O espanto

Na Assembleia Municipal de segunda surgiu um momento engraçado. A propósito de um questão colocada pelo Filipe (àquelas poucas que respondeu já que deixou outras tantas por responder) a Cidália começou a dar uma explicação sobre o mercado e a sua localização. Já há uns dias tínhamos escrito aquilo que a Cidália disse daí que…

Dualidade

Quando passámos pelas obras que agora começaram em S. Pedro ficámos a pensar no que é a dualidade de critérios que são seguidos pela autarquia. Nem nos referimos à obras apenas terem começado agora, no final da época balnear. Tudo isso é já normal acontecer, ou fazem em cima do joelho ou fazem depois do…

Street art

A câmara decidiu que vai mandar pintar algumas fachadas, muito à semelhança do que existe noutros concelhos. Quando discutiram o assunto poderia ter sido o momento para que tivesse sido explicado porque motivo houve um concurso de ideias para pintar as caixas de electricidade no centro tradicional, mas nunca houve publicitação de resultados nem nunca…

Gente rica

O verão está a terminar e nada como ser no final da época balnear que se criam condições para que as crianças se possam divertir! Quando ontem ao final da manhã passávamos em S. Pedro apercebemos que estavam apenas agora a retirar os brinquedos que estavam a precisar de substituição. Tivemos curiosidade em saber o…

A dormir

Na reunião de câmara de ontem a oposição esteve adormecida. Apesar de a Cidália os ter chamado de “padre e sacristão”, a ‘missa’ que deram não levou a que desse para acordar quem assistia. Continuaram a não se conseguir impor perante o que tem sido a falta de respeito dos eleitos com pelouro por todos…

Ir ao colo

Ontem, mais uma vez, ficou-se sem perceber porque há quem insista em usar o poder para se representar apenas a si. Já antes escrevemos sobre isso, mas depois do que ontem aconteceu percebeu-se que algo está muito errado. Há uns meses a João, que tinha sido eleita pelo + Concelho, decidiu abandonar aquele movimento, ma…

Que fazem eles?

Ontem teve lugar mais uma Assembleia Municipal. A conversa do costume com as declarações de voto e muita conversa. Quando o Duarte, que não é deputado, pediu para falar percebeu-se que, para além da conversa, os deputados fazem muito pouco. Parte do tempo da assembleia passaram-no a discutir a criação de mais uma comissão. Sabe-se…

Desigualdades

Ontem, na reunião de câmara, houve mais uma peripécia que envolveu a Cidália e o Botas. Para que não fiquem dúvidas sobre quem tem razão, deixamos o video. Mas o dia de ontem teve algo que não se consegue perceber. A Cidália continua na sua postura de professora que acha ter sempre razão e que…

O apoio

Já é conhecido quanto vai ser, se for aprovado, o apoio da câmara da o rallye. A organização estima gastar €163.000,00. A Junta contribui com €1000,00. Patrocínios privados são €23.000,00. Inscrições de quem corre são €50.000,00 e a câmara paga o resto. Ou seja, independentemente de quem é a organização, é a câmara quem paga…

O naufrago

Quando ontem revíamos um filme já com alguns anos, não conseguimos deixar de lembrar de um naufrago que aqui na terra parece ter ficado sozinho há muito. O Bloco conseguiu eleger representante para a Assembleia Municipal e para a Junta, mas rapidamente se percebeu que era areia demais para a camioneta que tinham. A cabeça…

Como ser comido

Temos que reconhecer que gostamos quando sentimos que os elementos do executivo, na sua sabedoria infinita e portadores de todos os conhecimentos, são enganados. É uma daquelas coisas que nos sabe a ginjas porque mostra que não são os donos da verdade como tentam parecer ser. Quando hoje vimos o “assistente virtual” que a câmara…

Ainda o ‘robot’

A câmara já tem a funcionar o ‘robot’ digital a que eles chamaram de “assistente digital”. Que desilusão! Não é um verdadeiro chatbot. Limita-se a ‘responder’ às opções “sim” ou “não” que são colocadas, sem que consiga dar resposta a questões que possam ser colocadas e que possam permitir estabelecer uma espécie de diálogo. Às…

Os louros

Há uns dias que está a funcionar a TUMG na Vieira. Desde há muito que quem manda na câmara defende a existência daquela empresa municipal, apesar de anualmente ser grande a quantia que é injectada nos cofres da empresa. Os que defendem a não existência da empresa dizem que o que ali é feito poderia…

O que foi feito

Um comentário há pouco, feito em modo de desafio, deu-nos a ideia de permitir que quem aqui vem possa ajudar-nos a identificar o que foi feito pela câmara estes dois anos de mandato. Deixamos assim o espaço aberto para quem queira colaborar connosco a identificar a acção do executivo nestes dois anos.

Pesar

Há algumas coisas que não são muito fáceis de entender. Como é público, faleceu um marinhense que não era propriamente um cidadão anónimo. Trabalhou numa empresa de reparação de moldes para vidro. Ingressou na área da assistência informática tendo sido sócio de algumas sociedades. O último projecto profissional levou-o a uma área nova, as ferragens.…