A 4 dias e… nada!

Como é evidente, depois do texto que escrevemos no final da semana passada, não estávamos à espera que a câmara desse resposta. Se o fizerem deverá ser para dizerem que têm alguém que responde, como já antes aconteceu, enquanto outros ficam por lá perdidos. O problema é que, a 4 dias do início das festas,…

Natal no verão

Em 2012 o Dia da Criança não foi comemorado. O dia passou sem que as crianças tivessem tido direito a festejar o dia que lhes é dedicado. Hoje acontece o mesmo. Por decisão dos que mandam, o Dia da Criança passa a ser no fim de semana. Em 21012, quando a Cidália dizia que entendia…

Doce, só o açúcar

Ontem, na reunião de câmara, o Vítor informou que não havia qualquer proibição em relação à possibilidade de comerciantes que vendessem coisas doces, tais como farturas ou pipocas, se instalarem durante as festas. Não que duvidemos do que ele tenha dito mas quisemos tirar a limpo o que tinha sido afirmado. Ouvimos quem se queixasse…

Olho fechado

A partir de ontem, o olhar deixa de ser novo para ser fechado! A câmara fechou a porta à possibilidade da associação ficar com o dinheiro que havia recebido no tempo da Cidália. O facto de terem sido entregues documentos sem que justificassem as despesas que disseram que haviam feito levou a que ontem o…

Transparência

Há quem diga que a única coisa transparente que existe é o vidro. Outras há que são quase transparentes e muitas há que deveriam ser mas não são. Há também coisas que se fazem que, podendo ser evitadas, não se entendem. Quando foi o evento do Design um dos patrocinadores foi uma conhecida empresa que…

Volte face

Pior do que reconhecer um erro, é persistir nele. Hoje na reunião ficou-se a perceber que o erro foi reconhecido, foi corrigido e passou a ser permitido que os comerciantes que tenham actividade de venda de fartura, churros ou pipocas passam a poder fazer parte das Festas da Cidade. O Vítor prestou essa informação e…

Basta querer

Durante anos a fio temos ouvido o mesmo discurso dos que mandam. A falta de meios, falta de dinheiro, falta de pessoas, falta disto e mais daquilo tem sido a justificação para que a tenha tenha chegado ao marasmo de que ainda não saiu. Temos vindo a acompanhar as iniciativas que têm vindo a ser…

Vendedores, não!

As festas da cidade continuam a dar assunto, nem sempre pelas melhores razões. Se o ano passado não havia grandes motivos para se poder criticar, até porque era a primeira vez e havia que dar o desconto de erros que são normais para quem inicia algo, este ano parecem não deixar de surgir informações que…

Opções estranhas

Sem que o assunto do ex-primeiro ministro seja algo que interesse, não deixa de ser um que tráz ainda à memória o que aqui aconteceu. Referimos à suspeitas de que algo não estaria bem quando a obra da Resinagem foi adjudicada. As suspeitas resultavam do modo como tudo aconteceu mas também pelo facto da entidade…

Ser Presidente cansa!

Quem tinha esperança de poder receber alguma informação do Álvaro esta quinta-feira, na reunião de câmara, pode tirar o cavalinho da chuva. Por essas alturas ele andará ocupadíssimo para os lados de Cabo Verde a fazer aquilo que o Logrado dizia que iria fazer quando foi o tempo de campanha. Juntamente com outros nove presidentes…

Ainda as festas

As Festas da Cidade parecem estar, este ano, envoltas sob um manto de problemas. A forma como tudo foi negociado leva a que haja associações que possam não poder participar. Sabe-se que as associações e colectividades poderão participar sem pagar nada (ao contrário dos que quiserem participar e não sejam associações ou colectividades, que terão…

Custo das festas

Há dias podia ler-se na imprensa que as Festa da Cidade este ano teriam um custo de cerca de cem mil euros. A ideia com que ficámos foi a de que a câmara iria suportar todos os encargos. Ontem lemos que a câmara está a pedir mil duzentos e cinquenta euros aos comerciantes que queiram…

Ou pagas ou pagas!

