Quem é responsável?

Há pouco lemos um texto que é o resultado da reunião da concelhia do PS em que se congratulam pelo facto de ir ser colocado aqui o Departamento Nacional das Matas. No texto referem que nunca deveria ter saído daqui e que “não fossem as políticas de abandono da Mata Nacional e de desmantelamento da…

Veja mais

Em dois dias…

Sobre a questão das obras no centro de saúde é interessante ver a forma como a autarquia lida com o assunto. No início da semana houve problema com as obras e todos, médicos, enfermeiros, funcionários e utentes foram para a rua por ser impossível estar lá dentro. Enquanto isso os médicos aconselhavam os utentes a…

Veja mais

Vereador do asfalto

No início do segundo trimestre de 2016 o então presidente anunciou que ia asfaltar o concelho. Era mais de um milhão e meio de euros, 52 quilómetros e 142 ruas que iriam ser asfaltadas. Não se viu que isso acontecesse. O asfalto ficou na gaveta juntamente com os projectos. Hoje em dia é o Caetano…

Veja mais

Uau!!!

Quando ontem lemos uma publicação da câmara no Facebook ficámos com a sensação de que tínhamos voltado uns anos atrás, numa daquelas aldeias do interior. Isto porque a presidente da câmara se dá ao trabalho de comentar a decisão de um qualquer banco de aceitar colocar uma caixa multibanco na Vieira! É sem dúvida um…

Veja mais

E fazer bem feito?

Há uns ias escrevemos sobre o estado em que se encontra a zona industrial. O mato fazia parecer que estávamos a entrar numa zona inabitada. A semana passada andaram por lá a fazer aquilo que deveria ter sido feito há muito, cortar o matagal existente. Passaram já vários dias desde que por lá andaram e…

Veja mais

Quem nasce torto…

Com a época balnear em pleno, pelas bandas da Vieira há um exemplo do que é a desatenção com os detalhes e que mostram o quão pouco os nossos autarcas se preocupam em dar uma imagem boa do concelho. Ali bem entre as barracas que foram colocadas está um belo exemplar que mostra que quando…

Veja mais

Assim está a saúde!

No momento em que escrevemos este texto são 15:45 de terça-feira, dia 9 de Julho. Acabámos de ser atendidos na rua por um médico que nos explicou que no centro de saúde fecharam tudo porque houve um “pequeno” erro de planeamento que levou a que as rebarbadoras não ficassem silenciosas nem o pó fosse acalmado…

Veja mais

Tarde

Muitas são as vezes que se ouve dizer que na câmara tratam tudo em cima do joelho. Do lado de quem decide a desculpa é sempre da morosidade dos concursos, nunca sendo sua a culpa dos atrasos. Em S. Pedro começaram a fazer a reparação dos passadiços. A responsabilidade não é da câmara, mas entende-se…

Veja mais

Época balnear

A época balnear aí está há, mas há locais onde parece que não começou. Em S. Pedro, durante o fim-de-semana, um dos locais que é gerido pela autarquia estava inacessível. As fitas que se vêm na imagem impediam o acesso dos que ali fossem. Não deixa de ser mais uma pedra no sapato de uma praia castigada ao longo dos últimos anos.

Veja mais

VIDROS PARTIDOS | PERIGO

Quem passa pela Rua Machado dos Santos onde antigamente funcionou uma loja de referência no que diz respeito a artigos de decoração, e que senhora presidente bem conhece, ROSA MOSQUETA era o seu nome, e tal como o comércio naquela zona está reduzido a zero, tem que o fazer com bastante cuidado. Os vidros das…

Veja mais

Notas de pesar

Pode dizer-se que a tragédia se abateu sobre a autarquia com o falecimento de uma vereadora. Foi um momento de “profunda consternação e tristeza para toda a Câmara Municipal” como afirmou a presidente em resposta à nossa nota de pesar enviada à autarquia. A câmara esteve ao nível que se esperava ao decretar o luto…

Veja mais

Luto

Todos os autarcas nos merecem o maior respeito, concordemos ou não com a sua forma de estar na política. Por respeito pelo falecimento da vereadora Melina, vamos encerrar o Largo durante o período de luto municipal que foi decretado entre os dias 8 a 10. Apesar de não irmos fechar os comentários, pedimos que seja respeitado o luto municipal decretado.

Veja mais

As pinturas

Já há uns dias escrevemos sobre um bom exemplo por oposição ao que é o procedimento normal da autarquia. A estrada que foi reparada por uma empresa que não se limitou a fazer uns remendos. Já lá não passávamos há uns dias, mas há pouco quando passámos ficamos espantados, de novo. A empresa mandou fazer…

Veja mais

Que lindo!

