Promiscuidade

Não temos dúvidas algumas de que os anteriores presidentes de câmara deverão sentir vergonha por tudo aquilo que se está a passar na autarquia. A promiscuidade atingiu níveis nunca antes vistos. Referimos promiscuidade no sentido daquela que existe entre a câmara e o partido que a governa, o PS. O que hoje saiu na página…

Veja mais

Vergonhoso

A câmara é composta por sete eleitos. Uns têm pelouro, outros não. É a democracia em funcionamento. Seja qual for a força política que tenha os pelouros, a câmara é o órgão que é composto por várias forças políticas, não cabendo àquele órgão autárquico tomar posição em relação a uma ou outra força política. Isso…

Veja mais

Jornal da Câmara

Começa a dar demasiado nas vistas a subserviência da comunicação social local ao poder local. A necessidade da publicidade paga faz com que o que se lê seja sempre a favor de quem manda na autarquia e se omitam os factos. Numa semana em que foram denunciadas ilegalidades, em que as AAAFs e CAFs foram…

Veja mais

Mortos e desaparecidos

Segunda as vereadoras do PCP tomaram, juntamente com os do MpM, uma decisão importante. A partir de segunda a câmara deixou de poder prestar um serviço aos pais das crianças que andam na escola. Só ainda não foi sentido o efeito da decisão porque os serviços continuam a ser prestados, num claro desrespeito pela decisão…

Veja mais

Fundo de Emergência injusto

Já com vários meses de pandemia em cima, esta semana foi revelado o Fundo de Emergência Municipal para apoio a quem está em situação desfavorável. Como em quase tudo, uma decepção. Nem conseguimos compreender como é que a oposição na câmara e na assembleia se contentaram com aquilo! São várias as entidades que no concelho…

Veja mais

Duas faces

Ontem a presidente mostrou, uma vez mais, duas faces. Tudo surgiu quando começou a querer alterar o regimento. Segundo ela a proposta surge na sequência do que a Alexandra disse uns tempos atrás, numa clara errada interpretação do que foi afirmado. A proposta era para que o regimento passasse a incluir a possibilidade de ela,…

Veja mais

A inacção

Ontem o Costa alertou para a necessidade de haver contenção, de se ficar em casa. Apelou para as autarquias tomarem medidas. Chamou a atenção para o facto de os parques poderem ser um local de contágio. Sabendo-se que todos temos uma tendência forte para encontrar a fuga para a regra, hoje esperávamos que os parques…

Veja mais

De patas ao ar

Qualquer autarquia tem duas divisões que são essenciais para que possa actuar dentro da lei: a divisão financeira e a divisão jurídica. Há muito que se sabe que a divisão jurídica está entregue a uma girl do PS que foi ‘contratada’ pela Cidália, mas que tem vindo a mostrar saber pouco daquilo que faz. Tem…

Veja mais

Ridículo

A presidente ainda não conseguiu perceber o ridículo em que cai quando se apresenta sempre de máscara. Claro que há que ter cautelas por causa do contágio e até se entende que nas reuniões ela esteja de máscara porque não está sozinha no gabinete, mas quando faz uma comunicação aos munícipes num vídeo gravado e…

Veja mais

Batata quente

A Cidália tem nas mãos uma batata quente. O PS veio já tentar mascarar a verdade, de uma forma que se pode considerar vergonhosa. E vergonhosa porque não apenas divulga parte de um parecer que apenas pessoas com acesso limitado têm acesso, o que faz com que se conclua que a informação sai directamente do…

Veja mais

Vitimização

Como se previa, a ratificação que a Cidália queria não foi feita e agora vem a vitimização, que a Cidália começou a esboçar na sua declaração de voto, atribuindo à oposição a culpa daquilo que é da exclusiva responsabilidade da Célia e da Cidália. As crianças vão ficar sem AAAFs e CAFs por culpa que…

Veja mais

Estoirou!

