Design em S. Pedro

Ontem apareceram nos outdoors da terra os cartazes que anunciam o evento do design. Apesar do que foram as discordâncias dos empresários quanto à designação do evento e da própria marca, a câmara levou a sua avante e temos que reconhecer que tem razão. A terra é um marco do design a nível nacional! Onde…

Acessos às praias

Há dias tínhamos usado esta foto para convidar as pessoas a visitarem a Praia da Concha. Ouvimos há pouco nas notícias que hoje houve quem tenha tido problemas no mar. Estamos longe e não conseguimos ainda saber como decorreu o salvamento mas estamos a imaginar o que terá sido o trabalho dos socorristas ao terem…

Mira ao Vicente

Há dias a Alexandra entrou na reunião de câmara de mira apontada ao Vicente. A Alexandra disse que tinha ido ao parque e que “ficou apreensiva com a obra que lá foi feita, que entende que deve ser fiscalizada, pois verificou que existem quinas vivas, um dos brinquedos foi removido mas ficou com a base…

Algo não bate certo!

Foi ontem anunciado que, pelo quinto ano, a câmara vai fornecer os livros às crianças do primeiro ciclo. Uma vez mais se coloca a questão de saber se a medida é justa uma vez que não distingue os que precisam dos que não necessitam de apoio e que poderia permitir aumentar a ajuda a quem…

Estrada Arco Iris

Na reunião da semana passada o Santos foi um dos que também falou pelos cotovelos. Uma das situações que chamou a atenção foi para o estado em que se encontra a estrada para S. Pedro. As raízes fazem com que andar por ali tenha que ser feito com imenso cuidado. Sugeriu, pareceu-nos que em tom…

Porque no te callas!

A semana passada, na reunião de câmara, um munícipe foi alertar para o facto de existir um terreno que, sendo propriedade da câmara, foi vedado por um particular que deve achar que o terreno é seu. A reacção foi a esperada: não foi dada atenção. Mania que alguns munícipes têm de ir chamar a atenção…

Levantar do muro

A imagem faz parte dos arquivos da nossa história, daquela que não queremos lembrar mas que nunca deveremos esquecer. A construção do muro da vergonha, aquele que separou um povo. Hoje há-os a serem construídos em Gaza. Vergonha atrás de vergonha. Estas separações mostram que não estamos minimamente ajustados a viver com a diversidade. Se…

A importância das receitas

Quando se vê o que é o aproveitamento que algumas câmaras fazem das potencialidades do turismo, não podemos deixar de fazer algumas comparações com o que temos na terra. Por onde andamos, as empresas que se dedicam ao desenvolvimento do turismo têm apoios das câmaras. Os próprios turistas são beneficiados em termos de impostos quando…

Homem bala

Quando se fala dos políticos comete-se às vezes o erro de pensar que eles são pessoas bem instruídas e com conhecimentos. Erro enorme! Talvez porque na terra está um circo – no mesmo sítio onde há meses o Álvaro achava que era impróprio para estar um em funcionamento – que tem como atracção um “homem…

Triste sina

Quando ontem o Amadeu apareceu na reunião da câmara, a imagem que nos veio à mente foi a do Vasco Santana! Não tem a ver com o aspecto físico, por ser estudante ou por alguma das piadas que eram próprias daquele actor. Tem a ver com o que se passou e que nos fez lembrar…

Queixa e o óbvio

Hoje o PCP saiu com uma previsão que deixou todos surpreendidos. Prevêem que o BPN nos vai custar mais dinheiro! Depois do muito que já se sabe, fazer uma previsão destas, depois do que foi o relatório do TC, é, sem dúvida, algo que nem a Alexandra Solnado conseguiria fazer. Até entendemos que possam querer…

Bom e mau

Com o que se passou, e está a passar, no BES, não há quem não fale no “banco bom” e “banco mau”. A ideia de mau ficou associada à parte sombria que envolveu aquela instituição. Isso levou-nos a pensar se na câmara não haverá também uma parte boa e uma parte má! Quem serão os…

Banco mau

Com o Espírito Santo na ordem do dia, fomos ver até que ponto isso poderia estar a afectar aqui a terra. Demos, por isso, uma volta pelos parques e apercebemo-nos que as ramificações do que está a acontecer a nível nacional tem reflexos por cá. Aqui começa, desde logo, pelo que se consegue ver nos…

Tristeza

Quando hoje passámos pelo centro tradicional e vimos o estado em que estão alguns dos edifícios, começamos a imaginar como seria se também o edifício da câmara estivesse à imagem do que se vê em redor. Claro que exagerámos na imaginação porque árvores seria algo que nunca ali existiria mas não deixa de continuar a…

Acabou a guerra!

