação

O Duarte vai tentando dar algumas ideias para o que fazer no concelho. A última é a de poderem ser usados os outdoors electrónicos para dar a informação aos munícipes do actual estado da pandemia no concelho. A ideia é boa, mas ele esquece-se de um detalhe muito importante! Ao longo destas últimas semanas tem-se…

Veja mais

A lista

Quinta-feira o Governo vai rever a lista dos concelhos aos quais estão a ser aplicadas as medidas de confinamento. A Cidália disse várias vezes que fomos pioneiros a tomar medidas quando ocorreu a primeira vaga. A partir de quinta deveremos ficar já na lista dos concelhos em confinamento o que significa que os estabelecimentos comerciais…

Veja mais

Costas largas

O bicho tem as costas largas! A pandemia tem sido a desculpa para muita coisa. Em alguns casos com base de verdade, a existência da pandemia tem servido para que aquilo que deveria ser feito não o seja. Um dos exemplos foi o que ontem aconteceu na reunião extraordinária. A propósito das AAAF’s e CAF’s…

Veja mais

Sair de cena

A última reunião de câmara, entre muitas outras coisas, ficou marcada pela presença do substituto da Alexandra, o José Luis. Foram momentos degradantes aqueles em que ele falou. Para além de serem intervenções sem imagem, foram a leitura de uma cartilha que já está ultrapassada. A Alexandra foi mal substituída e parece que o partido…

Veja mais

Um sopro de coincidências

As pinturas de parede estão a ser feitas no âmbito do Festival de Arte Urbana a que deram o nome de ‘Sopro’. Como em tudo, a câmara não é capaz de fazer nada e contratou esses serviço a uma ’empesa’ para tratar disso. Tal função foi adjudicada, por ajuste directo, à associação “Riscas Vadias” por…

Veja mais

Sem cor

A câmara deu início à iniciativa de pintar paredes, algo que já é muito usado noutros concelhos. Até a Junta da Vieira mandou fazer isso antes da câmara! Em todos os mandatos os eleitos tentam deixar coisas que marquem o seu mandato. Até agora a Cidália não conseguiu fazer nada que fosse iniciativa sua, daí…

Veja mais

Quase lá!

92 é o número a partir do qual passaremos a integrar o grupo de concelhos aos quais são aplicadas restrições no âmbito do plano de combate à pandemia. Hoje estamos a 7 casos de podermos entrar nesse grupo de concelhos. Na última reunião de câmara ouvimos o Caetano dizer, e bem, que havia necessidade de…

Veja mais

8 meses!

Quem se der ao trabalho de escrever no motor de busca do Google “fundo de emergência covid” recebe uma lista de links relativos a autarquias que, no início da pandemia, criaram um fundo de emergência para auxiliar munícipes em situação difícil. Por cá também se falou nisso em Abril. A oposição fez a proposta. De…

Veja mais

Luzes de Natal

Possivelmente por falta de informação nossa, não sabemos ainda os planos da Célia para as festividades de Natal. Este é aquele ano anormal que as luzes de Natal nada significam perante a situação que estamos a atravessar. Sem que tenhamos razões para sair de casa, ir ver luzes pouco ou nada adianta. O mesmo se…

Veja mais

Tarde, muito tarde

Para que não haja dúvidas, somos a favor da decretação do estado de emergência. Dito isto, estamos num momento em que o país esta a começar uma fase muito difícil. Vai piorar e o país vai atravessar uma fase muito complicada. Por aqui, só amanhã a câmara vai reunir para discutir o tema da segunda…

Veja mais

Tudo a monte

Há uns anos a câmara tomou de arrendamento a ‘Casa da Marcolina’ por um valor considerável. De lá para cá concluíram-se as obras na Resinagem, foram feitas obras na ‘Rua da Retretes’, mas pouco mudou em termos da organização logística dentro da câmara. Na Resinagem colocaram alguns serviços e na ‘Rua das Retretes’ mais alguns,…

Veja mais

A réplica

Quando se tem muito dinheiro pode-se pensar fazer coisas que não lembram ao Diabo! Quando se olha para a imagem, o que se vê não é nada de especial. Pelo que conseguimos saber, na câmara querem colocar, na pala da Casa da Cultura, uma réplica em resina da estátua do vidreiro que está na entrada…