Como há dias escrevemos, a bomba vai rebentar! Uma vez mais a gestão do pelouro da Célia criou problemas. Em causa está o facto de terem querido fazer mais do que um concurso para as AAAFs e CAFs. O concurso foi lançado tarde e agora há reclamações em cima da mesa que impedem que possa…

Veja mais

O que se diz

Há pouco foi falado pela Lara a questão relacionada com a alteração dos lugares do vendedores, alteração que foi contrária ao que tinha ficado decidido. Deixou no ar algo que não quis dizer. Mas aquilo que que a Lara não quis dizer, por razões que são compreensíveis, é tudo aquilo que se ouve quando se…

Veja mais

Opções caras

Numa altura em que as notícias dão conta de cada vez mais infectados, mais mortos, há quem tome opções que podem ser caras. Hoje teve lugar a manifestação organizada pela CGTP e sindicato dos vidreiros. Concentrados no estacionamento do cemitério, foram em fila para a rotunda com o distanciamento aconselhado. Na rotunda ali se posicionaram…

Veja mais

18 de Janeiro

Segunda celebra-se mais um ano da luta dos vidreiros. Para o dia estavam previstas as mesmas iniciativas de sempre, com os mesmos intervenientes de sempre. A partir de hoje “é proibida a realização de celebrações e de outros eventos” o que significa que nada vai poder ser feito. Ainda assim não houve ainda o cuidado…

Veja mais

É estranho!

Cada vez menos acreditamos que os números que nos dão de infectados tem correspondência com a realidade. Informações que surgem um pouco de todos os lados, de dentro das unidades de saúde, dão conta de números que não têm surgido nas estatísticas. Ontem, no dia em que o PSD anuncia o seu candidato surgem igualmente…

Veja mais

L’etat c’est moi

Uma das ‘guerras’ que tem existido desde que estamos em pandemia tem sido a forma como as reuniões de câmara têm lugar. De acordo com o regimento, as reuniões devem ter lugar no salão nobre e alterações à forma como têm lugar devem ser aprovadas. Não cabe à presidente fazer como bem quer. Mas, durante…

Veja mais

O soar dos tachos

Os anos passam e não conseguimos deixar de lembrar o dia em que as labaredas encheram o céu de um fumo negro. Cada vez que passamos por onde antes havia sombras essa imagem vem à memória. O facto de nada estar a ser feito agrava o sentimento de perda. Tendo sido uma perda para o…

Veja mais

Mais valia estar quieta!

O novo confinamento entra em vigor daqui a umas horas. Claro que são tantas as excepções, que se pode falar de um confinamento muito pouco confinante! Veremos o pouco efeito das medidas daqui a uns tempos. Da parte da Cidália o silêncio tem sido o que mais se tem assistido e a máquina de propaganda…

Veja mais

Uns fazem!

A Junta da Marinha conseguiu auxiliar as associações, mas na Câmara dizem que não têm suporte legal para o poderem fazer. Como não acreditamos que a Junta cometa ilegalidades, a conclusão a que tem que se chegar é a de que na Câmara não ajudam porque não querem. É melhor ter os cofres forrados a…

Veja mais

A escolha do passado

O Duarte foi, pelo que hoje vem noticiado, o primeiro a destapar as cobertas das autárquicas e a querer tomar uma decisão quanto a quem poderá vir a ser candidato nas próximas autárquicas. A escolha do J. Pereira para a assembleia, podendo ser mais ou menos lógica, não deixa de ser uma escolha que revela…

Veja mais

A promessa

Há muitos meses que aquele espaço está fechado. A câmara, com a sua rapidez normal, deixou que o assunto se arrastasse muito mais do que o normal. Mas se é verdade que não há ainda uma solução para aquele espaço, conseguimos saber que a presidente já prometeu aquele espaço para um comerciante. Desconhecemos como é…

Veja mais

Mais do mesmo

Segunda haverá reunião de câmara. Fomos consultar a agenda da reunião e o que encontrámos foi nada. A presidente não quer saber do que está no regimento ou na lei em relação ao prazo de publicitação das reuniões. Para ela o que está lá escrito é apenas que tem que controlar o tempo que os…

Veja mais

Ausente!

A continuação de uma qualquer reunião, seja da Câmara, seja da Assembleia Municipal, pressupõe que na continuação estejam presentes exactamente as mesmas pessoas que estiveram na reunião inicial. Está a decorrer a continuação da Assembleia Municipal que começou em Dezembro. Mas será mesmo a continuação? A cadeira da Cidália está vazia. Afinal qual o critério…

Veja mais

Lido por aí CXLVI

“3 anos se passaram de um dos desafios mais importantes que tive na minha vida. Candidatei-me apaixonadamente pela causa e desinteressadamente pela oportunidade. Perdi por UM voto mas senti-me um vencedor pelo apoio que tive de várias dezenas de militantes. Hoje estou muito mais bem preparado para avançar com uma nova candidatura que deverá acontecer…

Veja mais

Novo confinamento

Basta olhar para os números e para o que tem vindo a ser dito pelo Governo, ainda que sem decisões definitivas tomadas, para se perceber que na próxima semana vamos voltar ao confinamento. O aumento dos casos e o descontrole dos contágios faz com que essa medida seja inevitável, pecando por tardia. Isso irá levar…

Veja mais

Nada!