Pronto, está resolvido o conflito no Médio Oriente. Ontem foi aprovada uma moção que apela ao fim dos conflitos. Está claro que quando chegar ao conhecimento das partes beligerantes eles vão parar de imediato de fazer o que se lê nas notícias. Nem teria lógica que continuassem a lutar depois de a câmara aqui da…

A Branca do MpM

Desde há muito que se falava que o movimento do Aurélio estava apenas centrado em si próprio. Apesar de terem aparecido outros nomes na lista, a ideia que existia era a de que tudo girava à sua volta. Ontem, ou porque lhe chegou aos ouvidos que essa era uma das coisas que se falava ou…

Vandalismo

Esta semana uns vândalos acharam que deviam dar largas aos seus “dotes” artísticos e fizeram uns desenhos mal feitos numa das paredes da biblioteca. Há os que acham que se deve criar um espaço para que os vândalos possam fazer as suas pinturas mas a generalidade das pessoas com bom senso não pode senão censurar…

Imagem que conta

A Resinagem tem sido classificada, por parte de quem manda, como sendo o elemento dinamizador do centro tradicional. Nesta altura em que muitos poderiam visitar a terra e que deveria haver uma atenção redobrada – não que os que cá habitam não mereçam o mesmo tipo de atenção -, ver que existe uma falta de…

Parabéns

Acabámos de dar uma volta pela cidade. O que encontrámos foi um deserto. Deserto de gente, de movimento e de ideias para dar volta à terra. Encontrámos uns moços numa mota eléctrica que se nos atravessarem à frente e que podemos dizer que foi o ponto alto da noite Marinhense. Depois dizem que somos nós…

Tempos medievais

Em Leiria vai estar patente este fim de semana uma feira medieval. Numa altura em que há muitos que estão de férias, parece-nos ser lógico que possam ser organizados eventos que possam, de algum modo, trazer animação às cidades. Não apenas permite que algumas pessoas possam querer assistir como isso trará mais gente. O comércio…

Pedir demais

31 de Agosto foi a data limite que um empresário definiu para decidir se faz ou não um investimento de seis milhões de euros no concelho. Tudo isto porque, depois de ter tido uma reunião há três meses com o Álvaro, nada avançou. O empresário não consegue que a câmara integre a sua actividade como…

Shhhh…

O que aconteceu a semana passada era, mais ou menos, esperado. O Álvaro mandou calar um munícipe quando ele quis intervir apenas porque ele não se tinha inscrito com, exactamente, 24 horas de antecedência. Mais uma vez coloca-se o formalismo à frente dos interesses dos munícipes. Claro que se entende que o Álvaro se agarre…

Shhhh…

O que aconteceu a semana passada era, mais ou menos, esperado. O Álvaro mandou calar um munícipe quando ele quis intervir apenas porque ele não se tinha inscrito com, exactamente, 24 horas de antecedência. Mais uma vez coloca-se o formalismo à frente dos interesses dos munícipes. Claro que se entende que o Álvaro se agarre…

Custo das festas

A câmara decidiu, a semana passada, pagar ao STIV. Todo o serviço que é prestado deve ser pago e a câmara decidiu a semana passada pagar pelo que foi feito no 18 de Janeiro. Dito assim pode soar mal mas nós explicamos. Há uns meses o STIV organizou a comemoração dos 80 anos da revolta…

