Piscinas

São Pedro está como todos vêm, sem grandes perspectivas de futuro. Um dos maiores problemas foi o facto do complexo das piscinas ter encerrado e sido danificado do modo que se conhece. Na última reunião a Alexandra avançou com a proposta de ser a câmara a comprar aquele espaço e passar a ser feita a…

Desembainhar a espada

A Alexandra ontem como que desembainhou a espada. Será difícil discordar-se daquilo que disse na reunião e fica a esperança de que possa ser consequente com o que afirmou. Deu, aliás, tempo demais para que alguma coisa começasse a ser feita. A oposição tem deixado andar, como que na esperança de que o executivo permanente…

Como será o futuro?

Sexta vem a S. Pedro, em mais um colóquio organizado pela associação que serve de apoio ao movimento do Aurélio, o ex-presidente da câmara de Peniche. Eleito várias vezes pelo PCP, o Correia ficou conhecido pelos afectos que distribuiu enquanto foi presidente. Depois de ter concorrido pelo PCP, como independente, veio a renunciar e hoje…

O risco

Nos últimos anos, quando se trata de algumas comemorações do 25 de Abril, a Alexandra tem sido uma das pessoas que tem ido cantar num dos eventos que tem tido lugar. Este ano é, mais uma vez, ‘cabeça de cartaz’ juntamente com outro membro da lista. Até aqui, nada de novo. Apesar de não ser…

Tristeza!

É normal nas redes sociais e até aqui lerem-se comentários menos abonadoras para com os eleitos. É um dos preços de se viver em liberdade. Já não é normal nem de bom tom que um eleito, dirigindo-se a outro, afirme que o eleito é um triste ou que teve um comportamento que é uma tristeza.…

Embaraço

É pena a reunião de amanhã não ser transmitida nem ser possível ter público. Por certo que irá ser divertido assistir à Patrícia e à Alexandra questionarem a Cidália sobre a anulação de uma decisão que ela defendeu. A Cidália vai ser, aliás, a única que deverá estar presente que votou a favor da decisão…

Visto à lupa

Quando foi a votação do orçamento, no final do ano, o PCP fez-se apenas representar pela Lara. A Alexandra não esteve nem se fez substituir. Graças a isso o orçamento passou. Muito se tem especulado sobre os verdadeiros motivos dessa ausência. O mais evidente é a discordância com o que são as decisões do partido.…

E agora, que vai fazer?

O texto que a Alexandra escreveu onde a demissão da Cidália ou do Nelson poderá tê-la colocado num canto de onde poderá ter alguma dificuldade em sair. Voltemos um mês atrás. Quando se colocou a questão da aprovação do orçamento, a Alexandra decidiu não comparecer na votação para que não tivesse que votá-lo. Ainda que…

“Haja dignidade”

É o que a Alexandra pede num texto em que termina a dizer que “ou a Sr.ª Presidente demite o seu Chefe de gabinete, Nelson Araújo, ou de demite ela própria“. Tudo isso porque, segundo a vereadora, o chefe de gabinete deu “um valente puxão de orelhas à presidente e à vereadora da educação” num…

‘Amigos’

Se por um lado a Cidália diz que que consensos e até houve aproximação entre os partidos para tentarem chegar a um entendimento para a distribuição de pelouros, percebe-se que essa aproximação é impossível de ser concretizada quando se lêem os comentários que são feitos pelo presidente da concelhia do PS e chefe de gabinete…

Enguia

Na sexta a Alexandra e a Lina foram entrevistadas. Não disseram nada de mais, mas houve uma questão à qual a Alexandra fugiu como uma enguia. Quando lhe foi colocada a questão sobre o orçamento, à sua ausência e se concordava com o que foi aprovado, ela optou por não responder. Desculpou-se com o facto…

Ausente

Ainda em torno da ausência da Alexandra da reunião de câmara em que o orçamento passou, há factos que nos levam a crer que ela não está sozinha. Quem começa a estar isolado serão os que mandam no partido. Ao contrário do que inicialmente se tinha como informação, a Alexandra informou o partido que iria…

Interrogação

Com o orçamento a passar por uma unha negra na câmara, a dúvida centra-se agora no que acontecerá na AM. O PS votará certamente a favor. O MpM votará contra. Em relação ao BE, PSD e +C mantém-se a incógnita, apesar de crermos que o +C deverá votar contra. Mas as maiores dúvidas estão naquilo…