O adeus à política (?)

De entre os que irão abandonar, para já – ainda que acreditemos que não deverá retornar a ela -, a vida política está também o ainda vereador Vítor. Depois de quatro anos de mandato, dois dos quais com pelouro, o vereador deixa aquilo que poderá dizer-se foi o que mais marcou o concelho nos últimos…

Lido por aí CXI

«A HORA É AGORA No passado fim de semana teve lugar a quarta edição das Festas da Cidade, acontecimento que de ano para ano vai ganhando projecção, prestígio e reconhecimento como evento cultural e de entretenimento de cariz profundamente popular, muito pela participação massiva das colectividades concelhias mas igualmente pela característica essencial da gratuitidade dos…

Vereador impedido

Há pouco começou a discussão da revisão do orçamento. Como a semana passada tínhamos escrito, o Vítor declarou-se impedido para discutir o assunto e saiu da sala, como é normal em situações semelhantes. Confirma-se tudo o que a semana passada se escreveu sobre o impedimento e eventual incompatibilidade de funções. A partir de agora, a…

Os sem poiso

Como se sabe ontem houve AM. Notou-se alguma falta de preparação por parte da bancada do PCP por causa das marchas, foram quentes as trocas de palavras entre a Cidália e o Filipe (ao ponto do Telmo ter que os repreender e o Gilipe ter tido que usar a decesa da honra) e da parte…

Entendam-se!

Durante meses e meses a Alexandra andou ausente. Ninguém sabia o que pensava ou mesmo se andava por cá! Hoje resolveu aparecer e, há que dizer, já não era sem tempo. Quando lemos qualquer texto de um qualquer eleito ficamos sempre à espera de ler novidades. Há sempre aquela expectativa de que possa surgir uma…

Zanga

A reunião de hoje, além de discutirem uma petição que se ficou sem perceber porque foi discutida, teve um momento de grande tensão, nada que seja novidade. Quando se começou a discutir a proposta do Logrado, a tal que poderia ter sido discutida de outro modo, o Vítor e a Alexandra não se conseguiram conter.…

Correu tudo mal!

Pode-se dizer que, com excepção de quem conseguiu ver a proposta de há um ano aprovada, tudo correu mal para todos. Além da postura de quem não erra e tem sempre a certeza do Logrado, também o Santos começou por acusar o Vítor de o ter enganado. Isto porque, pelo que foi possivel ouvir, antes…

Lido por aí LXXXI

«Este será ano de eleições autárquicas. Presumivelmente lá para Setembro as diversas forças políticas serão colocadas à apreciação e decisão dos eleitores. Este é pois um ano em que o PS, enquanto poder, sempre nos habituou a um sem número de iniciativas de última hora que visam mostrar que se faz obra. Estou convicto que…

Lido por aí LXVIII

«Oportunamente tornei público o meu acordo na compra pela Câmara Municipal da Marinha Grande dos terrenos que constituem o antigo património da Fábrica Escola Irmãos Stephens. Referi a importância desta aquisição, não só pelo seu valor em termos de mais valias e desenvolvimento do centro tradicional da Marinha Grande, mas também pelo que representa em…

Como se vê?

À medida que os dias vão passando, começam a chegar os sinais sobre o que será o futuro próximo. De manhã, ao espelho, o Vítor estará já a ver-se como o futuro candidato pelo seu partido. Chegou a falar-se da Alexandra como sendo uma das potenciais candidatas à câmara mas o seu desaparecimento, a escolha…

Dedo na ferida V

«Na última reunião disse que a CDU ia retirar a sua proposta para a revisão ao orçamento, e a comunicação social não disse nada, foi zero a informação, foi como se os eleitos da CDU não existissem. O Editorial do Jornal da Marinha Grande de hoje até diz que não são partidários, mas as empresas…

Pasmaceira

Não, não apanhámos o Vítor a dormir em serviço! O que apanhámos foi o que tem sido o que parece ser um vírus que a terra contraiu e à qual o vereador hoje fez referência: pasmaceira. A terra vive, desde que há anos o PS tomou conta dos destinos da terra, um estado de pasmaceira…

