As respostas

Estará agora a decorrer a reunião de câmara onde, pela primeira vez, o Vicente estará na qualidade de presidente de câmara. O impedimento do Álvaro, a quem desejamos uma rápida recuperação, leva a que o Vicente esteja colocado numa posição que nunca antes teve. Gostávamos de ser mosca para poder ver o seu desempenho e o quanto ele poderá…

Incêndios

Temos assistido nos últimos dias ao flagelo dos incêndios. Poucas coisas custam mais do que ver os pinhais a arder. A vontade que dá é mesmo de amarrar os incendiários a um pinheiro e deixar que o fogo faça o que melhor sabe! Mas, se os incendiários são os principais culpados, a culpa não fica…

Alô, alô

Temos falado com algumas pessoas que têm perguntado se sabemos se a câmara está fechada. A resposta que temos dado é que, tanto quanto sabemos, ela não fecha. Pode fazer pouco, mas não fecha. As questões têm tido a ver com o facto de quando tentam ligar, ninguém atende o telefone. A dificuldade de atendimento…

Incompatibilidades

Há uns tempos a Lusófona e o ISDOM estiveram na ordem do dia com os cursos de favor que numa se fazem e na falta de informação que noutra existe. Hoje fomos ver o que se passava por cá e ficamos com sérias dúvidas sobre a forma como tudo esta organizado. Pelo que parece, tudo…

Simplex medalhado

Lemos há uns dias que a câmara recebeu uma medalha de prata no que diz respeito à avaliação da implementação do simplex autárquico. Assim à primeira vista isso é algo de bom porque significa que estamos a seguir o bom caminho. Não conhecemos os critérios usados por quem fez a atribuição mas há algo que…

Custa fazer alguma coisa?

Já muitas vezes ouvimos quem se queixasse de receber tratamento diferente de outras pessoas. Muitas vezes ouvimos alguns defenderem que há grupos de pessoas que aqui na terra têm um tratamento diferenciado. Raras não são as vezes que ouvimos dizer que a policia evita entrar em confronto com algumas etnias que aqui proliferam. Hoje constatamos…

Casa Museu descuidada

Em Janeiro, quando se comemora o aniversário da luta dos trabalhadores vidreiros, todos se apressam a ir para a rotunda mostrar que estão solidários com o que foi a luta de há muitos anos e vêm com os discursos de circunstância na esperança que possamos acreditar que o que dizem corresponde ao que pensam. Passadas…

Não aprendem!

Vão ter lugar em Setembro fins de tarde no parque em que se vai poder dançar. Quase que nos apetece dizer, até que enfim! Passámos um verão inteiro sem que nada acontecesse por cá. Parecia que vivíamos num deserto. A Cidália lá se lembrou de fazer alguma coisa e quer por-nos a dançar. O que não conseguimos…

Flechadas de convencimento

Já se sabe quem irá ser o candidato do PS. Do PCP a certeza é quase absoluta. Com o grupo de independentes a ter começado mal, as perspectivas de o PS poder ter um resultado próximo ao que teve quando o PSD teve como candidato o Verdingola são grandes. A aposta do PCP em colocar…

O apoio aos bombeiros

Já há uns dias soubemos da compra do carro de transporte de doentes e do apoio que a câmara prometeu dar. Soubemos agora que há coisas que começam a ficar menos bem explicadas! Pelo que sabemos, a câmara não pode, assim sem mais nem menos, apoiar aquela corporação. Há regras e procedimentos que têm que…

Trabalhar sem receber

Voltamos a reler a entrevista que o Pedrosa deu na semana passada e, de entre as muitas coisas que disse, notamos que deu alguma ênfase ao facto de na câmara estarem pessoas a trabalhar sem salário. Não percebemos se essa menção foi feita para que não se lhes peça muito, porque não recebem, ou se foi para…

O PCP na dianteira

Na reunião de quinta feira, um dos temas quentes deverá ter sido o da aprovação dos incentivos a dar aos clubes com atletas federados. Depois de ter sido apresentada a proposta, o PCP reuniu com os diversos clubes, num acto que os membros do PS poderão ter achado como deslealdade. Tenha ou não sido politicamente…

Os polícias da TUMG

A certa altura, quando começamos a ver a polícia nas ruas com o livrinho das multas na mão, até sentimos que poderia isso significar alguma segurança para quem aqui habita. Pensávamos que a PSP recebia uma parte das receitas que a TUMG tinha com as multas. Soubemos agora que não é bem assim. Os polícias…

