Sozinho

Ontem asisstimos a algo inédito na reunião de câmara. Algo que, em condições normais, deveria levar a que alguma coisa acontecesse. Claro que, como estamos a referir-nos à câmara, nada vai acontecer. Há, ainda assim, algo que resulta do que aconteceu: a reconhecida falta de capacidade de liderança. A propósito do que é o programa…

We can do it!

No próximo Sábado comemora-se o Dia da Mulher. Já se espera que seja uma noite de alguns excessos da parte de certas pessoas que aproveitam a noite para fazer o que não conseguem o resto do ano mas não conseguimos deixar de achar que a existência de um dia dedicado à mulher mais não é…

+ 150.000

Na segunda-feira a câmara reuniu mais uma vez. Desta vez sem público, em reunião extraordinária meio às escondidas, para decidir uma das heranças deixadas durante a governação do Constâncio. Ainda não sabemos quem votou contra ou a favor da decisão, nem se houve declarações de voto, mas o assunto do Bairro do Camarnal volta de novo…

Não tenho como!

Tenho a noção que me ponho a jeito para ser criticado, mas assumo essa situação. Podia publicar este post no LC II onde ninguém faz comentários, mas vou fazer aqui mesmo de propósito, para dar hipótese a comentários anónimos, eles que venham. Ouvia ontem a quadratura do circulo e o Carlos perguntava ao Pacheco Pereira…

Esticar…

Não, o boneco não é referente a nenhuma máscara de Carnaval. É assim que imaginamos que o Vítor esteja depois do que lemos relativamente à ocupação do Museu do Vidro. Esticar até onde conseguir! Tem estado lá patente a exposição de vidro da “Real Fábrica de Cristales de La Granja”. Não é divulgado o número…

É estranho!

Um frequentador aqui do Largo enviou-nos uma imagem de uma construção que está a ter lugar no interior do cemitério. A imagem foi enviada porque, segundo fomos informados, há quem esteja indignado com a construção a ser feita num local não destinado à construção de jazigos; pelo facto da construção, pelas dimensões que tem, impedir…

Mudam-se os tempos…

Depois do que se tem falado sobre o que tem sido a mudança de atitude por parte dos que agora estão com pelouros e que antes estavam na oposição, recordámos o que para muitos parece ser assunto sem interesse mas que continua a deixar uma marca negativa na terra. Recordámos o que lemos, o que…

Sem apoio à natalidade

Uma das promessas que foi mais falada pelo PS e pelo Álvaro durante a campanha, tendo até feito disso manchete em alguns periódicos, foi o facto de existir no concelho o programa de apoio à natalidade. Numa altura em que o próprio Passos tem como único objectivo o incentivo à natalidade, tendo até no último…

Polícia Municipal

Deverá estar agora a ter lugar a reunião entre um grupo de munícipes preocupados com a insegurança que se vive aqui na terra e o Álvaro. De entre os sorrisos e promessas, a par do descarregar para cima da PSP a ausência de policiamento, por falta de agentes, acreditamos que dali pouco saia de útil.…

1 km sem nada

A imagem de satélite pode ser, à primeira vista, de um qualquer sítio. Quem todos os dias ali passa é capaz de até reconhecer o local. Nós ajudamos a identificar. Quem vai do Casal Galego para o Casal dos Claros tem uns quilómetros de bom asfalto. Depois do cruzamento para um dos armazéns de uma…

Como obter respostas

Quando andávamos na primária (hoje primeiro ciclo) os professores escreviam no quadro de giz para que não nos esquecêssemos da matéria. Era a forma de conseguirmos aprender mais facilmente. Conjugar o que nos era dito com a memória visual ajudava a não nos esquecermos da matéria. Sabe-se que o Santos exerce na vida profissional uma…

Miss Contornar

Há coisas que se sabem, coisas que se dizem, coisas que são conhecidas mas há coisas que um vereador não deve dizer, sinda que o pense ou faça. Tudo o que seja dito, ainda que de forma mais ou menos inocente, pode ser mal interpretado e dá uma imagem muito má de como funcionam as…

