E se…

A foto foi tirada há dias quando o pessoal da câmara procedia à substituição da lona para dar a conhecer o programa das festas da cidade. É algo que antes não se via e que, pese embora esteja ladeado de painéis de propaganda, é um princípio. Tudo o que sejam mudanças que nos permitam ter…

Perdido!

Quando ontem vimos o Santos a tomar o seu cafézinho antes de entrar para a reunião de câmara, pareceu-nos que ele tinha cara de quem estava perdido! Não metemos conversa mas depois da reunião começar e de ele ter falado percebemos a razão. Nunca tínhamos reparado nisso e como conhecemos a terra não é coisa…

Imbróglio

Ontem um dos assuntos que mais se falou na reunião de câmara foi o da Casa da Cultura. A questão de trabalhos a menos foi abordada mas, acima de tudo, o que esteve em cima da mesa foi a intenção da câmara de querer penalizações por atrasos na obra. Estão a querer que a empresa…

Os quatro presentes

Quando às vezes pensamos como deveria funcionar a câmara, lembramo-nos sempre dos grupos de música, afinados e sem que esteja cada um a tocar para o seu lado. Claro que isso não funciona mas isto ontem veio-nos de novo à ideia quando vimos que, dos sete eleitos, apenas quatro estiveram na reúnião de câmara. O…

Há futebol

Não, não vimos o Santos a jogar! O que vimos hoje foi ser dada resposta a algo que há dias pensámos que não iria acontecer. Hoje, em resposta a um pedido de informação do Santos (que já antes tinha falado no assunto), ficou esclarecido que a câmara vai colocar um ecrã, bem no centro, para…

Dois pesos…

Há dias soube-se que a Casa da Cultura só será inaugurada, na melhor das hipóteses, depois de Setembro. Se tivermos em conta os atrasos e promessas que têm existido, bem poderemos esperar sentados que isso venha acontecer. Pelo que se sabe, o que falta concluir resume-se a umas limpezas e a coisas de pouca monta.…

Caminhada

Fomos dar uma vista de olhos ao mural da câmara no Facebook e lá vem anunciada uma caminhada este Domingo. Não nos parece mal que a câmara possa começar a fazer alguma coisa nesse sentido, conhecido que é a vontade de alguns munícipes de fazerem caminhadas. Quem participar vai poder ver as diferenças entre os…

Bom senso

O assunto foi já falado e acreditamos que na próxima reunião de câmara possa ficar resolvido mas o simples facto de o assunto existir leva-nos a temer o que são as decisões que são tomadas pela câmara. É voz corrente que quem manda na câmara não são os eleitos. Se de um lado está a…

Entraves (de) políticos

Apesar de não se notar muito que há eleições à porta, depois de ouvirmos alguns dos candidatos não conseguimos deixar de achar que tudo isto se assemelha a um festival onde cada um tenta dar mais nas vistas do que os outros, sem que o critério da qualidade seja o que mais importa, um pouco…

Mudanças!

Foi hoje notícia a possibilidade de uma das maiores empresas aqui da terra poder ter que fechar e ir para países de leste devido à intenção da câmara de querer fazer passar uma estrada para facilitar os acessos à zona industrial. Este é um daqueles assuntos que nos parece que nunca deveria chegar à fase…

Não custa muito!

Se a principal rotunda da terra não estivesse com outdoors partidários, seria assim que a poderíamos ver. Infelizmente os interesses partidários sobrepõem-se ao interesse da terra e o que lá se vê é algo que não dá nenhuma beleza à terra. Mas é o que temos e os partidos (BE e PCP) devem achar que…

Perigo

Há dias voltámos ao “beco sem saída” para ver o que tinha sido limpo. De facto a informação que nos tinha sido dada de que os serviços da câmara tinham ido lá fazer um corte das ervas confirmou-se. Houve, no entanto, algo que não gostámos de ver. Há umas semanas foi notícia os estudantes que…

Qual a desculpa?

