Uma opinião

Foi-nos pedido que publicássemos o texto que se segue sem que o autor seja identificado. “Sabemos que o que se escreve nas redes sociais é muitas vezes escrito no calor do momento, sem nos apercebermos que podemos chegar a centenas ou milhares de pessoas e num português nem sempre cuidado. De qualquer modo há uma…

Bloco de notas

No final da semana compramos um bloco de notas para podermos ir apontando o que fossemos encontrando aqui na terra durante o fim de semana. Não nos referimos ao que está por fazer, porque para isso um bloco não chegaria, mas ao que estivesse a acontecer. Centrámos a atenção ao que estivesse a ser organizado…

Uma baixa

A partir de hoje a câmara deverá ficar a ser governada apenas pelo Vicente. Pelo que foi sendo dito no final da semana, o Álvaro deverá hoje meter baixa por trinta dias e deixar a câmara entregue a apenas uma pessoa. Depois de ter sido aconselhado a retirar-se, perante a incapacidade que tem mostrado de…

Remendos

Pelo que hoje se pode ler, a Isabel deverá começar a dedicar-se à costura, não para coisas novas mas apenas para remendos. Pelo que ela terá afirmado, a sua função irá ser a de “remendar” as ruas uma vez que a câmara não lhe dá os meios para poder fazer um trabalho como deve ser.…

As reuniões

Depois da queda da coligação e da redistribuição de pelouros, a forma como os vereadores se passaram a sentar na mesa de reuniões alterou-se. Na última reunião já foi visível essa mudança. À medida que os problemas se vão acumulando, as reuniões começam a soar, cada vez mais, à última ceia. Nunca se sabe quando…

Estradas das matas

Um dos problemas aqui do concelho tem a ver com os acessos. As estradas das matas são disso exemplo. Só com viaturas especiais é possível andar-se na mata, tal é o estado em que as estradas se encontram. Até à pouco tempo a justificação que era dada prendia-se sempre com o facto de as obras…

Traição

Já antes o dissemos e repetimos: a vida privada dos políticos é algo que apenas a eles diz respeito. Começa, no entanto, a ter relevância quando isso pode começar a por em causa a terra e a sua governação. Desde há muito que se pode ouvir o Álvaro lamentar-se dos seus problemas pessoais. Claro que…

Boa conduta

Durante as férias, a câmara aprovou as regras que deve seguir em relação à sua conduta e tratamento que deve ter com os munícipes. Todos esperam ter um atendimento dentro do que é normal e aceitável, com educação, cortesia e rapidez. Sabe-se que isso é muitas vezes uma esperança vã. As regras devem ser seguidas…

De novo o relvado

Um dos momentos embaraçosos do último mandato foi o que está na imagem. O protocolo que o Álvaro se apressou a dar a conhecer à comunicação social mesmo antes de o transmitir aos elementos da câmara. O protocolo deu no que se sabe e desde então que a câmara parece assobiar para o lado. Na…

Os prometidos Centros

A questão dos Centros Educativos parece ter acalmado e quase já nem se fala no assunto. O PCP usou esse tema para romper com a coligação mas não há conhecimento de que alguma coisa mais tenha sido feita. Provavelmente porque andam ocupados com as legislativas, o assunto parece estar em lume brando. Quando ontem ouvimos…

E se viessem para cá?

Não há jornal ou noticiário que não fale no problema dos refugiados. Quanto ao que está a acontecer, há os que estão contra aceitarem-se essas pessoas, há os que estão a favor e os argumentos são tão válidos num como noutro sentido. Eles são refugiados porque vêm de países onde não têm condições para viver,…

Sem mãos a medir

O Álvaro veio ontem, finalmente, dar a conhecer qual a sua decisão. Com a desculpa de que o quis fazer apenas depois da reunião e a dar a conhecer primeiros aos membros do executivo, lá veio dizer que vão ficam com ele a generalidade dos pelouros. Está-se mesmo a ver que ele não irá ter…

Assim se vai por aqui

A reunião de ontem foi estranha. Depois da PCP ter batido com a porta à governação, esperava-se que houvesse mais discussão. Nada. Os eleitos do partido parecem estar a acatar as ordens de não fazerem ondas para já e de deixaram a poeira assentar. Quase que se pode dizer que o momento alto foi quando…

