Sem coragem

A questão do mercado e a sua localização foi decidida há uns meses. Não se fez nada desde então, mas a decisão deverá ser a final. Há, no entanto, ainda aspectos que vão surgindo que mostram o qual mal o assunto é encarado por alguns. Sabe-se que o mercado no Atrium foi projectado e construído…

Mercado nas ‘calendas’

A expressão “calendas gregas”, significa “um dia que jamais chegará”, porque os gregos não tinham calendas, ou seja, não tinham aquilo que os romanos usavam e que deu origem ao actual calendário. O mercado está assim agendado para ser construído nas ‘calendas gregas’. Hoje a revisão foi aprovada, mas nem notícias sobre a construção do…

Ida ao passado

Com o mercado ainda a prometer dar que falar, fomos (com autorização de um dos ‘donos’) ao passado buscar o que em 2009 se escrevia sobre o tema. Eis o que apareceu (surge um ‘Curioso’ no texto que nada tinha ou tem a ver com os que aqui escrevem): «QUINTA-FEIRA, 15 DE OUTUBRO DE 2009…

O que é barato é bom!

Os dias vão passando e vai-se sabendo mais sobre o que aconteceu com o estudo realizado para definir o local onde, dizem, irão gastar três milhões de euros. Há uma expressão popular que diz que “o barato sai caro”. Tem alguma razão de ser pelos motivos que mais ou menos todos já viveram. Tem-se dito…

Regras higieno-sanitárias

Em 15 de Julho passado escrevemos que “Sabemos que foi colocada a questão à ASAE sobre se estarão a ser cumpridas as regras higieno-sanitárias no mercado das tendas em relação à separação que deveria existir entre a zona das carnes ou dos peixes e a dos vegetais”. Resposta, até ao momento, não houve. Para que…

Lido por aí XCVII

«A Câmara Municipal da Marinha Grande aprovou por maioria, com 5 votos a favor e 2 votos contra, na sua reunião extraordinária realizada no dia 1 de março, iniciar o procedimento de elaboração do projeto para a construção do futuro Mercado Municipal. Na referida reunião, foi analisado o relatório final do estudo de mercado encomendado…

Passinhos de bebé

Já se sabe que a câmara decidiu a localização do mercado. Não houve debate ou discussão pública, mas no final da semana foram revelados parte dos resultados do ‘estudo’ que foi feito e onde foram gastos cerca de seis mil euros. Seria expectável que, depois do que foi prometido, os resultados fossem divulgados antes da…

Balanço do mercado

Com a questão do mercado decidida, pode-se já fazer o balanço do que aconteceu. Primeiro vieram as promessas de uma discussão com os munícipes, ainda no tempo do ex-presidente. A ideia foi várias vezes reforçada pelo Vicente. Surgiu depois a possibilidade de compra (apressada) das instalações da FEIS, depois de terem avançado com a proposta de…

As promessas… vãs

A Cidália parece empenhada a substituir-se à câmara nas funções de dar informações. Mal tinha acabado de ser decidido, já a Cidália estava a dar a conhecer na sua conta do Facebook que a câmara tinha decidido o local do mercado. Escreveu ela que é nas “imediações” do actual espaço. Como estamos em ano de…

Rectificação

Quando há pouco escrevemos sobre a decisão, cometemos uma incorrecção que importa rectificar. O local decidido para o mercado é o assinalado no mapa que agora exibimos e não o que surge no post anterior. Como foi falado na reunião como sendo uma das alternativas, ficámos com a ideia de que a decisão apontaria para…

Decisão tomada. E agora?

Por maioria, a câmara decidiu que o resultado do ‘inquérito’ que foi feito a 400 pessoas deverá ser respeitado e a localização do mercado, que um dia será construído, foi decidida. Não podendo ser onde está, poderia ir para o espaço que está abandonado, mas que deveria ser entregue ao ex-vereador Artur. Já se sabia…

As respostas do mercado

Aos poucos vamos conseguindo saber quais os resultados do que foi o estudo sobre a localização do mercado. Já hoje o Vítor escreveu sobre isso e conseguimos ter mais alguma informação. Dos 400 inquiridos, a maioria efectivamente opta por uma localização próxima do local onde estão as tendas. Quando o estudo for tornado público passaremos…

As perguntas do mercado

Sabe-se que do ‘estudo’ que foi feito a maioria dos 400 inquiridos escolheu o mercado nas proximidades do actual. Não se conheciam as perguntas que foram feitas. Soubemos hoje quais foram: “O presente inquérito destina-se a avaliar o modelo futuro para o novo mercado municipal da Marinha Grande. Em primeiro lugar gostaria que me dissesse…

Novo mercado

Ontem ficou decidido o executivo camarário reunir-se quarta-feira para decidir a localização do mercado. Depois do estudo ter sido feito com uma pergunta algo vaga, tudo aponta para que a decisão da nova localização do mercado vá mesmo para a ‘zona onde está’. E a grande questão está agora na exacta localização. O estudo não…

O questionário

Sobre a consulta que foi feita sobre a localização do mercado, ela foi feita por uma empresa especializada em consultas de mercado e, sem que isso tenha sido publicitado, sabe-se que foi feita com base na consulta a 400 pessoas das freguesias da Marinha e da Moita. É provável que tenha sido excluída a freguesia…

Saiu o resultado

Quiseram um estudo, têm já o resultado. Há uns meses os vereadores decidiram mandar fazer um estudo para que fosse apurado qual o melhor local para o mercado. Não foi um estudo económica, baseando-se apenas no que os utilizadores pensam e querem. O resultado é o que se esperava: querem o mercado onde está. O…

Discussão? Nhaaaa

Mais ou menos nesta altura do ano surgiu há muitos e muitos meses a promessa de que o mercado municipal e a sua localização iria ser colocada em debate. Passou o Natal, o ano novo, saiu o então presidente, veio outro e muitos meses passaram sem o prometido debate. Quando se falou nesse assunto ficámos…

Quanto custa

Muitas vezes questionamo-nos sobre qual é o custo de se poder vender no mercado. 9,84 euros por dia é quanto custa. Uns poderão dizer que é caro, outros dirão que é barato. Deixamos para cada um opinar sobre isso. Há, no entanto, um factor que deve ser tido em conta. A câmara cobra por um…

‘Um mau negócio’

Como já se sabia, as instalações que eram destinadas ao mercado, no Atrium, vão passar a ter os serviços das conservatórias. A câmara vai receber menos de duzentos e cinquenta mil euros nos próximos dez anos pela cedência do espaço. Uma obra que teve o custo que se sabe e que agora fica destinada a ter…