Todos sabemos que somos um povo que gosta de fado e futebol. Há uns anos atrás o Álvaro deu a desculpa de que não tinha um funcionário que fosse ligar um projector para o facto de não terem sido transmitidos os jogos de Portugal à semelhança do que aconteceu noutras cidades. Estamos a pouco tempo…

Puxão de orelhas

Hoje, como era previsível, a reunião de câmara foi quente. Depois do que o Aurélio escreveu há dias sobre a ausência de democracia na câmara, os membros do executivo com pelouro hoje não deixaram que aquelas afirmações passassem em claro e deram um valente puxão de orelhas ao Aurélio. Há dias ele escreveu que existia…

Má divulgação

Desta vez sem que a imagem seja mexida, fica-se com o resultado da acção de divulgação que a câmara põe em prática. Meia dúzia de pessoas estiveram no evento que este fim-de-semana teve lugar, “Contos ao pôs-do-sol“. Apesar de se insistir nessa lacuna, os responsáveis da câmara parecem não aprender e tudo se mantém como…

Apagar obras

Deverá haver poucas coisas piores do que estar a fazer algo contrariado. Normalmente quando isso acontece, e acreditamos que acontece a todos, as coisas saem mal. Quando há uns meses se soube que o pelouro da cultura iria ficar nas mãos do Vítor ficámos convencidos que ele teria ideias para dar ocupação à Casa da…

Orçamento Participativo

Desta vez não se pode dizer que não foi anunciado com tempo, ainda que sempre pelos mesmos meios, o início da discussão do Orçamento Participativo. A câmara até já tem uma página destinada a esse fim. Até estranhamos tanta eficiência mas não nos podemos queixar desta vez. Vamos aguardar para ver o que vai acontecer,…

Falta de respeito

Quando se fala das entidades oficiais espera-se que delas possa existir respeito. Quando essas entidades são as câmaras, espera-se que possam tratar os munícipes com a consideração que eles merecem ser tratados. Já se sabe que os serviços de comunicação da câmara não funcionam. Não se consegue sequer saber se existe esse serviço, tal é…

Bairro por pagar

Em Janeiro de 2007 a câmara deveria ter comprado os fogos do bairro do Camarnal. Deveria ter pago mais de um milhão e meio de euros e não o fez. De lá para cá a câmara tem vindo a acumular juros. Desde 2009 até agora estão já contabilizados quase quatrocentos mil euros. Quem o diz…

Não custa quase nada!

Nunca nos cansamos de falar no que é a falta de comunicação da câmara. Não nos cansamos mas eles também pouco se cansam a fazer alguma coisa para mudar! Hoje vão ter lugar as comemorações do 40º aniversário do 25 de Abril. É, apesar dos atentados que têm vindo a ser feitos pelo actual e…

Azar ou culpa?

Os supersticiosos acham que ver um gato preto dá azar. Depois de se saber algumas das coisas que constam na auditoria chega-se à conclusão que a câmara deverá ter visto muitos gatos pretos. Apesar de ter sido dito na reunião da semana passada que há muitos assuntos em tribunal, há um que remota a 2006…

Beco sem saída

Poucas serão as pessoas que não estiveram já num beco sem saída. Estar-se perante uma situação em que não se têm qualquer alternativa é sempre mau. Pior é quando se vive num! Tivemos conhecimento que existem munícipes que vivem num beco sem saída e em relação ao qual parece existir esquecimento por parte da Junta…

O munícipe é que paga

Haverá quem não tenha conhecimento que a câmara tem uma participação de cerca de 10% no capital da empresa de águas Simlis. Apesar de há dias ter surgido uma campanha, meritória, para defesa da água, a verdade é que aquela empresa tem mais de dois milhões de euros de capital negativo. Traduzido por miúdos, significa…

Olhar à lupa

Uma das coisas que tem sido falada tem a ver com o controle que é feito pela câmara dos dinheiros que tem para usar. Desde que foi eleito que o Álvaro tem andado apavorado com situações que podem levar à perda de mandato. Por mais do que uma vez ouvimos esse argumento para justificar a…

Dinheiro prescrito

Sempre tivemos a sensação de que no tempo dos escudos se dava maior importância ao dinheiro. Ao longo do anterior mandato uma das justificações que foi dada para que muita coisa não fosse feita foi o da falta de dinheiro. Entendemos que em tempo de vacas magras não se pode pedir que dêem muito leite…

Vender a Cooppovo

Uma das instituições que é conhecida quase desde sempre é a cooperativa. A “Cooppovo” tem sido uma das instituições que tem ajudado muitos dos munícipes que vêm ali uma forma de comprar de forma tendencialmente mais barata do que noutras superfícies. Essa é pelo menos a ideia que se tem quando se fala ou ouve…

Silêncio

Desde que o executivo tomou posse que, de certo modo, temos estado habituados a que as reuniões de câmara sejam “animadas” com as intervenções do Logrado. Tem cabido a ele o papel de proporcionar alguma diversão aos que têm a paciência de assistir às reuniões. Não é por acaso que as reuniões da câmara da…