Hoje não há  televisão que não passe as imagens da agressão em Guimarães. Se por um lado há locais onde parece não haver falta de polícia, outros há onde parece que ela não existe (talvez por estar mais preocupada em saber quem são os que aqui escrevem e não em andarem na rua onde poderiam…

Solução da ARS

Em dia de greve na saúde (mais uma) recordámo-nos do que se passou na reunião de quinta-feira. O Santos fez uma pergunta ao Álvaro que ficou sem resposta relativa a uma reunião na ARS. Pelo que conseguimos saber a reunião teve lugar com o Álvaro e outras duas pessoas, entre as quais o adjunto, e…

Eles não sabem nada!

“Ignorar como realmente funciona o sistema administrativo municipal, é não ter competência para governar um Município, simplesmente porque um Município não é uma qualquer empresa“. Esta é uma afirmação do Álvaro a propósito do que tem sido criticado sobre o facto de a câmara estar com os cofres cheios (“dizem eles”) e não se veja…

Mais uma!

Foram-nos enviados documentos que poderão criar mais problemas a quem exerce o poder na câmara. Desde há muito que se sabe que existe um problema crónico num dos espaços que é da câmara e que tem vindo a ser explorado por privados. Sabe-se também que todos os anos a ASAE fiscaliza os espaços comerciais à…

“Orgulhosamente sós”

Quando hoje líamos o jornal recordámos o que há muitos anos alguém que mandava dizia: “orgulhosamente sós“. Quando olhamos para o mapa do distrito e podemos ver que estamos sozinhos ficamos a pensar se o que o Álvaro disse tem razão de ser. “O Município da Marinha Grande entendeu assim não estarem reunidas todas as…

FEIS

Há dias o Álvaro falou na questão do mercado e afirmou que o assunto iria ser discutido depois de ter terminado umas negociações, sem que tenha adiantado mais. Deixou no ar que a câmara estará a negociar um local onde quererá que o mercado possa ser instalado. Tivemos conhecimento de qual o local que está…

A semana começou

A “semana da educação e juventude” começou com a sessão solene à qual compareceram 29 pessoas! Não se pode dizer que tenha sido uma enchente mas é normal que assim seja já que, mais uma vez, pouco foi dado a conhecer aos munícipes. Dos presentes podia-se contar apenas um ou dois que não estivesse ligado…

Esperança!

Hoje, na abertura da semana da educação, o Álvaro não deixou passar em claro o que já antes se sabia sobre o problema que pode existir com a carta educativa. Num tom claramente irónico, o Álvaro disse que “confiando na capacidade da Senhora Vereadora para a Educação (…) espero que possamos ter em breve uma…

Velhos hábitos!

Há velhos hábitos que não se perdem! Quando hoje quisemos ir conhecer qual a actividade cultural que estava programada para este mês ficámos tal como estávamos: sem saber! O mês já começou e não há agenda cultural! Voltámos ao tempo em que a informação sobre o que se passa aqui na terra surge depois de…

Carta educativa

Tivemos conhecimento que há dias a Alexandra desconvocou a reunião do Conselho de Educação, o que não foi a primeira vez que aconteceu. Esse factos até poderia não ter grande relevância não fosse o facto de, por causa disso, não ter sido ainda possível discutir a carta educativa da qual depende a possibilidade do concelho…

Dispensável!

O que ontem se assistiu na reunião de câmara não foi bonito. Sabe-se que o Logrado anda atrás do lugar que o Vítor ocupa e que este está a tentar manter-se nele apesar da acção que tem sido desenvolvida pelo Nelson para criar desestabilização na coligação. Apesar de tudo isso era dispensada aquela troca de…

Coincidências

Tem sido notícia o facto de uma das empresas da região estar envolvida com o ex-primeiro ministro. Foi a mesma que motivou a queixa que o PCP apresentou por causa da obra da Resinagem e que deu origem ao problema que quase pôs fim à coligação. Se existiram essas ligações perigosas ou não apenas o…

Aqui não!

Ontem reuniram-se mais de 40 municípios para analisar a possibilidade de terem no seu concelho o “espaço do cidadão”. Para os que estão menos familiarizados com isso, trata-se de um local onde os munícipes podem tratar de todos os assuntos sem terem que andar de um lado para o outro. Qual o espanto quando se…

Cama de dinheiro

A semana passada pudemos ler que a câmara está cheia de dinheiro. Mais de cinco milhões de euros parados e cerca de quinhentos mil na TUMG. Apesar do argumento de não haver dinheiro para muita coisa, na sexta viu-se que há dinheiro para um fogo de artifício que apenas alguns viram. Resta o consolo de…

25 de Abril

No 41º aniversário do 25 de Abril, reinventou-se a forma de o comemorar! Numa noite fresca, o 25 de Abril começou sem que à meia noite a canção que deu inicio à revolução fosse ouvida. A câmara optou por reinventar a história e começar a noite com um fogo de artifício que poucos dos que…

Soma e segue!

