Novos eleitos?

De certo modo sempre assumimos que a varanda da câmara, nas comemorações do 25 de Abril, era destinada a eleitos, aos que o povo tinha eleito. Este ano não foi assim. A varanda contou com a presença de quem não se submeteu ao sufrágio. Que leva a que o gabinete da Cidália tenha lugar na…

Que mudou?

O ano passado, em Março, a Cidália afirmava que “não haverá fogo-de-artifício, uma vez que o ano passado não se viu”. Cumpriu o que disse e na noite de 24 para 25 de Abril não houve fogo. Este ano houve e bastante. Tirando quem estava na varanda e muitos que foram para o parque, o…

Os nomes

O Vicente não podia, como é óbvio, enumerar todos aqueles que ajudaram a que hoje vivamos em liberdade. Muito provavelmente não se conseguirá fazer uma enumeração exacta e haverá sempre nomes em falta. Damos o nosso contributo a que mais alguns possam ser recordados e nunca esquecidos. Agostinho da Conceição Saboga, Albino Domingos Jubileu, Álvaro…

A varanda

Na varanda ontem estiveram apenas os eleitos. Podendo ter sido tudo uma mera coincidência, foi notório o afastamento entre os vereadores do PCP. Cada um para o seu lado, percebeu-se, se duvidas houvesse, que o clima existente não é dos mais saudáveis. Pela forma como os eleitos se posicionaram é possivel tirar algumas conclusões. A…

O discurso

Há dias escrevemos que “Fica a esperança que este ano, nas comemorações do 25 de Abril e apesar de nada estar no programa, os políticos não esqueçam de prestar o devido tributo a quem o que fez não foi para ser agraciado (que não o foi em vida), mas merece que não seja esquecido“. Hoje,…

Faltou algo

Celebrar o 25 de Abril sem a voz de quem lhe deu voz, sem desprimor por quem cantou, é o princípio do fim do apagar da memória colectiva que nunca deveria ser apagada. Quase que a lembrança de alguns nomes que têm ficado esquecidos fez esquecer aquele silêncio que se ouviu ao bater das doze…

Vale sempre a pena

Na mesma altura em que decorre um debate sobre o sentido que hoje tem comemorar a Revolução dos Cravos, foi-nos enviada por um amigo a lista dos presos políticos que passaram por Peniche. Quando se coloca a questão sobre o sentido de comemorar a revolução basta prestar atenção aos motivos que levaram homens e mulheres a…

Discussão parcial

Mais logo irá ter lugar um debate onde irá ser discutido o sentido das comemorações do 25 de Abril. Na senda do que parece ser a opção do PS, apenas a UGT, no que diz respeito a centrais sindicais, irá estar no debate. É uma opção que volta a colocar algumas dúvidas quanto à escolha…

Este ano há!

O ano passado, nas comemorações do 25 de Abril, a Cidália deu a conhecer que “não haverá fogo-de-artifício, uma vez que o ano passado não se viu”. Promessa cumprida (talvez a única neste mandato): não houve fogo de artifício. Este ano está programado haver, logo depois do discurso, um ‘espectáculo pirotécnico’. Isto leva-nos a duas questões.…

Multidão!!!

Temos dado uma vista de olhos nas muitas fotos que a câmara disponibilizou da noite de 24 de Abril. Todas elas procuram mostrar as muitas pessoas que estiveram presentes. É verdade que foram muitas as pessoas que foram à praça para ouvir a Grândola Vila Morena, o hino e o discurso e muitas foram as…

A varanda

Agora que já passaram algumas horas desde a noite de ontem, pode fazer-se a leitura a frio do que aconteceu e daquilo a que assistimos. Há, desde logo, algumas questões que mereciam ser respondidas. A varanda da câmara sempre foi um local onde, naquela noite, estiveram autarcas. Ficou por perceber a razão de ali não…

A justificação

O ano passado aqueles que estavam na varanda da câmara não conseguiram ver o fogo de artifício. Foram uma meia dúzia que pouco contam até porque eram aqueles que mandavam. Os que estavam na praça conseguiram ver alguma coisa, apesar de o local onde o fogo apareceu não ter sido o melhor. Este ano não…

25 de Abril

42 anos depois, aqui estamos com a liberdade de escrevermos o que pensamos (apesar das ameaças de alguns que não gostam que a liberdade possa ser expressa deste modo). Aqueles que, como alguns de nós, viveram em ditadura sabem distinguir o antes e o depois. Os que nasceram já em liberdade não têm a exacta…

Elitismo?