Estacionamento ou árvores

Nem sempre se conseguem entender as razões que levam a que sejam tomadas algumas decisões por parte dos que mandam na terra. Uma das últimas decisões que foi tomada gerou alguma polémica mas agora entendemos a razão de ter sido tomada. As árvores são muitas das vezes um estorvo. Que jeito tem estarem árvores a…

Opções

Quando hoje passámos grande parte do tempo sem água e nos lembramos do que se gastou na Casa da Cultura e na Resinagem não conseguimos deixar de pensar nos critérios de investimento que têm sido usados. Optar entre a conduta dos Altos Picotes ou obras de fachada parece ser uma escolha difícil. Ainda nos lembrámos…

Nada se faz

Hoje, como sempre, o centro estava assim, às moscas. Quatro anos depois do Álvaro ter iniciado funções, não se vê que tenha existido uma única mudança para melhor. Edifícios em ruínas, abandonados ou à mercê de vândalos é o que o centro tradicional tem para oferecer. Longe vão os tempos em que por ali se…

Ivima… para quando?

Quando hoje dávamos volta aos arquivos de imagens, apareceu-nos esta que data de 1918. Longe vão os tempos em que aquele edifício era da Companhia Nacional e Nova Fábrica de Vidros da Marinha Grande, mais tarde Companhia Vidreira Portuguesa. Hoje ele está entregue à câmara e, apesar de se falar que lá irá ser instalado…

Soninho na cultura

É muito provável que a culpa seja mesmo nossa por termos criado expectativas demasiadamente altas no que diz respeito ao que poderia ser a animação que este verão poderia aqui existir. É provável que o que a câmara não está a fazer seja o que esta correcto. Se assim for, seremos nós quem tem que…

Dia negro

Hoje é um dia triste. Deverá ser um dos piores dias do ano. É uma das datas que deveria ter sido apagada do calendário há, pelo menos, setenta e cinco anos e uns dias. Se isso tivesse acontecido Cavaco não teria tido a oportunidade de nascer e hoje não seria a data em que a…

Ciclovias descuidadas

A câmara deu a conhecer as ciclovias que existem no concelho. Para quem gosta de caminhar ou andar de bicicleta é uma das coisas boas que existe. Raras são as vezes que as imagens que são colocadas reflectem a realidade. Neste caso temos que reconhecer que a câmara fez uma escolha acertada que reflecte o…

Preço de saldo

O que é que leva a que um lugar idílico como este esteja ao abandono? O que leva a que a câmara o vá por em hasta pública a preço de saldo? A resposta parece ser simples. O abandono a que aquele parque está votado desde há muito justifica que isso aconteça. Aliás, é até…

Preço de saldo

O que é que leva a que um lugar idílico como este esteja ao abandono? O que leva a que a câmara o vá por em hasta pública a preço de saldo? A resposta parece ser simples. O abandono a que aquele parque está votado desde há muito justifica que isso aconteça. Aliás, é até…

Ir para fora

Hoje vamos todos para fora do concelho. Não temos praias que possam ser frequentadas; não temos qualquer actividade que nos motive a ficar cá; já fomos aos museus, Resinagem e a Casa da Cultura é só uma miragem; não nos apetece andar no parque a ver o que está estragado. Resta-nos ir ver os passeios…

Visitar fábricas

Se já imaginámos aproveitar as férias a visitar fábricas? Fazer nas férias o que fazemos fora delas? Não. Não mesmo! Talvez nos imaginássemos a vir da praia (das que ainda se podem frequentar) e ir tentar conhecer a industria local em passeios organizados, com locais de partida e chegada, com guias que nos explicassem o…

Boxe no PS

Hoje é notícia em jornais da região o problema que se passa nas praias. As obras não estão a dar condições aos veraneantes para poderem gozar o seu período anual de descanso. A economia local sofre com isso mas a câmara tenta arranjar desculpas. Não são apenas as praias do concelho que estão afectadas. Também…

Mais serviços externos

Desde há muito que se sabe que a câmara deverá continuar a ser a principal empregadora do concelho. A quantidade de trabalhadores que foram admitidos ao longo dos anos faz dela a entidade com mais funcionários. Estranhamente o Vítor há dias admitiu que vai ter que contratar uma empresa externa para que possa ter o…