Numa semana em que muito foi escrito sobre os acidentes, hoje presenciamos mais um. Se na generalidade dos casos os que mandam podem sempre desculpar-se com o desconhecimento, neste caso não poderão fazê-lo. Desta vez, mais uma vez, o acidente deu-se mesmo em frente a uma das casas do Álvaro! Quem ali passa já sabe…

O desmentido da verdade

Quando logo à noite o Álvaro subir à varanda da câmara para fazer um discurso (que esperamos seja sem se engasgar como tem acontecido noutros anos) haverá muitos que irão estar a ver na varanda algo mais do que ele poderia querer. Na quarta-feira o Álvaro fez um desmentido tendo afirmado que era falso que…

Contas aprovadas

Apesar de ter havido reunião na passada semana, ontem os vereadores voltaram a reunir, desta vez à porta fechada. Pouco se sabe do que aconteceu lá dentro mas em causa estava a assinatura das contas para que possam ir ser apresentadas na Assembleia Municipal. Uma vez mais fica sem se entender a razão de não…

Esquecido

Falecido há dias, é já notícia o facto de em Lisboa quererem dar o seu nome ao Pavilhão do Conhecimento. Depois de lermos a notícia veio-nos à memória alguém que, tanto quanto recordamos, nunca foi lembrado por aqueles que mandam. Na semana em se celebra mais um aniversário da revolução de Abril é incontornável não…

Por cima!

Desde que se soube da intenção da Alexandra de poder vir a ser a candidata às próximas eleições por parte do PCP que se tem notado que existe uma preocupação em ter maior visibilidade. Não há festa onde não esteja e apesar de não comparecer em todas as reuniões, não falta onde pode ser vista.…

“Já não é comigo”

Na reunião da semana passada o Aurélio voltou a afirmar que se o Vicente não fosse vereador, não o quereria como empregado. Dito assim pode parecer algo desprovido de sentido mas entende-se quando visto numa lógica empresarial. Claro que uma câmara não é uma empresa e não terá que ser gerida exactamente como se fosse…

Espaço do mercado

No final do ano o Álvaro deu a conhecer que depois do Natal o assunto do mercado iria a discussão pública. A ideia com que ficámos foi a de que iriam estar em aberto todas as possibilidades e que não seriam apresentadas soluções redutoras. Não será assim! O Álvaro deu há dias a conhecer que…

As crianças

A intenção do Governo de retirar apoio técnico das comissões de protecção de crianças e jovens tem gerado alguma indignação. Toda é pouca mas não é nada a que o Governo não nos tivesse já habituado. Aos poucos vão sendo retiradas valências essenciais, sem olhar a meios para atingir um fim. A esse propósito o…

Soninho

É provável que a reunião de hoje tenha ficado mais animada à medida que ia decorrendo para que o Álvaro não adormecesse de vez. Ainda começámos a contar as vezes que bocejava mas começámos a ficar cansados de tanto contar! Já é conhecido o cansaço que ele tem mostrado ultimamente e algum do desanimo que…

As festas

A pouco mais de um mês do início da segunda edição das Festas da Cidade, começam a ouvir-se alguns nomes que poderão integrar a lista dos que actuarão. Nomes como os D.A.M.A. ou o João Só são já falados como estando assegurados. Se assim será ou não, ainda não sabemos. Como ainda nada se sabe,…

Exclusividade

Não foi apenas uma as vezes que encontramos divulgação de eventos que nada têm a ver com a câmara por quem dela faz parte. Sendo algo que nos parece ir contra a lógica, tanto mais que é susceptível de poder levar a suspeições desnecessárias, fomos tentar saber se o que parece ser incorrecto o é.…

Os popós

Aqueles que são empregados e que têm a possibilidade de ter carro da empresa à disposição para o seu transporte pessoal são pessoas com sorte. Não ter que usar o seu próprio carro para ir de casa para o trabalho e dali para casa é uma vantagem que algumas empresas dão. Traduz-se num encargo para…