Lido por aí LXIV

«A ÁGUA É NOSSA Não será novidade afirmar-se que sendo a água o bem mais apetecível dos grandes tubarões financeiros mundiais a privatização deste recurso faz crescer avidamente os olhos daqueles que pretendem obter lucros inimagináveis à custa de algo que sendo de todos é imprescindível para a vida humana. Sendo um direito vital do…

Silêncio

Poderão acusar-nos de ingenuidade mas hoje pensámos que iríamos ouvir na reunião de câmara alguma coisa sobre o ‘lindo serviço’ que foi feito nas ruas do centro tradicional no passado fim-de-semana. Nem uma palavra! Todos os vereadores se remeteram ao silêncio. Se por um lado era previsível que os vereadores do PCP nada dissessem, já…

A invenção da roda

Hoje todos apreciam os carros, as motas ou bicicletas e todas as novidades que vão surgindo. Ninguém agradece a quem inventou a roda que permite que hoje todos se desloquem e usufruam do que alguém se lembrou de criar. Lembrámos disto quando ontem vimos que estavam mais de 35.000 pessoas nas Festas. Está a correr…

Guinness

Ontem o Vicente conseguiu calar o Vítor. Sabe-se que o Vicente deverá ser o presidente de câmara que no país acumula mais pelouros. Mesmo agora que assumiu a presidência de pleno direito, continua a não dar qualquer indicação de que vá abrir mão deles. Foi a propósito disso que o Vítor ontem sugeriu que o…

Ele há coisas!

Hoje esteve cá o embaixador dos EUA. Poucos sabiam e menos foram os que estiveram presentes na recepção na câmara. Quanto a isso não é grande novidade já que a divulgação continua a ser o que se conhece. O que foi novidade foi o facto de entre os poucos presentes estar o Vítor, vereador do…

Apagado!

Hoje, uma vez mais, quem aparece a defender a posição do PCP é a vereadora. Não podemos dizer que discordamos do que é afirmado até porque alguns dos aspectos abordados são coincidentes com o que pensamos. O facto de ser, mais uma vez, a vereadora a assumir a defesa do partido e do que é…

Não vou!

Já há dias tínhamos notado que houve uma alteração na forma como as comemorações do 18 de Janeiro estavam a ser anunciadas. Se de um lado a câmara ocultou a parte que dizia respeito ao Sindicato, da parte deste houve a ocultação do que foi organizado pela câmara, em especial a parte em que está…

Crazy Nelson

Hoje pode ler-se no Região que o Vítor chamou o Nelson de maluco e que Alexandra o comparou ao louco que concorre a Presidente nos EUA! Pelo que se pode ler o Vítor disse “desconfiar que o adjunto do presidente tivesse problemas que o pudessem enquadrar num contexto de inimputabilidade“. Já a Alexandra disse ele “é um Nelson…

E a resposta é…

Se ontem o Nelson foi criticado pelo Vítor e pela Alexandra, a resposta não se fez esperar! Hoje pode ler-se que “fica registado que os Senhores Vereadores do PCP Vítor Pereira e Alexandra Dengucho NÃO ENTREGARAM qualquer proposta para o PAMUS! Ou seja, uma vez mais, NÃO TÊM NADA a dizer sobre o futuro estratégico…

Puxão de orelhas

Como era previsível, hoje o Vítor e a Alexandra não pouparam criticas ao Nelson. Na base das criticas está o facto de há dias ele ter escrito que “É verdade que o que TODOS os marinhenses se têm perguntado nesta última semana é: porque raio estes dois Vereadores que fizeram parte do Executivo durante 2…

Cinema

Desde que a Casa da Cultura abriu que há quem se questione sobre o motivo de não haver cinema. Durante o tempo em que o Vítor tinha o pelouro nunca houve qualquer informação sobre o que se passava a esse respeito. Curiosamente, agora que já não tem o pelouro, vem-se a saber, pela sua boca,…

Assim se vai por aqui

A reunião de ontem foi estranha. Depois da PCP ter batido com a porta à governação, esperava-se que houvesse mais discussão. Nada. Os eleitos do partido parecem estar a acatar as ordens de não fazerem ondas para já e de deixaram a poeira assentar. Quase que se pode dizer que o momento alto foi quando…

