Natal por cá

Ontem a Célia disse, em tom jocoso, que não havia Natal, mas que estava cá ela. Não cremos que seja ela a Mãe Natal, mas sabe-se já que vai haver alguma coisa. Vão ser mais de 50.000 euros para o Natal e mais 30.000 para a passagem do ano. E perguntarão o que vai ser…

Aprovado

Ontem esteve em discussão o novo regimento das reuniões de câmara. A proposta foi aprovada. As reuniões passam a ser à segunda-feira, às 14.30. As sessões são todas públicas e os munícipes que queiram intervir poderão fazer a inscrição até à sexta-feira anterior às 12.30. As actas de reuniões têm que ser aprovadas obrigatoriamente na…

Orçamento

Hoje há reunião de câmara onde deverá ser estabelecido o novo regimento pelo qual se irão reger as regras de funcionamento das reuniões de câmara. Acredita-se que a proposta passe sem grandes dificuldades. Depois será interessante ver se os serviços irão dar cumprimento. Mas a questão da proposta de regulamento leva-nos a algo que já…

Desabafo

Escrevemos já uma quantidade enorme de posts. Já perdemos a conta à quantidade de palavras já escritas. Já andamos aqui há alguns anos e, de entre as informações que conseguimos dos que são nossos amigos, há muita informação que obtemos sem que os que estão na vida pública se apercebam disso. Sem falsas modéstias, sabemos…

1342 dias!

Foi há 1342 dias que o assunto do jazigo que foi construído para além das medidas normais, apesar dos serviços camarários terem sido alertados para o facto antes da conclusão da construção, foi falado. Foram 1342 dias durante os quais nada foi resolvido. Foram 1342 dias durante os quais o ex-presidente prometeu soluções, disse que…

À espreita

Quem ouviu o Zé Luís no debate de sexta pôde aperceber-se que o PCP quer ficar na oposição. É um lugar confortável onde estar porque basta ir fazendo a gestão dos erros que forem sendo cometidos sem que tenham que assumir o que quer que seja. Amanhã vai pode ler-se que a Alexandra quer um…

Género

Há quem diga que é nos pequenos detalhes que se notam as grandes mudanças. Amanhã vai poder ler-se o texto do Henrique que diz que não se vêm mudanças na gestão da câmara. Ele, tal como nós, está enganado! Há já mudanças importantes e de grande relevo na gestão da câmara. Agora quem for à…

Desperdício

Há coisas que não se podem resolver rapidamente porque não há dinheiro. Há coisas que não se resolvem por incompetência. No cemitério a água corre sem parar porque a torneira não foi substituída. É provável que o Caetano não tenha ainda tido tempo para dar uma simples instrução para que as torneiras sejam reparadas ou…

Sem Natal

Este ano a árvore de Natal será negra como as que arderam. De certo modo ainda andamos todos afectados pelo que aconteceu há mais de um mês. Com calor, sem chuva e quase sem frio, o Natal parece ser algo ainda muito distante, mas não é! Estamos a um mês de chegar o Pai Natal.…

Esquecimento

Está em curso a votação para o Prémio Nacional de Artesanato de 2017 e, quanto a nós, já fizemos o que podíamos para que o resultado possa ser favorável. A questão do prémio levou-nos ao passado, àquele momento em que o arroz de marisco foi eleito uma das sete maravilhas. Sempre tivemos a sensação de que,…

35 dias depois

35 dias depois “o Governo e a Câmara Municipal da Marinha Grande estão a reforçar o apoio e a informação à população afetada pelo incêndio de 15 de outubro, através de uma Unidade Móvel que está a percorrer os locais atingidos, na freguesia de Vieira de Leiria. Esta ação de porta-a-porta decorre de 20 a 24 de…

Seca? Aqui não!

O país está numa situação de seca, havendo concelho a serem abastecidos por camiões cisterna. Mas isso é lá! Por cá a água parece abundar. Não é a primeira vez que escrevemos sobre isso e provavelmente não será a última. Ali, bem ao lado da Assembleia Municipal, o passeio continua a ser regado, por cima…

O convite

Esta é a única foto que encontrámos referente à reunião que teve lugar entre a comissão d’ “O pinhal é nosso” e o Secretário de Estado. Sobre o que deu origem à reunião há duas versões: a que temos e aqui demos conta e a que o Pedrosa tem de que foi a Cidália quem…

Porta fechada

No mandato anterior conseguiu-se algo que não era habitual ter-se: reuniões de câmara públicas. Logo na primeira reunião de câmara a Cidália deu a conhecer que quer que “nem todas as reuniões ordinárias sejam públicas, de modo a tornar mais céleres os trabalhos“. Ou seja, quer voltar à formula antiga da ‘porta-fechada’. Até se poderia entender…