Temos um concelho de empreendedores. Temos praias bonitas e até tínhamos um pinhal que dava gosto visitar. Deveríamos ter a terra que nem um brinquinho! Mas não é assim, infelizmente. Apesar de haver quem defenda de força acérrima o actual executivo, continuamos a não conseguir ver que estejam a fazer bom trabalho. Possivelmente o erro…

Veja mais

Não havia necessidade!

Na audição na “Comissão de Agricultura” da Assembleia da Republica, o JPP (psicólogo), esteve igual a ele próprio. Defendeu com “unhas e dentes”  a sua dama (a senhora do cortinado), elencou um rol de reuniões, completamente inúteis como se sabe, e deu um relevo extraordinário, ao facto da senhora (do cortinado), ter salvo o “ARQUIVO…

Veja mais

Lágrimas de…

Pode até ser que sejam lágrimas sentidas aquelas que hoje a Cidália deitou no Parlamento enquanto era ouvida. Temos, no entanto, alguma dificuldade em acreditar que o sejam. É natural que ali elas dessem jeito não apenas para evitar que pudesse haver uma segunda ronda de questões como para que pudesse obter a simpatia dos…

Veja mais

Carimbado

Hoje ficou claro o que há muito se sente no concelho. Desde há muito que se ouvem os comentários de que quem não tem cartão de militante é relegado para um segundo plano, que as oportunidades não são as mesmas e muito mais. É quase como se quem não tem um carimbo na testa que…

Veja mais

Séquito

Hoje o gabinete da presidente mudou-se para Lisboa. Na audição da Cidália estavam na bancada o chefe de gabinete e o adjunto. Muito possivelmente foram para ver se ela estava a ler em condições o discurso que lhe prepararam naqueles quase vinte minutos em que esteve a ler, quiçá para ajudar os deputados a adormecer.…

Veja mais

A audição

Afinal está tudo bem! Tirando a dramatização final com o choro, como não podia deixar de ser, o que a Cidália foi fazer à AR traduz-se em nada. Não respondeu ao que lhe foi perguntado. Não se conseguiu ficar a perceber qual tem sido o papel do Observatório e qual o seu papel enquanto coordenadora…

Veja mais

Só amanhã

Só amanhã vai a reunião de câmara, extraordinária, a aprovação do procedimento para a confecção e fornecimento de refeições para os lanches dos três agrupamentos do concelho. Com os três meses que demora a adjudicação num qualquer concurso público, fica por perceber como é que vai ser garantido que em Setembro as refeições estejam asseguradas…

Veja mais

Já lá está!

O Pedrosa já está com assento na Assembleia da República. Entrou como substituto de uma deputada que foi para o Parlamento Europeu. Hoje está com assento numa comissão parlamentar e nada como aproveitar o momento para roer as peles dos dedos! É, sem dúvida, uma forma diferente de se estar no local onde os eleitos representam a população.

Veja mais

Começar por cima

Os exemplos deveriam começar por cima. Em todas as situações deveria ser o Estado a dar o exemplo. Ontem, quando se passava à noite em frente ao IEFP, o que se podia ver era todas as luzes acesas e todos os computadores ligados com os respectivos monitores ligados. Será este o exemplo que querem dar…

Veja mais

Lapso

Na câmara parece que agora a incompetência passou a ter o nome de “lapso”. É o lapso que obriga a uma continuação da assembleia municipal e deverá ser o lapso que leva a que na agenda da reunião extraordinária de quinta esteja muito mais do que apenas a ordem de trabalhos. Pensamos que é a…

Veja mais

Saiu donde?

Como é evidente todos os que aqui escrevemos gostam de política. Saber ser-se politico é essencial e estar na politica para a manutenção da democracia tal como a conhecemos. Naturalmente que o ‘parlamento’ local não é sitio onde se ouvem grande intervenções nem mesmo onde os eleitos mostram ser as pessoas mais eloquentes. Muitos dos…

Veja mais

Extraordinário!

Há muito que se sabe que as reuniões extraordinárias são usadas para tudo e mais alguma coisa. A semana passada foi a última. Quando se olha para as ordens de trabalho dessas reuniões fica-se com a sensação de que não são assuntos que motivem uma reunião extraordinária. Ontem a Célia deu um contributo grande para…

Veja mais

A senhora, a Célia, e outras histórias!