Vítor e o paraíso

Já hoje nos cruzámos com o Vítor. Anda cabisbaixo a arrumar as suas coisas. Não conseguimos deixar de sentir que tudo o que aconteceu foi feito sem que isso exprimisse a sua vontade. Desde que assumiu a vereação que tivemos a ideia de que ele o que fazia, ainda que podendo fazer mais, era feito…

Número dois a S. Bento

Tem-se estranhado a posição do Vítor no meio da confusão que tem sido criada no seio da câmara e da coligação. A ideia que dá é a de que ele está com o pensamento longe. Esperava-se que o cabeça de lista do partido tivesse uma posição mais forte perante tudo o que tem acontecido, pondo…

Não se compreende

Há argumentos que são usados pelos políticos que se entendem. Outros há que são de difícil compreensão. Ainda a propósito da questão dos centros escolares e do dinheiro que a câmara poderá receber da comunidade europeia, o Vítor ontem deu a conhecer que entendia que a câmara não deveria candidatar-se a quaisquer fundos porque isso…

Repelente

Com ou sem razão, usando argumentos válidos ou apenas por implicação, o Aurélio tem sido uma “melga” para quem tem os pelouros. Com as declarações de voto já preparadas com antecedência, com as questões que tem colocado (umas com razão, outras nem tanto) tem-se notado que não vai para as reuniões sem fazer algum trabalho…

Comboio desgovernado

No dia 21 vai ser inaugurada a sede da Associação Amigos do Comboio de Lata. É mais uma das muitas que existe no concelho. A semana passada o Nelson falou no assunto e fomos ver o porquê da inauguração da sede daquela associação estar a causar alguns incómodos junto do PCP. O facto do Vítor…

Candidata a candidata

Ainda sem que se saiba se o Vítor se vai recandidatar ou não, há algum tempo que se sabe que a Alexandra terá manifestado a sua intenção de concorrer ao lugar que foi ocupado pelo Vítor nas últimas eleições. Essa intenção agora tornou-se pública. Começa-se já a ter conhecimento de afirmações que levam à conclusão…

Por respeito?!

Há dias o Vítor disse algo que, vindo dele, não conseguimos entender. Uma das coisas que repete várias vezes é o facto de, segundo ele, ter conhecimento do que é o movimento associativo. A propósito do que aconteceu no Carnaval e de uma acusação da ACAMG de falta de apoio por parte da câmara, o Vítor…

Onde pára o piano?

Não conhecemos os dotes musicais do Vítor mas isso é também o que menos importa. O que importa é aquilo que a vereação da cultura gasta com o que vai programando para dar ocupação à Casa da Cultura. Temos assistido ao pouco que tem sido organizado e há uma coisa que ainda não vimos ser…

Mente controlada

Quem conhece os personagens da Alice no País das Maravilhas conhece aquele que cria aparelhos para controlar a mente dos outros. Coisas da ficção. Mas se lá se trata de ficção, por cá as coisas não são muito diferentes. Claro que não há cá nenhum louco de chapéu que ache que controla mentes mas parece…

Álvaro bravo!

A reunião de hoje foi, além de quente, muito provavelmente a última com uma coligação a funcionar. Começou por ser o Álvaro a falar, o que não é normal. O facto da queixa que foi apresentada pelo PCP ter sido arquivada (que escrevemos há dias), e não ter sido dado conhecimento, foi o mote para…

Explicações de Lego

Ontem ouvimos a explicação de um deputado do PCP que se socorreu dos legos para questionar a ministra das finanças. Foi, sem dúvida, uma forma diferente, mas original, de ilustrar o que pretendia. Hoje vai haver reunião da câmara e lembrámo-nos que o Vítor poderia pegar na ideia do seu camarada de partido para explicar…

De mãos amarradas

Quando há pouco ouvimos o Santos na reunião falar sobre a questão da falta de iluminação de Natal, percebemos que algo não está a correr como previsto! Apesar de o dizer de uma forma indirecta, ele deixou claro que poderá haver, no seio da câmara, quem mande mais do que os que foram eleitos e…