Veja mais

Desmazelo

Se este fim-de-semana muito se escreveu sobre o parque de estacionamento da Mobil, mais há ainda por escrever. Hoje as folhas das árvores que estão por podar há anos inundam toda a zona circundante. O vento tem-se encarregado de as levar a onde quer, dando possibilidade de mostrar o desmazelo que existe. Mas não é…

Veja mais

Coisas estranhas

Há coisas que são difíceis de entender. Como é óbvio, tirando as reuniões de câmara, vivemos em democracia e a liberdade de expressão está assegurada. Quem quiser viver em ditadura basta candidatar-se a um qualquer órgão do qual a Cidália possa ser presidente. Mas, dito isto, sem que se possa por em causa a liberdade…

Veja mais

Inacreditável

Assistiu-se há minutos ao que não pensámos ser possível assistir! A Cidália mandou cortar a transmissão enquanto vereadores estavam ainda a querer usar da palavra. É absolutamente inacreditável a prepotência e arrogância com que a Cidália tenta impor a sua vontade, para além da demonstração de que ou é como ela quer ou então corta…

Veja mais

O acordar

O Aurélio parece finalmente ter acordado. Tem-se assistido a mais intervenção nas rede sociais. A um ano das eleições, despertou. E o despertar não foi sem que tivesse já ecos daquilo que escreveu. Este fim-de-semana foi profícuo em reacções. A propósito do parque de estacionamento atrás da Mobil, o Aurélio queixou-se de nada ter sido…

Veja mais

Uma vez mais

Todos os anos os orçamentos municipais são apresentados para além do prazo. Este ano o prazo foi esticado por mais um mês e, como é obvio, a câmara aproveitou tal facto para, mais uma vez, não apresentarem o orçamento até ao final de Outubro. Não se compreende porque motivo tal acontece. Não estão a atender…

Veja mais

Mural

Alguns meses depois de ter sido dito numa reunião de câmara que iríamos seguir o exemplo de outros concelhos e iriam ser feitas pinturas de murais em algumas paredes do concelho, eis que começou a ser feita a primeira na torre dos bombeiros. Desta vez não foi uma promessa que ficou na gaveta. E, por…

Veja mais

Presencial com infectados!

Durante semanas a fio a oposição tem vindo a reclamar por reuniões de câmara presenciais. Durante o mesmo período de tempo, a presidente teimou em fazer as reuniões à distância. Agora que há, conhecidos, dois casos de infecção no seio da câmara e que todo o executivo está em isolamento, a Cidália convoca reunião presencial!…

Veja mais

O tanque novo

Há uns dias foi feito um comunicado pela Cidália sobre as piscinas onde realça o consenso entre todos os eleitos na decisão que foi tomada. Desde logo há que realçar que, salvo os apoios aos clubes, todas as decisões que foram tomadas ao longo deste mandato o foram sempre com todos os eleitos a votarem…

Veja mais

Simplesmente… INACREDITAVEL

Foi colocado há cerca de 24 horas um “post” na rede social FACEBOOK que mostrava uma “ANORMALIDADE MORTAL” que foi colocada certamente pelos serviços do município por ordem de quem não sabemos , mas pelo carpinteiro não terá sido… certamente. Mas passamos a transcrever o que diz o “post” do marinhense; Só da cabeça de…

Veja mais

Quarentena

Os dois casos conhecidos na autarquia deverão ter levado a que todo o executivo camarário (o permanente) esteja em quarentena. Pelo que conseguimos saber, um dos casos revelou sintomas na passada Quarta-feira. Apesar disso e de todos os alertas que são feitos diariamente, o segundo caso (que está em contacto diário com o primeiro) continuou…

Veja mais

Sem luz

Agora que estão já identificadas as pessoas a quem o vírus atacou na câmara, apesar de não gostarem do que escrevemos, desejamos-lhes rápida recuperação, sem mazelas. O facto de o vírus não olhar a quem ataca e de isso poder trazer consequências negativas não apenas para a saúde como para a economia de cada uma,…