Como é do conhecimento geral e mais concretamente daquelas que estão à frente das coletividades, clubes e associações, para se candidatarem aos apoios da câmara, têm de impreterivelmente de entregar o pedido devidamente fundamentado e acompanhado de um rol de documentos (dos quais falta sempre… um!), até ao mês de setembro, para a câmara incluir…

Veja mais

Travessia do deserto

Depois daquilo que lemos e que já aqui transcrevemos, fomos tentar saber mais do que tem sido aquilo que nos parece ser uma ‘travessia do deserto’ por parte de uma associação que tem estado com dificuldades junto da câmara. Depois de terem sido aconselhados a criarem a associação porque alegadamente desse modo poderiam obter mais…

Veja mais

Ipsis verbis

“Terminou o nacional de Kickboxing levamos quatro atletas e temos 3 campeões nacionais e um vice campeão… O Joelito na final perdeu, na nossa opinião injustamente levou 4 pontos negativos mal atribuídos mas é mesmo assim o fight game, parabéns ao seu adversário que também foi uma máquina, o João Inês teve três combates pela…

Veja mais

Sorriso

Uma das coisas mais enigmáticas que dizem que existe é o sorriso da Mona Lisa. Os entendidos não se conseguem entender quanto a ele. Agora que vão mudar o quadro para outra sala do Louvre lembrámos que quarta-feira o sorriso da Cidália irá também ter um quê de enigmático quando estiver sentada em frente dos…

Veja mais

A audição

Já é conhecida a data em que a Cidália e o membro do Observatório vão ser ouvidos no parlamento na Comissão de Agricultura e Pescas. Dia 3 de Julho, a partir das 9h00 vão ter que responder aos deputados da Nação. Vai ser interessante poder acompanhar as justificações que irá dar a tudo aquilo que se sabe que não tem sido feito.

Veja mais

Todos a favor!

Em cima da mesa das freguesias está a aceitação ou não da transferência de competências para as Juntas de mais competências do que aquelas que tinham. O procedimento é semelhante àquele que tem sido seguido pelas câmaras. Nas três freguesias do concelho há já duas decisões. A freguesia da Marinha não conseguiu ainda chegar a…

Veja mais

Quanto tudo arder…

Quando tudo arder ficam descansados e passarão a conseguir cumprir a sua missão de proteger a floresta. Ontem houve mais um incêndio aqui no concelho numa das poucas zonas onde ainda há pinheiros vivos. A imagem não deixa muitas dúvidas sobre aquilo que há dias foi dito que tem sido o cuidado que o Estado…

Veja mais

E vai outra!

Foi já dito várias vezes pelos eleitos que um dos problemas que levam a que não consigam fazer as coisas mais rapidamente prende-se com o tempo médio que um concurso público leva até que possa ser feita a adjudicação. Há dias foi referido que a correr bem um concurso público não conseguirá permitir adjudicação em…

Veja mais

De saída?

O Álvaro foi uma aposta do PS para tentar ganhar as eleições usando algum prestigio que o Álvaro tem na função que desempenha. Apesar de não ser um político de carreira, a aposta nele foi para que não corressem riscos. Naturalmente que se tem notado que o facto de não estar a tempo inteiro na…

Veja mais

Apoio ao turismo

Não é apenas por aqui que há exemplos do descuido e péssimo cuidado com o que é de todos. A limpeza e cuidado com os espaços públicos deixa muito a desejar. Na Vieira, na praia, em plena época balnear o que se pode ver num dos terrenos da Junta é o que as imagens mostram.…

Veja mais

Sempre vai

A Cidália sempre vai ter que ir à comissão de Agricultura responder pelo que tem sido a inércia do Estado na questão das matas. Quem fez o pedido, com carácter de urgência, foi o BE. Fica assim explicado o motivo de hoje o PS ter reagido contra o técnico que se demitiu! Agora será de…

Veja mais

A fonte de inspiração

Há pouco vimos o flyer relativo à época balnear da Vieira e no fundo vêm-se vários brasões das várias entidades envolvidas. O único que destoa é, como não poderia deixar de ser, aquela imagem estranha que criaram para alegadamente ser a que representa o concelho. Desde o primeiro dia que não gostamos dela e o…

Veja mais

As reacções

A demissão da semana passada de um técnico que integrava o Observatório já causou reacções. Hoje o PCP emitiu um comunicado onde reclama por mais condições para o pinhal. A semana passada o MpM também já tinha reagido reclamando por mais e melhores condições. Hoje foi também a vez do PS tomar posição. Também aqui…

Veja mais

Invisível

Este fim-de-semana uma das mais antigas colectividades do concelho comemorou o seu 96.º aniversário. Depois de terem sofrido com a destruição do telhado, de nunca terem recebido apoio da câmara (enquanto que outras conseguiram receber), os sócios daquela colectividade ainda conseguem quase encher a sala. A parte mais curiosa de tudo isto é o facto…

Veja mais

Comissão parlamentar

Não, ainda não é desta que a Cidália vai ser chamada ao parlamento. Por causa da demissão do técnico que integrava o Observatório, amanhã vai a votação o requerimento feito pelo CDS para que seja feita a sua audição juntamente com o Ministro da Agricultura na Comissão Parlamentar da Agricultura e Mar. O técnico, que…

Veja mais

Que escondem?

