Quem muitos burros toca…

Diz-se habitualmente que ‘quem muitos burros toca, algum deixa para trás’. Isso ficou há pouco claro quando a Cidália é confrontada com o facto de ter ela, sozinha, nomeado a Célia para o lugar que antes era por si ocupado na CPCJ sem que tivesse sido uma decisão da câmara. Ficou claro que a Cidália…

Nem sinal!

A meia hora de começar a reunião de câmara que, deverá ter transmissão em directo, nem sinal há que indique que alguma coisa vai acontecer, nem informação existe sobre o local onde os munícipes poderão assistir à transmissão. Bem sabemos que este é um assunto ‘comezinho’ e que não deverá estar no topo da preocupação…

Os políticos e os outros

Sempre achámos que o então candidato à Junta da Vieira não era político e que pouco jeito tinha para a política. Hoje confirmou-se o que pensávamos. Após o incêndio criou-se a comissão popular O Pinhal é Nosso e, escrevemos, achámos que lhe foi dada alguma conotação politica. Quem estava por trás da génese da comissão…

As chamadas

Os 100 dias depois da tomada de possa já passaram e não foi ainda dado a conhecer quais foram as medidas que estão a ser tomadas para a reestruturação dos serviços. Não é de estranhar que assim seja já que ninguém estava à espera que a ideia da reestruturação dos serviços fosse algo que a…

Quem aceita…

Costuma-se dizer que ‘quem aceita, não escolhe’. Em condições normais é assim que funciona. Hoje ficámos a saber que não é assim em todas as situações. Quando hoje lemos o jornal ficamos com a confirmação do que há muito era afirmado, meio à surdina, que a o ‘barraco da musica’ tinha sido uma obra feita…

Dor de cabeça

Decorre ainda a reunião de câmara extraordinária e, se de algum modo se poderia pensar que iria ser rápida, não o está a ser. Muito porque os assuntos não são levados com toda a documentação necessária a que sejam decididos rapidamente, tem-se estado a assistir a um ‘entra e sai’ de responsáveis por alguns departamentos…

No relax

Há algumas coisas que não se compreendem. É possivel que seja por razões como a que aconteceu no final do ano que muitos assuntos são discutidos à porta fechada. No final do ano foi discutida a fixação das taxas que irão ser aplicadas pelos proprietários de imóveis. Para que possa ser feita uma discriminação entre…

Notas biográficas

No site da câmara é possível ler as notas biográficas dos eleitos. Nelas estão os dados que cada um achou dever colocar. Não é, no entanto, possível ler as notas biográficas dos eleitos com pelouros! Que leva a que não tenham sido divulgadas todas as notas biográficas de todos os eleitos e apenas as daqueles que não têm pelouros?

Porta fechada

Na passada sexta houve reunião de câmara. Foram discutidos vários assuntos, como é normal. Quarta vai haver uma outra reunião, desta vez extraordinária. E é aqui que, uma vez mais, fica-se sem entender o motivo de se agendarem reuniões extraordinárias com uma proximidade tão grande. Poderia dizer-se que a reunião estava inicialmente agendada para a…

Pinhal montado

«A associação ambientalista Zero anunciou hoje que vai plantar no domingo mil sobreiros no Pinhal de Leiria, grande parte do qual foi destruído por um incêndio em Outubro. “Trata-se de uma acção conjunta com a Secretaria de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural e com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, entidade…

Ausentes

Quando é no tempo de campanha eleitoral não há jantar, festa ou evento onde não apareçam todos os que querem entrar na política. São sorrisos, cumprimentos e tudo o mais que seja necessário para que sejam vistos. Ontem, no jantar do ACM, não se viu um único político. Até mesmo a Cidália apenas se fez…

Sacrifícios

A par do que vai acontecendo na política, vão surgindo as notícias sobre o que acontece no futebol local que, pouco tendo a ver com politica, envolve pessoas que nunca estiveram longe dela. Neste momento decorre o jantar do ACM na Vieira e é dado a conhecer que um dos atletas que esteve na base…

Brandos costumes

Muitas são as vezes em que o que escrevemos é contraditado porque não temos como demonstrar o oposto. O que se passa nas reuniões de câmara é do conhecimento do que a elas assistem e pouco mais. Nunca pedimos cópia das gravações e, como tal, o que escrevemos, sendo verdade, fica sempre com a possibilidade…