“Falta de civismo” ou inércia?

Esta semana é notícia por todo lado o problema dos cães vadios. Quase parece que é um assunto novo. Fomos dar um vista de olhos ao que foi debatido pelos eleitos e eis as respostas que foram dadas quer pelo Vicente quer pelo ex-presidnete: «25.5.2016: [Vicente] o Sr. Presidente informou que já pediu uma reunião com…

Só reclamando

Na reunião de segunda um dos elementos da direcção do ACM foi reclamar pelo facto de, passado tanto tempo, não terem recebido aquilo que havia sido decidido ser entregue para pagamento do relvado. Valeu a pena reclamar! Na quarta uma grande parte do que era para ser entregue foi-o, estando agora apenas pendente uma parte.…

Como se vê?

À medida que os dias vão passando, começam a chegar os sinais sobre o que será o futuro próximo. De manhã, ao espelho, o Vítor estará já a ver-se como o futuro candidato pelo seu partido. Chegou a falar-se da Alexandra como sendo uma das potenciais candidatas à câmara mas o seu desaparecimento, a escolha…

Lido por aí LXVI

“Antes de o Sr. Presidente responder, o Sr. Vereador Vítor Pereira protestou pelo facto de os Vereadores não poderem responder ao público,  que também lhes coloca questões, e se o quiserem fazer terem que utilizar o seu tempo de intervenção no período de antes da ordem do dia.”. “O Sr. Presidente referiu que quando os…

Sem acompanhamento

Quando se pensa em orçamento participativo pensa-se não apenas em obras que deveriam estar fora do que são as que deveriam normalmente ser efectuadas pelas câmaras como se pensa em obras que os promotores das iniciativas vão acompanhando para além de lhes ser dado o privilégio de poderem ser os primeiros a vê-las, quando terminadas.…

Nós lemos, vós ledes…

Ficámos com uma dúvida depois de lermos o último texto do Vicente no Facebook. Terá querido dizer ‘O Largo da República já tem iluminação, leram’? Ou terá querido dizer que ‘O Largo da República já tem iluminação leds’. É que ‘led’ é a abreviatura de Light Emitting Diode enquanto que ‘ledes’ é a segunda pessoa do…

Surpresa

Hoje houve reunião de câmara e o Vicente presenteou os demais vereadores com algo que não esperavam. Foi um gesto bonito. É sempre agradável quando alguém faz uma surpresa, mesmo que seja simbólica. Quando menos se esperava, eis que o Vicente surpreende todos não lhes dando o que fazer! A surpresa do dia foi assim…

12 anos

Não é preciso recuar muito no tempo para que se encontrem diferenças substanciais entre o que eram as iluminações de Natal e o que são hoje. Há 12 anos era diferente não apenas no que diz respeito ao que eram as iluminações mas também no que diz respeito a estarem ou não acesas. Mas entende-se que…

FAG… até quando?

Acreditamos que pôr a FAG em funcionamento seja tão complicado como montar um puzzle. Desde há muito que achamos que deveria ser um evento com patrocínio da câmara, fora do que é tradicional ser feito em termos de apoios, tentando que aquele evento se tornasse num dos cartões de vista do concelho e não apenas…

A história do Bairro

Sobre o Bairro do Camarnal, parece-nos interessante poder ler-se parte da história que envolve aquela construção: «Tendo em vista  a  erradicação de  barracas e  o  realojamento de  famílias, a Câmara  Municipal  da  Marinha  Grande  (doravante  CMMG)  propunha-se adquirir 53 fogos a serem construídos em loteamento propriedade do município, “no lugar do Camarnal”, o que seria…

Pagar dívidas

Foi decidido pagar a dívida do bairro do Camarnal. Não é motivo para que se deitem foguetes mas antes que se diga ‘até que enfim’. Desde há sete anos que a preocupação dos que estão à frente da câmara tem sido a de mostrar que a câmara está numa situação financeira boa mas o que…

De novo!

Uma vez mais não se podem fazer reclamações no site da câmara. Não é nada novo mas faz questionar que tipo de acordo a câmara tem com quem dá assistência ao site. Há dias, quando da torneira de um de nós, saia água quase castanha aproveitámos para usar o formulário de reclamação, que naquela altura…

Trabalhar cansa

Somos muita vezes injustos quando criticamos os que são eleitos e os que, não o sendo, têm funções que permitem que se façam horários de trabalho que são diferentes dos que têm que picar o cartão ou lhes permitem fazer publicações no Facebook a qualquer hora. Quando vemos as fotos que são publicadas dos que…

Lá… e cá

No JN é este o título da notícia. Por cá é mais do género ‘há luzes? não sabia!‘. Bom, lá quem é mesmo o presidente? Começamos a ser adeptos dos orçamentos que têm que se cumpridos por ideias que vêm dos munícipes e não dos que são eleitos que, como se tem vindo a demonstrar…

Assim, sim!

‘Assim, sim! Ano após ano temos criticado o ridículo que tem sido a iluminação de Natal. Este ano temos que reconhecer que os mais de treze mil euros foram bem gastos. A cidade está linda! São luzes de Natal por tudo o que é lado, com tudo o que leva que os munícipes saiam de…

Respostas

Às vezes não conseguimos entender os eleitos. Esta semana o Vítor vem queixar-se do facto de o executivo permanente não dar respostas quer aos munícipes quer aos demais elementos da vereação. Vem até invocar o direito que a oposição tem a obter respostas. Não entendemos o Vítor! Ele, que anda há alguns anos nestas andanças…