Interdito

Há uns meses os equipamentos para as crianças num dos parques estavam impróprios para utilização. Demoraram meses até serem substituídos. Como não houve manutenção, a câmara teve necessidade de gastar mais dinheiro para proceder à substituição. Pelo que agora se vê, não deverão ter aprendido com os erros e há mais equipamentos a necessitar de…

As diferenças

Quando se passa pelo parque pode ver-se uma árvore que de noite quase faz lembrar o Natal. É de mais uma iniciativa dos voluntários do movimento de luta contra o cancro. Quando ontem à noite vimos a árvore não conseguimos deixar de nos recordar do que foi colocado no Natal em frente à câmara e…

A falta de acção

Quando hoje se lê o jornal fica-se com a ideia de que alguma coisa vai acontecer na câmara. Fica-se com a ideia de que a vereadora, mesmo agora no calor do verão, está rodeada de veneno e que em breve irá acontecer algo que a faça perder o pelouro. Quando, na reunião da concelhia do…

Tiro em si próprio

Depois de lermos o que o Álvaro escreveu na sua página do Facebook sobre a Feira de Artesanato do passado fim-de-semana, não conseguimos deixar de ficar com a ideia de que ele deu um tiro nele próprio! Na ânsia de se antecipar, poderá ter perdido toda a razão ao “atracar” uma suposta notícia que iria…

Mais problemas!

Segundo ano de orçamento participativo, problemas iguais! Esta será a conclusão a tirar do que está a acontecer. Voltámos a inscrever-nos como sendo um habitante cá da terra, com dados de alguém que aqui não vive ou trabalha. Nenhum problema tivemos. Foi exactamente como o ano passado. Tentámos submeter uma proposta mas não conseguimos encontrar…

“Sede vacante”

De acordo com as regras da igreja católica, sempre que um lugar que deveria estar com um membro da igreja está vazio, o nome que se dá é de “sede vacante”. Lembrámos disto depois de termos conhecimento que algo semelhante está a acontecer na câmara. Por razões que para aqui não são chamadas, o Álvaro…

Ilegalidade

Uma vez mais assiste-se a uma “batalha” nas redes sociais entre o Aurélio e o Álvaro. Na última reunião, a propósito do concurso para a direcção da DCD, o Aurélio votou a favor a abertura do concurso mas fez uma declaração de voto onde se mostrou contra a forma como ele tinha sido aberto. No…

Sim mas não!

Desde que este mandato começou que temos notado que tem existido uma forma de agir por parte de alguns autarcas que não se compreende. Bem sabemos que o regimento permite que assim seja mas não tem lógica que um qualquer vereador vote num sentido um qualquer assunto mas faça uma declaração de voto que diz…

Repreender

Com os ânimos ao rubro entre o Álvaro e o Aurélio, prevê-se que amanhã os problemas surjam logo quando a reunião começar. Na última reunião, sem público, a forma como os vereadores se sentaram não foi com a preocupação de poderem estar virados para a plateia. Como não estava lá ninguém a assistir, não houve…

As estradas

Em Agosto do ano passado, a propósito de uma questão que lhe foi colocada sobre o estado da estrada de S. Pedro, o Álvaro afirmou que aquela estrada não era da câmara, que nada seria feito para reparar os problemas existentes porque ele não sentia muito o problema porque cumpre os limites de velocidade. Não…

“Interesses corruptos”

Numa altura em que a corrupção parece já não ser algo que o país não tem (como uma certa procuradora do tempo do Sócrates afirmava), frases como esta começam a ser normais. Quando isto é afirmado por um candidato a candidato presidencial, a frase ganha uma relevância diferente. A frase não é do Morais mas…

Ausentes

Este fim-de-semana foi aberto o passeio pedestre na Vieira. Onze quilómetros durante os quais pudemos ver muito do que já nem nos lembrávamos. É algo que faltava e que, esperamos, se alastre aos restantes pontos da mata. Quando lemos que iria haver este passeio pensámos que ele faria parte daquela ideia que a Alexandra há…

Corta-fitas

Durante muito anos fomos habituados a ver alguns políticos de tesoura na mão a cortar as fitas das muitas inaugurações que faziam. Um dos exemplos mais recentes vinha da Madeira. Os partidos mais à esquerda sempre criticaram essa forma de agir. O tempo que os políticos perdem a cortar fitas é tempo em que poderiam…

Vontade de fugir

Quem vive aqui há muitos anos não pode deixar de se recordar do estado em que as instalações da vidreira estavam antes de serem mandadas reparar. O estado era degradante. Hoje o estado começa a ser semelhante! Não nos referimos à fachada. Essa está em boas condições e dá para encher o olho. Referimos mesmo…

De popó para casa!

Já há muito que nos apercebemos que há uma coisa estranha na câmara. Dirão alguns que andamos distraídos por acharmos que há apenas uma! Terão razão mas esta tem a ver, mais uma vez, com a utilização que se faz dos meios que a câmara tem. Os eleitos têm direito a receber ajudas de custo…

Excepto familiares

A época balnear começou e com ela vai começar o tormento de conseguir estacionar. Todos gostamos de levar o carro quase até à areia mas entende-se que não possa ser assim. Nos locais de difícil passagem é normal que não se possa estacionar. Claro que há os que conseguem ter um tratamento diferente do que…