Natal triste

Quando este ano começámos a sentir que o Natal estava a chegar, começamos a ter  a esperança que por cá tudo fosse diferente. Um ano depois de estarem no poder, a esperança era a de que houvesse uma gestão mais próxima daquilo que podem ser os interesses dos munícipes. Apesar do Logrado agora achar que…

Injustiça

Diz-se que a justiça é cega e que os pratos da balança estão sempre equilibrados. Em teoria deveria ser assim mas a realidade é que da teoria à pratica vai uma longa distância. O espectáculo que hoje à noite vai aqui ter lugar fez-nos pensar na justiça da decisão que foi tomada. As criticas têm-se…

As faltas

Quem tem assistido às reuniões de câmara tem notado que, como era previsível, o Logrado nunca mais lá pôs os pés. Com pedidos de suspensão uns a seguir aos outros, tem sido a João quem tem assegurado a representação do movimento independente que prometia mudar o concelho. Não tem sido isso que se tem visto.…

A chuchar no dedo!

Ontem à noite ouvimos algo que nos fez ficar um pouco menos angustiados. Temos sabido de muitas pessoas que gostavam de poder assistir ao concerto do Zambujo. Sabe-se que já está esgotado e, de certo modo, pensámos que todos aqueles que mandam iriam estar presentes. Não irá ser assim. Soubemos que um dos que também…

Sentar à mesa

Pelo que se pode ler no programa da câmara para este mês, no dia 27, Sábado, irá haver comida, bebida e fado na praça em frente à câmara. Pelo que se pode ler no programa, o espectáculo é gratuito. O evento chama-se “à mesa na praça!” mas, estranhamente, a informação não leva a que todos…

Página bilingue

Já está disponível a página onde consta a informação relativa à semana do design. Apesar de não termos conseguido ler o programa completo por por ficheiro em pdf aparece sempre em branco, já se pode ler alguma coisa sobre o que vai acontecer. Veremos se as expectativas irão ser atingidas. Parece-nos, no entanto, que esta…

Elefante de vidro

É normal falar-se em “elefante branco” quando alguém se quer referir a mamarrachos que ninguém sabe para o que servem. Nós próprios já usámos a expressão. Reconhecemos que, no que diz respeito à terra, o termo não está correcto. Deveremos usar a expressão “elefante de vidro“. Não porque esta seja uma terra vidreira mas porque…

Soninho na cultura

É muito provável que a culpa seja mesmo nossa por termos criado expectativas demasiadamente altas no que diz respeito ao que poderia ser a animação que este verão poderia aqui existir. É provável que o que a câmara não está a fazer seja o que esta correcto. Se assim for, seremos nós quem tem que…

Jogar às escondidas

A reunião de ontem foi animada, de novo, com o assunto do regulamento de venda ambulante que o Álvaro retirou à última da hora da AM da semana passada. Para além do espectáculo pouco digno que se assistiu e ao qual voltaremos, houve algo que tivemos conhecimento que, quase tão grave quanto o que aconteceu,…

Promessa não cumprida

Estamos a poucas horas de podermos ver se conseguimos vingar, dentro das quatro linhas, o que temos passado por imposição da vontade dos políticos alemães. Demos uma volta pela terra e pelos locais onde ainda há alguma informação sobre o que vai acontecendo por cá e não vimos nem lemos nada que indicie que a…

Festas

Sempre nos queixámos do que aqui não existe. A falta de aproveitamento do que a terra tem para oferecer tem-a conduzido a uma desertificação que é notória por onde quer que se passe. Desta vez não temos como queixar. Este fim-de-semana vão ter lugar as festas da cidade e, de uma forma que não estamos…

Diferenças

Correndo o risco de aparecerem alguns que vão dizer que somos isto ou aquilo, há que reconhecer que começam a notar-se algumas diferenças entre o que existia e o que existe. O Vítor, apesar de apagado e de não dar nas vistas, começa a mostrar que há alguma diferença entre o que antes tínhamos e…