As diferenças

Leiria foi, segundo vinha noticiado, um de dois municípios a criar um plano de adaptação às mudanças climáticas. Claro que o outro não foi o nosso. Enquanto aqui fazem planos para abater árvores, por lá prevêem a “criação de zonas de ensombramento na cidade e de um espaço verde na Quinta do Alçada”. Enquanto aqui…

Marcado

Está a ser reparada a estrada ao lado das tendas onde funciona o mercado. É, sem dúvida, uma necessidade. É, no entanto, a melhoria das condições de acesso àquele espaço com vista uma eternização do problema. De acordo com o programa do PS, o novo mercado municipal seria construído durante este ano e o próximo.…

O milagre da adjudicação

Na semana que passou as crianças não tiveram direito ao acompanhamento depois das aulas. Já se escreveu muito sobre isso, mas há algo que não deixa de ser merecedor de mais um reparo. Na quinta a câmara deu a conhecer que a “componente de apoio à família e a dinamização das bibliotecas escolares se iniciam…

Iluminar o sol

Dia após dia é sempre a mesma realidade. Horas e horas a iluminar o sol. Poderá ser que não haja quem, no meio de tanta gente, se lembre de ajustar os relógios? Quando se fala em serviços que funcionam mal, há sempre quem venha defender, mas há factos que demonstram o contrário. Este facto leva-nos…

Mercado

“O que tem um mercado municipal que ver com startups?! Alguns dirão que nada! Eu direi que é uma forma criativa de reinventar estes espaços tradicionais configurando-os com o que são as mundividências contemporâneas no contexto das Cidades. Porque um Mercado Municipal no centro de uma Cidade moderna, industrial, do séc. XXI não pode ser…

Encher o depósito

Há coisas que se não fossem vistas, ninguém acreditaria. Hoje deflagrou um incêndio. Felizmente a actuação dos bombeiros permitiu que fosse rapidamente debelado. Não adianta fazer muitos comentários ao estado das matas e à inacção do Estado, porque isso levar-nos-ia para o que já todos têm conhecimento, com excepção dos que decidem. Depois do que…

Já arde!

Afinal ainda há qualquer coisa para arder no Pinhal do Rei, “como gostamos de chamar”. Será que os corações daqueles que têm andado a bajular os senhores do ICNF estão neste momento descansados e de consciência tranquila?

“São tão maus”

“(…) Calculem agora os leitores a tristeza que sinto hoje pelo abandono, o ausência de bom gosto e de bom senso que se verificam um pouco por todo o local. A praia este ano deixou de existir, será culpa da natureza, mas certamente culpo de quem deixou que os toldos ocupassem todo o espaço até…

Milagre

Esta semana o Pedrosa vem defender a câmara, como não poderia deixar de ser, afirmando que por lá não fazem milagres. Claro que já nos tínhamos apercebido disso! Refere isto a propósito do já muito falado tema da ocupação dos tempos livres das crianças. Tal como o executivo permanente fez, atira as culpas para cima…

O comunicado

“DECORRIDOS CERCA DE 11 MESES DO ACTUAL MANDATO AUTÁRQUICO, A CONCLUSÃO A TIRAR É QUE A GESTÃO DO PS ESTÁ A BATER NO FUNDO O Executivo da Comissão Concelhia da Marinha Grande do PCP e as suas vereadoras constatam a irresponsabilidade política com que a Presidente da Câmara e o Executivo PS estão a tratar…

Rigor!

Um dos momentos altos da reunião de ontem teve lugar quando a Cidália quis interromper a reunião. Apesar de ter mandado cortar a imagem, a reunião não foi interrompida porque houve quem se levantasse contra essa intenção. Tirando a incapacidade de gerir a reunião, assumido pela própria presidente, é interessante ver-se a ânsia com que…

Porque?

Desde há muito que se fala na ausência de regulamentos que permitam a atribuição sem dúvidas das verbas que as associações e colectividades necessitam. Ontem a Cidália finalmente reconheceu que têm que apresentar o tão falado regulamento. Ora se até já ela acha que o regulamento é necessário, porque não o apresentam?

Competências

Está ainda por decidir que competências irão passar, se algumas, para a câmara. Há 15 dias a Cidália foi questionada sobre esse facto e optou por nada dizer, relegando o assunto para mais tarde. Ontem, na reunião, ficou-se a perceber qual a posição que irá ter. Num dos assuntos que estava em discussão, a Cidália…

Pela boca morre o peixe

Ontem a Célia assumiu que diariamente vai “ajudar os pais” na venda do peixe na “banca da gata” e que pode volta das nove e pouco regressa e só depois vai para a câmara. Ficou-se a saber que, para além das férias, é uma actividade que exerce diariamente. Na defesa que fez de si própria,…

Pior é impossível

Sobre a reunião de ontem muito há a dizer, mas há algo que nos surpreendeu! O problema que está na ordem do dia, a incapacidade de contratar a empresa para a ocupação dos tempos livres das crianças, pensámos que tivesse tido causa no facto de a vereadora responsável pelo pelouro ter estado o verão na…