Filhos e enteados

Este fim de semana houve uma festa em S. Pedro, organizada pela Moher e pela câmara. Ficámos com a ideia que a câmara se tinha decidido, finalmente, a fazer alguma coisa pela dinamização de S. Pedro, à semelhança do que tinha feito na Praia da Vieira. Quando no final da festa houve o fogo de…

Inutilidades

Lemos hoje que a câmara pediu ideias para enfeitar as duas rotundas que estão a ser feitas na zona industrial. Não sabemos ainda quais as ideias que foram escolhidas nem mesmo se quem as escolheu tem algum gosto para poder decidir algo que irá ficar ali à vista de todos e que quem ali passa…

Livros para todos

Este ano, à semelhança do que antes aconteceu, a câmara irá oferecer os livros às crianças do primeiro ciclo. De todas as medidas que foram tomadas pelo executivo camarário, esta é daquelas contra a qual temos muito pouca coisa a dizer. Numa primeira vista parece ser uma medida totalmente acertada. Há um ano criticamos o…

Museu do Vidro

Num período como o que estamos a passar, há quem goste de ir para a praia mas há também quem procure conhecer coisas novas, tentar aprender e conhecer aquilo que é a história de cada terra. Quando ontem falávamos com uns amigos que cá vieram, tivemos a ideia de os aconselhar ir visitar o museu do vidro.…

História da Floresta apodrece

Quando passamos pelo centro da terra é impossível não ver as obras. O argumento do investimento na cultura leva a que ali se estejam a gastar milhares de euros. Quem vem pela primeira vez à terra até pode pensar que existe alguma preocupação com a cultura. Soubemos que, ainda no tempo do Órfão, com a ideia de…

Piscina no parque

Não é já a primeira vez que passamos pelo parque e damos conta que os aspersores estão horas a jorrar água. A água que se estraga é tanta que enche as valetas  enchem. Ao início pensámos que era má gestão da câmara, em especial por não ter capacidade de conseguir ter as pessoas certas nos…

Marte aqui tão perto

Chegaram já as primeiras imagens do robot enviado a Marte, o Curiosity. É mais um Curioso que foi à procura de vida noutro planeta. Não podemos deixar de achar engraçada a semelhança de nome da sonda com o de quem aqui escreve. Mas semelhanças não se ficam pelo nome, ressalvadas as distâncias! A Nasa mandou…

Pena não ser cá

Agora que temos possibilidade de tirar uns dias para sair da terra, fomos dar um passeio por outras cidades onde, tínhamos esperança, poderíamos encontrar algum movimento uma vez que estamos cansados de nada acontecer. Estamos agora por Braga onde se vê movimento, crescimento e desenvolvimento. De entre as muitas coisas que gostámos de ver, uma…

Mais um tiro no pé

Há quem não saiba quando ficar calado ou, não querendo fazê-lo, saiba como falar bem. A propósito do que tem sido falado relativamente à retirada de confiança politica ao Santos, a comissão politica sentiu-se na necessidade de vir “esclarecer posição“. Quando se começa a ler o “esclarecimento” pensa-se que eles vêm afirmar que não foi…

Sem solução à vista

Algum tempo passado desde que a confusão teve início no seio do segundo partido da oposição, está-se ainda sem solução à vista. Aqueles que nada fizeram antes das eleições da concelhia, estão agora a tentar que as ideias do seu presidente não vão para a frente. Depois de ter sido colocado o lugar à disposição…

Os apoios ao desporto

Tivemos acesso à proposta de comparticipação da câmara à actividade desportiva dos diversos clubes do concelho. Depois de lermos e vermos que o valor que a câmara irá distribuir é menor do que o ano passado, ficámos com dúvidas quanto aos critérios usados. Nota-se uma redução acentuada no financiamento de todos os clubes no que…

Há os que os têm, outros…

Hoje lemos umas afirmações do Rui Rio que disse que o país deve exigir contrapartida em trabalho para quem receba RSI e que, aos que recusem, deve ser retirado. Já lemos criticas que apenas poderão ser oriundas de quem vê no RSI a possibilidade de continuar a fazer nada. Contra o que é politicamente correcto,…

