É para se ir fazendo!

Na reunião de câmara da semana passada foi colocada a questão ao Caetano relativa a uma empresa que se queixa de não conseguir que os camiões tenham acesso para descarregar mercadorias porque há sinais que proíbem o acesso. A resposta do vereador foi a de que era fácil de corrigir e que estava em “cima…

Fora da caixa

Há dias houve quem nos dissesse que a barraca que montaram em frente à câmara é o único local onde pode ser instalada. Houve também quem dissesse que o que se faz nesta época de natal é bastante. Contrapusemos que temos parques onde colocar a pista de gelo e que outras coisas poderiam ser feitas,…

Sem informação

Já se percebeu nas reuniões de câmara que a presidente tem agora um computador à frente, mas que aquela não é a sua praia. Quem lhe tira uma folha de papel e o telemóvel tira-lhe tudo! Claro que o seu pouco à-vontade para lidar com as novas tecnologias não deveria condicionar os serviços e até…

Mercado… só em Lego

Somos do tempo em que se brincava com os Legos, que se faziam casinhas, carros e tantas coisas mais que a imaginação permitia. Lembrámos disso quando vemos que há obras que não saem do papel, que se as queremos ver feitas só mesmo se voltarmos a brincar com os Legos. Isto vem a propósito de…

E se…

O orçamento não passou e parece não haver grande preocupação em que seja discutido. De certo modo parece que ninguém se está a ralar com isso. Mas será que haverá motivo para preocupação? E se o orçamento não chegar a ser aprovado? O orçamento de 2018, que ainda está em execução prevê uma série de…

Adivinhou!

Quando, no final do mês, o orçamento foi votado, as declarações de voto da oposição iam já preparadas. Os quatro vereadores sabiam já como iam votar e, como é normal, levavam o trabalho de casa feito. Como era previsível, o orçamento iria ser votado pelos eleitos que têm os pelouros. Depois da votação, ainda no…

Convites

As compras feitas por autarquias devem ser, em regra, por concurso público. Apesar de se saber que há formas de contornar a transparência que deveria ser a base de todas as compras, é, apesar de tudo, a forma mais isenta dos organismos do Estado fazerem compras. Evita-se que se criem suspeitas ou suspeições sobre compras…

Natal perigoso

Nunca pensámos que Natal fosse sinónimo de perigo até irmos à Moita. Sabe-se que no Natal há muitos acidentes e numa altura em que o próprio Marcelo faz um apelo a que haja cuidado na estrada, não pensámos que uma empreitada paga pela câmara fosse potenciadora de acidentes. Ali, bem pertinho da Junta, está colocada…

De novo…

Uma vez mais o Natal vai ter a tenda em frente da câmara. Vai ser mais um mês em que o Stephens vai estar tapado com um mamarracho como aconteceu o ano passado. Em vez de optarem por usar outro espaço, insistem em por tudo em frente ao edifício da câmara, num local que em…

Inversão de valores

Gostar de animais é uma coisa, colocá-los à frente de humanos ou de questões saúde pública é outra. Quando esta semana houve chuvas fortes, o canil inundou-se. É mau quando isso acontece e é necessário prevenir tais situações. Mas o problema não foi só esse! Vem noticiado que elementos da APAMG nesse dia “despejaram duas…

Cansada

Já passou um ano desde que foram as eleições e há muito que se percebeu que a Célia está como peixe fora de água. Não tem jeito para a politica e pouco para o cargo que desempenha. Pode-se dizer, sem exagero, que é fraquinha. São os próprios elementos do seu partido quem afirma que ela…

Que solução?

Estivemos a dar uma vista de olhos às declarações de voto da oposição na votação do orçamento para o ano que vem. E, independentemente de não parecer existir interesse em negociar com a oposição, parece-nos que a solução não será fácil de encontrar. Por um lado o MpM deixou claro que o que os levou…

Banho-maria

Como se sabe, o orçamento deveria ter sido apresentado ao presidente da mesa da AM até ao dia 31 de Outubro. Sabe-se que não foi aprovado e, por esse motivo, não foi possivel cumprir-se essa formalidade. Sabe-se também que está prevista uma assembleia municipal para o final do mês e seria expectável pudesse já haver…

Máquina de fazer dinheiro

Parte-se do principio que uma autarquia está ao serviço das populações e não a servir-se delas. Naturalmente que se entende que todos os serviços que são prestados deverão ter um custo, mas não se espera que uma câmara ‘enriqueça’ à custa do dinheiro dos munícipes. Aqui na câmara pode dizer-se que as fotocopiadoras são autênticas…

O substituto

Tem sido evidente que a Cidália tem feito tudo para que os elementos da oposição não estejam com os Ministros e Secretários de Estado sempre que eles vêm cá. Ontem, apesar de não ter sido avisada com a antecedência normal, recebeu a mensagem durante a reunião de que viria cá um Secretário de Estado e,…

“Não me fala assim”

As reuniões de câmara deveriam servir para que as questões que interessam ao concelho fossem respondidas por quem tem os pelouros. São várias as vezes em que as respostas ficam por dar ou são relegadas para informação que depois deveria ser enviada, mas que depois não o é. Ontem aconteceu mais uma vez. A Cidália…