Nada se faz

Temos estado à espera para ver quanto tempo demoraria retirar o que decidiu cair do Atrium, bem por cima da entrada onde deveria funcionar o mercado. Cansámos de esperar. Já lá vão demasiados dias sem que alguma coisa tenha sido feita. Claro que ali não está já quase nada a funcionar e esse poderá ser…

Apoio à natalidade… mas pouco

Não deverá haver nada mais bonito que os bebés. Infelizmente há cada vez menos. Apesar de ter feito parte dos programas eleitorais, só ontem foi para votação o programa de apoio à natalidade. Quatro meses e meio foi quanto tempo demorou a fazer uma cópia mais ou menos fiel do que existia o ano passado!…

Jazigo que queima

Desde há algum tempo que se tem vindo a falar na obra polémica: o jazigo que foi feito sem supervisão da câmara. Houve até munícipes que foram à reunião de câmara para saber o que se passava. Ouvimos o Álvaro dizer que os serviços estavam a analisar e que na próxima reunião já iria dar…

Não há circo sem palhaços

Sem palhaços não há circo. Pode haver muita coisa mas uma das coisas que nunca pode faltar são aqueles que nos fazem rir dar parvoíces que fazem à nossa frente. Quando soubemos que este ano vai haver circo perto do estádio fomos dar uma vista de olhos ao que antes tinha sido dito pelo Álvaro.…

O custo do Circo

Surgiu há pouco um comentário que dava a conhecer que a câmara teria cobrado a quantia de quatro mil euros pela utilização do espaço onde o circo está instalado, despesa que tinha sido suportada pelos bombeiros. Tratava-se de informação que não dispúnhamos e que nos apareceu como surpresa. Fomos tentar saber o que se passava…

Discurso no plural

A curiosidade que tínhamos começa a ficar mais dissipada. Fomos fazer uma leitura mais atenta do programa das comemorações do 25 de Abril que agora aparece no portal da câmara e, além de estar mais completo, apercebemo-nos que vem já dar uma luz sobre o que deverá acontecer e que nos tinha passado despercebido. A…

Quem vai falar?

As comemorações do 25 de Abril vão ter o seu ponto alto, como sempre, quando perto da meia noite se ouvir a Grândola Vila Morena e se seguirem os discursos. Este ano terá um significado acrescido depois do muito pelo qual temos vindo a ser obrigados a passar com as medidas que têm vindo a…

História de sangue!

Estalou o verniz! Essa é a conclusão que se chega depois de quinta termos lido que a exposição de marionetas não era senão o prolongamento do que se passa no edifício da câmara! De uma forma muito pouco polida, os membros do executivo foram chamados de fantoches (entre outros). Tudo isso porque o Álvaro terá…

Horário especial

O país está mergulhado numa crise que alguns criaram agravada pelo que têm sido as políticas seguidas por aqueles que dizem que mandam. Entre o PS e PSD/CDS será difícil saber a quem atribuir as culpas. Se de um lado está mal, do outro não está melhor e as perspectivas não são as melhores. É…

Culpados

Já antes tínhamos sido alertados para o facto de a terra ir ficar privada de serviços no que diz respeito ao tribunal que aqui funciona. Até hoje não houve uma palavra que fosse da parte da câmara sobre o assunto. É como se não importasse que os munícipes tivessem que ir para fora da terra…

Estacionamento… mas pouco

Esta seria a ideia inicial para o estacionamento da antiga JF Custódio. Isto foi, pelo menos, o que foi apresentado como sendo o que iria ser construído. Tivemos entretanto conhecimento que esta ideia começou a ter alterações. Com cada um a querer dar “contributos”, o estacionamento, que iria ser a alavanca para a “reabilitação urbana…

Quem manda?

Sexta ouvimos aquilo que os vereadores independentes tiveram a dizer no programa que passou na rádio. Sem grande novidades e com o Logrado ainda fora, foram defendendo as suas visões  e o que consta nos seus programas. A parte que achámos mais interessante foi quando, a propósito de quem manda na câmara, o Aurélio tentou…

Santos ausente

Quando ontem entrámos na sala de reuniões da câmara vimos o que não contávamos! O Santos tinha sido substituído! Claro que a primeira ideia que nos ocorreu foi a de que poderia ter ido fazer companhia ao Logrado. Também nos ocorreu que poderia ter-se visto de manhã ao espelho e ter constatado que, apesar do…