Atirada aos bichos

Ontem, na reunião de câmara, tivemos a sensação de que a João tinha sido atirada aos bichos! Com o Logrado com mandato suspenso, coube à João tentar defender o que foi uma das bandeiras da campanha do movimento: o orçamento participativo. A reunião começou logo mal quando a maioria veio dizer que a proposta era…

40 anos e nada

Ouve-se já muita vez a frase “volta Salazar, estás perdoado“. O estado a que o país chegou está a criar algum saudosismo a muitas pessoas. Há quem culpe a revolução de há quarenta anos de muito do que agora estamos a viver. Parece ser evidente que poucos serão os que estão contentes com o que…

E se…

Ontem foi notícia o facto do Supremo ter condenado a câmara do Porto a pagar a meia centena de comerciantes mais de dois milhões e meio de euros pelo facto de as obras que foram feitas aquando da Capital Europeia da Cultura terem demorado mais do que o previsto. Deve ser a primeira vez que…

City Brand

De entre os 308 municípios, o ranking do “City Brand” colocou-nos em quinquagésimo nono lugar, atrás de Leiria e Pombal. Este indicador é feito com base na análise de vários factores e pode servir para que os autarcas vejam onde podem melhorar e onde estão a errar. Deixamos aqui o resultado do estudo. A consulta…

Boxe na câmara

Percebemos hoje a razão da câmara ter rejeitado a possibilidade de serem gravadas as reuniões. A câmara tem que poupar na compra do aparelho de gravação para que possa investir em luvas de boxe! Há uns meses atrás, apesar de ter sido desmentido, houve cadeiras que andaram pelo ar ali para os lados da câmara.…

Sem resposta

Em Julho de 2011 a Alexandra “disse existirem muitos outros aspectos positivos à volta desta eventual vinda e acrescentou que se toda a centralidade do clube vier também para a cidade, ainda melhor“. O Vítor “congratulou-se com as negociações já encetadas e referiu ser muito positivo para o Concelho a vinda da U.D.L para o…

Versão local

Há quem goste, há quem não consiga ver. Uma das séries que passa na televisão centra-se na existência de uns seres estranhos que mais não são do que mortos-vivos. Nada do que se lhes faça parece ter efeito. Não pensámos que por cá também existissem! A verdade é que existem e o que se nota…

Dito por não dito

Quando ouvimos falar os políticos damos o desconto para o que possa ser o que não corresponde à verdade. Em Outubro do ano passado o Álvaro dizia, em reunião de câmara que “Dado que todos concordaram em gravar as reuniões da Câmara, vai ser comprado o equipamento para esse fim, mas como é ele que…

Cultura ao colo

Sexta ouvimos a opinião do Tojeira que, como era esperado, não trouxe nada de novo em relação ao que antes se sabia. Sem que se tivesse possibilidade de ouvir o que o Vítor poderá ter a dizer sobre o assunto – e ele sim era quem importava ouvir -, ficámos como estávamos! Mas, com maior…

Balanço provisório

Alguns acham que ainda é cedo para se poder fazer uma avaliação do trabalho que esta a ser feito pelos membros do actual executivo. Outros, como nós, acham que nunca é cedo demais para se começar a ter uma opinião sobre o que esperar. De certo modo, tem surgido a informação de que os actuais…

0-1

Como já ontem escrevemos, a reunião da câmara teve que ser suspensa porque os serviços se esqueceram de mandar toda a documentação para que os vereadores sem pelouro pudessem analisar tudo e decidir. Quando de lá saímos, ainda sem decisão tomada, pensámos que os serviços da câmara, diligentes como são (!), emitissem um qualquer parecer…

Reunião suspensa

Passámos há pouco para ver como estava a decorrer a reunião da câmara e apenas tivemos oportunidade de assistir ao Álvaro chutar para canto a resposta que lhe foi feita sobre a questão do orçamento participativo. Se o Santos espera uma resposta, acreditamos que deverá fazê-lo sentado! Mas mais uma vez o problema que o…

“A ideia foi minha!”