Veja mais

COVID na câmara

Desde manhã que temos tido informação de que existem, pelo menos, dois casos de COVID na câmara, podendo ser de pessoas próximas da presidente. Há pouco tal informação foi confirmada tendo sido implementadas medida de limitação de contactos entre os próprios funcionários da autarquia. Estranho é que tenham demorado tanto tempo a dar conhecimento aos…

Veja mais

O prato

Esta foi a porção de comida que hoje foi colocada num prato de um pré-adolescente hoje numa escola aqui no concelho. Tentámos saber que comida era, mas não conseguimos que nos fosse explicado. A descrição que foi feita foi simplesmente a de que é “horrível”. Deve ser por isto que nas escolas, à hora da…

Veja mais

A propaganda e a realidade

“A Câmara Municipal da Marinha Grande encontra-se a executar a limpeza das valas e linhas de água urbanas do concelho da Marinha Grande, numa extensão total de 39.633 metros”. Este é parte do texto que se pode ler no site da autarquia. Hoje choveu e pode perceber-se que a propaganda tem, por oposto, uma realidade…

Veja mais

Calhou-nos a fava

A partir de hoje, aqui ao lado, em Leiria, estão em vigor uma série de medidas impostas pela autarquia. O presidente da câmara fez mais um comunicado aos munícipes dando-lhes conta daquilo que estão a fazer. Por cá não há nada! A presidente remete-se ao silêncio e não toma qualquer medida. Nada se sabe do…

Veja mais

Acabou

Hoje a presidente demorou a perceber o que é lógico. Depois de ter sido confrontada com o pedido da Alexandra, de ter ido buscar um ‘parecer’ ao jurídico para não ter que aceitar o pedido que foi feito, a Cidália foi forçada a ter que aceitar as reuniões de câmara num modelo misto de presencial…

Veja mais

Os piores

Há muito que se sabia que há, entre outros, um departamento na câmara que está a emperrar tudo. Hoje a Célia não conseguiu fugir e deu a resposta. Há muito que se tem apercebido que as reuniões de câmara são mal instruídas, quase sempre porque falta a fundamentação da lei. Hoje a Cidália teve que…

Veja mais

Sem selfie

A presidente manteve hoje a conversa do blá blá blá em relação ao pinhal. Quase chorou quando leu um texto que leu numa ‘conferência’ online que teve lugar no sábado. Foi somente mais conversa, daquela a que estamos já habituados que não dá em nada. Confirmou que a PSP esteve escondida por ‘indicações superiores’ por…

Veja mais

Os tumultos

Para alguns a imagem ainda está fresca na memória. Faz parte da nossa história e do legado que ontem a presidente quis deitar por terra. Quem ontem passou no jardim da FEIS pôde ver a quantidade de PSP que ali se encontrava (bem como as carrinhas estacionadas no parque) que, associado ao que a presidente…

Veja mais

Virar as costas

A Cidália ontem fez mais do que não se juntar ao povo. Virou-lhes as costas e, pior, virou as costas à história do povo Marinhense. Fomos conhecidos por não baixarmos os braços; por lutarmos por aquilo que queremos, por, se necessário, cortarmos estradas e linha de comboio; por termos presos políticos só porque não se…

Veja mais

Mão cheia de nada

A reunião do Observatório terminou e pode-se fazer o balanço. Foi uma mão cheia de nada. A Cidália fez questão de se demarcar de qualquer acção popular, como aquela que agora está a ter lugar. Fez questão de dizer que não é com acções populares que alguma coisa acontece e aí até acreditamos no que…

Veja mais

Para recordar

No dia em que se assinala o desaparecimento do pinhal, não será demais lembrar o que dois anos depois foi feito, sem responsáveis nem responsabilização! Mais um exemplo da inacção do executivo camarário que, sempre que pode, tenta deitar abaixo o que está vivo. Mais só não foram abaixo porque o projecto que tinham para…

Veja mais

Bajulação

Há três anos, daqui a um par de horas, começou o incêndio que levou o pinhal. Três anos passados, ficou nada. Hoje há as normais movimentações politicas para tentar tirar partido daquilo que aconteceu. A oposição contra o executivo camarário e o Governo e o PS local a tentar dar um sinal de que está…