Temos saudade

Temos deparado com algumas cenas que não podemos deixar de achar cómicas. Quem conhece o Álvaro sabe que ele, antes de ter ido para a câmara, era uma pessoa simples, acessível e afável. Algo mudou e todos se queixam! Agora, além de se ter tornado numa pessoa diferente, é vê-lo, nas obras junto à EPAMG, a barafustar…

Transporte de doentes

Chegou-nos ao conhecimento que um grupo de senhoras da Vieira se juntou e, com algumas iniciativas, conseguiram  que os bombeiros da Vieira recebessem um carro de transporte de doentes. Este tipo de iniciativas é meritório e merece que aqui não nos esqueçamos delas. Sabemos também que a câmara comparticipou em metade do custo da viatura (ao…

Big Brother

Desde o momento que soubemos que o acesso ao Largo tinha sido bloqueado na câmara que tentámos saber mais sobre o que se passava lá. Pelo que conseguimos saber, há lá quem leve muito a sério a ideia de que quem tem a informação tem o poder! Pelo que sabemos, as alterações informáticas que foram…

UDL, o balanço

Poucas deverão ser as pessoas que não se lembram do conhecido quadro do menino triste. Poucas deveriam ser as casas que há uns anos não tinham um destes na parede. Depois do que hoje soubemos, acreditamos que, se o quadro fosse feito hoje, utilizariam não a cara do menino mas a do Álvaro. Os que…

Vieira abandonada

Demos mais uma volta pela Vieira e somos surpreendidos com uma opinião generalizada sobre a acção da câmara. A ideia vai no sentido de acharem que também lá nada foi feito. A única obra realizada foi a rua da industria. Pensávamos que o Vicente era acarinhado por aqueles que o viram crescer mas não. A…

O escolhido

Depois de ter sido lançada a ideia de que o PCP poderia avançar com um independente, soubemos que esse cenário não foi nunca equacionado. Quem neste momento está na corrida, parecendo ser o único, é mesmo o Cascalho. O apoio que o Barros lhe deu poderá ter sido determinante para que a escolha para a…

Cartão vermelho

Depois de tudo o que tem acontecido desde que o Cruz  terá dado a conhecer, ainda que indirectamente, a sua intenção de ser ele o candidato à câmara que as movimentações no interior do partido têm sido muitas e, pelo que soubemos, os militantes terão acordado. A intenção do Cruz não é muito bem vista…

Decidam-se!

Agora que está tudo ainda mais parado aqui na terra, podemos dar atenção a alguns detalhes. Aqui não escrevemos seguindo o novo acordo ortográfico. Ainda não é vinculativo e, por não concordarmos e por opção, vamos continuar a escrever em português tal como o aprendemos. Os organismos oficiais ainda não estão vinculados a adoptá-lo mas…

Pequenos gestos

Estamos em tempo de crise, não há dinheiro para nada, anda toda a gente triste por não poder fazer a vida que fazia… Tudo isto é já demasiado falado e, quanto mais se fala, mais tristes ficamos. Alguns de nós têm ainda a ideia que quem manda deveria fazer alguma coisa para nos dar uma…

Poluição visual

O única cartão de visita positivo que a terra ainda tem são os parques. Não temos eventos culturais que dêem movimento à terra; já não temos comércio; não se vê ninguém nas ruas; não há quase nada que motive as pessoas a sair de casa. Temos os parques que, apesar de começarem a revelar abandono,…

O adeus anunciado

Tudo leva a crer que o Santos não irá mesmo ser candidato pelo PSD, por qualquer outro partido ou movimento. Acreditamos que algo de muito grave terá acontecido para que ele tenha decidido fazer assim um anúncio. A actual liderança da concelhia não deverá estar isenta de responsabilidade nesta decisão. Três anos depois de ter…

Teimoso

Ontem lemos num jornal que a SAD do UDL quer continuar a jogar aqui na terra. Lemos também que o Álvaro terá dito que “só após uma reunião com a SAD da União de Leiria, em que se analisarão as condições estipuladas no protocolo de utilização do estádio da Marinha Grande, assinado o ano passado, é que…

Já só tem um ano

Com o calor e sem nada a acontecer na terra que nos leve a pensar noutras coisas, fomos reler o discurso do Álvaro quando, há três anos, tomou posse. Naquele acto solene, ele disse que iria implementar “medidas de impulso para a indústria e produção, não esquecendo os sectores primários de actividade“.  depois de tantos…