Concorde-se ou não com o modelo e ideia, quem fez bandeira de campanha com a ideia dos orçamentos participativos foi o Logrado. Falou no assunto até à exaustão e, apesar de haver nos outros programas algumas referência a essa ideia, dificilmente se conseguirá desligar dele o aparecimento do tema para discussão. Ontem lemos no site…

Fim do mundo

Não somos dos que acreditam em profecias. Já passámos as datas em que as profecias diziam que o mundo ia acabar e nada aconteceu. Desde há pouco que passámos a acreditar que algo de muito estranho vai acontecer e que pode até mesmo ter a ver com o fim do mundo. Quando algo de muito…

Laissez faire…

A imagem não é de um desenho de uma criança. Os entendidos dizem que vale muito dinheiro e o Governo decidiu por em venda quadros valiosos. O tribunal deu luz verde e parte do que o Estado tem vai ser vendido. Nada de novo nisto. Já nada que o Governo faça nos espanta. Não se…

Ainda as matas

Há dias lemos no Facebook, a propósito de um comentário que foi feito acerca do estado em que ainda se encontram as matas nacionais, uma série de opiniões que, se não fosse este um assunto sério, daria para achar o tema divertido. Há um ano que há zonas da mata que se encontram intransitáveis. Quem…

Não mexer

O mar não tem dado tréguas. As asneiras que têm sido cometidas começam a ter que se pagar. Durante anos nunca ninguém se preocupou com o que poderia acontecer e hoje está aí o resultado. Hoje já se vêem os deputados terem interesse e pedirem ajuda ao Governo mas não os vimos fazer nada quando…

Valeu a pena

Depois de muitos anos a aqui vivermos, nada como ver o resultado da acção daqueles que nos têm governado. Se as pessoas que aqui vivem até são boas, se a terra tem potencialidades, se tem indústria que se tem conseguido manter viva, porque não consegue ter um nível de competência política que seja equiparada? Hoje…

Um balde cheio de… nada

Com os independentes a serem eleitos, houve quem pensasse que algumas coisas iriam mudar. Aqueles que estavam mais dentro do que é a realidade política sabiam que pouco ou nada iria mudar a partir do momento em que se soube quais eram os resultados eleitorais. Claro que se sabe que irão, durante algum tempo, tentar…

Ovo de Colombo

A história do “ovo de Colombo” é muita vez usada para fazer referência àquelas coisas que são óbvias mas que nem todos se lembram. Acreditamos que, depois do que o Vicente disse, está encontrada a causa da prostituição e da toxicodependência e, como é óbvio, a forma da eliminar. A culpa é das árvores! Quando…

Alguém percebe?

Passámos há pouco na avenida onde foi feito o corte das árvores e não conseguimos deixar de achar que há algo de muito estranho no meio de tudo isto. Vamos fingir que acreditamos que as árvores que estavam junto ao muro estavam mesmo em perigo e que estavam a interferir com ossadas. Vamos fazer de…

Mira técnica

Muitos haverá ainda que se lembram de, quando se ligava a televisão, vermos apenas a mira técnica. Era no tempo em que havia dois canais com emissão a começar de manhã, interromper depois do almoço para retomar ao final da tarde e terminar à hora de ir para a cama. Eram tempos diferentes em que…

Magnólia

Aos poucos vai-se sabendo o que levou ao corte das árvores ao lado do cemitério. A câmara chegou à conclusão, depois de vinte anos, que as árvores que ali estavam “não eram as adequadas” e que “as raízes interferiam com as ossadas” e a “distância não era a mais ajustada“. Não deixa de ser estranho…

O antes e o depois

Como às vezes há alguma tendência para o exagero e sobrevalorizar o verde e o ambiente, decidimos desmistificar o que se tem escrito e deixar que as imagens falem por si. Claro que gostos não se discutem e para tudo há uma explicação. Mas a câmara não a deu qualquer explicação nem tem que dar.…