De novo o Mercado

Depois de lermos o orçamento para o ano que vem e de se saber que a possibilidade de vir a ser construído um mercado até ao final do mandato é muito remota, pareceu-nos, juntamente com outras pessoas preocupadas com o assunto, que seria o momento de trazer o assunto de novo para discussão. Criou-se uma…

Sem nada para o futuro

Acabou a representação na Casa da Cultura. Tivemos esperança que a câmara pudesse ter tido a ideia de gravar o espectáculo não apenas para que passasse a fazer parte dos arquivos da nossa história como também para permitir que os que não tiveram bilhete pudessem assistir. Até agora não conseguimos encontrar nada que faça referência…

Câmara vive dos impostos

Demos uma leitura rápida ao orçamento que foi aprovado segunda-feira e a conclusão que se chega é simples de fazer: as receitas vão ser obtidas à custa do aumento de impostos. Apesar de existir uma diminuição acentuada no valor global da receita, nota-se um aumento significativo das receitas provenientes de impostos. Significa isto que para…

Apoio, patrocinado!

A imagem é de um dos marinhenses que mais se tem destacado no desporto. Sendo um jovem, é um que tem levado o nome a nossa terra a muitos locais. O mérito individual é digno de ser notado. Este ano foi pedido um apoio à câmara. Até ontem nada tinha sido concedido. Foi-o ontem. 4.400…

Menos dinheiro

Como já se previa, o orçamento para o ano que vem foi ontem aprovado. Com o argumento de que a reunião de ontem era apenas a continuação da que teve lugar na semana passada, a maioria que governa a câmara tentou dar a volta ao que alguns chamam de incompetência. Claro que há os que…

De novo, olhar para os papeis!

Desde há algum tempo que o assunto dos apoios a algumas instituições tem sido falado. Na última assembleia o assunto tomou especial relevância quando o executivo é questionado pela própria secretária da mesa. O assunto tem estado para ser resolvido e, pelo que tivemos conhecimento, o problema poderá ser mais complicado de resolver do que…

A culpa é dos outros

Na reunião de quinta, alguns munícipes foram tentar ver o problema de transito que existe na zona do Camarnal resolvida. Quem ali mora sabe que há problemas graves de transito, que aliás são comuns em várias zonas da terra. Os que lá foram tinham a esperança de que a câmara pudesse sair com uma solução…

Já está bom!

Temos que reconhecer que estávamos um pouco preocupados com o estado de saúde do Amândio. A preocupação desapareceu quando o vimos na rua, bem disposto e sem sinais de doença física. Apesar de ter sido dito que estaria com “incapacidade física para trabalhar”, ficamos contentes por sabermos que, se está em condições para fazer o…

Bolsos vazios

Quando há pouco ouvimos o Santos falar sobre os fundos comunitários, não pudemos deixar de ficar preocupados. Prevê-se que o orçamento, que hoje não irá ser discutido porque não foram enviados a tempo os documentos para que os vereadores os analisassem, vá ter um valor menor para a câmara gastar. O facto do Estado estar…

Esquecimentos!

Muitas são as vezes que se ouvem os que mandam na câmara gabarem-se de que têm as contas recheadas, que a situação financeira é das melhores do país. Pelo que hoje se pode ouvir na reunião de câmara, há uma explicação lógica para que isso aconteça. Há quem esteja desde que foram as eleições à…

Como vai ser?

Daqui a pouco irá começar a reunião de câmara para discutir, entre outros assuntos, o orçamento para o ano que vem. Os vereadores vão decidir o que se vai gastar e onde vão buscar dinheiro. Hoje eles vão decidir o que de mais importante uma câmara pode decidir: o nosso futuro. Será que este ano…

Esgotado

Aqueles que tinham ideia de poder ouvir o Zambujo e ainda não tinham bilhetes, podem esquecer. Está esgotado! A pouco menos de um mês e já não há lugares mas não admira. São 234 lugares que rapidamente se esgotam. Sorte dos que tiveram conhecimento do concerto e se apressaram a obter o bilhete. Parece-nos bem…

Vruummm, vruummm…

Quando há semanas o Santos falou no problema da estrada de S. Pedro o Álvaro disse não achar que havia problema porque ele, com o seu carrinho velho, passava sempre ali a 50 km/h e não achava que a estrada estivesse assim tão má. Ontem vimos que alguns bocados maus estão pintados para alertar quem…