Já antes aqui fizemos referência às comemorações do 25 de Abril e às opções que a Cidália tomou. Hoje, quando dávamos uma vista de olhos pelas notícias reparámos que há locais onde um dos mais emblemáticos cantores que canta o 25 de Abril vai actuar para quem o quiser ouvir e não apenas que o…

Valeu a pena

A dias de mais um aniversário do 25 de Abril, é ainda habitual ouvirem-se afirmações como “volta Salazar, estás perdoado”. Entendemos que haja quem tenha vivido bem naquele tempo e até quem tenha alguma saudade do tempo em que a generalidade das pessoas não tinham direito a falar sem serem perseguidos; em que as pessoas não…

As escolhas

Diz-se que gostos não se discutem mas as escolhas que se fazem podem discutir-se. Isto vem a propósito do programa relativo às comemorações do 25 de Abril. A câmara optou por organizar um concerto com Sérgio Godinho, limitado à ocupação da Casa da Cultura, e ter um concerto com o Samuel na noite anterior aberto…

Fogo de artifício

Gosta de fogo de artifício? Acha que a comemoração do 25 de Abril merece que a câmara gaste algum dinheiro para dar um pouco de cor ao céu na noite que assinala a conquista da liberdade? Quem manda na câmara não e este ano as comemorações não vão ter fogo de artifício. Muito provavelmente irão…

Discurso de ocasião

Depois de não ter conseguido ver o fogo de artifício, já que da varanda da câmara não era possível ver, o Álvaro discursou. O discurso pautou-se pela repetição. “Esta é a noite”, “somos um povo”, “mais de”, “porque esta”, “estamos aqui” e “esta é a noite” foi repetido até à exaustão. Depois de tanto ouvirmos…

25 de Abril

No 41º aniversário do 25 de Abril, reinventou-se a forma de o comemorar! Numa noite fresca, o 25 de Abril começou sem que à meia noite a canção que deu inicio à revolução fosse ouvida. A câmara optou por reinventar a história e começar a noite com um fogo de artifício que poucos dos que…

Rescaldo

Não vamos aqui fazer nenhuma aposta para ver quem acerta na quantidade de dias que o outdoor que foi colocado na rotunda, no dia 23, com a divulgação do que iria acontecer no dia seguinte vai ali estar. Se a terra tivesse já um programa cultural seria fácil substituir aquele outdoor com mais informação. Como…

As surpresas

As comemorações do 25 de Abril não foram ausentes de surpresas. Não nos referimos ao discurso do Álvaro. Foi um discurso de circunstância que pouco ou nada falou do que a data representa. Foi mais uma forma de tentar justificar a razão de ter feito o acordo com o PCP. Também não foi surpresa o…

Questões de Abril

A chegar-se ao 40º aniversário do 25 de Abril parece-nos que pode fazer-se o balanço do que foram estes quarenta anos de “democracia”. Na escola pouco ou nada se ensina sobre o que aconteceu nem sobre as razões que levaram a que se desse a revolução. Os principais protagonistas são esquecidos e nem no local…

Discurso no plural

A curiosidade que tínhamos começa a ficar mais dissipada. Fomos fazer uma leitura mais atenta do programa das comemorações do 25 de Abril que agora aparece no portal da câmara e, além de estar mais completo, apercebemo-nos que vem já dar uma luz sobre o que deverá acontecer e que nos tinha passado despercebido. A…

Quem vai falar?

As comemorações do 25 de Abril vão ter o seu ponto alto, como sempre, quando perto da meia noite se ouvir a Grândola Vila Morena e se seguirem os discursos. Este ano terá um significado acrescido depois do muito pelo qual temos vindo a ser obrigados a passar com as medidas que têm vindo a…

40 anos e nada

Ouve-se já muita vez a frase “volta Salazar, estás perdoado“. O estado a que o país chegou está a criar algum saudosismo a muitas pessoas. Há quem culpe a revolução de há quarenta anos de muito do que agora estamos a viver. Parece ser evidente que poucos serão os que estão contentes com o que…

Papagaios

Apesar de ser um programa muito fraquinho, um dos eventos que foi preparado para as comemorações de mais um aniversário do 25 de Abril parece-nos ser aquele que melhor vem representar o que tem acontecido nos últimos anos na política local (e nacional). Diz o povo que aqueles que falam, falam mas nada fazem são…

Uma visão da história

Estamos à beira de mais um aniversário do que foi a revolução dos cravos. Nas escolas não se ensina o que aconteceu e poucos conhecem a realidade. Tem-se colocado nos militares a revolução esquecendo-se em parte o que foi a intervenção de muitos que na clandestinidade lutaram durante anos a fio para que um regime…

Marques Júnior na Marinha Grande

Marques Júnior vai estar amanhã (quinta-feira), dia 21 de Abril, pelas 21h, no Operário, no âmbito das Conferências JMG/RCM. O tema da iniciativa será “Desafios de Abril”. Numa altura em que o país atravessa profundas dificuldades será uma boa oportunidade para um dos homens que lutou pela restituição da liberdade aos portugueses apontar caminhos para…