O concelho é reconhecido por todos como sendo um em crescimento industrial, de inovação, onde os projectos não param. São muitos os atrasos existentes na autarquia em termos de respostas aos pedidos pendentes. Além dos atrasos, tem sido recorrente, ao longo do mandato, a realização de reuniões extraordinárias para discussão de assuntos que não são…

Veja mais

O covid e a estratégia

A contagem ontem ao final do dia era de 163 casos, ainda assim o silêncio mantém-se. Temos criticado a ausência da Cidália, mas temos que admitir que o erro é nosso. Não devemos nem podemos esperar que quem nada tem a dizer o faça. O mesmo erro temos cometido quando esperamos que da parte da…

Veja mais

Nem uma palavra!

Com o confinamento este fim-de-semana como fica o que estava agendado para ter lugar na Casa da Cultura? Já passaram várias horas desde que se sabe dessa medida imposta pelo Governo, mas nem uma palavra saiu da autarquia. A Cidália, a Célia e o Caetano nada dizem aos munícipes. Ao contrário de Leiria, cujo presidente…

Veja mais

Projectos na FEIS entregues

Na última semana do ano a Cidália assinou um contrato de prestação de serviços para a “Elaboração de projetos de arquitectura e especialidades para a remodelação de edifício da Mortensen sito na rua do matadouro“. A adjudicação foi feita por ajuste directo com o fundamento na “ausência de recursos próprios”. Fomos dar uma vista de…

Veja mais

O silêncio

Algo está muito errado. O silêncio que existe em torno do que se passa no concelho em termos de pandemia começa a ter contornos assustadores. Os que nos deviam esclarecer não o fazem e parece ter sido criada uma cortina em volta do que na realidade se passa. A comunicação social local limita-se a dar…

Veja mais

Triunfo dos porcos

Estamos já alguns dias dentro no novo ano e tivemos a esperança que tivessem sido as festas que tivessem feito com que a presidente da câmara tivesse estado ocupada para tomar posição sobre um dos assuntos que preocupa em especial aqueles que vivem na Vieira e têm o Lis à sua porta. Mas não! O…

Veja mais

O segredo mal guardado

Na última reunião de câmara colocou-se a questão relativa à situação da freguesia da Moita em termos dos casos activos de Covid. A resposta da Cidália foi a de que essa informação não é disponibilizada e, como tal, não sabia. Numa autarquia aqui ao lado, o presidente dá a informação aos munícipes por freguesia! Será…

Veja mais

Anda à solta

O Covid continua à solta. Agora nem as Finanças escaparam com casos confirmados naquele espaço. As aulas também já tiveram início e parece ser claro que não estamos nem de longe nem de perto próximos de chegar ao fim. Enquanto isso, não são conhecidas quaisquer medidas que tenham sido tomadas pela autarquia. Nem mesmo o…

Veja mais

Esconder

É noticia hoje que um Director-Geral hoje apresentou a demissão por causa da questão do curriculum que foi aldrabado. Nada como fazer algo que não devia ser feito para poder levar a que rolem cabeças. Mas tudo isso acontece porque não quiseram seguir um exemplo aqui na autarquia. Tivessem eles feito como o Caetano e…

Veja mais

Pública, às escondidas

Na reunião de câmara desta semana onde a Célia disse que eles eram incompetentes, ficou pendente um assunto. A reunião foi suspensa para ter lugar em dia posterior. Significa que a reunião não terminou na segunda. Teve continuação hoje. Sendo uma continuação da reunião, ordinária, ela deveria ser pública. É assim que está no regimento.…

Veja mais

E mais outra

No último ano do dia os eleitos vão ter que novamente reunir para decidir aquilo que já há muito deveria estar decidido relativo à alimentação escolar, AAAF’s e CAF’s. O que tinha ficado pendente era a fundamentação legal para que os eleitos possam conceder um benefício que não é geral, mas que é apenas atribuído…

