Porque no te callas!

A semana passada, na reunião de câmara, um munícipe foi alertar para o facto de existir um terreno que, sendo propriedade da câmara, foi vedado por um particular que deve achar que o terreno é seu. A reacção foi a esperada: não foi dada atenção. Mania que alguns munícipes têm de ir chamar a atenção…

Levantar do muro

A imagem faz parte dos arquivos da nossa história, daquela que não queremos lembrar mas que nunca deveremos esquecer. A construção do muro da vergonha, aquele que separou um povo. Hoje há-os a serem construídos em Gaza. Vergonha atrás de vergonha. Estas separações mostram que não estamos minimamente ajustados a viver com a diversidade. Se…

A importância das receitas

Quando se vê o que é o aproveitamento que algumas câmaras fazem das potencialidades do turismo, não podemos deixar de fazer algumas comparações com o que temos na terra. Por onde andamos, as empresas que se dedicam ao desenvolvimento do turismo têm apoios das câmaras. Os próprios turistas são beneficiados em termos de impostos quando…

Homem bala

Quando se fala dos políticos comete-se às vezes o erro de pensar que eles são pessoas bem instruídas e com conhecimentos. Erro enorme! Talvez porque na terra está um circo – no mesmo sítio onde há meses o Álvaro achava que era impróprio para estar um em funcionamento – que tem como atracção um “homem…

Triste sina

Quando ontem o Amadeu apareceu na reunião da câmara, a imagem que nos veio à mente foi a do Vasco Santana! Não tem a ver com o aspecto físico, por ser estudante ou por alguma das piadas que eram próprias daquele actor. Tem a ver com o que se passou e que nos fez lembrar…

Queixa e o óbvio

Hoje o PCP saiu com uma previsão que deixou todos surpreendidos. Prevêem que o BPN nos vai custar mais dinheiro! Depois do muito que já se sabe, fazer uma previsão destas, depois do que foi o relatório do TC, é, sem dúvida, algo que nem a Alexandra Solnado conseguiria fazer. Até entendemos que possam querer…

Bom e mau

Com o que se passou, e está a passar, no BES, não há quem não fale no “banco bom” e “banco mau”. A ideia de mau ficou associada à parte sombria que envolveu aquela instituição. Isso levou-nos a pensar se na câmara não haverá também uma parte boa e uma parte má! Quem serão os…

Banco mau

Com o Espírito Santo na ordem do dia, fomos ver até que ponto isso poderia estar a afectar aqui a terra. Demos, por isso, uma volta pelos parques e apercebemo-nos que as ramificações do que está a acontecer a nível nacional tem reflexos por cá. Aqui começa, desde logo, pelo que se consegue ver nos…

Tristeza

Quando hoje passámos pelo centro tradicional e vimos o estado em que estão alguns dos edifícios, começamos a imaginar como seria se também o edifício da câmara estivesse à imagem do que se vê em redor. Claro que exagerámos na imaginação porque árvores seria algo que nunca ali existiria mas não deixa de continuar a…

Acabou a guerra!

Pronto, está resolvido o conflito no Médio Oriente. Ontem foi aprovada uma moção que apela ao fim dos conflitos. Está claro que quando chegar ao conhecimento das partes beligerantes eles vão parar de imediato de fazer o que se lê nas notícias. Nem teria lógica que continuassem a lutar depois de a câmara aqui da…

A Branca do MpM

Desde há muito que se falava que o movimento do Aurélio estava apenas centrado em si próprio. Apesar de terem aparecido outros nomes na lista, a ideia que existia era a de que tudo girava à sua volta. Ontem, ou porque lhe chegou aos ouvidos que essa era uma das coisas que se falava ou…

Vandalismo

Esta semana uns vândalos acharam que deviam dar largas aos seus “dotes” artísticos e fizeram uns desenhos mal feitos numa das paredes da biblioteca. Há os que acham que se deve criar um espaço para que os vândalos possam fazer as suas pinturas mas a generalidade das pessoas com bom senso não pode senão censurar…

Imagem que conta

A Resinagem tem sido classificada, por parte de quem manda, como sendo o elemento dinamizador do centro tradicional. Nesta altura em que muitos poderiam visitar a terra e que deveria haver uma atenção redobrada – não que os que cá habitam não mereçam o mesmo tipo de atenção -, ver que existe uma falta de…

Parabéns

Acabámos de dar uma volta pela cidade. O que encontrámos foi um deserto. Deserto de gente, de movimento e de ideias para dar volta à terra. Encontrámos uns moços numa mota eléctrica que se nos atravessarem à frente e que podemos dizer que foi o ponto alto da noite Marinhense. Depois dizem que somos nós…

Tempos medievais

Em Leiria vai estar patente este fim de semana uma feira medieval. Numa altura em que há muitos que estão de férias, parece-nos ser lógico que possam ser organizados eventos que possam, de algum modo, trazer animação às cidades. Não apenas permite que algumas pessoas possam querer assistir como isso trará mais gente. O comércio…