Primeira reunião

Está a decorrer a primeira reunião desde que a coligação caiu. É a primeira desde que o Vítor e a Alexandra ficaram pendurados ao lado dos demais elementos da oposição. Depois de tudo o que aconteceu, do muito que foi dito, hoje estão todos a comportar-se com uma cordialidade que não é mais do que…

(S)Em Manutenção

Há uns dias o Álvaro afirmava que “mais que qualquer outra Cidade do país, a Marinha Grande é a Cidade das Bicicletas. Todos os que são da minha geração, e alguns mais novos, ainda se recordarão decerto dos milhares de bicicletas que diariamente circulavam por toda a cidade, por todo o concelho. Temos uma orografia…

Novos pelouros

Foi já tornado público a distribuição de funções na câmara depois da queda da coligação. O Vicente passa a ter, além do que já tinha (recursos municipais e desenvolvimento de infraestruturas) a área administrativa e modernização, que inclui os recursos humanos e modernização administrativa; a área de relações externas, que inclui o apoio à AM,…

Nada de nada!

Passaram já vários dias desde que a coligação terminou. Depois das diversas acusações que foram feitas, aqueles que foram eleitos seguem um caminho de total alienação em relação aos que os elegeram. Ninguém sabe o que se passa e as férias parecem ser a desculpa para tudo. É como se a terra tivesse parado nas…

Os Centros avançam

Pelo que se pôde ler há pouco, a câmara negociou e terá conseguido um investimento de três milhões e meio de euros e irá manter a candidatura para mais cinco. Se a isto juntarmos o facto de o Vicente ter já informado que irá manter a candidatura para a construção de Centros Escolares, não parecem…

O futuro

Da ronda de conversas que o Álvaro está a ter com os membros da oposição, falta ainda tê-la com o Santos. Não se espera, no entanto, que daí venha a resultar alguma alteração ao que se prevê que irá acontecer. Com o pelouro da educação já entregue, os restantes mantêm-se ainda nas mãos do Álvaro.…

As ausências

Agora que se está a iniciar um novo ciclo no que diz respeito à gestão camarária e em que os vereadores da oposição poderão ser chamados a intervir de forma mais activa, fomos dar uma vista de olhos ao que foi a sua intervenção ao longo dos últimos dois anos. Fomos ver quantas vezes os…

Técnico de profundidade

Com os pelouros ainda por entregar, e ainda sem que tenha tido lugar a reunião com o Logrado, estivemos a pensar quais seriam aqueles pelouros que poderiam ser entregues aos vereadores da oposição. Há um que se destaca: o que faz a gestão do técnico de profundidade e dos cemitérios. Parece-nos  que esse pelouro poderia…

Segunda reunião

A primeira reunião já terminou. Foi entre o Álvaro e o Aurélio e, pelo que conseguimos saber, não houve feridos. Para o fim de semana está prevista a segunda reunião entre o Álvaro e o Logrado. Se com o Aurélio não houve sangue, também não se prevê que isso venha a acontecer com o Logrado.…

Fora e dentro

Começou hoje a ronda de contactos entre o Álvaro e os eleitos da oposição. Não se prevê que dali saia alguma coisa, ainda mais depois de lermos a posição do Aurélio, mas há que esperar. Acreditamos que o mais certo será que o PS fique com todos os pelouros. Para a semana já se saberá.…

Apareceu!

Uma semana e muito depois, o Álvaro deu sinal de si. Num comunicado publicado às 14.10, o Álvaro dá a saber que irá continuar no lugar para o qual foi eleito. Sem deixar de atribuir as culpas para a queda da coligação à Alexandra, assume, no entanto, uma posição de quase mendicidade. Deixa o pedido…

Sem solução

Depois da queda da coligação, esta semana foi a primeira vez que o PS reuniu. Não se esperava grande desenvolvimento mas esperávamos que o Álvaro aparecesse já com uma ideia sobre o que fazer no futuro. Qual Cristo que transporta uma cruz pesada, o Álvaro apresentou-se apenas com mais do mesmo. Nem uma solução apresentou…

Que futuro?