Hoje deveria ter sido analisado o ‘inquérito’ de que falámos há dias sobre o que aconteceu há um ano com a questão das águas impróprias. Deveria ter sido porque não foi! A Cidália retirou o assunto da ordem de trabalhos. Não espanta que assim fosse. Aos vereadores da oposição não foi dado a conhecer o…

Veja mais

Promessas… leva-as o vento

Quando foram compradas as instalações da antiga FEIS, a Cidália afirmou nos jornais que o destino que iria ser dado àquelas instalações deveria ser fruto de uma discussão alargada. Temos que admitir que acreditámos que isso iria acontecer. Erro nosso! Já deveríamos saber que as promessas da senhora presidente vão com o vento. Sem que…

Veja mais

Nem em casa!

Raras são as vezes em que se consegue ver o interior da câmara. Muitas são as vezes que recebemos informações do desmazelo que existe um pouco por todo o lado. Em certa medida acreditávamos que aquilo que se vê nas ruas do concelho não tinha nada a ver com o estado dos espaços que são…

Veja mais

A carta

Escrever uma carta é simples, mesmo hoje em dia que se perdeu muito esse hábito. Há, no entanto, uma carta que anda desaparecida. Da carta educativa nunca mais houve notícias. Nada se sabe sobre o que está feito, sobre o que falta fazer e sobre uma data em que possa aparecer. Desde há anos que está para ser feita e dela depende a elaboração do PDM. A Célia, hoje com o pelouro, não disse ainda nada sobre o assunto, dois anos depois de ter sido eleita.

Veja mais

Inércia

O Observatório falhou na função que tinha. A demissão de um dos especialistas é o culminar de um percurso que poderia ter sido glorioso e poderia ter trazido algo de bom para o concelho. Desde muito cedo se percebeu que o incêndio no pinhal era o palco ideal para que alguns políticos aparecessem. Aqui passaram…

Veja mais

Outra senhora

Hoje, em conversa com um amigo, chegámos à conclusão de que vivemos numa terra onde o lema que quem governa segue é o já conhecido “orgulhosamente sós”. Não nos referimos ao facto de a terra estar isolada em relação aos demais concelhos, mas à forma como a gestão é feita. Apesar do discurso que se…

Veja mais

Está tudo bem!

Já esta semana escrevemos sobre o PDM e sobre o que vai ser decidido segunda em mais uma reunião extraordinária. Achámos estranho o que tivemos conhecimento e fomos tentar saber mais. A expressão que mais se ajusta ao que apurámos é que «está tudo bem». Vamos por fases, sem querermos repetir. Em 2014 foi feito…

Veja mais

Órfãos

A ‘bomba’ estoirou quando um dos elementos do Observatório do Pinhal se demitiu. O facto teve direito a ser notícia nos principais órgãos de comunicação social nacional. O ICNF viu-se forçado a vir a terreiro dar uma justificação. Aqui na terra sentimos como se fossemos órfãos de presidente que desapareceu num assunto que até lhe…

Veja mais

As contas

“A Mata Nacional rendia 2 milhões de euros anuais ao Estado. Prevê-se um investimento 4,4 milhões até 2022, que além da floresta ainda vai ter de suportar a recuperação de estradas, etc… Se fizermos as contas ao investimento anual desde os fogos, trata-se de 0,88 milhões, menos de metade do rendimento da Mata. Para reflorestação…

Veja mais

PDM e as calendas

O PDM é um dos instrumentos essenciais para o desenvolvimento do concelho. Dele depende quase tudo o que diz respeito à organização do território. Veja-se o caso da necessidade de proceder à suspensão do mesmo quando se trata de autorizar certas obras. O PDM aqui do concelho tem andado a ser empurrado para a frente…

Veja mais

Ganhem vergonha!

Já antes escrevemos sobre o tema, mas hoje decidimos ir mais além. Fomos tirar fotos a um dos lugares mais desprezados do concelho. Dali saem grande parte das exportações e deveria ser o local onde, mais do que qualquer outro, deveria ser o exemplo. A zona industrial é, a nível concelhio, o local onde mais…

Veja mais

Conspurcação

Começou a época balnear e a menos que a candidata às europeias pelo BE esteja já a banhos, que faz o cartaz dela ali bem no meio da praça em S. Pedro a conspurcar a paisagem? O BE, tão zeloso que parece ser com coisas que têm a ver com o ambiente, com a imagem…

Veja mais