Veja mais

Não fique calado

Foi decretado o estado de calamidade por causa do Covid. Antes apelámos a que muitos munícipes se juntassem amanhã em frente à câmara na sequência da ‘manifestação’ convocada por causa do estado em que está o pinhal. Com a decretação do estado de calamidade significa que não poderá haver ajuntamentos na rua com mais de…

Veja mais

Sem informação

Quando damos uma vista de olhos pelas páginas oficiais de outros municípios, que os sites institucionais quer as páginas nas redes sociais, é recorrente ver que eles têm a preocupação de dar a conhecer qual a situação epidemiológica desse dia. Quando olhamos para a informação que o nosso município dá a esse respeito, o que…

Veja mais

Três anos e nada!

Quinta-feira faz anos que o pinhal desapareceu. Faz também anos que nada acontece. A última intervenção pública da presidente sobre o assunto foi para dizer que se sabia que os sobreiros iriam morrer porque não tinham quem os regasse. Ainda assim pousou para a fotografia quando o Costa aqui veio! Foi anunciado que quinta vai…

Veja mais

Prioridades!

Há umas semanas um trabalhador faleceu numa obra a cargo da câmara. Morreu enquanto ganhava para sustentar a família. Apenas o Caetano expressou os sentimentos. Hoje faleceu uma co-piloto no rally, na prática de um desporto, e a Alexandra não deixou de vir a público apresentar condolências e mostrar-se chorosa com o facto. Claro que…

Veja mais

Sozinha

Os últimos acontecimentos dentro do PS mostram que o ambiente lá dentro está longe de ser pacífico. A Cidália tem a maior oposição dentro de casa! Se se pode queixar de alguém, não é dos eleitos que compõem a oposição na câmara, mas dentro do seu próprio gabinete. Torna-se evidente que ela está numa ilha…

Veja mais

Mais um…

“Caros camaradas, Venho por este meio dar-lhes conta de que, com efeitos imediatos, resigno às minhas funções nos órgãos concelhios do Partido Socialista da Marinha Grande, mormente como presidente da mesa da Comissão Política Concelhia (CPC) e membro da CPC. Apresento esta resignação em fórum aberto junto dos militantes democraticamente eleitos para a CPC, visto ter…

Veja mais

Fechar a porta

Depois da última reunião da CPC do PS, o Bruno, ex-candidato a esse órgão, bateu com a porta. Depois de lhe ter sido ‘retirada a confiança política’ por parte do presidente da CPC, o ex-candidato bateu com a porta e saiu do secretariado. Em causa está, pelo que se conseguiu apurar, divergências quanto ao rumo…

Veja mais

Fazer a cama

A um ano das eleições, começam a surgir as primeiras movimentações internas para que possam tentar ganhar a câmara. A primeira de que há conhecimento é no seio do PS. Sabe-se que uma das regras internas do partido é a de que quem tem a câmara pode escolher ficar como candidato para as próximas eleições.…

Veja mais

Não é para todos!

Ter empregos que permitem que se faça, na hora de expediente, coisas que nada têm a ver com a sua função, não é para todos! Não admira que depois, em certos comentários, possamos ler que algumas pessoas não apreciam o que escrevemos. Afinal até é normal que não gostem quando, de quando em vez, eles…

Veja mais

“Hoge”

Ontem celebrou-se o 5 de Outubro e, na Vieira, aproveitaram para inaugurar a estátua. Esteve presente a Cidália. Foi estranho vê-la celebrar um dia quando, para ela, o que contam são todos os dias! Afinal há dias que são para ser celebrados e outros não! Mas a cerimónia ficou marcada pelo facto de homenagearem os…

Veja mais

As dúvidas

A estátua que segunda irá ser inaugurada chegou já à rádio nacional, mas, pelas informações que já nos chegaram, ela não deixará de ficar envolta em alguma neblina. Há questões que os munícipes deveriam ser informados até porque se trata de dinheiros públicos que estão envolvidos. Questões como quais foram as empresas escolhidas e quem…

Veja mais