Com a queda da coligação e sem que haja qualquer espécie de comunicação por parte dos que foram eleitos, desconhece-se qual será o futuro da terra. Muitos cenários são possíveis e, como é evidente, não irá ser perguntado aos eleitores o que pensam sobre isso. Os partidos e movimentos independentes irão actuar de acordo com…

As férias continuam

A coligação terminou e não deixa de ser estranho que da parte do Álvaro não haja uma única comunicação. A única coisa que se pode ler dele foi a de que estava em férias e, como tal, não se pronunciava. Já a Alexandra se queixa de ter sido interrompida nas férias. É como se, para…

E agora?

Com a coligação morta, começam-se a fazer previsões sobre o que irá acontecer. Sabe-se que o PS não conseguirá governar sozinho ainda que possa não atribuir pelouros a mais ninguém. Ainda assim, os últimos tempos têm mostrado o que poderá acontecer. Desde há algum tempo que o Logrado se tem vindo a ajoelhar na esperança…

A queda

Como há muito se previa, a coligação caiu. Dirão uns que durou mais do que devia, outros que ela ainda se poderia manter. Pelo que se tem vindo a saber, a sua duração estava dependente de um dos partidos tomar a decisão. O Álvaro aguentou mas o PCP não foi capaz. Bom, o não ser…

Queda da coligação, a resposta

COMUNICADO GABINETE DO PRESIDENTE Câmara Municipal da Marinha Grande Às 16h01m o Senhor Presidente recebeu em simultâneo duas correspondências electrónicas dos Senhores Vereadores Vítor Pereira e Alexandra Dengucho, eleitos pelo PCP/CDU, dando conta da sua «indisponibilidade para continuar a desempenhar funções (…) declinando naturalmente os pelouros» que lhes estavam atribuídos. Os Senhores Vereadores informam que…

Queda da coligação, o comunicado

O nosso primeiro compromisso é com povo da Marinha Grande A pretensão do Sr. Presidente da Câmara Municipal da Marinha Grande (CMMG) quanto ao encerramento administrativo de escolas no Pilado, Garcia, Albergaria, Pedrulheira, Amieira e Picassinos, sob pretexto de construção de um centro educativo, trouxe à tona a forma pouco honesta como o PS encarou…

Procura-se

Desde que a coligação entre PS / PCP se formou que houve quem não acreditasse que ela durasse muito tempo. Com muitos percalços pelo caminho, ela tem-se vindo a aguentar muito à custa do que é a incapacidade dos que mandam fazerem isso mesmo, mandar. Naturalmente que para a terra é preferível que estejamos a…

Dominós

Com o Álvaro de férias esta semana, a câmara está oficialmente sem ter quem mande. Não acreditamos que se vá notar grande diferença, com excepção de deixar de se ouvir as lamurias de quem anda a contar os problemas que tem a quem quer que encontra. A sua ausência fez-nos pensar no que tem levado…

Banana

Depois do que tem acontecido e de vermos que não há qualquer tomada de posição por parte de quem era devida, apeteceu-nos ver este vídeo e ouvir a canção que nos faz lembrar alguém, recordando o que o Logrado há tempos disse! 00 Seguir ( 0 Seguidores ) X Seguir E-mail : * Seguir Deixar…

Tô de férias

Ontem foi aprovado o “código de boa conduta administrativa”. Ele mais não é do que um conjunto de regras de como quem está na câmara se deve comportar e que vai na linha do que o Provedor de Justiça já tinha proposto. Estranhamente o código não foi aprovado por todos os vereadores! Isto porque a…

Interesse municipal

Quando ontem os eleitos tiveram que aprovar mais pedidos de reconhecimento de interesse público municipal, entre os quais estava uma pecuária, não conseguimos deixar de imaginar o Álvaro montado num alazão a comandar um monte de animais, já que parece evidente que comandar pessoas não é a sua especialidade. A polémica de há umas semanas…

Não se compreende

Há argumentos que são usados pelos políticos que se entendem. Outros há que são de difícil compreensão. Ainda a propósito da questão dos centros escolares e do dinheiro que a câmara poderá receber da comunidade europeia, o Vítor ontem deu a conhecer que entendia que a câmara não deveria candidatar-se a quaisquer fundos porque isso…