Veja mais

Mais do mesmo

Longe dos vereadores da oposição, a Cidália já pode andar na rua, estar com pessoas e até com ministros. Nada como poder aparecer nas notícias e ser vista! Sem dúvida que o receio que tem não é de contagiar ninguém, é de ser contagiada pelos membros da oposição. Mas entendemos, imagine-se o que seria ela…

Veja mais

Cheirinho a eleições

Já cheira a eleições no +Concelho. Não conseguem fugir ao tradicional dos partidos. A postura do deputado Luiz Branco na última Assembleia Municipal é uma enorme pirueta e demonstra que querem parecer  estar vivos. Votou a favor da taxa de IMI apresentada pelo Executivo Permanente, esquecendo a luta do Vereador Carlos Logrado para que a mesmo…

Veja mais

O teletrabalho

Dos eleitos já esperamos mais ou menos tudo, mas na segunda o Caetano levou as nossas expectativas para um outro nível. Quem assiste às reuniões já viu que os três eleitos com pelouro ficam sentados nos seus gabinetes na autarquia enquanto a reunião decorre no salão nobre, estando todos ligados por vídeo. A explicação da…

Veja mais

Coerência

Os eleitos do PS recusam-se a fazer as reuniões de câmara presenciais. O Caetano hoje inventou o conceito de teletrabalho do local de trabalho, mas até se entenderia que quisessem estar longe das pessoas por, como referiram, poderem ser focos de contágio. Neste momento a Cidália mudou de opinião e para estar na Assembleia Municipal,…

Veja mais

Sair de cena

Hoje a Célia assumiu que é incompetente, mas que não sai da função que tem, invocando o que aconteceu no mandato anterior com a Alexandra quando a ‘coligação’ caiu. Disse-o, porque tinha aquilo engasgado há muito tempo, como se a sua manutenção na função fosse algo de meritório. Assumir-se que se é incompetente, mas que…

Veja mais

Burra

A Cidália acabou de chamar a Alexandra de burra e ela ficou-se! Será que a Cidália leu o que o seu chefe de gabinete escreveu há dias e quis devolver o ‘galhardete’? Já a Célia mostrou a falta de encaixe e esqueceu-se que não está na banca de de venda do peixe. É este o executivo que temos!

Veja mais

Continua em segredo

A senhora presidente há pouco não conseguiu acalmar a população sobre a informação que circula do surto na Moita após um jantar organizado por uma estrutura de um clube de futebol. Um dos argumentos que usou foi o facto de haver confidencialidade em relação à identidade dos infectados. Não deixa de ser estranho que se…

Veja mais

O cenário

A reunião de câmara está a decorrer e pela primeira vez conseguimos estar de acordo com o que se vê. A Cidália optou por estar na ‘rua’, com as costas voltadas para a câmara. Sabemos que se trata de um imagem que é colocada na transmissão, mas que é uma que transmite de forma correcta…

Veja mais

O silêncio

Quarta fomos alertados para o facto de ter surgido um surto de Covid na Moita. 78 infectados depois de um jantar. Passaram já várias horas e, apesar de ser voz corrente na Moita de que há um problema grave, nem o presidente da Junta nem a Cidália se deram ao trabalho de escrever uma linha…

Veja mais

Esquecimento

Há uns dias foi aprovada mais uma verba significativa de dinheiro para as corporações de bombeiros aqui no concelho. Todo o que seja dado é bem gasto. Os voluntários ou funcionários que andam na primeira linha do apoio à população merecem tudo isso e mais. Mas, nesta quadra de Natal, espera-se que possa haver alguma…

Veja mais

Mensagem de Natal

Nesta época de Natal é normal os presidentes de câmara publicarem uma mensagem de Natal que faz parecer que é uma mensagem sentida. Lemos a mensagem que o Álvaro publicou onde faz um agradecimento a todos aqueles que estiveram e estão na primeira linha de combate à pandemia. Conclui dizendo que “Ansiosamente ambicionamos virar a…

Veja mais

Incompetência

O ano que quase está a acabar termina com mais um exemplo do que tem sido a incompetência do executivo camarário. Pode ler-se hoje que “Foi-nos solicitado pela Câmara Municipal Mª. Grande a colaboração na Divulgação e sinalização de famílias que se encontram em situação de dificuldades económica e sociais face: A pandemia de Covid-19…

Veja mais